Revista Comprecar
Comparativo: Hyundai HB20 Premium AT x Nissan March SL CVT
Compactos com câmbio automático para se livrar do pedal da embreagem
Comparativo: Hyundai HB20 Premium AT x Nissan March SL CVT
02 de Outubro de 2017

Cada vez mais o câmbio automático está mais presente nos modelos compactos no Brasil. Hoje praticamente todas as marcas oferecem uma opção de câmbio que dispense o pedal da embreagem (seja automático ou automatizado) nas versões mais completas dos modelos compactos.
 
Nesse comparativo analisamos o Hyundai HB20 com câmbio automático de seis marchas e o Nissan March, que utiliza câmbio automático do tipo CVT (continuamente variável).
 
Motor e Câmbio
 
Embora o March seja um carro mais antigo, seu motor 1.6 16 válvulas rende 111 cavalos e 15,1 kgfm de torque (com etanol ou gasolina), e aliados ao câmbio CVT e ao baixo peso do carro, garantem um bom desempenho com uma aceleração de 0-100 km/h em pouco mais de 10 segundos. A economia de combustível também é outro ponto positivo, segundo o INMETRO, seu consumo cidade/estrada é de 7,8/9,8 km/l com etanol e 11,7/14,5 km/l com gasolina.
 
O HB20 também utiliza um motor 1.6 16 válvulas, mas com um aproveitamento melhor, são 128/122 cavalos de potência e torque de 16,5/16 kgfm. A aceleração de 0-100 km/h é muito próxima ao March, em pouco mais de 10 segundos. Entretanto, por conta de seu peso ligeiramente maior e de utilizar um câmbio automático convencional de seis marchas, apresenta um consumo mais elevado. Com etanol são 7,1 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada; com gasolina são 9,9 km/l na cidade e 12,5 km/l na estrada.
 
Interior
 
O HB20 se destaca no acabamento e na beleza do interior. Utiliza materiais mais bonitos e aparentemente de melhor qualidade. Em relação ao espaço interno, embora tenho um entre-eixos 2500mm contra 2450mm do March, o espaço no interior da cabine é similar em ambos os modelos. Já o porta-malas a vantagem é do HB20, com 300 litros contra 265 litros do March.
 
Dirigibilidade
 
Um dos grandes destaque do March é sua facilidade de manobra. Seu diâmetro de giro pequeno (apenas 9 metros) realmente facilita muito a vida do motorista na hora de estacionar o carro. No HB20 o diâmetro de giro é de 10,2 metros, dentro na média dos outros carros compactos.
 
A suspensão do HB20 também se destaca pelo maior conforto. No March, a suspensão é mais firme, e utiliza também rodas de liga leve de 16 polegdas.
 
Conectividade
 
Ambos os modelos oferecem central multimídia, mas com receitas diferentes. O HB20 utiliza uma central que integra com Android Auto e Apple Car Play, além de espelhar diversas funções de celulares da Samsung e LG através de um aplicativo chamado Car Link. Entretanto essa central não tem GPS nativo, é necessário utilizar sempre o celular para navegação.
 
O March utiliza uma solução bem peculiar. A central multimídia é como se fosse um tablete instalado no carro. Ela roda um sistema operacional Android, no qual você pode baixar praticamente todos os aplicativos disponíveis na Play Store, inclusive Facebook e jogos. Mas a conexão com a internet também depende do uso do celular, ou de uma rede wi-fi.
 
Preços
 
O March na versão SL com câmbio CVT tem preço de R$ 60.990. Um porém é que o carro não tem a opção de vir com bancos em couro de fábrica. Não existem opcionais nessa versão.
 
O HB20 na versão Premium com bancos em couro também não tem opcionais e tem preço de R$ 66.830.

O HB20 pode ser encontrado nas cidades de Jundiaí, Campinas, Americana e Indaiatuba nas concessionárias do grupo Andreta. Para mais informações acesse www.andretahmb.com.br.

