Revista Comprecar
Audi lança Q5, A6, A7 e A8 em versões plug-in híbridas
Modelos tem autonomia elétrica de mais de 40 km
Audi lança Q5, A6, A7 e A8 em versões plug-in híbridas
11 de Março de 2019

A Audi segue sua estratégia de eletrificação com uma ofensiva plug-in híbrida abrangente. A marca está apresentando as versões híbridas dos modelos A8, A7 Sportback, A6 e Q5 com autonomia elétrica de mais de 40 km no ciclo WLTP durante o Salão de Genebra – no modo somente elétrico, veículos são livre de emissões locais além de eficientes e esportivos. Os novos veículos plug-in híbridos estarão disponíveis para pedidos durante 2019.
 
Dependendo da série do modelo, existe uma escolha de duas versões, com diferentes desempenho e equipamentos: um modelo conforto e uma versão com configuração esportiva que abrange a linha S, com suspensão modificada e configuração de tração proporcionando maior desempenho nas acelerações do motor elétrico para condução mais dinâmica. De agora em diante, os novos modelos plug-in híbridos ostentam o nome “TFSI e”. No futuro, a etiqueta “e-tron” continuará reservada exclusivamente para os veículos com tração elétrica.
 
Os veículos elétricos plug-in híbridos (PHEV) possuem dois modos de direção, um somente elétrico, livre de emissões e modo híbrido que os motores a combustão e elétrico para aumentar a autonomia e a esportividade (de acordo com o uso).
 
O sistema de tração é similar ao sistema puramente elétrico do Audi e-tron. Ele é projetado para alta eficiência e máximo desempenho na recuperação. Nas frenagens, os novos modelos da Audi recuperam até 80 kW de energia. O motor elétrico suporta uma leve desaceleração, a maioria no tráfego diário. Para aplicações médias dos freios, a tarefa é dividida entre os freios hidráulicos, que desempenham essa tarefa sozinhos somente com uma desaceleração de mais de 0.4 g.
 
A bateria de íons de lítio do Q5, A6, A7 e A8 é feita de 104 células, que estão combinadas em oito módulos. Ela armazena 14,1 kWh de energia a uma voltagem de 385 V. Em cada caso, o circuito de arrefecimento está integrado no circuito de baixa temperatura, que alimenta o motor elétrico e os eletrônicos de potência. Os eletrônicos de potência transformam a corrente direta da bateria de alta voltagem em uma corrente trifásica para o motor elétrico – durante a recuperação eles fazem o oposto.
 
Os modelos plug-in híbridos têm os seguintes modos de tração: EV, Auto e Hold. Com o botão do modo de acionamento, o motorista pode escolher a partir destas três configurações básicas: prioridade para a tração elétrica, modo híbrido totalmente automático ou economia de potência para uma fase posterior da jornada. No modo Auto, os PHEVs usam a interação inteligente dos motores elétrico e a combustão para a máxima eficiência. No modo Hold, a gestão da tração controla o trem de força para que a condição atual da corrente da bateria seja mantida para dirigir posteriormente somente no modo elétrico em áreas urbanas.
 
Além disso, o motorista pode escolher entre os modos de condução Comfort, Efficiency, Auto e Dynamic pelo sistema Audi drive select, influenciando assim a configuração da tração, suspensão e direção. Dependendo da configuração, mudam os limites a partir dos quais as duas trações trabalham juntas ou o motor elétrico alimenta a aceleração e também o torque máximo. No modo Dynamic, o motor elétrico suporta o motor a combustão mais intensivamente com seu desempenho elétrico na aceleração, para a máxima condução dinâmica.
 
O sistema compacto de carga também faz parte do equipamento padrão dos novos plug-in híbridos da Audi. Ele compreende cabos para tomadas domésticas e industriais e um painel de controle. Como opção, a Audi entrega o ajuste do suporte de parede e um cabo de três modos para estações públicas de carga. Em um conector de carga com uma tomada de 7,2 kW, a carga completa da bateria demora no máximo duas horas.
 
O aplicativo myAudi também é uma ferramenta prática para lidar com o veículo. O aplicativo traz serviços do portfólio Audi connect para o smartphone do cliente. Usando o aplicativo, o cliente pode verificar remotamente a condição da bateria e autonomia, iniciar o processo de carga, programar o temporizador de carga e visualizar as estatísticas de carga e consumo.
 
Esses modelos híbrido plug-in ainda não têm data definida para chegar ao Brasil. Mas suas versões não híbridas pode ser encontrada na Audi Center Sorocaba. A concessionária fica na Avenida Doutor Armando Pannunzio, 1091, e o telefone é o (15) 3141-9000. Para outros modelos disponíveis na concessionária clique AQUI!

