Revista Comprecar
Avaliação: Novo Citroën Aircross Shine
Nova geração melhora onde o cliente pediu, e agrega melhor custo-benefício
Avaliação: Novo Citroën Aircross Shine
27 de Março de 2016

Apresentado oficialmente no final de 2015, a nova geração do Citroën Aircross chegou às ruas trazendo principalmente as melhorias que o cliente da marca havia pedido. Ainda que a plataforma do carro não tenha sofrido uma mudança estrutural, o modelo ganhou um visual completamente inédito dentro dos produtos da Citroën no Brasil. Além disso, várias evoluções tecnológicas e mecânicas foram feitas para aprimorar o produto final.
 
Evolução no visual
 
Realmente a Citroën fez um ótimo trabalho no visual do novo Aircross. Ele traz um design bem mais ousado. A frente é completamente nova. Assim, os novos faróis são compactos e diferenciados. Outras novidades são as luzes de posição diurnas (DRL) em LEDs, que compõem uma nova assinatura luminosa. Esse é um equipamento de segurança, que se acende sempre que o moto r é ligado. Serve para indicar aproximação do carro para pedestres e outros veículos.
 
Na traseira, o Aircross recebeu novos para-choques, com destaque para a luz de neblina e de ré, além de câmera de ré integrada. O estepe permanece à esquerda da tampa do porta-malas e ganhou um novo acabamento. O conjunto das lanternas traseiras tem novo acabamento em máscara negra.
 
Interior renovado
 
As novidades continuam por dentro do novo Aircross. Um novo painel, com novos formatos e uma nova central multimídia com tela sensível ao toque (touch screen), somam-se aos novos bancos e elementos decorativos. Destaque para uma peça que corta todo o painel. As saídas de ar agora tem um visual quadrado, com os cantos arredondados.
 
Exclusivo para-brisa panorâmico
 
Tanto o moto rista, quanto o passageiro da frente, contam com uma visibilidade periférica ampliada, graças ao para-brisa panorâmico em três partes. Esse desenho cria um ângulo de visão lateral de 29,5°, sendo o melhor do segmento. Também oferece ótima visibilidade superior, chegando a um ângulo de abertura de até 26°. Isso é um exclusividade do Aircross no segmento de aventureiros urbanos.
 
Mais eficiência
 
A versão topo de linha do novo Citroën Aircross, está equipada com o já conhecido moto r 120 VTi Flex Start. Trata-se de um moto r 1.6 litro – 16 válvulas. Nesse, são 122 cv de potência máximo a 5.800 RPM, e um torque máximo de 161 Nm a 4.000 rpm (valores com etanol). Uma das virtudes deste moto r é o generoso torque, onde 80% dele já está disponível a partir de 1.500 RPM.
 
Com a configuração NEO do moto r, mudanças mecânicas foram feitas no 120 VTi Flex Start. Agora, ele utiliza óleo de baixa viscosidade e novos retentores, para diminuir tanto o consumo quanto emissões. Também conta com a tecnologia Flex Start que elimina o reservatório de gasolina (‘’tanquinho’’) situado no compartimento do moto r.
 
Está presente o comando de válvulas variável que faz os tempos de abertura das válvulas e o fluxo de ar/combustível variarem de acordo com a condição de uso. A bomba de óleo variável ajusta automaticamente o fluxo de óleo enviado de acordo com a rotação do moto r e a carga. Como resultado, o moto r absorve menos energia e, com isso, fica mais econômico. Este equipamento permite uma economia de combustível de 1%.
 
Melhoria no câmbio
 
O novo Citroën Aircross Shine vem sempre equipado com a transmissão automática sequencial de quatro marchas. Essa caixa automática oferece agora a possibilidade de troca de marchas na coluna de direção por meio de Paddles Shifts. Este modo “manual” ou “sequencial” permite ao moto rista a escolha da passagem das marchas. Buscando também maior economia de combustível, a caixa automática sequencial teve um alongamento de 5% em todas as leis de passagem.
 
Além disso, houve a inclusão de uma nova função “EcoDrive”: ela muda a lei de passagem, alterando a relação de marchas para favorecer o consumo em até 5% no ciclo urbano. Um pictograma "Eco" aparece no painel de instrumentos sempre que o botão do sistema for acionado na base da alavanca de câmbio. Basta um toque e o câmbio volta a funcionar em modo normal. Agora, todas as versões no novo Aircross, inclusive a topo de linha Shine, recebem classificação “A” no programa de etiquetagem do INMETRO.

