Revista Comprecar
Anfavea divulga resultados da indústria
Queda na produção do mês de Maio para Junho foi de 12,5 %
07 de Julho de 2015

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Auto moto res, Anfavea, apresentou na segunda-feira, 6, os resultados de junho e do primeiro semestre da indústria automobilística. O levantamento aponta produção de 184 mil autoveículos no sexto mês do ano, que comparada com as 210,4 mil unidades fabricadas em maio significa queda de 12,5%.
 
Na análise com junho do ano passado, quando 215,9 mil unidades foram produzidas, a retração foi de 14,8%. Com estes resultados, a indústria encerrou o primeiro semestre com recuo de 18,5% frente ao mesmo período de 2014: foram 1,27 milhão de autoveículos produzidos este ano contra 1,56 milhão no ano anterior.
 
Os dados do acumulado do licenciamento mostram também retração de 20,7% na comparação dos 1,31 milhão de veículos deste ano com os 1,66 milhão do ano passado. Em junho de 2015, o licenciamento registrou 212,5 mil unidades, decréscimo de 19,4% se comparado com as 263,6 mil de 2014, mas estável na análise com maio deste ano, quando 212,7 mil unidades foram vendidas.
 
Já as exportações apresentaram resultado positivo no comparativo mensal. Em junho 48,1 mil veículos deixaram o País, o que representa alta de 17,9% frente as 40,8 mil unidades de maio e de 96,8% se confrontado com junho de 2014 com 24,4 mil unidades. No semestre o crescimento foi de 16,6%, com 197,3 mil unidades exportadas este ano e 169,3 mil no ano passado.
 
Para Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da Anfavea, os dados resultam de uma série de fatores: “O País passa por um cenário de baixa confiança dos investidores e consumidores, restrição ao crédito e expectativa pela conclusão dos ajustes na economia. Porém, acreditamos que os anúncios de algumas medidas, como o Plano Nacional de Exportações e o Plano Safra, são parte de uma agenda positiva. E neste contexto, esperamos também que o anúncio programado para hoje do Programa de Proteção ao Emprego, como instrumento adicional para a garantia dos postos de trabalho, terá impacto positivo”.
 
Caminhões e ônibus
 
As vendas de caminhões encerraram junho com aumento de 2,7% ao se comparar as 6,2 mil unidades no mês com as 6 mil licenciadas em maio. No comparativo contra junho de 2014, a retração foi de 41,6%, com 10,6 mil unidades naquele período. Nos seis primeiros meses do ano a queda foi de 42,3%, quando comparados os 37,3 mil produtos licenciados este ano com os 64,6 mil no ano passado.
 
No comparativo entre a produção dos primeiros semestres de 2015 e 2014, os números indicaram baixa de 45,2%: foram 41,6 mil unidades fabricadas neste ano e 76 mil em 2014. A produção de junho encerrou com 5,3 mil unidades, contração de 35,5% com relação as 8,2 mil no mesmo mês do ano passado e de 14,3% contra as 6,2 mil de maio.
 
Nas exportações o resultado ficou acima em 9,3%, na comparação das 10,2 mil unidades no acumulado deste ano contra as 9,3 mil de 2014. Os números da análise mês a mês mostram que junho, que registrou 2 mil caminhões exportados, foi 8,1% menor do que maio – 2,1 mil – e 26,1% maior do que as 1,6 mil do mesmo mês de 2014.
 
As vendas no segmento de ônibus em junho ficaram estáveis em relação a maio, ambos com 1,4 mil unidades. No comparativo contra junho do ano passado, com 2 mil unidades, foi registrada baixa de 26,3%. No acumulado a contração chega a 27,7%, com 9,7 mil este ano e 13,4 mil no ano passado.
 
Os produtores de chassis fabricaram 1,8 mil unidades em junho, o que representa diminuição em 22,4% frente as 2,3 mil de maio e de 29,2% contra as 2,5 mil de junho do ano passado. No semestre a queda foi de 27,8%: 13,9 mil unidades este ano e 19,2 mil em 2014. As exportações acumuladas do segmento apontam expansão de 1,5% – foram 3,3 mil este ano e 3,2 mil no ano passado.
 
Fiat lidera o mercado no primeiro semestre
 
A FCA – Fiat Chrysler Automobiles encerrou o primeiro semestre de 2015 no topo do ranking de vendas do mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves. O grupo vendeu 246.026 unidades nos primeiros seis meses do ano, o que representa um market share de 19,3%. Em junho foram licenciados 40.135 carros das marcas Fiat, Jeep, Chrysler, Dodge e RAM.
 
