Revista Comprecar
Rallycross cria espetáculo inédito no Autódromo Velo Città
Prova que mescla asfalto e terra, surpreende duplas da Mitsubishi Cup num formato desafiador
Rallycross cria espetáculo inédito no Autódromo Velo Città
07 de Abril de 2017

Um misto de rali com prova de pista. Assim é o rallycross, uma modalidade que une a perícia da pilotagem off-road com a precisão e a técnica das disputas no asfalto. Com esse conceito, a Mitsubishi Motors estreou a mais nova prova do automobilismo brasileiro no último sábado (1/4).
 
A novidade estreou na programação da Mitsubishi Cup, rali cross-country de velocidade mais tradicional do Brasil. O palco das disputas foi o Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu (SP), onde foi construída uma pista com 1.300 metros de extensão mesclando grama, terra e asfalto. No começo do dia as duplas disputaram duas provas no rali cross-country para depois entrarem na pista.
 
As disputas contaram com classificação individual e as baterias, semifinais e finais onde quatro ou cinco carros disputavam simultaneamente. O público presente torcia a cada curva e vibrava ainda mais com as ultrapassagens.
 
Para Guilherme Spinelli, pentacampeão do Rally dos Sertões, e consultor técnico da Mitsubishi Cup, o rallycross surpreendeu positivamente. "Promovemos um excelente espetáculo, principalmente por causa do formato, com corridas curtas, disputas intensas e muitas baterias seguidas, tornando o evento dinâmico. Os pilotos passando as baterias até chegar à final criou um envolvimento grande do público. Pra mim, o resultado final do evento superou qualquer expectativa", explica. "Foi o primeiro evento de rallycross realizado no Brasil usando os carros e as configurações próprias da Mitsubishi Cup. Não eram carros que foram projetados para esse tipo de prova e tudo funcionou muito bem. Conseguimos envolver bastante todo mundo, gerar emoção. Fiquei bastante feliz com o resultado", completa Guiga.
 
A prova foi dividida em cinco categorias (L200 Triton Sport RS, L200 Triton ER, L200 Triton ER Master, ASX RS e Pajero TR4 ER), ou seja, os mesmos tipos de veículos disputaram entre si.
 
Além do rallycross, a Mitsubishi Cup terá outras novidades para este ano, como uma prova noturna, time attack (disputas lado a lado) e corrida no terródromo. A próxima etapa será no dia 13 de maio, em Jaguariúna (SP), com provas de endurance cross-country, onde será testada a resistência do conjunto piloto, navegador e carro.
 
Calendário 2017*
2ª etapa - 13 de maio - Jaguariúna (SP) - endurance cross-country
3ª etapa - 10 de junho - A definir
4ª etapa - 29 de julho - Cordeirópolis (SP) - terródromo e endurance
5ª etapa - 30 de setembro - Magda / Votuporanga (SP) - prova noturna e cross-country
6ª etapa - 21 de outubro - Indaiatuba (SP)
7ª etapa - 25 de novembro - Velo Città / Mogi Guaçu (SP) - cross-country e rallycross
 
* Datas e locais sujeitos a alterações.        
 

Notícias < Voltar
Rallycross cria espetáculo inédito no Autódromo Velo Città

Rallycross cria espetáculo inédito no Autódromo Velo Città

Prova que mescla asfalto e terra, surpreende duplas da Mitsubishi Cup num formato desafiador

07 de Abril de 2017

Um misto de rali com prova de pista. Assim é o rallycross, uma modalidade que une a perícia da pilotagem off-road com a precisão e a técnica das disputas no asfalto. Com esse conceito, a Mitsubishi Motors estreou a mais nova prova do automobilismo brasileiro no último sábado (1/4).
 
A novidade estreou na programação da Mitsubishi Cup, rali cross-country de velocidade mais tradicional do Brasil. O palco das disputas foi o Autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu (SP), onde foi construída uma pista com 1.300 metros de extensão mesclando grama, terra e asfalto. No começo do dia as duplas disputaram duas provas no rali cross-country para depois entrarem na pista.
 
As disputas contaram com classificação individual e as baterias, semifinais e finais onde quatro ou cinco carros disputavam simultaneamente. O público presente torcia a cada curva e vibrava ainda mais com as ultrapassagens.
 
Para Guilherme Spinelli, pentacampeão do Rally dos Sertões, e consultor técnico da Mitsubishi Cup, o rallycross surpreendeu positivamente. "Promovemos um excelente espetáculo, principalmente por causa do formato, com corridas curtas, disputas intensas e muitas baterias seguidas, tornando o evento dinâmico. Os pilotos passando as baterias até chegar à final criou um envolvimento grande do público. Pra mim, o resultado final do evento superou qualquer expectativa", explica. "Foi o primeiro evento de rallycross realizado no Brasil usando os carros e as configurações próprias da Mitsubishi Cup. Não eram carros que foram projetados para esse tipo de prova e tudo funcionou muito bem. Conseguimos envolver bastante todo mundo, gerar emoção. Fiquei bastante feliz com o resultado", completa Guiga.
 
A prova foi dividida em cinco categorias (L200 Triton Sport RS, L200 Triton ER, L200 Triton ER Master, ASX RS e Pajero TR4 ER), ou seja, os mesmos tipos de veículos disputaram entre si.
 
Além do rallycross, a Mitsubishi Cup terá outras novidades para este ano, como uma prova noturna, time attack (disputas lado a lado) e corrida no terródromo. A próxima etapa será no dia 13 de maio, em Jaguariúna (SP), com provas de endurance cross-country, onde será testada a resistência do conjunto piloto, navegador e carro.
 
Calendário 2017*
2ª etapa - 13 de maio - Jaguariúna (SP) - endurance cross-country
3ª etapa - 10 de junho - A definir
4ª etapa - 29 de julho - Cordeirópolis (SP) - terródromo e endurance
5ª etapa - 30 de setembro - Magda / Votuporanga (SP) - prova noturna e cross-country
6ª etapa - 21 de outubro - Indaiatuba (SP)
7ª etapa - 25 de novembro - Velo Città / Mogi Guaçu (SP) - cross-country e rallycross
 
* Datas e locais sujeitos a alterações.        
 

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!