Categorias
Carros Compra e Venda

Pesquisa aponta que 87% dos interessados em comprar carro priorizarão um usado

Setor de veículos seminovos está aquecido no Brasil, com uma valorização superior a 13% no primeiro semestre de 2021

Se para muitos setores da economia o momento é de juntar esforços para a retomada do crescimento, para o mercado de veículos usados, o ano de 2021 representa, até agora, uma ótima fase para o setor. Segundo uma pesquisa desenvolvida pelo iCarros, plataforma de compra e venda de veículos do Itaú Unibanco, 87% dos entrevistados pretendem priorizar um carro usado na hora da compra. 

Apesar de o fim do ano já estar próximo, esse público tem pressa para fazer a aquisição de um novo veículo. Ainda de acordo com o estudo, 85% dos respondentes afirmaram que desejam fazer a compra ainda em 2021.

Pesquisa principal

A pesquisa foi realizada no último mês de setembro com mais de 21 mil clientes da plataforma. Entre os participantes, a grande maioria (38%) demonstra preferir os veículos do tipo sedan na hora de escolher um carro usado. Já os carros de modelo hatch, mais compactos, são os desejados por apenas 20% dos entrevistados.

A internet vem se mostrando uma grande aliada no momento de busca por veículos para a compra. O levantamento também revelou que 50% dos interessados em fazer a compra não possuem veículo próprio, o que reforça os meios digitais como importantes instrumentos para novos compradores.

Carros usados valorizaram mais de 13% no primeiro semestre de 2021

Além da procura por carro usado estar em alta no Brasil, a valorização desse tipo de bem de consumo também colaborou para o atual aquecimento do setor. De acordo com publicação da Kelley Blue Book Brasil (KBB Brasil), empresa especializada em pesquisa de preço de veículos, modelos que têm de quatro a dez anos de uso registraram uma valorização média de 13% só nos primeiros seis meses de 2021. 

Dentre todas essas faixas de ano incluídas no resultado da pesquisa, a de carros com dez anos de uso foi a que registrou o maior aumento nos preços, com um índice de 15% – dois pontos percentuais acima da média do segmento. 

Alguns fatores ajudam a explicar essa alta nos valores de veículos seminovos no Brasil. Entre eles, podem ser citados o aumento do preço médio de modelos novos, a redução do poder de compra do consumidor e, ainda, a escassez de unidades. Tudo isso fez muitos compradores recorrerem aos veículos usados na hora da compra.

Mercado de carros usados está aquecido no Brasil

O aquecimento no setor de veículos usados no país também pode ser notado pelo aumento no número de vendas desses modelos no primeiro semestre do ano. Segundo relatório divulgado pela Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), uma média de 59 mil veículos seminovos, incluindo motos e pesados, foram vendidos por dia no período. O número é 7,8% maior que o registrado no primeiro semestre de 2019, último ano antes do início da pandemia.
Para aqueles que fazem parte das estatísticas e pretendem adquirir carros usados, sites como o Comprecar, por exemplo, podem ser importantes aliados na busca.

Encontre também: Carros usados em SP

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *