Revista Comprecar
Avaliação: Fiat Linea Essence 2016
Linha 2016 acrescenta algumas novidades, como sistema multimídia com tela touch
Avaliação: Fiat Linea Essence 2016
06 de Março de 2016

O Fiat Linea já não é uma novidade no mercado brasileiro. O modelo já teve os seus altos e baixos no mercado. Na última vez que a Fiat fez uma mudança mais expressiva em 2014 (na linha 2015), ela entendeu que o Linea precisava ter um reposicionamento de preço, para ser mais atrativo ao cliente. Mas recentemente (no ano passado), a marca também inclui novos equipamentos de série em seu sedan médio. Mas a questão é: ainda vale a pena comprar um Fiat Linea?!
 
Com alguns concorrentes completamente renovados como Toyota Corolla e Ford Focus, e outros que passaram suaves mudanças como Chevrolet Cruze, VW Jetta , Citroën C4, Peugeot 408, Renault Fluence; o Fiat Linea parece ter perdido o seu apelo como sedan médio.
 
Mas o fato é que o modelo ainda guarda alguns atributos que podem encantar alguns clientes. E nessa avaliação, destacamos todas as características do modelo que está na versão 2016.
 
As boas características
 
Assim como o Grand Siena é derivado do Palio, o Linea é derivado do Punto. E por conta disso, o Linea é um carro com padrão relativamente moderno. Linea e Punto foram carros já projetados com maior atenção na ergonomia e no padrão de acabamento.
 
A primeira coisa a chamar atenção no Linea é a confortável posição que o moto rista fica ao volante. Pouca gente percebe, mas esse é o único sedan da categoria com um volante anatômico que realmente encaixa a mão do moto rista. Além disso, os bancos da frente também seguem essa anatomia, sendo mais confortáveis para as costas e quadril. Como todo sedan médio, o banco do moto rista conta com ajuste de altura, e o volante com altura e profundidade. Na frente, não falta espaço. Mas nos bancos traseiros, o Linea entrega apenas o “regular”. Afinal, com o menor entre-eixos da categoria, com apenas 2,6 metros, não dá para fazer milagres.
 
Mas o Linea guarda os seus méritos. Não podemos esquecer que ele conta com um porta-malas de generosos 500 litros, não encontrado em alguns concorrentes diretos da sua categoria. Além disso, as dobradiças são pantográficas, não invadindo o espaço das bagagens. Dá para lotar o porta-malas até a boca, sem surpresas na hora de fechar a tampa.
 
Novidades na Linha 2016
 
NA linha 2016, o Linea passou a contar com o sistema mundial Uconnect do grupo FCA, que compreende as funções de entretenimento, comunicação e navegação. Todas as versões 2016 do Linea, trazem de série a central multimídia Uconnect Touch com visor LCD touchscreen colorido de 5 polegadas.
 
Esta nova central multimídia melhora a conectividade do modelo, permitindo maior integração com o carro. Funções de mídia e telefone podem ser comandadas por voz, bastando um toque nos botões do volante multifuncional, ou pelo visor LCD.
 
Entre as funções da nova central multimídia pode-se destacar: Reprodução de músicas por audio streamming; conectividade Bluetooth; Entrada USB compatível com Ipod e Iphone; Leitura e envio de SMS através de mensagens pré-gravadas; Comando de voz (para chamadas SMS e acesso as mídias).
 
Essa central conta ainda com a opção do Uconnect Touch NAV, que inclui sistema de navegação GPS. Esse utiliza o software da TOM TOM (líder mundial em sistema de navegação, pertencente a Google).
 
O software da TOM TOM é altamente configurável permitindo: Planejamento de percurso; Comandos e orientações por voz; Gerenciamento de pontos de interesse; Atualização dos mapas Tom Tom pela entrada USB; Serviços de emergência; Personalização do menu; e Navegação com opção de visualização de mapa em 2D ou 3D. Fato muito importante, que essa central já traz a grande maioria dos radares fixos na memória do aparelho. Ele pode ser configurado para emitir um alerta, toda vez que o moto rista se aproxima de um radar fixo. E o mapa também exibe a velocidade máxima permitida na via.
 
O Fiat Linea 2016 também passa a oferecer câmera de ré, que utiliza o visor LCD do sistema UConnect. Ela trabalha em conjunto com o sensor de estacionamento traseiro, que quando se aproxima de obstáculos emite avisos sonoros para ajudar nas manobras.
 
