Revista Comprecar
A importância do catalisador
Tempo seco no inverno aumenta necessidade do catalisador em dia
A importância do catalisador
16 de Julho de 2014

Com a chegada do inverno e o clima mais seco, gases tóxicos ficam presos nas camadas mais baixas da atmosfera, aumentando e agravando a ocorrência de doenças respiratórias e alérgicas típicas da estação, como bronquite, rinite alérgica e irritação nos olhos, entre outros.
 
Responsável pela conversão de até 98% dos gases nocivos em gases inofensivos, o catalisador é peça fundamental para reduzir a emissão de poluentes produzidos por moto res à combustão. A fabricante alerta aos proprietários de veículos sobre a necessidade de realizar revisões periódicas no sistema de exaustão automotivo como forma de contribuir para qualidade de vida.
 
O catalisador é composto por uma colmeia cerâmica que transforma gases tóxicos em gases inofensivos, após a queima do combustível. As condições do ar em grandes centros urbanos, como as capitais, são preocupantes pela quantidade de veículos em circulação equipados com catalisador ineficiente, desgastado, ou até mesmo falsificado.
 
É necessária uma verificação preventiva no automóvel para detectar e solucionar problemas, como rachaduras, amassados, vazamentos e furos nos componentes do sistema de exaustão.
 
Além do catalisador, é importante verificar outros sistemas do automóvel que influenciam na exaustão de gases poluentes, como o de ignição, que engloba velas, cabos e bobinas; o de arrefecimento do moto r e, por fim, o sistema de alimentação de ar e combustível.
 
Gases > Efeitos > Após a catálise
 
HC (Hidrocarbonetos) > Causa irritação nas vias respiratórias, anemia, leucemia e câncer pulmonar > Transforma-se em vapor d’água e gases inofensivos.
 
CO (Monóxido de Carbono) > Causa asfixia sistêmica, pneumonia e danos cerebrais > Transforma-se em gás carbônico (gás exalado ao respirarmos)
 
NOx (Óxido de Nitrogênio)> Causa ardência nos olhos, nariz e mucosas. Também provoca bronquite, enfisema, insuficiência respiratória e até mutações genéticas > Transforma-se em N2 (Nitrogênio), que representa 75% do ar que respiramos da atmosfera
 
O3 (Oxidantes fotoquímicos, Ozônio e Aldeídos) > Causa irritação nos olhos, garganta e infecções generalizadas > São originadas das reações fotoquímicas da luz solar com os poluentes: HC, CO, NOx

Artigos < Voltar
A importância do catalisador
 

A importância do catalisador

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Tempo seco no inverno aumenta necessidade do catalisador em dia

16 de Julho de 2014

Com a chegada do inverno e o clima mais seco, gases tóxicos ficam presos nas camadas mais baixas da atmosfera, aumentando e agravando a ocorrência de doenças respiratórias e alérgicas típicas da estação, como bronquite, rinite alérgica e irritação nos olhos, entre outros.
 
Responsável pela conversão de até 98% dos gases nocivos em gases inofensivos, o catalisador é peça fundamental para reduzir a emissão de poluentes produzidos por moto res à combustão. A fabricante alerta aos proprietários de veículos sobre a necessidade de realizar revisões periódicas no sistema de exaustão automotivo como forma de contribuir para qualidade de vida.
 
O catalisador é composto por uma colmeia cerâmica que transforma gases tóxicos em gases inofensivos, após a queima do combustível. As condições do ar em grandes centros urbanos, como as capitais, são preocupantes pela quantidade de veículos em circulação equipados com catalisador ineficiente, desgastado, ou até mesmo falsificado.
 
É necessária uma verificação preventiva no automóvel para detectar e solucionar problemas, como rachaduras, amassados, vazamentos e furos nos componentes do sistema de exaustão.
 
Além do catalisador, é importante verificar outros sistemas do automóvel que influenciam na exaustão de gases poluentes, como o de ignição, que engloba velas, cabos e bobinas; o de arrefecimento do moto r e, por fim, o sistema de alimentação de ar e combustível.
 
Gases > Efeitos > Após a catálise
 
HC (Hidrocarbonetos) > Causa irritação nas vias respiratórias, anemia, leucemia e câncer pulmonar > Transforma-se em vapor d’água e gases inofensivos.
 
CO (Monóxido de Carbono) > Causa asfixia sistêmica, pneumonia e danos cerebrais > Transforma-se em gás carbônico (gás exalado ao respirarmos)
 
NOx (Óxido de Nitrogênio)> Causa ardência nos olhos, nariz e mucosas. Também provoca bronquite, enfisema, insuficiência respiratória e até mutações genéticas > Transforma-se em N2 (Nitrogênio), que representa 75% do ar que respiramos da atmosfera
 
O3 (Oxidantes fotoquímicos, Ozônio e Aldeídos) > Causa irritação nos olhos, garganta e infecções generalizadas > São originadas das reações fotoquímicas da luz solar com os poluentes: HC, CO, NOx

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!