Revista Comprecar
Audi oficializa o superesportivo Audi RS3 Sportback
RS3 traz o motor de cinco cilindros mais potente da história com 367 cavalos
Audi oficializa o superesportivo Audi RS3 Sportback
21 de Março de 2016

A Audi apresentou formalmente para a imprensa especializada, a nova geração do Audi RS3 Sportback. Oferecido em versão única, o modelo chega com preço de R$ 291 mil. O novo superesportivo traz atributos de sobra para impressionar os mais exigentes clientes, quando o assunto é performance. Sob o capô, o RS3 traz um moto r 5 cilindros turbinado, que entrega 367 cavalos de potência, e impressionantes 465 Nm de torque. Os números são suficiente para tornar o RS3, um dos compactos mais rápidos e potentes do segmento premium.
 
Além do poderoso powertrain, o RS3 traz um chassi aprimorado. Em comparação com o A3 Sportback, a carroceria é 25 milímetros mais baixa. As juntas do eixo dianteiro, a suspensão, a direção progressiva e a suspensão esportiva foram projetadas especialmente para o RS.
 
Motor turbo de 2,5 litros – 5 cilindros
 
O coração do RS3 é um poderoso moto r 2.5 litros TFSI de cinco cilindros. Esse moto r é uma evolução do cinco cilindros já visto no RS Q3, com 340 cavalos. Mas no novo RS3 Sportback ele esta ainda mais potente, com 367 cavalos.
 
Motores de cinco cilindros têm uma longa tradição na Audi. Durante a década de 1980, eles equiparam os carros da marca que lideraram ralis, campeonatos de turismo e modelos de série. O primeiro modelo RS, de 1994, também contava com este moto r. O moto r cinco cilindros retornou em 2009 no TT RS, e passou a equipar o RS3 Sportback em 2011. Dois anos depois, foi incorporado ao RS Q3. O moto r de 2,5 litros foi eleito "Motor Internacional do Ano" em sua categoria por cinco anos seguidos, desde 2010.
 
Como todo veículo da linha RS da Audi, destaque para o sonoro escapamento esportivo. Dois flaps nos condutos de exaustão, após o silenciador, controlam o fluxo de escapamento para proporcionar uma experiência sonora ainda mais intensa, que varia com a solicitação e rotação do moto r. O moto rista pode controlar esses flaps por meio do Audi Drive Select. Em modo Dynamic, o ronco é ainda mais expressivo, enquanto no modo Comfort, o sistema fica mais silencioso.
 
Com apenas 49 centímetros de comprimento, o moto r de cinco cilindros é muito curto e pesa aproximadamente 180 kg. Seu virabrequim é feito de ferro fundido com grafite vermicular, um material extremamente forte, mas também leve. Reforços aumentam a capacidade de carga do bloco. O turbocompressor gera até 1,3 bar de pressão. O intercooler reduz a temperatura do ar comprimido. O trabalho conjunto do turbocompressor e a injeção direta de combustível permite atingir uma taxa de compressão de 10,0:1. Os eixos de comando de válvulas, que podem ser ajustados individualmente em um ângulo de até 42 graus, otimizam a mistura ar-combustível.
 
Transmissão S tronic com sete marchas
 
No RS3, a transmissão Stronic (robotizada de dupla emreagem) tem sete velocidades. Essa transmissão é relativamente nova dentro da Audi, pois é aplicada em moto res transversais e usa banho de óleo nas embreagens. Como todas as transmissões de dupla embreagem, ela é constituída de duas caixas de câmbio interligadas. Uma embreagem fica encarregada das marchas impares, enquanto a outra fica responsável pelas pares.
 
O condutor do novo Audi RS3 pode escolher entre o modo automático, ou interagir nas trocas através das borboletas posicionadas junto ao volante. Também existe a possibilidade de realizar trocas pela alavanca seletora.
 
O RS3 também conta com o modo “launch control”. Ele permite arrancar com carga plena no sistema de propulsão. Para isso, o moto rista precisa desligar o programa de estabilidade eletrônico e colocar o câmbio na posição “S”. A partir daí, segura o carro no freio com o pé esquerdo, enquanto acelera tudo com o pé direito. O moto r acelera até perto de 4 mil RPM, e ao soltar o freio, o carro dispara numa arrancada.
 
Desempenho
 
O moto r do RS3 tem uma impressionante potência específica de 147 cv por litro. O torque máximo de 465 Nm é disponibilizado já a 1.625 rpm, e permanece constante até 5.550 rpm. O 2.5 TFSI, junto com a caixa STronic de sete marchas, acelera o RS3 de 0 a 100 km/h em apenas 4,3 segundos (a melhor aceleração em sua categoria). A velocidade é limitada eletronicamente em 250 km/h, mas pode ser ampliada para 280 km/h, com um kit esportivo.
 