Na atual linha 2016, existem apenas duas versões do Linea, sendo a Essence e a Absolute. A versão Essence (avaliada aqui) traz painel e acabamento das portas na cor preta mais aplique nas portas e maçanetas internas na cor prata. Como opcional essa versão oferece painel frontal e de portas com texturas na cor bege Golt, aplique nas portas na cor preto brilhante e maçanetas internas na cor prata. Na versão Essence, como opcional, ele conta também com apoia braço com porta-objeto e saída do ar condicionado para os ocupantes do compartimento traseiro. Cabe destacar que vários concorrentes, não tem essa saída de ar.
 
O quadro de instrumentos vem iluminação branca para os comandos internos. O mostradores estão equipados com o “Welcome Moving”. Todas as vezes em que a chave de ignição é acionada, os ponteiros realizam um movimento que checa se todos eles estão funcionando adequadamente, indo rapidamente até o final da escala.
 
Essa versão também está equipada com o Night Design (já presente em outros modelos da Fiat). Trata-se de uma luz guia (em LED) presente no painel frontal e nas portas. O Night Design é opcional na versão Essence.
 
Motor e Câmbio
 
O Fiat Linea 2016 continua contando com o moto r flex 1,8 litro - 16V da família E.torQ. Ele chega à 130 cavalos na gasolina, e 132 cv no etanol. A Fiat ainda não oferece o sistema de partida sem tanquinho da gasolina.
 
O Linea Essence avaliado estava equipado com câmbio manual de cinco marchas. Nessa configuração, o Linea acelera de 0 à 100 km/h em menos de 10 segundos. E chega a máxima de 192 km/h. Sobre o consumo, o Linea equipado com câmbio manual, recebe letra “C” no programa. Com etanol, a média é de 6,7 e 8,2 km/l (cidade e estrada). Na gasolina, sobe para 9,9 e 11,9 km/l.
 
Equipamentos
 
A linha 2016 do Linea conta com algumas tecnológicas já presentes em outros modelos da Fiat. Uma delas é a Sinalização de Frenagem de Emergência (ESS). Trata-se do acionamento intermitente das luzes de freio ao frear bruscamente.
 
O Linea também traz a regulagem elétrica de altura do facho dos faróis. Isso permite ajustar o facho, quando o porta-malas esta carregado. E esse recurso é raramente encontrado nos concorrentes.
 
O Linea conta ainda com o sensor de estacionamento com visualizador gráfico. Além do sinal sonoro, a distância é exibida graficamente no painel do carro. Por fim, está presente o “lane change”. Basta pressionar levemente a alavanca de seta e o
 
De série, a versão Essence conta com volante em couro com comandos para o áudio, computador de bordo, faróis auxiliares, ar-condicionado manual, apoia-braço central traseiro, controlador automático de velocidade, trio elétrico, volante com regulagem de altura/profundidade, Central multimídia com tela de 5" touchscreen, Travas elétricas + Trava automática das portas a 20 km/h, Vidros elétricos dianteiros e traseiros com one touch e antiesmagamento, banco traseiro bipartido, Comando interno de abertura da tampa do tanque de combustível e Comando interno elétrico de abertura do porta-malas.
 
Algumas considerações
 
Não dá para fazer muitas críticas ao Linea (considerando seu custo-benefício).
É verdade que faltam alguns porta-objetos. São poucos os consoles. Um óculos grande com capinha, não encontra um lugar para ser guardado. O porta-luvas também é limitado, ainda que exista uma prateleira escondida na parte superior, suficiente para uma carteira ou pequenos objetos. Fora isso, o acabamento é bonito e gostoso ao toque. A precisão da alavanca do câmbio é mediana e a direção tem boa precisão, graças a assistência elétrica.
 
A suspensão é bastante macia. E com o passar do tempo, a Fiat melhorou sua resistência à buracos e valetas. A estabilidade também não decepciona. O Linea 2016 é “gostoso” de ser dirigido. Ele não cansa o moto rista e entrega um conjunto honesto, considerando o custo-benefício.
 
Preços e opcionais
 
O preço inicial do Linea Essence é de R$ 63,9 mil, sendo o veículo mais barato entre os sedans médios da categoria. Os opcionais são:
 
Kit Emotion por R$ 2,3 mil que engloba apoia-braço central dianteiro com porta-objetos; Iluminação interna com efeito night design; Luzes de leitura dianteiras; Painel frontal e das portas na cor bege Golt + aplique nas portas na cor preto brilhante; Revestimento dos bancos em tecido Baltic com faixas exclusivas; Rodas de liga leve 16 polegas com Pneus 205/55; Saída de ar para o banco traseiro; Sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico).
 
Kit Full por R$ 2,2 mil com Ar-condicionado automático digital; Retrovisor interno eletrocrômico; Sensor crepuscular e Sensor de chuva;
 
Side-bags e Window bags por R$ 3,5 mil
 
Kit UCONNECT PREMIUM por R$ 2,6 mil que inclui câmera de ré e central Uconnect Touch Nav.

