Revista Comprecar
Avaliação: Audi S3 Sportback
Um esportivo que entrega muito mais do que aparenta
Avaliação: Audi S3 Sportback
02 de Março de 2015

Em Julho de 2013, a nova geração do Audi A3 chegou às ruas brasileiras. Na oportunidade, o modelo recebeu diversas mudanças em relação a geração anterior, ainda que a maioria do público não tenha notado. Em Fevereiro de 2014 foi a vez da versão esportiva do Audi A3 chegar as ruas. Sob o nome de S3, essa é a versão certa para quem procura esportividade acima de tudo.
 
Fato indiscutível, é que a Audi nos últimos cinco anos tem sido bastante conservadora ao fazer mudanças de estilo em seus produtos. As evoluções realmente acontecem do ponto de vista tecnológico, mas são suaves no estilo e design. E o Audi S3 não foge dessa regra. Por fora, ainda que existam várias mudanças em relação ao A3, elas são bastante discretas se colocadas em proporção com aquilo que o S3 entrega na pista.
 
Estilo
 
Estruturalmente, o S3 é muito parecido ao A3 Sportback. Ele mede 4,23 m de comprimento, com 2,60 m no entre-eixos. Mas o S3 é mais baixo, com 1,40 m (o A3 tem 1,42 m altura). Claro que o carro traz o tradicional estilo da Audi. Assim, na frente, o principal destaque está na guia de luz (utilizada na iluminação diurna) dentro do farol. Essa guia de luz desenha um “V” inclinado, em cor branca totalmente homogênea. Detalhe interessante que ela muda para cor laranja, quando o moto rista aciona a seta de direção. Os faróis são do tipo xênon plus, com ajuste automático de altura. Tanto a luz de farol alto, quanto o baixo usam iluminação xênon. Detalhe que o S3 não traz os faróis auxiliares dianteiros (presentes no A3). No lugar, existem entradas de ar para ampliar a refrigeração do moto r e pinças de freio.
 
Na lateral, os retrovisores são montados sobre a porta inspirados no Audi TT e R8. As capas dos retrovisores recebem uma pintura em prata fosco. Outro detalhe de destaque são as belas rodas de 18 polegadas (7,5 J x 18) com pneus esportivos de perfil baixo na medida 225/40. Esses pneus também contam com baixa resistência ao rolamento. Pelas rodas dá para ver as expressivas pinças de freios pintadas em vermelho, com discos de 340 milímetros de diâmetro nos discos dianteiros. Para completar o visual, as saias laterais seguem o design do para-choque dianteiro.
 
Na traseira, as luzes são bipartidas divididas entre a tampa do porta-malas e a carroceria do carro. Elas também trazem iluminação com guias de luz e são “Full Led”, ou seja, lanterna, freio e pisca usam Leds. A luz de freio tem tecnologia adaptativa. Ela pisca rapidamente quando o moto rista da uma freada mais forte que o normal, para avisar os moto ristas que vem atrás. Apenas a luz de ré usa lâmpada convencional. Além disso, no S3 o difusor traseiro traz escapamento duplo específico do modelo S com saídas ovais que reforçam o estilo esportivo do S3 Sportback. Por fim, um spoiler na beira do teto dá o toque final à parte traseira.
 
Estrutura mais leve
 
O S3 Sportback traz uma moderna tecnologia em sua plataforma. Trata-se de um processo de construção de baixo peso, definido por Audi Ultra. Isso faz com que o carro fique mais leve(em relação ao anterior). O Audi S3 incorpora uma plataforma modular transversal (MQB). Assim, é possível utilizar “módulos” pré-concebidos na construção do carro, exatamente como um acontece no brinquedo Lego.
 
Mesmo com redução de peso, a célula de aço (área que compreende a região do carro, onde as pessoas ficam) mantém elevada rigidez. O tipo de material utilizado em cada parte da estrutura é determinado em função das características desejadas. Os componentes da célula são feitos em aço forjado a quente, o que torna a estrutura resistente e leve, ao mesmo tempo, que economiza no peso do carro. Cada componente de peso mais leve tem um efeito sobre outros componentes, permitindo que suas dimensões se reduzam também. No Audi S3 Sportback, a carcaça leve e o moto r mais leve conduzem a efeitos secundários em todo o veículo. A tecnologia de construção leve também contribui significativamente para o desempenho esportivo do Audi S3 Sportback. O carro de cinco portas pesa 1.445 kg - 70 kg menos que o modelo anterior. A tampa do moto r, os para-lamas, a parte de trás dos para-choques e a subestrutura do eixo dianteiro são feitos em alumínio. Essas regiões também servem como áreas de deformação e absorção de energia em caso de acidentes.
 