Tração integral quattro
 
O sistema quattro de tração integral (sob demanda), transfere a força do moto r 2.5 TFSI para as rodas com plena eficiência. Seu componente central é a embreagem multidiscos controlada eletronicamente, com acionamento hidráulico. Este mecanismo fica montado junto ao eixo traseiro para otimizar a distribuição de pesos. A embreagem multidiscos utiliza software desenvolvido com exclusividade para o RS3 Sportback. Ela distribui o torque disponível entre os eixos com enorme eficiência. Dependendo do estilo de condução e do coeficiente de atrito do piso, entre 0 e 50% do torque disponível podem ser enviados para o eixo traseiro.
 
Normalmente,o RS3 tem a tração apenas nas rodas dianteiras. Quando o sistema de eletrônica embarcada (através do ESP) detectam o escorregamento dessas rodas, a embreagem multidiscos acopla o eixo traseiro. Uma bomba elétrica, que desenvolve a pressão de óleo necessária até um máximo de 38 bar, é responsável por esse acoplamento.
 
O controle da embreagem multidiscos é integrado ao sistema Audi drive select. Com sua configuração altamente esportiva, ele utiliza todas as informações relevantes disponíveis, tais como o ângulo de esterço da direção. No modo dynamic e quando o Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) está em modo esportivo, a força é transmitida mais rapidamente, e com mais intensidade para o eixo traseiro, garantindo uma dirigibilidade ainda melhor e dando ao RS 3 Sportback uma direção mais ágil e direta.
 
A vetorização de torque das rodas também esta presente. Em curvas rápidas, ela freia ligeiramente as rodas internas, que estão sujeitas a uma aderência menor. Isso permite que as duas rodas de cada eixo transmitam mais força para o solo.
 
Suspensão específica para o RS3
 
A suspensão dianteira McPherson foi alargada para uma bitola de 1.559 milímetros e inclui pivôs de alumínio de alta resistência especialmente desenvolvidos. A direção progressiva de série altera a redução entre 15,3:1 e 10,9:1, dependendo do ângulo de esterço. Seu servo eletromecânico trabalha de acordo com características especiais da série RS.
 
O eixo traseiro, com bitola de 1.514 mm, possui quatro braços de aço de alta resistência à tensão, que controlam separadamente as forças longitudinais e laterais. A rígida suspensão esportiva RS rebaixa a carroceria em 25 mm em comparação com o A3 Sportback.
 
O RS3 traz rodas de alumínio fundido de 19 polegadas com cinco raios e pneus 235/35. Os discos de freios ventilados internamente têm 370 mm de diâmetro na frente e 310 mm atrás. As áreas de fricção dianteiras possuem design ondulado para redução de peso e são perfuradas para permitir o máximo de dissipação de calor. Elas são conectadas por pinos a coberturas de alumínio e seguras por pinças fixas de oito pistões pintadas de preto com logos RS.
 
Alguns equipamentos
 
Como um membro topo de linha da família, o interior do novo RS3 Sportback conta com acabamento exclusivo. Ele usa fibra de carbono em várias partes. Os bancos esportivos são forrados de couro Nappa Fina, com costuras contrastantes. Com base reta, o volante RS multifuncional é forrado de couro e Alcantara.
 
A alavanca seletora do câmbio também tem design especialmente esportivo. O sistema de informação ao moto rista (DIS) inclui um termômetro de óleo e um cronômetro. Já o indicador de pressão do turbo fica no mostrador do conta-giros.
 
Os pedais e o apoio do pé esquerdo são feitos de aço inoxidável. Os insertos nas portas são de Alcantara. Típicas dos modelos RS, as maçanetas das portas são esguias barras duplas e os insertos são em design 3D. Os mostradores do conjunto RS de instrumentos são pretos com ponteiros vermelhos e grafismos brancos. Apliques na tonalidade preto antracito brilhante da alta qualidade emolduram os instrumentos.
 
A lista de equipamentos de série do RS3 também inclui sensor de estacionamento traseiro e dianteiro com câmera de ré, sistemas de infotainment e de assistência ao condutor como o MMI navigation plus com MMI touch e equipamento de som Bang&Olufsen. Os pacotes de conforto e conveniência trazem itens como bancos dianteiros em formato concha com controles elétricos, apoios lombares com quatro regulagens, retrovisor interno antiofuscante automático, assistente para luz alta e sensor para luz e chuva.