A Fiat, marca líder por 13 anos, também segue na primeira posição em vendas, com 236.680 unidades licenciadas (18,6% de market share) no primeiro semestre e 36.676 veículos em junho. A Jeep, após o lançamento do SUV compacto Renegade fabricado no Polo Automotivo de Goiana (PE), vem ganhando participação e responde por 1,6% do mercado, com 3.268 automóveis vendidos.
 
O Fiat Palio também mantém a liderança no ano, com 62.757 unidades vendidas nos primeiros seis meses do ano e 10.581 no mês passado. A picape Strada segue líder absoluta no segmento de comerciais leves, com 54.513 veículos vendidos no ano e 8.678 em junho.
 
Renault cresce e alcança 7,6% em junho
 
A Renault atingiu 7,6% de participação de mercado em junho, o que representa um aumento de 0,5 ponto percentual em relação a junho de 2014. No total, a Renault emplacou 15.490 veículos no mês, em um mercado que teve queda de 18%, totalizando 204.778 emplacamentos.
 
Nos primeiros seis meses de 2015, a marca acumulou 7% de market share, o que representou 0,1 ponto percentual a mais que em 2014, com 89.527 veículos emplacados. No mês junho de 2015, comparativamente a junho de 2014, as vendas da Renault registraram diminuição de 12%. No acumulado do ano, frente a uma queda de 19,6% do mercado, a Renault registrou uma redução de 18,7%.
 
Entre os produtos da marca com melhor desempenho, estão o Sandero, que ficou entre os 10 mais vendidos do mês; o Novo Duster 2016, lançado no final de março deste ano com evoluções no design, melhor acabamento interno e mais conectividade, cresceu 38% comparativamente a maio, atingindo 3.482 emplacamentos. Na mesma comparação, também se sobressaíram o novo Logan (6,8%), Fluence (3,8%) e Kangoo (8,2%). O Novo Master, que continua líder em seu segmento, registrou 7,3% de crescimento em junho em relação ao mês passado.

Notícias < Voltar
 

Anfavea divulga resultados da indústria

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Queda na produção do mês de Maio para Junho foi de 12,5 %

07 de Julho de 2015

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Auto moto res, Anfavea, apresentou na segunda-feira, 6, os resultados de junho e do primeiro semestre da indústria automobilística. O levantamento aponta produção de 184 mil autoveículos no sexto mês do ano, que comparada com as 210,4 mil unidades fabricadas em maio significa queda de 12,5%.
 
Na análise com junho do ano passado, quando 215,9 mil unidades foram produzidas, a retração foi de 14,8%. Com estes resultados, a indústria encerrou o primeiro semestre com recuo de 18,5% frente ao mesmo período de 2014: foram 1,27 milhão de autoveículos produzidos este ano contra 1,56 milhão no ano anterior.
 
Os dados do acumulado do licenciamento mostram também retração de 20,7% na comparação dos 1,31 milhão de veículos deste ano com os 1,66 milhão do ano passado. Em junho de 2015, o licenciamento registrou 212,5 mil unidades, decréscimo de 19,4% se comparado com as 263,6 mil de 2014, mas estável na análise com maio deste ano, quando 212,7 mil unidades foram vendidas.
 
Já as exportações apresentaram resultado positivo no comparativo mensal. Em junho 48,1 mil veículos deixaram o País, o que representa alta de 17,9% frente as 40,8 mil unidades de maio e de 96,8% se confrontado com junho de 2014 com 24,4 mil unidades. No semestre o crescimento foi de 16,6%, com 197,3 mil unidades exportadas este ano e 169,3 mil no ano passado.
 
Para Luiz Moan Yabiku Junior, presidente da Anfavea, os dados resultam de uma série de fatores: “O País passa por um cenário de baixa confiança dos investidores e consumidores, restrição ao crédito e expectativa pela conclusão dos ajustes na economia. Porém, acreditamos que os anúncios de algumas medidas, como o Plano Nacional de Exportações e o Plano Safra, são parte de uma agenda positiva. E neste contexto, esperamos também que o anúncio programado para hoje do Programa de Proteção ao Emprego, como instrumento adicional para a garantia dos postos de trabalho, terá impacto positivo”.
 