Avaliações < Voltar
Avaliação: Fiat Linea Essence 2016
 

Avaliação: Fiat Linea Essence 2016

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Linha 2016 acrescenta algumas novidades, como sistema multimídia com tela touch

06 de Março de 2016

O Fiat Linea já não é uma novidade no mercado brasileiro. O modelo já teve os seus altos e baixos no mercado. Na última vez que a Fiat fez uma mudança mais expressiva em 2014 (na linha 2015), ela entendeu que o Linea precisava ter um reposicionamento de preço, para ser mais atrativo ao cliente. Mas recentemente (no ano passado), a marca também inclui novos equipamentos de série em seu sedan médio. Mas a questão é: ainda vale a pena comprar um Fiat Linea?!
 
Com alguns concorrentes completamente renovados como Toyota Corolla e Ford Focus, e outros que passaram suaves mudanças como Chevrolet Cruze, VW Jetta , Citroën C4, Peugeot 408, Renault Fluence; o Fiat Linea parece ter perdido o seu apelo como sedan médio.
 
Mas o fato é que o modelo ainda guarda alguns atributos que podem encantar alguns clientes. E nessa avaliação, destacamos todas as características do modelo que está na versão 2016.
 
As boas características
 
Assim como o Grand Siena é derivado do Palio, o Linea é derivado do Punto. E por conta disso, o Linea é um carro com padrão relativamente moderno. Linea e Punto foram carros já projetados com maior atenção na ergonomia e no padrão de acabamento.
 
A primeira coisa a chamar atenção no Linea é a confortável posição que o moto rista fica ao volante. Pouca gente percebe, mas esse é o único sedan da categoria com um volante anatômico que realmente encaixa a mão do moto rista. Além disso, os bancos da frente também seguem essa anatomia, sendo mais confortáveis para as costas e quadril. Como todo sedan médio, o banco do moto rista conta com ajuste de altura, e o volante com altura e profundidade. Na frente, não falta espaço. Mas nos bancos traseiros, o Linea entrega apenas o “regular”. Afinal, com o menor entre-eixos da categoria, com apenas 2,6 metros, não dá para fazer milagres.
 
Mas o Linea guarda os seus méritos. Não podemos esquecer que ele conta com um porta-malas de generosos 500 litros, não encontrado em alguns concorrentes diretos da sua categoria. Além disso, as dobradiças são pantográficas, não invadindo o espaço das bagagens. Dá para lotar o porta-malas até a boca, sem surpresas na hora de fechar a tampa.
 
Novidades na Linha 2016
 
NA linha 2016, o Linea passou a contar com o sistema mundial Uconnect do grupo FCA, que compreende as funções de entretenimento, comunicação e navegação. Todas as versões 2016 do Linea, trazem de série a central multimídia Uconnect Touch com visor LCD touchscreen colorido de 5 polegadas.
 
Esta nova central multimídia melhora a conectividade do modelo, permitindo maior integração com o carro. Funções de mídia e telefone podem ser comandadas por voz, bastando um toque nos botões do volante multifuncional, ou pelo visor LCD.
 
Entre as funções da nova central multimídia pode-se destacar: Reprodução de músicas por audio streamming; conectividade Bluetooth; Entrada USB compatível com Ipod e Iphone; Leitura e envio de SMS através de mensagens pré-gravadas; Comando de voz (para chamadas SMS e acesso as mídias).
 
Essa central conta ainda com a opção do Uconnect Touch NAV, que inclui sistema de navegação GPS. Esse utiliza o software da TOM TOM (líder mundial em sistema de navegação, pertencente a Google).
 
O software da TOM TOM é altamente configurável permitindo: Planejamento de percurso; Comandos e orientações por voz; Gerenciamento de pontos de interesse; Atualização dos mapas Tom Tom pela entrada USB; Serviços de emergência; Personalização do menu; e Navegação com opção de visualização de mapa em 2D ou 3D. Fato muito importante, que essa central já traz a grande maioria dos radares fixos na memória do aparelho. Ele pode ser configurado para emitir um alerta, toda vez que o moto rista se aproxima de um radar fixo. E o mapa também exibe a velocidade máxima permitida na via.
 
O Fiat Linea 2016 também passa a oferecer câmera de ré, que utiliza o visor LCD do sistema UConnect. Ela trabalha em conjunto com o sensor de estacionamento traseiro, que quando se aproxima de obstáculos emite avisos sonoros para ajudar nas manobras.
 