Interior
 
O interior do Audi S3 foi completamente redesenhado em relação a geração anterior. Entre os detalhes de estilo, um longo arco que corre abaixo do para-brisa, segue o estilo dos modelos mais caros da marca. O console central é ligeiramente inclinado em direção ao moto rista, e permite melhor acessibilidade aos comandos. O Audi S3 Sportback traz também exclusivo volante esportivo com base reta multifuncional em couro, identificado pela letra com o distintivo em formato de “S”, além da alavanca do câmbio e dos pedais feitos de aço inoxidável escovado.
 
Os bancos esportivos também são exclusivos no S3. Forrados em couro Nappa, trazem apoio de ombro feito em costura pespontada com estampa em formato de diamantes e apoios de cabeça integrados. Mas eles não deixam de ser confortáveis. Destaque para o bom apoio das costas, bem como o prolongador do acento para pessoas que tem pernas mais cumpridas. Na atual geração o entre-eixos é maior. Isso permite mais espaço no assento traseiro, principalmente para as pernas. O porta-malas tem 340 litros de capacidade na configuração normal e o banco traseiro também pode ser rebatido na proporção 40:60.
 
No interior, merecem atenção as quatro grandes saídas de ar, com design de turbina. A forma como distribuem o ar pode variar de um jato mais forte até um fluxo mais uniforme e difuso, com vários níveis de intensidade. Para mudar o fluxo de ar, basta apertar ou puxar o centro do difusor de ar.
 
Equipamentos
 
O S3 traz a última geração da unidade de comando central batizada de MMI Navigation Plus com MMI Touch. Localizada no console central, possui painel de controle táctil integrado e botão de pressão rotativo para acesso direto às funções disponíveis.
 
A tela desse sistema é colorida com sete polegadas e se eleva eletricamente no centro do painel. O monitor de alta resolução de 7 polegadas tem apenas 11 milímetros de espessura e sua carcaça é feita em magnésio, na cor preta. Nela estão todas as informações, com uma nova disposição. As funções do carro estão distribuídas em menus, que são facilmente acessados pelo controle rotativo do console.
 
O sistema MMI oferece ao moto rista uma maneira prática para controlar as funções de navegação e do telefone, além de permitir “escrever” letras ou números com um simples movimento do dedo. Ou seja, no menu do navegador, ao se inserir um destino (ou na agenda de telefones) basta escrever a letra, com o dedo sobre o botão rotativo. O sistema reconhece a letra e vai sugerindo nomes de ruas, a cada letra inserida. O sistema multimedia do carro inclui ainda rádio, dois slots para cartão SD Card, integração para MP3 Player por cabo (conexão P2) e interface Bluetooth completa. Junto com o sistema de GPS, que utiliza processadores gráficos de alta velocidade e virtualização da topologia do terreno (em modo 3D), ainda existe um HD interno que permite copiar músicas e filmes para o sistema multimedia.
 
Entre os itens de conforto e conveniência, o novo S3 Sportback vem equipado com sistema de som de altíssima fidelidade Bang & Olufsen, bancos dianteiros esportivos em couro Napa Fina ajustáveis eletricamente e teto solar panorâmico “Open Sky”. Inclui também controle de pressão de pneus e sensor de estacionamento traseiro.
 
Outro detalhe é o botão para o freio de estacionamento elétrico, que substitui a alavanca do freio de mão. Isso permite melhor organização no console central. O volante traz teclas multifuncionais e shift-paddles (para troca de marcha). O ar-condicionado é sempre de série com duas zonas e ajuste digital e automático.
 