Notícias < Voltar
Comparativo: Hyundai HB20 Premium AT x Nissan March SL CVT

Comparativo: Hyundai HB20 Premium AT x Nissan March SL CVT

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Compactos com câmbio automático para se livrar do pedal da embreagem

02 de Outubro de 2017

Cada vez mais o câmbio automático está mais presente nos modelos compactos no Brasil. Hoje praticamente todas as marcas oferecem uma opção de câmbio que dispense o pedal da embreagem (seja automático ou automatizado) nas versões mais completas dos modelos compactos.
 
Nesse comparativo analisamos o Hyundai HB20 com câmbio automático de seis marchas e o Nissan March, que utiliza câmbio automático do tipo CVT (continuamente variável).
 
Motor e Câmbio
 
Embora o March seja um carro mais antigo, seu motor 1.6 16 válvulas rende 111 cavalos e 15,1 kgfm de torque (com etanol ou gasolina), e aliados ao câmbio CVT e ao baixo peso do carro, garantem um bom desempenho com uma aceleração de 0-100 km/h em pouco mais de 10 segundos. A economia de combustível também é outro ponto positivo, segundo o INMETRO, seu consumo cidade/estrada é de 7,8/9,8 km/l com etanol e 11,7/14,5 km/l com gasolina.
 
O HB20 também utiliza um motor 1.6 16 válvulas, mas com um aproveitamento melhor, são 128/122 cavalos de potência e torque de 16,5/16 kgfm. A aceleração de 0-100 km/h é muito próxima ao March, em pouco mais de 10 segundos. Entretanto, por conta de seu peso ligeiramente maior e de utilizar um câmbio automático convencional de seis marchas, apresenta um consumo mais elevado. Com etanol são 7,1 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada; com gasolina são 9,9 km/l na cidade e 12,5 km/l na estrada.
 
Interior
 
O HB20 se destaca no acabamento e na beleza do interior. Utiliza materiais mais bonitos e aparentemente de melhor qualidade. Em relação ao espaço interno, embora tenho um entre-eixos 2500mm contra 2450mm do March, o espaço no interior da cabine é similar em ambos os modelos. Já o porta-malas a vantagem é do HB20, com 300 litros contra 265 litros do March.
 
Dirigibilidade
 
Um dos grandes destaque do March é sua facilidade de manobra. Seu diâmetro de giro pequeno (apenas 9 metros) realmente facilita muito a vida do motorista na hora de estacionar o carro. No HB20 o diâmetro de giro é de 10,2 metros, dentro na média dos outros carros compactos.
 
A suspensão do HB20 também se destaca pelo maior conforto. No March, a suspensão é mais firme, e utiliza também rodas de liga leve de 16 polegdas.
 
Conectividade
 
Ambos os modelos oferecem central multimídia, mas com receitas diferentes. O HB20 utiliza uma central que integra com Android Auto e Apple Car Play, além de espelhar diversas funções de celulares da Samsung e LG através de um aplicativo chamado Car Link. Entretanto essa central não tem GPS nativo, é necessário utilizar sempre o celular para navegação.
 
O March utiliza uma solução bem peculiar. A central multimídia é como se fosse um tablete instalado no carro. Ela roda um sistema operacional Android, no qual você pode baixar praticamente todos os aplicativos disponíveis na Play Store, inclusive Facebook e jogos. Mas a conexão com a internet também depende do uso do celular, ou de uma rede wi-fi.
 
Preços
 
O March na versão SL com câmbio CVT tem preço de R$ 60.990. Um porém é que o carro não tem a opção de vir com bancos em couro de fábrica. Não existem opcionais nessa versão.
 
O HB20 na versão Premium com bancos em couro também não tem opcionais e tem preço de R$ 66.830.

O HB20 pode ser encontrado nas cidades de Jundiaí, Campinas, Americana e Indaiatuba nas concessionárias do grupo Andreta. Para mais informações acesse www.andretahmb.com.br.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!