Lançamentos < Voltar
Audi oficializa o superesportivo Audi RS3 Sportback
 

Audi oficializa o superesportivo Audi RS3 Sportback

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

RS3 traz o motor de cinco cilindros mais potente da história com 367 cavalos

21 de Março de 2016

A Audi apresentou formalmente para a imprensa especializada, a nova geração do Audi RS3 Sportback. Oferecido em versão única, o modelo chega com preço de R$ 291 mil. O novo superesportivo traz atributos de sobra para impressionar os mais exigentes clientes, quando o assunto é performance. Sob o capô, o RS3 traz um moto r 5 cilindros turbinado, que entrega 367 cavalos de potência, e impressionantes 465 Nm de torque. Os números são suficiente para tornar o RS3, um dos compactos mais rápidos e potentes do segmento premium.
 
Além do poderoso powertrain, o RS3 traz um chassi aprimorado. Em comparação com o A3 Sportback, a carroceria é 25 milímetros mais baixa. As juntas do eixo dianteiro, a suspensão, a direção progressiva e a suspensão esportiva foram projetadas especialmente para o RS.
 
Motor turbo de 2,5 litros – 5 cilindros
 
O coração do RS3 é um poderoso moto r 2.5 litros TFSI de cinco cilindros. Esse moto r é uma evolução do cinco cilindros já visto no RS Q3, com 340 cavalos. Mas no novo RS3 Sportback ele esta ainda mais potente, com 367 cavalos.
 
Motores de cinco cilindros têm uma longa tradição na Audi. Durante a década de 1980, eles equiparam os carros da marca que lideraram ralis, campeonatos de turismo e modelos de série. O primeiro modelo RS, de 1994, também contava com este moto r. O moto r cinco cilindros retornou em 2009 no TT RS, e passou a equipar o RS3 Sportback em 2011. Dois anos depois, foi incorporado ao RS Q3. O moto r de 2,5 litros foi eleito "Motor Internacional do Ano" em sua categoria por cinco anos seguidos, desde 2010.
 
Como todo veículo da linha RS da Audi, destaque para o sonoro escapamento esportivo. Dois flaps nos condutos de exaustão, após o silenciador, controlam o fluxo de escapamento para proporcionar uma experiência sonora ainda mais intensa, que varia com a solicitação e rotação do moto r. O moto rista pode controlar esses flaps por meio do Audi Drive Select. Em modo Dynamic, o ronco é ainda mais expressivo, enquanto no modo Comfort, o sistema fica mais silencioso.
 
Com apenas 49 centímetros de comprimento, o moto r de cinco cilindros é muito curto e pesa aproximadamente 180 kg. Seu virabrequim é feito de ferro fundido com grafite vermicular, um material extremamente forte, mas também leve. Reforços aumentam a capacidade de carga do bloco. O turbocompressor gera até 1,3 bar de pressão. O intercooler reduz a temperatura do ar comprimido. O trabalho conjunto do turbocompressor e a injeção direta de combustível permite atingir uma taxa de compressão de 10,0:1. Os eixos de comando de válvulas, que podem ser ajustados individualmente em um ângulo de até 42 graus, otimizam a mistura ar-combustível.
 
Transmissão S tronic com sete marchas
 
No RS3, a transmissão Stronic (robotizada de dupla emreagem) tem sete velocidades. Essa transmissão é relativamente nova dentro da Audi, pois é aplicada em moto res transversais e usa banho de óleo nas embreagens. Como todas as transmissões de dupla embreagem, ela é constituída de duas caixas de câmbio interligadas. Uma embreagem fica encarregada das marchas impares, enquanto a outra fica responsável pelas pares.
 
O condutor do novo Audi RS3 pode escolher entre o modo automático, ou interagir nas trocas através das borboletas posicionadas junto ao volante. Também existe a possibilidade de realizar trocas pela alavanca seletora.
 
O RS3 também conta com o modo “launch control”. Ele permite arrancar com carga plena no sistema de propulsão. Para isso, o moto rista precisa desligar o programa de estabilidade eletrônico e colocar o câmbio na posição “S”. A partir daí, segura o carro no freio com o pé esquerdo, enquanto acelera tudo com o pé direito. O moto r acelera até perto de 4 mil RPM, e ao soltar o freio, o carro dispara numa arrancada.
 
Desempenho
 
O moto r do RS3 tem uma impressionante potência específica de 147 cv por litro. O torque máximo de 465 Nm é disponibilizado já a 1.625 rpm, e permanece constante até 5.550 rpm. O 2.5 TFSI, junto com a caixa STronic de sete marchas, acelera o RS3 de 0 a 100 km/h em apenas 4,3 segundos (a melhor aceleração em sua categoria). A velocidade é limitada eletronicamente em 250 km/h, mas pode ser ampliada para 280 km/h, com um kit esportivo.
 
