Revista Comprecar
Avaliação: Honda HR-V EX 2017
Crossover mostra o motivo de ser um campeão de vendas
Avaliação: Honda HR-V EX 2017
26 de Outubro de 2016

Não é de hoje que o crossover da Honda figura entre os modelos mais vendidos da categoria. Tendo como concorrentes outro campeão de vendas, o Jeep Renegade, o HR-V ainda disputa espaço com Renault Duster, Ford EcoSport, Peugeot 2008 e mais recentemente o Nissan Kicks. Mas mesmo com tantos concorrentes, o HR-V ainda continua fazendo muito bonito, quando o assunto é sucesso de vendas.
 
Em 2015, o modelo totalizou 51.147 vendidas no Brasil. Em 2016, o HR-V completou junho como o SUV compacto mais vendido nos seis primeiros meses do ano, com 30.881 veículos. Até agosto, já foram 40.125, e as vendas continuam num bom patamar. Justamente por conta disso, a Honda fez poucas mudanças na linha 2017 do modelo. Afinal, vale a regra: “não se mexe em time que está ganhando”.
 
Melhorias na linha 2017
 
São poucas as novidades da linha 2017, ainda sim acrescentaram melhorias significativas. Todas as versões, da básica a top, o HR-V traz um novo revestimento para as laterais de portas (mais resistente e refinado), controles de som no volante e ganchos para a fixação dos tapetes no assoalho. Mesmo a versão de entrada LX manual, passa a trazer rodas de liga leve de 17 polegadas de série.
 
O HR-V EX foi a versão que mais recebeu melhorias. Ela incorporou ar-condicionado digital automático, paddle-shifts para a seleção de marchas (sete marchas simuladas no CVT) e melhorias no sistema de áudio com a adição de dois tweetters nas colunas dianteiras.
 
Já a versão EXL, passou a incorporar faróis com acendimento automático.
 
HR-V EX 2017
 
Podemos dizer que hoje, a versão é certamente a melhor escolha para quem procura uma relação de custo-benefício no HR-V. A receita de sucesso pode ser explicada da seguinte forma. Para começar, o HR-V vem sempre completo de fábrica. Além disso, a Honda conseguiu estabelecer um ótimo conjunto de moto r e câmbio entregando uma dirigibilidade muito agradável. E por fim, o HR-V reúne alguns atributos uma série de atributos bem relevantes: freio de estacionamento elétrico; programa de estabilidade eletrônico de série em todas as versões e etiqueta “A” no programa de eficiência do INMETRO.
 
Interior funcional
 
O interior do HR-V é único em sua categoria, quando o assunto é versatilidade. Seu console central é elevado, e junto com o painel de instrumentos, sugerem um cockpit. A coluna de direção tem ajuste de altura e profundidade, e o banco do moto rista traz ajuste de altura (sempre manuais).
 
Destaque para o console central que reúne boa oferta de porta-objetos, com um desenho “flutuante”. Na parte de baixo desse painel existem conexões para o sistema de áudio. Em todas as versões, existe prático porta-objetos sob o apoio de braço central (onde a tampa é deslizante). Outro destaque do novo carro é um sistema de saída de ar “triplo” situado bem na frente do passageiro da frente. Uma das saídas pode ser usada para direcionar o ar para o banco traseiro.
 
Alguns equipamentos
 
Como uma versão intermediária, o HR-V EX tem tudo aquilo que é necessário para garantir um bom nível de conforto. O modelo vem equipado com rádio CD-Player duplo DIN com entrada USB, suporte para viva-voz por bluetooth e comandos instalados no volante. Na versão 2017, a inclusão do ar-condicionado digital melhorou ainda mais o conforto. Usando um painel sensível ao toque (o mesmo visto no sedan City), a temperatura digital depois de ajustada é mantida automaticamente, independente da variação externa.
 
Para auxiliar nas manobras, O HR-V também inclui uma câmera de marcha a ré com multivisão. Através de um botão na central, é possível alternar entre uma imagem panomrâmica, zoom e para manobras bem próximas.
 
A versão ainda acrescenta farol de neblina, lanternas traseiras iluminadas em LED, maçanetas externas na cor do veículo, retrovisores elétricos na cor do veículo com indicador de direção e rack de teto.
 
Sistema ULT
 
O espaço interno do HR-V segue a filosofia herdada do Fit. Desenvolvido sob a máxima de “Máximo para o Homem, Mínimo para a Máquina”, traz o tanque de combustível na posição central. Isso melhora o espaço no compartimento de carga, que oferece 431 litros. Com os bancos traseiros totalmente rebatidos, o espaço de carga passa dos 1.000 litros. Mas o preço do bom espaço é cobrado com o uso de um estepe temporário.
 