A direção do carro tem assistência elétrica. Isso permite maior leveza no trânsito da cidade, enquanto fica mais firme em alta velocidade. Além disso, a direção está integrada ao demais sistemas dos carros. Com o Audi Drive Select, o moto rista escolhe o modo de condução, alterando características do acelerador, direção assistida e operação do câmbio S tronic. Os modos disponíveis são: Conforto, Auto, Dinâmico, Individual ou Eficiência.
 
Motor muito potente
 
O Audi S3 Sportback vem equipado com moto r turbo 2,0 litros. Entre as evoluções está um inovador sistema de dupla injeção. Ele tem injeção direta e indireta de combustível; sobrealimentação por turbo; gestão térmica que permite temperaturas diferentes em partes do moto r e o sistema start-stop.
 
Esse moto r TFSI que combina injeção direta FSI com injeção indireta multiponto, tem 8 bicos injetores, sendo dois para cada cilindro. Ele também incorpora o sistema Valvelift, que varia a elevação das válvulas. O coletor de escape está integrado à cabeça dos cilindros, o que permite um aquecimento mais rápido do conjunto e menor emissão de poluentes. A potência máxima é de 286 cavalos (entre 5.500 à 6.200 RPM), com torque máximo de 380 Nm (entre 1.800 à 5.000 RPM). Detalhe importante que na Europa, esse mesmo moto r tem 300 cavalos. A culpa da redução de potência no Brasil é por conta da nossa gasolina, que é uma porcaria!
 
Transmissão de dupla embreagem S tronic
 
O Audi S3 vem equipado com câmbio robotizado de dupla embreagem com seis marchas, batizada de S tronic. Fato bastante curioso, pois a grande maioria dos carros da Audi, atualmente, utiliza uma transmissão de sete marchas. A Audi informa que essa configuração atende as necessidades do esportivo S3. Fato que estamos falando de uma transmissão extremamente rápida e com engates quase imperceptíveis. O moto rista pode ainda operar manualmente o câmbio S tronic, por meio de shift-paddles no volante.
 
Item muito interessante é que o Audi Drive Select, no modo Eficiência, permite uma operação diferenciada no câmbio. Neste caso, o modo de “roda livre” da caixa S tronic é ativado! Significa que a embreagem é automaticamente liberada quando o condutor levanta o pé do pedal de acelerador, quando o carro está em movimento. Na prática, o sistema coloca o carro na “banguela”, poupando combustível. Mas basta frear ou acelerar, para o câmbio ser engatado automaticamente.
 
Tração Quattro
 
O S3 Sportback vem equipado com tração quatro. Diferente do que muitos pensam essa tração não é integral permanente. Em situações normais, a tração fica apenas nas rodas dianteiras, para economizar combustível. Quando o sistema detecta qualquer diferença de rotação entre as rodas dianteiras e traseiras, uma embreagem multi-disco acopla quase que instantaneamente as rodas traseiras. Assim, quando o carro está numa curva muito rápida, ou piso escorregadio, a tração é integral nas quatro rodas, permitindo o carro acelerar mais rapidamente tanto ao sair de curvas, como também ser dinâmico e estável em todas as condições de piso escorregadio. O acoplamento e desacoplamento da tração pela embreagem multidisco é totalmente automático e muito rápido. Na prática, a tração integral só atua quando é realmente necessária.
 
Suspensão
 
Outra diferença expressiva em relação ao A3 é a suspensão esportiva S, que rebaixa a carroceria em 25 milímetros. No S3, a distribuição de peso por eixo é de 59% na dianteira e a 41% na traseira. Realmente a suspensão esportiva ajuda a manter o carro “no chão”, nas situações mais extremas de condução. Mesmo acima dos 200 km/h, o S3 passa a sensação de “carro na mão”. O único porém do S3, é que o moto rista precisa tomar bastante cuidado em pisos irregulares. Lombadas e valetas podem causar danos aos pneus, rodas e principalmente ao bico do carro, que é bastante baixo. Outro detalhe é que a suspensão não é suave. Não espere conforto ao rodar em pisos irregulares.
 