Desempenho
 
Com esse conjunto de moto r e câmbio, o Aircross Shine tem velocidade máxima de 172 km/h, e acelera de 0 à 100 km/h em 13,5 segundos. Com isso, o desempenho do Aircross é suficiente para atender as demandas urbanas. Pelo INMETRO a média de consumo na cidade é de 5,9 km/l (etanol) e 8,4 km/l (gasolina). Na estrada sobe para 7,4 e 10,7 km/l, respectivamente.
 
Mais evoluções mecânicas
 
O Aircross também recebeu um sistema de direção com assistência 100% elétrica, que permite grande conforto na condução do dia a dia. De última geração e com grande capacidade de processamento, a nova caixa de direção traz a função Parking, que amplia a diminuição de esforço em manobras de estacionamento.
 
O conjunto de suspensões também evoluiu com uma nova barra estabilizadora traseira e novas leis de amortecimento. A configuração dianteira mantém a configuração McPherson, porém com novas leis de amortecimento em todo o conjunto. Como resultado, o novo Citroën AIRCROSS ficou ainda mais confortável, beneficiando também o prazer ao dirigir.
 
O novo AIRCROSS utiliza pneus verdes de uso misto de última geração desenvolvidos pela Pirelli (Scorpion ATR) de medida 205/60 R16. Eles trazem um coeficiente de atrito menor. Já as versões Start e Live, utilizam pneus de passeio Fuel Saver na medida 195/55 R16.
 
Maior mobilidade
 
Com a proposta de ser um aventureiro urbano, o Aircross cumpre bem o seu papel. Na cidade, o modelo não encontra dificuldades em buracos, lombadas e valetas. A altura livre em relação ao solo é de 12,9 cm. Além disso, o ângulo de entrada é de bons 23 graus. O de saída é ainda maior, com 29,3 graus. Isso permite ao Aircross, garantir grande tranquilidade ao moto rista na hora de enfrentar os buracos, sem muita preocupação.
 
Nova central multimedia
 
A Citroën realmente revolucionou no lançamento da nova geração do Aircross. Os principais destaques na mudança foram um design realmente revolucionário e a inclusão de muita tecnologia embarcada. Essa nova central tem tela tátil, com tecnologia resistiva. Ela inclui todos os recursos de áudio, navegação e conectividade oferecidos como: rádio AM/FM, Bluetooth (incluindo o áudio streaming), USB (áudio com exibição de capas e photo viewer), entrada AUX (auxiliar), calculadora e calendário.   Existem duas opções de centrais. Uma com GPS embarcado, e outra sem GPS. Como essa central é realmente completa, temos uma matéria totalmente dedicada a ela em www.comprecar.com.br/revista/citroen-aircross-tem-a-melhor-central-multimedia-da-marca.
 
As novas versões do Aircross
 
A título de informação, o novo Citroën Aircross amplia agora a sua gama de versões com nova nomemclatura. Elas passam a se chamar Start, Live, Feel e Shine. Essas são as novas nomenclaturas mundiais da marca.
 
A versão Start está disponível com moto r 1.5i e câmbio manual. Sem estepe aparente na traseira, traz de série: direção com assistência elétrica; ar condicionado manual; rodas em aço com pneus de passeio Fuel Saver na medida 195/55 R16; suspensão elevada; novo farol com bloco elíptico bipartido; volante com regulagem de altura e profundidade; controle elétrico dos retrovisores externos, vidros dianteiros e traseiros; banco dianteiro do moto rista com regulagem de altura; computador de bordo e Protetor de cárter. Como opcional o rádio AM/FM/Bluetooth/Entrada Auxiliar. O preço sugerido é de R$ 49.990.
 
A versão Live pode ter o moto r 1.5i com câmbio manual ou moto r 120 Vti Flex Start e câmbio automático. Sem estepe aparente na traseira somam todos os equipamentos da versão Start e acrescentam: barras de teto longitudinais; paddle-Shift e Eco Drive (somente com câmbio automático); Luzes diurnas em LED; Rádio AM/FM/Bluetooth/Entrada Auxiliar. Como opcional existe a Central multimídia com tela touch screen. Com moto r 1.5 o preço é de R$ 53.990. Com moto r 1.6 e câmbio automático sobe para R$ 58.990.
 