Na atual linha 2016, existem apenas duas versões do Linea, sendo a Essence e a Absolute. A versão Essence (avaliada aqui) traz painel e acabamento das portas na cor preta mais aplique nas portas e maçanetas internas na cor prata. Como opcional essa versão oferece painel frontal e de portas com texturas na cor bege Golt, aplique nas portas na cor preto brilhante e maçanetas internas na cor prata. Na versão Essence, como opcional, ele conta também com apoia braço com porta-objeto e saída do ar condicionado para os ocupantes do compartimento traseiro. Cabe destacar que vários concorrentes, não tem essa saída de ar.
 
O quadro de instrumentos vem iluminação branca para os comandos internos. O mostradores estão equipados com o “Welcome Moving”. Todas as vezes em que a chave de ignição é acionada, os ponteiros realizam um movimento que checa se todos eles estão funcionando adequadamente, indo rapidamente até o final da escala.
 
Essa versão também está equipada com o Night Design (já presente em outros modelos da Fiat). Trata-se de uma luz guia (em LED) presente no painel frontal e nas portas. O Night Design é opcional na versão Essence.
 
Motor e Câmbio
 
O Fiat Linea 2016 continua contando com o moto r flex 1,8 litro - 16V da família E.torQ. Ele chega à 130 cavalos na gasolina, e 132 cv no etanol. A Fiat ainda não oferece o sistema de partida sem tanquinho da gasolina.
 
O Linea Essence avaliado estava equipado com câmbio manual de cinco marchas. Nessa configuração, o Linea acelera de 0 à 100 km/h em menos de 10 segundos. E chega a máxima de 192 km/h. Sobre o consumo, o Linea equipado com câmbio manual, recebe letra “C” no programa. Com etanol, a média é de 6,7 e 8,2 km/l (cidade e estrada). Na gasolina, sobe para 9,9 e 11,9 km/l.
 
Equipamentos
 
A linha 2016 do Linea conta com algumas tecnológicas já presentes em outros modelos da Fiat. Uma delas é a Sinalização de Frenagem de Emergência (ESS). Trata-se do acionamento intermitente das luzes de freio ao frear bruscamente.
 
O Linea também traz a regulagem elétrica de altura do facho dos faróis. Isso permite ajustar o facho, quando o porta-malas esta carregado. E esse recurso é raramente encontrado nos concorrentes.
 
O Linea conta ainda com o sensor de estacionamento com visualizador gráfico. Além do sinal sonoro, a distância é exibida graficamente no painel do carro. Por fim, está presente o “lane change”. Basta pressionar levemente a alavanca de seta e o
 
De série, a versão Essence conta com volante em couro com comandos para o áudio, computador de bordo, faróis auxiliares, ar-condicionado manual, apoia-braço central traseiro, controlador automático de velocidade, trio elétrico, volante com regulagem de altura/profundidade, Central multimídia com tela de 5" touchscreen, Travas elétricas + Trava automática das portas a 20 km/h, Vidros elétricos dianteiros e traseiros com one touch e antiesmagamento, banco traseiro bipartido, Comando interno de abertura da tampa do tanque de combustível e Comando interno elétrico de abertura do porta-malas.
 
Algumas considerações
 
Não dá para fazer muitas críticas ao Linea (considerando seu custo-benefício).
É verdade que faltam alguns porta-objetos. São poucos os consoles. Um óculos grande com capinha, não encontra um lugar para ser guardado. O porta-luvas também é limitado, ainda que exista uma prateleira escondida na parte superior, suficiente para uma carteira ou pequenos objetos. Fora isso, o acabamento é bonito e gostoso ao toque. A precisão da alavanca do câmbio é mediana e a direção tem boa precisão, graças a assistência elétrica.
 
A suspensão é bastante macia. E com o passar do tempo, a Fiat melhorou sua resistência à buracos e valetas. A estabilidade também não decepciona. O Linea 2016 é “gostoso” de ser dirigido. Ele não cansa o moto rista e entrega um conjunto honesto, considerando o custo-benefício.
 
Preços e opcionais
 
O preço inicial do Linea Essence é de R$ 63,9 mil, sendo o veículo mais barato entre os sedans médios da categoria. Os opcionais são:
 
Kit Emotion por R$ 2,3 mil que engloba apoia-braço central dianteiro com porta-objetos; Iluminação interna com efeito night design; Luzes de leitura dianteiras; Painel frontal e das portas na cor bege Golt + aplique nas portas na cor preto brilhante; Revestimento dos bancos em tecido Baltic com faixas exclusivas; Rodas de liga leve 16 polegas com Pneus 205/55; Saída de ar para o banco traseiro; Sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico).
 
Kit Full por R$ 2,2 mil com Ar-condicionado automático digital; Retrovisor interno eletrocrômico; Sensor crepuscular e Sensor de chuva;
 
Side-bags e Window bags por R$ 3,5 mil
 
Kit UCONNECT PREMIUM por R$ 2,6 mil que inclui câmera de ré e central Uconnect Touch Nav.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!