Tração integral quattro
 
O sistema quattro de tração integral (sob demanda), transfere a força do moto r 2.5 TFSI para as rodas com plena eficiência. Seu componente central é a embreagem multidiscos controlada eletronicamente, com acionamento hidráulico. Este mecanismo fica montado junto ao eixo traseiro para otimizar a distribuição de pesos. A embreagem multidiscos utiliza software desenvolvido com exclusividade para o RS3 Sportback. Ela distribui o torque disponível entre os eixos com enorme eficiência. Dependendo do estilo de condução e do coeficiente de atrito do piso, entre 0 e 50% do torque disponível podem ser enviados para o eixo traseiro.
 
Normalmente,o RS3 tem a tração apenas nas rodas dianteiras. Quando o sistema de eletrônica embarcada (através do ESP) detectam o escorregamento dessas rodas, a embreagem multidiscos acopla o eixo traseiro. Uma bomba elétrica, que desenvolve a pressão de óleo necessária até um máximo de 38 bar, é responsável por esse acoplamento.
 
O controle da embreagem multidiscos é integrado ao sistema Audi drive select. Com sua configuração altamente esportiva, ele utiliza todas as informações relevantes disponíveis, tais como o ângulo de esterço da direção. No modo dynamic e quando o Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) está em modo esportivo, a força é transmitida mais rapidamente, e com mais intensidade para o eixo traseiro, garantindo uma dirigibilidade ainda melhor e dando ao RS 3 Sportback uma direção mais ágil e direta.
 
A vetorização de torque das rodas também esta presente. Em curvas rápidas, ela freia ligeiramente as rodas internas, que estão sujeitas a uma aderência menor. Isso permite que as duas rodas de cada eixo transmitam mais força para o solo.
 
Suspensão específica para o RS3
 
A suspensão dianteira McPherson foi alargada para uma bitola de 1.559 milímetros e inclui pivôs de alumínio de alta resistência especialmente desenvolvidos. A direção progressiva de série altera a redução entre 15,3:1 e 10,9:1, dependendo do ângulo de esterço. Seu servo eletromecânico trabalha de acordo com características especiais da série RS.
 
O eixo traseiro, com bitola de 1.514 mm, possui quatro braços de aço de alta resistência à tensão, que controlam separadamente as forças longitudinais e laterais. A rígida suspensão esportiva RS rebaixa a carroceria em 25 mm em comparação com o A3 Sportback.
 
O RS3 traz rodas de alumínio fundido de 19 polegadas com cinco raios e pneus 235/35. Os discos de freios ventilados internamente têm 370 mm de diâmetro na frente e 310 mm atrás. As áreas de fricção dianteiras possuem design ondulado para redução de peso e são perfuradas para permitir o máximo de dissipação de calor. Elas são conectadas por pinos a coberturas de alumínio e seguras por pinças fixas de oito pistões pintadas de preto com logos RS.
 
Alguns equipamentos
 
Como um membro topo de linha da família, o interior do novo RS3 Sportback conta com acabamento exclusivo. Ele usa fibra de carbono em várias partes. Os bancos esportivos são forrados de couro Nappa Fina, com costuras contrastantes. Com base reta, o volante RS multifuncional é forrado de couro e Alcantara.
 
A alavanca seletora do câmbio também tem design especialmente esportivo. O sistema de informação ao moto rista (DIS) inclui um termômetro de óleo e um cronômetro. Já o indicador de pressão do turbo fica no mostrador do conta-giros.
 
Os pedais e o apoio do pé esquerdo são feitos de aço inoxidável. Os insertos nas portas são de Alcantara. Típicas dos modelos RS, as maçanetas das portas são esguias barras duplas e os insertos são em design 3D. Os mostradores do conjunto RS de instrumentos são pretos com ponteiros vermelhos e grafismos brancos. Apliques na tonalidade preto antracito brilhante da alta qualidade emolduram os instrumentos.
 
A lista de equipamentos de série do RS3 também inclui sensor de estacionamento traseiro e dianteiro com câmera de ré, sistemas de infotainment e de assistência ao condutor como o MMI navigation plus com MMI touch e equipamento de som Bang&Olufsen. Os pacotes de conforto e conveniência trazem itens como bancos dianteiros em formato concha com controles elétricos, apoios lombares com quatro regulagens, retrovisor interno antiofuscante automático, assistente para luz alta e sensor para luz e chuva.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!