Desempenho
 
Realmente, o ponto mais expressivo do S3 Sportback é o alto desempenho. A aceleração de 0 a 100 km/h acontece em apenas 4,9 segundos. A velocidade máxima é limitada eletronicamente em 250 km/h (por questão de segurança). Para quem quer ainda mais emoção ao volante, pode usar o sistema Launch Control (controle de largada). Com ele, o moto rista pode fazer uma largada usando o máximo de potência do moto r. Basta desligar o controle de estabilidade, colocar o câmbio em modo esporte e segurar o carro no freio enquanto acelera o carro. A rotação do moto r (com o carro parado) fica bem mais alta e ao soltar o pedal do freio, o carro dispara numa arrancada.
 
Com esse conjunto de suspensão esportiva, tração quattro, câmbio S tronic e moto r de altíssimo desempenho, diversão não falta atrás do volante do S3. É um carro para quem gosta de velocidade e curte esportividade em todos os momentos. É realmente difícil perder o controle no S3. O equilíbrio entre alto desempenho e controle dinâmico é muito elogiável no S3.
 
Com o Audi Drive Select em modo Dinâmico, o carro se transforma. A marcha lenta se eleva, a direção fica mais firme, o pedal do acelerador mais sensível, o câmbio eleva a rotação nas trocas e o escapamento fica mais sonoro.
 
Agora, se o moto rista quiser economizar, poderá usar o Audi Drive Select no modo Eficiência. Além de deixar o carro bem mais manso e suave, vai conseguir fazer até 14 km/l na estrada com ar-condicionado ligado e velocidade de cruzeiro de 110 km/h.
 
Segurança
 
O S3 sai de fábrica com controle eletrônico de estabilidade e com um conjunto de itens de segurança de alto padrão, que inclui airbags frontais e laterais, para o joelho do condutor e de cabeça, que protege inclusive os passageiros do banco de trás.
 
Algumas questões
 
Realmente, o S3 é um carro que não vai decepcionar ninguém. Mas, considerando a sua faixa de preço, faltaram alguns equipamentos, como: câmera de ré, chave presencial, sensor de estacionamento dianteiro
 
Preço
 
O Audi S3 tem preço público sugerido de R$ 213 mil. A Audi oferece 12 opções de cores para o novo A3 Sportback: preto pantera, vermelho misano, cinza monção, prata gelo, branco geleira, azul sepang, marrom beluga e preto fantasma. O único opcional é a pintura metálica.

Avaliações < Voltar
Avaliação: Audi S3 Sportback
 

Avaliação: Audi S3 Sportback

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Um esportivo que entrega muito mais do que aparenta

02 de Março de 2015

Em Julho de 2013, a nova geração do Audi A3 chegou às ruas brasileiras. Na oportunidade, o modelo recebeu diversas mudanças em relação a geração anterior, ainda que a maioria do público não tenha notado. Em Fevereiro de 2014 foi a vez da versão esportiva do Audi A3 chegar as ruas. Sob o nome de S3, essa é a versão certa para quem procura esportividade acima de tudo.
 
Fato indiscutível, é que a Audi nos últimos cinco anos tem sido bastante conservadora ao fazer mudanças de estilo em seus produtos. As evoluções realmente acontecem do ponto de vista tecnológico, mas são suaves no estilo e design. E o Audi S3 não foge dessa regra. Por fora, ainda que existam várias mudanças em relação ao A3, elas são bastante discretas se colocadas em proporção com aquilo que o S3 entrega na pista.
 
Estilo
 
Estruturalmente, o S3 é muito parecido ao A3 Sportback. Ele mede 4,23 m de comprimento, com 2,60 m no entre-eixos. Mas o S3 é mais baixo, com 1,40 m (o A3 tem 1,42 m altura). Claro que o carro traz o tradicional estilo da Audi. Assim, na frente, o principal destaque está na guia de luz (utilizada na iluminação diurna) dentro do farol. Essa guia de luz desenha um “V” inclinado, em cor branca totalmente homogênea. Detalhe interessante que ela muda para cor laranja, quando o moto rista aciona a seta de direção. Os faróis são do tipo xênon plus, com ajuste automático de altura. Tanto a luz de farol alto, quanto o baixo usam iluminação xênon. Detalhe que o S3 não traz os faróis auxiliares dianteiros (presentes no A3). No lugar, existem entradas de ar para ampliar a refrigeração do moto r e pinças de freio.
 