Já a versatilidade é garantida pelo sistema ULT (Utility Long Tall) de arranjo dos assentos visto no Fit. Ele oferece várias possibilidades de acomodação de carga, independente do volume, comprimento ou altura dos objetos.
 
Motor 1,8 litro FlexOne e câmbio CVT
 
O HR-V só existe com tração dianteira. E justamente por isso, não pode ser considerado um SUV autêntico. Ele também traz o i-VTEC 1.8 litros SOHC (o mesmo usado numa versão já descontinuada do Honda Civic), que inclui o sistema FlexOne. Essa tecnologia dispensa o tanque auxiliar para partida a frio, mesmo em situação de baixa temperatura. Esse moto r entrega potência máxima de 139 cv a 6.300 rpm e torque de 17,44 kgfm a 5.000 rpm com a utilização de etanol – quando abastecido com gasolina, são 140 cv a 6.500 rpm e 17,34 kgfm a 4.800 rpm. Com esse conjunto, e pesando 1.265 kg, a aceleração de 0 a 100 km/h acontece em pouco mais de 10 segundos. E a velocidade máxima é de 180 km/h, sempre com etanol.
 
Dirigibilidade
 
Entre todos os concorrentes diretos, o HR-V é de longe o produto com a melhor dirigibilidade. O moto r 1,8 litro – 16 válvulas mais a transmissão CVT foram muito bem escolhidos. Isso deixa o HR-V  ágil e prático no dia a dia, sem qualquer viés. Nos outros concorrentes, ou não existe câmbio automático na versão topo de linha, ou quando existe, o desempenho não é convincente. E quando o desempenho é bom, é uma versão diesel caríssima! Além disso, o HR-V é muito econômico. Segundo INMETRO, ele faz 7,1 e 10,5 km/l (com etanol) na cidade e na estrada. Com gasolina, a média sobe para 8,5 e 12,1 km/l, respectivamente. Assim, o HR-V é o mais econômico de toda a categoria.
 
Freio de estacionamento elétrico
 
Entre os diferenciais, o HR-V foi o primeiro veículo de produção nacional a trazer freio de estacionamento eletrônico (EPB), de série em todas as versões. O modelo também possui o sistema Brake Hold, que garante grande praticidade nas saídas em pisos inclinados. Quando acionado, mantém o veículo parado em paradas rápidas (mesmo em subidas ou descidas), até o moto rista pisar no acelerador. De forma complementar, HR-V também traz de série o assistente de freio em rampa HSA (Hill Start Assist). Isso o mantém parado em rampas, por alguns segundos adicionais, dando tempo do moto rista acelerar antes dele escorregar para trás.
 
Mais tecnologia embarcada
 
Toda a linha HR-V traz de série, o controle de tração/estabilidade VSA (Vehicle Stability Assist) e o sistema de direção MA-EPS (Motion Adaptive Electric Power Steering). Esse dispositivo interpreta o movimento do volante favorecendo ou enrijecendo o esterço da direção quando ele começa a sair da trajetória em uma curva, auxiliando na retomada do controle do veículo. O sistema de freios a disco nas quatro rodas com ABS (antitravamento) e EBD (distribuição de frenagem) também é item de série. Também são itens de série os pneus 215/55 R17, e as rodas de 17 polegadas. Também de série em todas as versões, o HR-V traz simples toque para abertura e fechamento de todos os vidros.
 
Segurança
 
O HR-V se destaca no quesito segurança, uma vez que conquistou classificação máxima nos testes do Latin NCAP, com cinco estrelas em relação à proteção dos ocupantes, tanto adultos, como crianças. Desde a versão de entrada, o modelo traz trancamento automático das portas com velocidade acima de 15 km/h. Mas apenas na versão EXL (topo de linha) existem airbags laterais nos bancos dianteiros.

