Revista Comprecar
Toyota chega a um milhão de Corollas produzidos no Brasil
Modelo é produzido pela fábrica da marca no município de Indaiatuba (SP) desde 1998
Toyota chega a um milhão de Corollas produzidos no Brasil
04 de Abril de 2017

A planta da Toyota em Indaiatuba (SP) atingiu a marca histórica de 1.000.000 de unidades produzidas do sedã médio Corolla no Brasil. A unidade comemorativa, que saiu da linha de montagem em 23 de março deste ano, é um Corolla Altis 2018 na cor branco pérola.
 
Inaugurada em setembro de 1998, a planta da Toyota naquele município conta, atualmente, com cerca de 2.000 colaboradores. A instalação da fábrica em Indaiatuba foi preponderante para o início de uma nova fase na história da companhia no País. Ao produzir o Corolla localmente, a Toyota consolidou sua estratégia, tendo em vista o fortalecimento e crescimento sustentável de toda a operação na região da América Latina e o reforço de seu compromisso no suporte ao crescimento da indústria brasileira.
 
 
A Toyota mantém uma pista de testes, localizada no entorno da fábrica, onde engenheiros do departamento de controle de qualidade realizam experimentos constantes para certificação do modelo produzido. O circuito possui mil metros de extensão e 4,2 metros de largura.
 
Corolla no Brasil
 
As primeiras unidades do Corolla desembarcaram no Brasil em 1994, quatro anos após o início da abertura de importação no segmento de automóveis no País. Tais mudanças na legislação brasileira em relação ao comércio internacional de veículos assegurou a chegada das primeiras unidades do Corolla no território nacional, importadas do Japão.
 
Já nos três primeiros anos de vendas no mercado, a Toyota observou um crescente interesse dos consumidores pelo sedã, que já despontava como líder de seu segmento em vários países ao redor do mundo. O aumento constante da demanda apoiou o plano da fabricante para viabilizar sua produção local. Tanto que, em 1997, a empresa anunciou aporte de US$ 150 milhões para construção da planta que daria início à produção do Corolla brasileiro.
 
Para escolha do local que abrigaria o primeiro complexo a fabricar o sedã em solo latino-americano, já em sua oitava geração, a Toyota levou em consideração os aspectos logísticos e da qualificação de mão de obra ao selecionar o município de Indaiatuba (SP). A cidade entrou para o mapa da indústria automobilística global em 1998, ano de inauguração das operações, ao ceder um espaço de 1,5 milhão de metros quadrados, onde a Toyota baseou uma de suas principais unidades produtivas no mundo.
 
Desde então, o Corolla vem se destacando como um dos veículos de maior sucesso em vendas de seu segmento em todo o Brasil, com mais de 765 mil unidades negociadas até os dias de hoje. Só em 2016, o veículo fechou com 64.734 veículos vendidos, mantendo a liderança absoluta entre todos os sedãs médios nacionais, com quase 50% do total de emplacamentos nesta fatia de mercado.
 
Atualmente, o sedã médio é produzido em 13 países e comercializado em 150. Desde o início de sua produção, o Corolla soma mais de 44 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, tornando-se o veículo mais vendido de todos os tempos.
 
Veja os detalhes da linha 2018 do Corolla AQUI.

Notícias < Voltar
Toyota chega a um milhão de Corollas produzidos no Brasil

Toyota chega a um milhão de Corollas produzidos no Brasil

Modelo é produzido pela fábrica da marca no município de Indaiatuba (SP) desde 1998

04 de Abril de 2017

A planta da Toyota em Indaiatuba (SP) atingiu a marca histórica de 1.000.000 de unidades produzidas do sedã médio Corolla no Brasil. A unidade comemorativa, que saiu da linha de montagem em 23 de março deste ano, é um Corolla Altis 2018 na cor branco pérola.
 
Inaugurada em setembro de 1998, a planta da Toyota naquele município conta, atualmente, com cerca de 2.000 colaboradores. A instalação da fábrica em Indaiatuba foi preponderante para o início de uma nova fase na história da companhia no País. Ao produzir o Corolla localmente, a Toyota consolidou sua estratégia, tendo em vista o fortalecimento e crescimento sustentável de toda a operação na região da América Latina e o reforço de seu compromisso no suporte ao crescimento da indústria brasileira.
 
 
A Toyota mantém uma pista de testes, localizada no entorno da fábrica, onde engenheiros do departamento de controle de qualidade realizam experimentos constantes para certificação do modelo produzido. O circuito possui mil metros de extensão e 4,2 metros de largura.
 
Corolla no Brasil
 
As primeiras unidades do Corolla desembarcaram no Brasil em 1994, quatro anos após o início da abertura de importação no segmento de automóveis no País. Tais mudanças na legislação brasileira em relação ao comércio internacional de veículos assegurou a chegada das primeiras unidades do Corolla no território nacional, importadas do Japão.
 
Já nos três primeiros anos de vendas no mercado, a Toyota observou um crescente interesse dos consumidores pelo sedã, que já despontava como líder de seu segmento em vários países ao redor do mundo. O aumento constante da demanda apoiou o plano da fabricante para viabilizar sua produção local. Tanto que, em 1997, a empresa anunciou aporte de US$ 150 milhões para construção da planta que daria início à produção do Corolla brasileiro.
 
Para escolha do local que abrigaria o primeiro complexo a fabricar o sedã em solo latino-americano, já em sua oitava geração, a Toyota levou em consideração os aspectos logísticos e da qualificação de mão de obra ao selecionar o município de Indaiatuba (SP). A cidade entrou para o mapa da indústria automobilística global em 1998, ano de inauguração das operações, ao ceder um espaço de 1,5 milhão de metros quadrados, onde a Toyota baseou uma de suas principais unidades produtivas no mundo.
 
Desde então, o Corolla vem se destacando como um dos veículos de maior sucesso em vendas de seu segmento em todo o Brasil, com mais de 765 mil unidades negociadas até os dias de hoje. Só em 2016, o veículo fechou com 64.734 veículos vendidos, mantendo a liderança absoluta entre todos os sedãs médios nacionais, com quase 50% do total de emplacamentos nesta fatia de mercado.
 
Atualmente, o sedã médio é produzido em 13 países e comercializado em 150. Desde o início de sua produção, o Corolla soma mais de 44 milhões de unidades vendidas em todo o mundo, tornando-se o veículo mais vendido de todos os tempos.
 
Veja os detalhes da linha 2018 do Corolla AQUI.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!