Caminhões e ônibus
 
As vendas de caminhões encerraram junho com aumento de 2,7% ao se comparar as 6,2 mil unidades no mês com as 6 mil licenciadas em maio. No comparativo contra junho de 2014, a retração foi de 41,6%, com 10,6 mil unidades naquele período. Nos seis primeiros meses do ano a queda foi de 42,3%, quando comparados os 37,3 mil produtos licenciados este ano com os 64,6 mil no ano passado.
 
No comparativo entre a produção dos primeiros semestres de 2015 e 2014, os números indicaram baixa de 45,2%: foram 41,6 mil unidades fabricadas neste ano e 76 mil em 2014. A produção de junho encerrou com 5,3 mil unidades, contração de 35,5% com relação as 8,2 mil no mesmo mês do ano passado e de 14,3% contra as 6,2 mil de maio.
 
Nas exportações o resultado ficou acima em 9,3%, na comparação das 10,2 mil unidades no acumulado deste ano contra as 9,3 mil de 2014. Os números da análise mês a mês mostram que junho, que registrou 2 mil caminhões exportados, foi 8,1% menor do que maio – 2,1 mil – e 26,1% maior do que as 1,6 mil do mesmo mês de 2014.
 
As vendas no segmento de ônibus em junho ficaram estáveis em relação a maio, ambos com 1,4 mil unidades. No comparativo contra junho do ano passado, com 2 mil unidades, foi registrada baixa de 26,3%. No acumulado a contração chega a 27,7%, com 9,7 mil este ano e 13,4 mil no ano passado.
 
Os produtores de chassis fabricaram 1,8 mil unidades em junho, o que representa diminuição em 22,4% frente as 2,3 mil de maio e de 29,2% contra as 2,5 mil de junho do ano passado. No semestre a queda foi de 27,8%: 13,9 mil unidades este ano e 19,2 mil em 2014. As exportações acumuladas do segmento apontam expansão de 1,5% – foram 3,3 mil este ano e 3,2 mil no ano passado.
 
Fiat lidera o mercado no primeiro semestre
 
A FCA – Fiat Chrysler Automobiles encerrou o primeiro semestre de 2015 no topo do ranking de vendas do mercado brasileiro de automóveis e comerciais leves. O grupo vendeu 246.026 unidades nos primeiros seis meses do ano, o que representa um market share de 19,3%. Em junho foram licenciados 40.135 carros das marcas Fiat, Jeep, Chrysler, Dodge e RAM.
 
A Fiat, marca líder por 13 anos, também segue na primeira posição em vendas, com 236.680 unidades licenciadas (18,6% de market share) no primeiro semestre e 36.676 veículos em junho. A Jeep, após o lançamento do SUV compacto Renegade fabricado no Polo Automotivo de Goiana (PE), vem ganhando participação e responde por 1,6% do mercado, com 3.268 automóveis vendidos.
 
O Fiat Palio também mantém a liderança no ano, com 62.757 unidades vendidas nos primeiros seis meses do ano e 10.581 no mês passado. A picape Strada segue líder absoluta no segmento de comerciais leves, com 54.513 veículos vendidos no ano e 8.678 em junho.
 
Renault cresce e alcança 7,6% em junho
 
A Renault atingiu 7,6% de participação de mercado em junho, o que representa um aumento de 0,5 ponto percentual em relação a junho de 2014. No total, a Renault emplacou 15.490 veículos no mês, em um mercado que teve queda de 18%, totalizando 204.778 emplacamentos.
 
Nos primeiros seis meses de 2015, a marca acumulou 7% de market share, o que representou 0,1 ponto percentual a mais que em 2014, com 89.527 veículos emplacados. No mês junho de 2015, comparativamente a junho de 2014, as vendas da Renault registraram diminuição de 12%. No acumulado do ano, frente a uma queda de 19,6% do mercado, a Renault registrou uma redução de 18,7%.
 
Entre os produtos da marca com melhor desempenho, estão o Sandero, que ficou entre os 10 mais vendidos do mês; o Novo Duster 2016, lançado no final de março deste ano com evoluções no design, melhor acabamento interno e mais conectividade, cresceu 38% comparativamente a maio, atingindo 3.482 emplacamentos. Na mesma comparação, também se sobressaíram o novo Logan (6,8%), Fluence (3,8%) e Kangoo (8,2%). O Novo Master, que continua líder em seu segmento, registrou 7,3% de crescimento em junho em relação ao mês passado.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!