Na lateral, os retrovisores são montados sobre a porta inspirados no Audi TT e R8. As capas dos retrovisores recebem uma pintura em prata fosco. Outro detalhe de destaque são as belas rodas de 18 polegadas (7,5 J x 18) com pneus esportivos de perfil baixo na medida 225/40. Esses pneus também contam com baixa resistência ao rolamento. Pelas rodas dá para ver as expressivas pinças de freios pintadas em vermelho, com discos de 340 milímetros de diâmetro nos discos dianteiros. Para completar o visual, as saias laterais seguem o design do para-choque dianteiro.
 
Na traseira, as luzes são bipartidas divididas entre a tampa do porta-malas e a carroceria do carro. Elas também trazem iluminação com guias de luz e são “Full Led”, ou seja, lanterna, freio e pisca usam Leds. A luz de freio tem tecnologia adaptativa. Ela pisca rapidamente quando o moto rista da uma freada mais forte que o normal, para avisar os moto ristas que vem atrás. Apenas a luz de ré usa lâmpada convencional. Além disso, no S3 o difusor traseiro traz escapamento duplo específico do modelo S com saídas ovais que reforçam o estilo esportivo do S3 Sportback. Por fim, um spoiler na beira do teto dá o toque final à parte traseira.
 
Estrutura mais leve
 
O S3 Sportback traz uma moderna tecnologia em sua plataforma. Trata-se de um processo de construção de baixo peso, definido por Audi Ultra. Isso faz com que o carro fique mais leve(em relação ao anterior). O Audi S3 incorpora uma plataforma modular transversal (MQB). Assim, é possível utilizar “módulos” pré-concebidos na construção do carro, exatamente como um acontece no brinquedo Lego.
 
Mesmo com redução de peso, a célula de aço (área que compreende a região do carro, onde as pessoas ficam) mantém elevada rigidez. O tipo de material utilizado em cada parte da estrutura é determinado em função das características desejadas. Os componentes da célula são feitos em aço forjado a quente, o que torna a estrutura resistente e leve, ao mesmo tempo, que economiza no peso do carro. Cada componente de peso mais leve tem um efeito sobre outros componentes, permitindo que suas dimensões se reduzam também. No Audi S3 Sportback, a carcaça leve e o moto r mais leve conduzem a efeitos secundários em todo o veículo. A tecnologia de construção leve também contribui significativamente para o desempenho esportivo do Audi S3 Sportback. O carro de cinco portas pesa 1.445 kg - 70 kg menos que o modelo anterior. A tampa do moto r, os para-lamas, a parte de trás dos para-choques e a subestrutura do eixo dianteiro são feitos em alumínio. Essas regiões também servem como áreas de deformação e absorção de energia em caso de acidentes.
 
Interior
 
O interior do Audi S3 foi completamente redesenhado em relação a geração anterior. Entre os detalhes de estilo, um longo arco que corre abaixo do para-brisa, segue o estilo dos modelos mais caros da marca. O console central é ligeiramente inclinado em direção ao moto rista, e permite melhor acessibilidade aos comandos. O Audi S3 Sportback traz também exclusivo volante esportivo com base reta multifuncional em couro, identificado pela letra com o distintivo em formato de “S”, além da alavanca do câmbio e dos pedais feitos de aço inoxidável escovado.
 
Os bancos esportivos também são exclusivos no S3. Forrados em couro Nappa, trazem apoio de ombro feito em costura pespontada com estampa em formato de diamantes e apoios de cabeça integrados. Mas eles não deixam de ser confortáveis. Destaque para o bom apoio das costas, bem como o prolongador do acento para pessoas que tem pernas mais cumpridas. Na atual geração o entre-eixos é maior. Isso permite mais espaço no assento traseiro, principalmente para as pernas. O porta-malas tem 340 litros de capacidade na configuração normal e o banco traseiro também pode ser rebatido na proporção 40:60.
 
No interior, merecem atenção as quatro grandes saídas de ar, com design de turbina. A forma como distribuem o ar pode variar de um jato mais forte até um fluxo mais uniforme e difuso, com vários níveis de intensidade. Para mudar o fluxo de ar, basta apertar ou puxar o centro do difusor de ar.
 
Equipamentos
 
O S3 traz a última geração da unidade de comando central batizada de MMI Navigation Plus com MMI Touch. Localizada no console central, possui painel de controle táctil integrado e botão de pressão rotativo para acesso direto às funções disponíveis.
 
