Revista Comprecar
Jaguar recomeça produção do lendário D-Type
Apenas 25 unidades do modelo serão produzidas de forma totalmente artesanal
Jaguar recomeça produção do lendário D-Type
08 de Fevereiro de 2018

A Jaguar Classic está reiniciando a produção do icônico D-type, exatos 62 anos após o último exemplar sair da linha de produção da fábrica da marca em Coventry, em 1956. O modelo, primeiro de uma série limitada a 25 unidades, acaba de ser apresentado durante o salão Retromobile, em Paris.
 
Cada uma das 25 unidades do lendário carro de corrida serão construídas por um processo totalmente artesanal, desenvolvido pela divisão Jaguar Land Rover Classic Works, em Warwickshire.
 
A série limitada é o complemento de uma ambição original da empresa que, em 1955, planejou a construção de 100 unidades do modelo, das quais apenas 75 foram finalizadas. As 25 restantes estão sendo produzidas a partir de agora, mais de seis décadas depois.
 
O D-type, modelo que entre 1955 e 1957 venceu três vezes uma das mais famosas corridas de todos os tempos – as 24 horas de Le Mans – traz debaixo do capô um motor XK de seis cilindros. Essas 25 unidades serão produzidas em acordo com especificações autênticas e originais vigentes na Jaguar naquela época.
 
O D-type é o terceiro veículo de continuação da Jaguar Classic, complementando os seis E-types Lightweight concluídos em 2014 e 2015, e nove XKSSs construídos em 2017 e 2018.
 
A produção das 25 unidades do D-TYPE é possível graças a uma pesquisa minuciosa feita pelos especialistas da Jaguar Classic, que contam com acesso exclusivo aos desenhos e registros de engenharia originais da época.
 
Todo esse material garante que cada novo D-type seja construído com as especificações autênticas estabelecidas pelo gerente da equipe de corrida da Jaguar na década de 1950, Lofty England, e seu time de engenheiros.
 
Os clientes interessados poderão, inclusive, escolher o tipo de carroceria entre a de nariz curto, feita em 1955 e a de nariz alongado, produzida em 1956.
 
A primeira unidade exibida a partir de hoje no Salão Retromobile em Paris é um protótipo de carroceria com nariz alongado de 1956, identificável pelo seu capô estendido.
 
Os preços do Jaguar D-type não foram divulgados, pois dependem da especificação de cada cliente.

Notícias < Voltar
Jaguar recomeça produção do lendário D-Type
 

Jaguar recomeça produção do lendário D-Type

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Apenas 25 unidades do modelo serão produzidas de forma totalmente artesanal

08 de Fevereiro de 2018

A Jaguar Classic está reiniciando a produção do icônico D-type, exatos 62 anos após o último exemplar sair da linha de produção da fábrica da marca em Coventry, em 1956. O modelo, primeiro de uma série limitada a 25 unidades, acaba de ser apresentado durante o salão Retromobile, em Paris.
 
Cada uma das 25 unidades do lendário carro de corrida serão construídas por um processo totalmente artesanal, desenvolvido pela divisão Jaguar Land Rover Classic Works, em Warwickshire.
 
A série limitada é o complemento de uma ambição original da empresa que, em 1955, planejou a construção de 100 unidades do modelo, das quais apenas 75 foram finalizadas. As 25 restantes estão sendo produzidas a partir de agora, mais de seis décadas depois.
 
O D-type, modelo que entre 1955 e 1957 venceu três vezes uma das mais famosas corridas de todos os tempos – as 24 horas de Le Mans – traz debaixo do capô um motor XK de seis cilindros. Essas 25 unidades serão produzidas em acordo com especificações autênticas e originais vigentes na Jaguar naquela época.
 
O D-type é o terceiro veículo de continuação da Jaguar Classic, complementando os seis E-types Lightweight concluídos em 2014 e 2015, e nove XKSSs construídos em 2017 e 2018.
 
A produção das 25 unidades do D-TYPE é possível graças a uma pesquisa minuciosa feita pelos especialistas da Jaguar Classic, que contam com acesso exclusivo aos desenhos e registros de engenharia originais da época.
 
Todo esse material garante que cada novo D-type seja construído com as especificações autênticas estabelecidas pelo gerente da equipe de corrida da Jaguar na década de 1950, Lofty England, e seu time de engenheiros.
 
Os clientes interessados poderão, inclusive, escolher o tipo de carroceria entre a de nariz curto, feita em 1955 e a de nariz alongado, produzida em 1956.
 
A primeira unidade exibida a partir de hoje no Salão Retromobile em Paris é um protótipo de carroceria com nariz alongado de 1956, identificável pelo seu capô estendido.
 
Os preços do Jaguar D-type não foram divulgados, pois dependem da especificação de cada cliente.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!

Você sabia?

Os primeiros fabricantes a colocarem air bars em seus carros foram a GM e a BMW, a partir de 1974. Mas desde os anos 50 já existiam carros com air bags colocados sob encomenda fora das linhas de montagem.