Preços linha 2017

O Honda HR-V da versão EX avaliada nessa matéria, bem com as outras versões podem ser encontradas nas concessionárias Honda Caiuás, nas cidades de Sorocaba e Indaiatuba. Os preços são os seguintes:
 
LX MANUAL - R$ 79.900,00
LX CVT - R$ 86.800,00
EX CVT - R$ 93.000,00
EXL CVT - R$ 101.400,00
 
Todas as versões do Honda HR-V contam com 3 anos de garantia, sem limite de quilometragem. Mais informações podem ser vistas no site www.hondacaiuas.com.br

Avaliações < Voltar
Avaliação: Honda HR-V EX 2017
 

Avaliação: Honda HR-V EX 2017

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Crossover mostra o motivo de ser um campeão de vendas

26 de Outubro de 2016

Não é de hoje que o crossover da Honda figura entre os modelos mais vendidos da categoria. Tendo como concorrentes outro campeão de vendas, o Jeep Renegade, o HR-V ainda disputa espaço com Renault Duster, Ford EcoSport, Peugeot 2008 e mais recentemente o Nissan Kicks. Mas mesmo com tantos concorrentes, o HR-V ainda continua fazendo muito bonito, quando o assunto é sucesso de vendas.
 
Em 2015, o modelo totalizou 51.147 vendidas no Brasil. Em 2016, o HR-V completou junho como o SUV compacto mais vendido nos seis primeiros meses do ano, com 30.881 veículos. Até agosto, já foram 40.125, e as vendas continuam num bom patamar. Justamente por conta disso, a Honda fez poucas mudanças na linha 2017 do modelo. Afinal, vale a regra: “não se mexe em time que está ganhando”.
 
Melhorias na linha 2017
 
São poucas as novidades da linha 2017, ainda sim acrescentaram melhorias significativas. Todas as versões, da básica a top, o HR-V traz um novo revestimento para as laterais de portas (mais resistente e refinado), controles de som no volante e ganchos para a fixação dos tapetes no assoalho. Mesmo a versão de entrada LX manual, passa a trazer rodas de liga leve de 17 polegadas de série.
 
O HR-V EX foi a versão que mais recebeu melhorias. Ela incorporou ar-condicionado digital automático, paddle-shifts para a seleção de marchas (sete marchas simuladas no CVT) e melhorias no sistema de áudio com a adição de dois tweetters nas colunas dianteiras.
 
Já a versão EXL, passou a incorporar faróis com acendimento automático.
 
HR-V EX 2017
 
Podemos dizer que hoje, a versão é certamente a melhor escolha para quem procura uma relação de custo-benefício no HR-V. A receita de sucesso pode ser explicada da seguinte forma. Para começar, o HR-V vem sempre completo de fábrica. Além disso, a Honda conseguiu estabelecer um ótimo conjunto de moto r e câmbio entregando uma dirigibilidade muito agradável. E por fim, o HR-V reúne alguns atributos uma série de atributos bem relevantes: freio de estacionamento elétrico; programa de estabilidade eletrônico de série em todas as versões e etiqueta “A” no programa de eficiência do INMETRO.
 
Interior funcional
 
O interior do HR-V é único em sua categoria, quando o assunto é versatilidade. Seu console central é elevado, e junto com o painel de instrumentos, sugerem um cockpit. A coluna de direção tem ajuste de altura e profundidade, e o banco do moto rista traz ajuste de altura (sempre manuais).
 
Destaque para o console central que reúne boa oferta de porta-objetos, com um desenho “flutuante”. Na parte de baixo desse painel existem conexões para o sistema de áudio. Em todas as versões, existe prático porta-objetos sob o apoio de braço central (onde a tampa é deslizante). Outro destaque do novo carro é um sistema de saída de ar “triplo” situado bem na frente do passageiro da frente. Uma das saídas pode ser usada para direcionar o ar para o banco traseiro.
 
Alguns equipamentos
 
Como uma versão intermediária, o HR-V EX tem tudo aquilo que é necessário para garantir um bom nível de conforto. O modelo vem equipado com rádio CD-Player duplo DIN com entrada USB, suporte para viva-voz por bluetooth e comandos instalados no volante. Na versão 2017, a inclusão do ar-condicionado digital melhorou ainda mais o conforto. Usando um painel sensível ao toque (o mesmo visto no sedan City), a temperatura digital depois de ajustada é mantida automaticamente, independente da variação externa.
 
Para auxiliar nas manobras, O HR-V também inclui uma câmera de marcha a ré com multivisão. Através de um botão na central, é possível alternar entre uma imagem panomrâmica, zoom e para manobras bem próximas.
 
A versão ainda acrescenta farol de neblina, lanternas traseiras iluminadas em LED, maçanetas externas na cor do veículo, retrovisores elétricos na cor do veículo com indicador de direção e rack de teto.
 
Sistema ULT
 
O espaço interno do HR-V segue a filosofia herdada do Fit. Desenvolvido sob a máxima de “Máximo para o Homem, Mínimo para a Máquina”, traz o tanque de combustível na posição central. Isso melhora o espaço no compartimento de carga, que oferece 431 litros. Com os bancos traseiros totalmente rebatidos, o espaço de carga passa dos 1.000 litros. Mas o preço do bom espaço é cobrado com o uso de um estepe temporário.
 