A tela desse sistema é colorida com sete polegadas e se eleva eletricamente no centro do painel. O monitor de alta resolução de 7 polegadas tem apenas 11 milímetros de espessura e sua carcaça é feita em magnésio, na cor preta. Nela estão todas as informações, com uma nova disposição. As funções do carro estão distribuídas em menus, que são facilmente acessados pelo controle rotativo do console.
 
O sistema MMI oferece ao moto rista uma maneira prática para controlar as funções de navegação e do telefone, além de permitir “escrever” letras ou números com um simples movimento do dedo. Ou seja, no menu do navegador, ao se inserir um destino (ou na agenda de telefones) basta escrever a letra, com o dedo sobre o botão rotativo. O sistema reconhece a letra e vai sugerindo nomes de ruas, a cada letra inserida. O sistema multimedia do carro inclui ainda rádio, dois slots para cartão SD Card, integração para MP3 Player por cabo (conexão P2) e interface Bluetooth completa. Junto com o sistema de GPS, que utiliza processadores gráficos de alta velocidade e virtualização da topologia do terreno (em modo 3D), ainda existe um HD interno que permite copiar músicas e filmes para o sistema multimedia.
 
Entre os itens de conforto e conveniência, o novo S3 Sportback vem equipado com sistema de som de altíssima fidelidade Bang & Olufsen, bancos dianteiros esportivos em couro Napa Fina ajustáveis eletricamente e teto solar panorâmico “Open Sky”. Inclui também controle de pressão de pneus e sensor de estacionamento traseiro.
 
Outro detalhe é o botão para o freio de estacionamento elétrico, que substitui a alavanca do freio de mão. Isso permite melhor organização no console central. O volante traz teclas multifuncionais e shift-paddles (para troca de marcha). O ar-condicionado é sempre de série com duas zonas e ajuste digital e automático.
 
A direção do carro tem assistência elétrica. Isso permite maior leveza no trânsito da cidade, enquanto fica mais firme em alta velocidade. Além disso, a direção está integrada ao demais sistemas dos carros. Com o Audi Drive Select, o moto rista escolhe o modo de condução, alterando características do acelerador, direção assistida e operação do câmbio S tronic. Os modos disponíveis são: Conforto, Auto, Dinâmico, Individual ou Eficiência.
 
Motor muito potente
 
O Audi S3 Sportback vem equipado com moto r turbo 2,0 litros. Entre as evoluções está um inovador sistema de dupla injeção. Ele tem injeção direta e indireta de combustível; sobrealimentação por turbo; gestão térmica que permite temperaturas diferentes em partes do moto r e o sistema start-stop.
 
Esse moto r TFSI que combina injeção direta FSI com injeção indireta multiponto, tem 8 bicos injetores, sendo dois para cada cilindro. Ele também incorpora o sistema Valvelift, que varia a elevação das válvulas. O coletor de escape está integrado à cabeça dos cilindros, o que permite um aquecimento mais rápido do conjunto e menor emissão de poluentes. A potência máxima é de 286 cavalos (entre 5.500 à 6.200 RPM), com torque máximo de 380 Nm (entre 1.800 à 5.000 RPM). Detalhe importante que na Europa, esse mesmo moto r tem 300 cavalos. A culpa da redução de potência no Brasil é por conta da nossa gasolina, que é uma porcaria!
 
Transmissão de dupla embreagem S tronic
 
O Audi S3 vem equipado com câmbio robotizado de dupla embreagem com seis marchas, batizada de S tronic. Fato bastante curioso, pois a grande maioria dos carros da Audi, atualmente, utiliza uma transmissão de sete marchas. A Audi informa que essa configuração atende as necessidades do esportivo S3. Fato que estamos falando de uma transmissão extremamente rápida e com engates quase imperceptíveis. O moto rista pode ainda operar manualmente o câmbio S tronic, por meio de shift-paddles no volante.
 
Item muito interessante é que o Audi Drive Select, no modo Eficiência, permite uma operação diferenciada no câmbio. Neste caso, o modo de “roda livre” da caixa S tronic é ativado! Significa que a embreagem é automaticamente liberada quando o condutor levanta o pé do pedal de acelerador, quando o carro está em movimento. Na prática, o sistema coloca o carro na “banguela”, poupando combustível. Mas basta frear ou acelerar, para o câmbio ser engatado automaticamente.
 