Notícias < Voltar
Audi lança Q5, A6, A7 e A8 em versões plug-in híbridas
 

Audi lança Q5, A6, A7 e A8 em versões plug-in híbridas

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Modelos tem autonomia elétrica de mais de 40 km

11 de Março de 2019

A Audi segue sua estratégia de eletrificação com uma ofensiva plug-in híbrida abrangente. A marca está apresentando as versões híbridas dos modelos A8, A7 Sportback, A6 e Q5 com autonomia elétrica de mais de 40 km no ciclo WLTP durante o Salão de Genebra – no modo somente elétrico, veículos são livre de emissões locais além de eficientes e esportivos. Os novos veículos plug-in híbridos estarão disponíveis para pedidos durante 2019.
 
Dependendo da série do modelo, existe uma escolha de duas versões, com diferentes desempenho e equipamentos: um modelo conforto e uma versão com configuração esportiva que abrange a linha S, com suspensão modificada e configuração de tração proporcionando maior desempenho nas acelerações do motor elétrico para condução mais dinâmica. De agora em diante, os novos modelos plug-in híbridos ostentam o nome “TFSI e”. No futuro, a etiqueta “e-tron” continuará reservada exclusivamente para os veículos com tração elétrica.
 
Os veículos elétricos plug-in híbridos (PHEV) possuem dois modos de direção, um somente elétrico, livre de emissões e modo híbrido que os motores a combustão e elétrico para aumentar a autonomia e a esportividade (de acordo com o uso).
 
O sistema de tração é similar ao sistema puramente elétrico do Audi e-tron. Ele é projetado para alta eficiência e máximo desempenho na recuperação. Nas frenagens, os novos modelos da Audi recuperam até 80 kW de energia. O motor elétrico suporta uma leve desaceleração, a maioria no tráfego diário. Para aplicações médias dos freios, a tarefa é dividida entre os freios hidráulicos, que desempenham essa tarefa sozinhos somente com uma desaceleração de mais de 0.4 g.
 
A bateria de íons de lítio do Q5, A6, A7 e A8 é feita de 104 células, que estão combinadas em oito módulos. Ela armazena 14,1 kWh de energia a uma voltagem de 385 V. Em cada caso, o circuito de arrefecimento está integrado no circuito de baixa temperatura, que alimenta o motor elétrico e os eletrônicos de potência. Os eletrônicos de potência transformam a corrente direta da bateria de alta voltagem em uma corrente trifásica para o motor elétrico – durante a recuperação eles fazem o oposto.
 
Os modelos plug-in híbridos têm os seguintes modos de tração: EV, Auto e Hold. Com o botão do modo de acionamento, o motorista pode escolher a partir destas três configurações básicas: prioridade para a tração elétrica, modo híbrido totalmente automático ou economia de potência para uma fase posterior da jornada. No modo Auto, os PHEVs usam a interação inteligente dos motores elétrico e a combustão para a máxima eficiência. No modo Hold, a gestão da tração controla o trem de força para que a condição atual da corrente da bateria seja mantida para dirigir posteriormente somente no modo elétrico em áreas urbanas.
 
Além disso, o motorista pode escolher entre os modos de condução Comfort, Efficiency, Auto e Dynamic pelo sistema Audi drive select, influenciando assim a configuração da tração, suspensão e direção. Dependendo da configuração, mudam os limites a partir dos quais as duas trações trabalham juntas ou o motor elétrico alimenta a aceleração e também o torque máximo. No modo Dynamic, o motor elétrico suporta o motor a combustão mais intensivamente com seu desempenho elétrico na aceleração, para a máxima condução dinâmica.
 
O sistema compacto de carga também faz parte do equipamento padrão dos novos plug-in híbridos da Audi. Ele compreende cabos para tomadas domésticas e industriais e um painel de controle. Como opção, a Audi entrega o ajuste do suporte de parede e um cabo de três modos para estações públicas de carga. Em um conector de carga com uma tomada de 7,2 kW, a carga completa da bateria demora no máximo duas horas.
 
O aplicativo myAudi também é uma ferramenta prática para lidar com o veículo. O aplicativo traz serviços do portfólio Audi connect para o smartphone do cliente. Usando o aplicativo, o cliente pode verificar remotamente a condição da bateria e autonomia, iniciar o processo de carga, programar o temporizador de carga e visualizar as estatísticas de carga e consumo.
 
Esses modelos híbrido plug-in ainda não têm data definida para chegar ao Brasil. Mas suas versões não híbridas pode ser encontrada na Audi Center Sorocaba. A concessionária fica na Avenida Doutor Armando Pannunzio, 1091, e o telefone é o (15) 3141-9000. Para outros modelos disponíveis na concessionária clique AQUI!

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!