Revista Comprecar
Novo Audi A8 trará um super sistema elétrico para ser mais eficiente
Com um sistema elétrico primário de 48 volts carro conta com micro sistema híbrido
Novo Audi A8 trará um super sistema elétrico para ser mais eficiente
08 de Junho de 2017

O novo Audi A8 dará mais um passo com um novo processo de eletrificação. Em sua geração mais recente, o modelo apresentará, pela primeira vez, um powertrain eletrificado como equipamento padrão.
 
Assim, o motor a combustão será equipado com uma tecnologia híbrida “leve”. Ou seja, a parte elétrica fará uma pequena parte do trabalho do motor. Para isso foi incorporado um novo sistema elétrico de 48 volts (mais potente) em paralelo ao já existente de 12 volts.
 
A unidade de potência híbrida leve compreende dois componentes principais:
 
Primeiro um alternador de correia de 48 volts refrigerado a água (BAS), que já engloba um motor de arranque convencional. Este motor de arranque é utilizado em algumas situações de partido do motor à combustão no novo Audi A8.
 
Em segundo está uma bateria de íon de lítio de média potência, alocada no compartimento de bagagem.Essa atua como um acumulador de energia para o sistema elétrico híbrido MHEV (Mild hybrid electric vehicle / veículo elétrico híbrido leve) com uma capacidade de carga de 10 Ah, ligada no sistema elétrico de 48 volts.
 
A vantagem desse sistema se mostra útil quando o veículo se aproxima de um sinal de trânsito vermelho ou uma parada eventual. Nessa situação, o motor já esta desligado para poupar energia. Se nesse meio tempo, o sinal de trânsito mudar para verde, ainda durante a frenagem, quando o veículo está a ponto de parar, o motor a combustão é ligado prontamente. Isto é possível pois o motor de arranque do alternador está conectado permanentemente ao motor a combustão.
 
Além disso, o novo Audi A8, em sua quarta geração, pode entrar no modo de deslocamento silencioso, dentro de uma faixa de velocidade de 55 a 160 km/h. Nessa situação, o automóvel pode rodar com emissão zero por até 40 segundos, uma vez que o motor está desligado. Esse seria um segundo passo além do sistema já existente nos Audis, que desengata o câmbio em situações de velocidade constante e desaceleração.
 
E quando o motorista pisa novamente no acelerador, o BAS proporciona uma partida rápida e suave, reestabelecendo o motor e a transmissão. Essa função específica de operação do start/stop somente se torna ativa, a partir de 22 km/h. Assim, a nova função do start/stop difere significativamente dos sistemas anteriores.
 
O novo A8 poderá distinguir entre diferentes situações de trânsito. Quando o caminho à frente está livre, o BAS já consegue perceber isso, e dá a partida no motor a combustão, permitindo um rápido arranque. Depois de longas fases de parada ou para manter a climatização interna do ar condicionado, a partida no motor a combustão é dada de forma extra suave e silenciosa.
 
Há também o novo recurso da partida preditiva: assim que o veículo à frente do novo Audi A8 se move, o motor dá partida mesmo se o freio ainda estiver pressionado. Nesse cenário, a estratégia do sistema conclui que o motorista está no fluxo normal do tráfego.
 
Para isso tudo funcionar, o novo Audi A8 vem com um sofisticado gerenciamento de powertrain que processa dados do caminho em tempo real, além das informações de seu conjunto de sensores, incluindo a câmera frontal.
 
No novo Audi A8, essa unidade de potência híbrida compacta reduz o consumo de combustível em até 0,7 litros a cada 100 quilômetros rodados.

Notícias < Voltar
Novo Audi A8 trará um super sistema elétrico para ser mais eficiente

Novo Audi A8 trará um super sistema elétrico para ser mais eficiente

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Com um sistema elétrico primário de 48 volts carro conta com micro sistema híbrido

08 de Junho de 2017

O novo Audi A8 dará mais um passo com um novo processo de eletrificação. Em sua geração mais recente, o modelo apresentará, pela primeira vez, um powertrain eletrificado como equipamento padrão.
 
Assim, o motor a combustão será equipado com uma tecnologia híbrida “leve”. Ou seja, a parte elétrica fará uma pequena parte do trabalho do motor. Para isso foi incorporado um novo sistema elétrico de 48 volts (mais potente) em paralelo ao já existente de 12 volts.
 
A unidade de potência híbrida leve compreende dois componentes principais:
 
Primeiro um alternador de correia de 48 volts refrigerado a água (BAS), que já engloba um motor de arranque convencional. Este motor de arranque é utilizado em algumas situações de partido do motor à combustão no novo Audi A8.
 
Em segundo está uma bateria de íon de lítio de média potência, alocada no compartimento de bagagem.Essa atua como um acumulador de energia para o sistema elétrico híbrido MHEV (Mild hybrid electric vehicle / veículo elétrico híbrido leve) com uma capacidade de carga de 10 Ah, ligada no sistema elétrico de 48 volts.
 
A vantagem desse sistema se mostra útil quando o veículo se aproxima de um sinal de trânsito vermelho ou uma parada eventual. Nessa situação, o motor já esta desligado para poupar energia. Se nesse meio tempo, o sinal de trânsito mudar para verde, ainda durante a frenagem, quando o veículo está a ponto de parar, o motor a combustão é ligado prontamente. Isto é possível pois o motor de arranque do alternador está conectado permanentemente ao motor a combustão.
 
Além disso, o novo Audi A8, em sua quarta geração, pode entrar no modo de deslocamento silencioso, dentro de uma faixa de velocidade de 55 a 160 km/h. Nessa situação, o automóvel pode rodar com emissão zero por até 40 segundos, uma vez que o motor está desligado. Esse seria um segundo passo além do sistema já existente nos Audis, que desengata o câmbio em situações de velocidade constante e desaceleração.
 
E quando o motorista pisa novamente no acelerador, o BAS proporciona uma partida rápida e suave, reestabelecendo o motor e a transmissão. Essa função específica de operação do start/stop somente se torna ativa, a partir de 22 km/h. Assim, a nova função do start/stop difere significativamente dos sistemas anteriores.
 
O novo A8 poderá distinguir entre diferentes situações de trânsito. Quando o caminho à frente está livre, o BAS já consegue perceber isso, e dá a partida no motor a combustão, permitindo um rápido arranque. Depois de longas fases de parada ou para manter a climatização interna do ar condicionado, a partida no motor a combustão é dada de forma extra suave e silenciosa.
 
Há também o novo recurso da partida preditiva: assim que o veículo à frente do novo Audi A8 se move, o motor dá partida mesmo se o freio ainda estiver pressionado. Nesse cenário, a estratégia do sistema conclui que o motorista está no fluxo normal do tráfego.
 
Para isso tudo funcionar, o novo Audi A8 vem com um sofisticado gerenciamento de powertrain que processa dados do caminho em tempo real, além das informações de seu conjunto de sensores, incluindo a câmera frontal.
 
No novo Audi A8, essa unidade de potência híbrida compacta reduz o consumo de combustível em até 0,7 litros a cada 100 quilômetros rodados.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!