Tração Quattro
 
O S3 Sportback vem equipado com tração quatro. Diferente do que muitos pensam essa tração não é integral permanente. Em situações normais, a tração fica apenas nas rodas dianteiras, para economizar combustível. Quando o sistema detecta qualquer diferença de rotação entre as rodas dianteiras e traseiras, uma embreagem multi-disco acopla quase que instantaneamente as rodas traseiras. Assim, quando o carro está numa curva muito rápida, ou piso escorregadio, a tração é integral nas quatro rodas, permitindo o carro acelerar mais rapidamente tanto ao sair de curvas, como também ser dinâmico e estável em todas as condições de piso escorregadio. O acoplamento e desacoplamento da tração pela embreagem multidisco é totalmente automático e muito rápido. Na prática, a tração integral só atua quando é realmente necessária.
 
Suspensão
 
Outra diferença expressiva em relação ao A3 é a suspensão esportiva S, que rebaixa a carroceria em 25 milímetros. No S3, a distribuição de peso por eixo é de 59% na dianteira e a 41% na traseira. Realmente a suspensão esportiva ajuda a manter o carro “no chão”, nas situações mais extremas de condução. Mesmo acima dos 200 km/h, o S3 passa a sensação de “carro na mão”. O único porém do S3, é que o moto rista precisa tomar bastante cuidado em pisos irregulares. Lombadas e valetas podem causar danos aos pneus, rodas e principalmente ao bico do carro, que é bastante baixo. Outro detalhe é que a suspensão não é suave. Não espere conforto ao rodar em pisos irregulares.
 
Desempenho
 
Realmente, o ponto mais expressivo do S3 Sportback é o alto desempenho. A aceleração de 0 a 100 km/h acontece em apenas 4,9 segundos. A velocidade máxima é limitada eletronicamente em 250 km/h (por questão de segurança). Para quem quer ainda mais emoção ao volante, pode usar o sistema Launch Control (controle de largada). Com ele, o moto rista pode fazer uma largada usando o máximo de potência do moto r. Basta desligar o controle de estabilidade, colocar o câmbio em modo esporte e segurar o carro no freio enquanto acelera o carro. A rotação do moto r (com o carro parado) fica bem mais alta e ao soltar o pedal do freio, o carro dispara numa arrancada.
 
Com esse conjunto de suspensão esportiva, tração quattro, câmbio S tronic e moto r de altíssimo desempenho, diversão não falta atrás do volante do S3. É um carro para quem gosta de velocidade e curte esportividade em todos os momentos. É realmente difícil perder o controle no S3. O equilíbrio entre alto desempenho e controle dinâmico é muito elogiável no S3.
 
Com o Audi Drive Select em modo Dinâmico, o carro se transforma. A marcha lenta se eleva, a direção fica mais firme, o pedal do acelerador mais sensível, o câmbio eleva a rotação nas trocas e o escapamento fica mais sonoro.
 
Agora, se o moto rista quiser economizar, poderá usar o Audi Drive Select no modo Eficiência. Além de deixar o carro bem mais manso e suave, vai conseguir fazer até 14 km/l na estrada com ar-condicionado ligado e velocidade de cruzeiro de 110 km/h.
 
Segurança
 
O S3 sai de fábrica com controle eletrônico de estabilidade e com um conjunto de itens de segurança de alto padrão, que inclui airbags frontais e laterais, para o joelho do condutor e de cabeça, que protege inclusive os passageiros do banco de trás.
 
Algumas questões
 
Realmente, o S3 é um carro que não vai decepcionar ninguém. Mas, considerando a sua faixa de preço, faltaram alguns equipamentos, como: câmera de ré, chave presencial, sensor de estacionamento dianteiro
 
Preço
 
O Audi S3 tem preço público sugerido de R$ 213 mil. A Audi oferece 12 opções de cores para o novo A3 Sportback: preto pantera, vermelho misano, cinza monção, prata gelo, branco geleira, azul sepang, marrom beluga e preto fantasma. O único opcional é a pintura metálica.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!