Já a versatilidade é garantida pelo sistema ULT (Utility Long Tall) de arranjo dos assentos visto no Fit. Ele oferece várias possibilidades de acomodação de carga, independente do volume, comprimento ou altura dos objetos.
 
Motor 1,8 litro FlexOne e câmbio CVT
 
O HR-V só existe com tração dianteira. E justamente por isso, não pode ser considerado um SUV autêntico. Ele também traz o i-VTEC 1.8 litros SOHC (o mesmo usado numa versão já descontinuada do Honda Civic), que inclui o sistema FlexOne. Essa tecnologia dispensa o tanque auxiliar para partida a frio, mesmo em situação de baixa temperatura. Esse moto r entrega potência máxima de 139 cv a 6.300 rpm e torque de 17,44 kgfm a 5.000 rpm com a utilização de etanol – quando abastecido com gasolina, são 140 cv a 6.500 rpm e 17,34 kgfm a 4.800 rpm. Com esse conjunto, e pesando 1.265 kg, a aceleração de 0 a 100 km/h acontece em pouco mais de 10 segundos. E a velocidade máxima é de 180 km/h, sempre com etanol.
 
Dirigibilidade
 
Entre todos os concorrentes diretos, o HR-V é de longe o produto com a melhor dirigibilidade. O moto r 1,8 litro – 16 válvulas mais a transmissão CVT foram muito bem escolhidos. Isso deixa o HR-V  ágil e prático no dia a dia, sem qualquer viés. Nos outros concorrentes, ou não existe câmbio automático na versão topo de linha, ou quando existe, o desempenho não é convincente. E quando o desempenho é bom, é uma versão diesel caríssima! Além disso, o HR-V é muito econômico. Segundo INMETRO, ele faz 7,1 e 10,5 km/l (com etanol) na cidade e na estrada. Com gasolina, a média sobe para 8,5 e 12,1 km/l, respectivamente. Assim, o HR-V é o mais econômico de toda a categoria.
 
Freio de estacionamento elétrico
 
Entre os diferenciais, o HR-V foi o primeiro veículo de produção nacional a trazer freio de estacionamento eletrônico (EPB), de série em todas as versões. O modelo também possui o sistema Brake Hold, que garante grande praticidade nas saídas em pisos inclinados. Quando acionado, mantém o veículo parado em paradas rápidas (mesmo em subidas ou descidas), até o moto rista pisar no acelerador. De forma complementar, HR-V também traz de série o assistente de freio em rampa HSA (Hill Start Assist). Isso o mantém parado em rampas, por alguns segundos adicionais, dando tempo do moto rista acelerar antes dele escorregar para trás.
 
Mais tecnologia embarcada
 
Toda a linha HR-V traz de série, o controle de tração/estabilidade VSA (Vehicle Stability Assist) e o sistema de direção MA-EPS (Motion Adaptive Electric Power Steering). Esse dispositivo interpreta o movimento do volante favorecendo ou enrijecendo o esterço da direção quando ele começa a sair da trajetória em uma curva, auxiliando na retomada do controle do veículo. O sistema de freios a disco nas quatro rodas com ABS (antitravamento) e EBD (distribuição de frenagem) também é item de série. Também são itens de série os pneus 215/55 R17, e as rodas de 17 polegadas. Também de série em todas as versões, o HR-V traz simples toque para abertura e fechamento de todos os vidros.
 
Segurança
 
O HR-V se destaca no quesito segurança, uma vez que conquistou classificação máxima nos testes do Latin NCAP, com cinco estrelas em relação à proteção dos ocupantes, tanto adultos, como crianças. Desde a versão de entrada, o modelo traz trancamento automático das portas com velocidade acima de 15 km/h. Mas apenas na versão EXL (topo de linha) existem airbags laterais nos bancos dianteiros.

Preços linha 2017

O Honda HR-V da versão EX avaliada nessa matéria, bem com as outras versões podem ser encontradas nas concessionárias Honda Caiuás, nas cidades de Sorocaba e Indaiatuba. Os preços são os seguintes:
 
LX MANUAL - R$ 79.900,00
LX CVT - R$ 86.800,00
EX CVT - R$ 93.000,00
EXL CVT - R$ 101.400,00
 
Todas as versões do Honda HR-V contam com 3 anos de garantia, sem limite de quilometragem. Mais informações podem ser vistas no site www.hondacaiuas.com.br

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!