O Aircross Feel (antiga Tendance) sai com moto r 120 Vti Flex Start e câmbio manual ou eutomático. Traz os equipamentos da versão Live acrescidos de: Estepe externo de 16” de aço com capa de proteção estilizada; rodas de liga leve com pneus de uso misto Fuel Saver na medida 205/60 R16; faróis de neblina; sistema de alarme ultrassom; indicador de troca de marcha (somente câmbio manual). Os opcionais são central multimídia com tela touch screen e detector de obstáculo traseiro. A versão manual parte de R$ 58.990, e a automática sobe para R$ 63.990.
 
O Aircross Shine (antiga Exclusive) está disponível somente com moto r 120 Vti Flex Start (1.6 litro – 16 válvulas) e câmbio automático. Todos os equipamentos da Feel, mais: Ar condicionado automático; volante revestido em couro; detector de obstáculo traseiro; bancos em couro; câmera de ré; controle de cruzeiro; faróis com acionamento automático; limpador de para-brisa com sensor de chuva e três apoios de cabeça traseiros. Como opcional, o sistema de navegação GPS. O preço inicial é de R$ 69.290.
 
O novo Aircross já está à venda nas concessionárias Citroën do grupo Notre Dame, nas cidades de Sorocaba e Itu. Mais informações pelo telefone (15) 3229-3333 e (11) 2118-3333. Conheça uma oferta da Citroën, clicando AQUI!

Avaliações < Voltar
Avaliação: Novo Citroën Aircross Shine
 

Avaliação: Novo Citroën Aircross Shine

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Nova geração melhora onde o cliente pediu, e agrega melhor custo-benefício

27 de Março de 2016

Apresentado oficialmente no final de 2015, a nova geração do Citroën Aircross chegou às ruas trazendo principalmente as melhorias que o cliente da marca havia pedido. Ainda que a plataforma do carro não tenha sofrido uma mudança estrutural, o modelo ganhou um visual completamente inédito dentro dos produtos da Citroën no Brasil. Além disso, várias evoluções tecnológicas e mecânicas foram feitas para aprimorar o produto final.
 
Evolução no visual
 
Realmente a Citroën fez um ótimo trabalho no visual do novo Aircross. Ele traz um design bem mais ousado. A frente é completamente nova. Assim, os novos faróis são compactos e diferenciados. Outras novidades são as luzes de posição diurnas (DRL) em LEDs, que compõem uma nova assinatura luminosa. Esse é um equipamento de segurança, que se acende sempre que o moto r é ligado. Serve para indicar aproximação do carro para pedestres e outros veículos.
 
Na traseira, o Aircross recebeu novos para-choques, com destaque para a luz de neblina e de ré, além de câmera de ré integrada. O estepe permanece à esquerda da tampa do porta-malas e ganhou um novo acabamento. O conjunto das lanternas traseiras tem novo acabamento em máscara negra.
 
Interior renovado
 
As novidades continuam por dentro do novo Aircross. Um novo painel, com novos formatos e uma nova central multimídia com tela sensível ao toque (touch screen), somam-se aos novos bancos e elementos decorativos. Destaque para uma peça que corta todo o painel. As saídas de ar agora tem um visual quadrado, com os cantos arredondados.
 
Exclusivo para-brisa panorâmico
 
Tanto o moto rista, quanto o passageiro da frente, contam com uma visibilidade periférica ampliada, graças ao para-brisa panorâmico em três partes. Esse desenho cria um ângulo de visão lateral de 29,5°, sendo o melhor do segmento. Também oferece ótima visibilidade superior, chegando a um ângulo de abertura de até 26°. Isso é um exclusividade do Aircross no segmento de aventureiros urbanos.
 
Mais eficiência
 
A versão topo de linha do novo Citroën Aircross, está equipada com o já conhecido moto r 120 VTi Flex Start. Trata-se de um moto r 1.6 litro – 16 válvulas. Nesse, são 122 cv de potência máximo a 5.800 RPM, e um torque máximo de 161 Nm a 4.000 rpm (valores com etanol). Uma das virtudes deste moto r é o generoso torque, onde 80% dele já está disponível a partir de 1.500 RPM.
 
Com a configuração NEO do moto r, mudanças mecânicas foram feitas no 120 VTi Flex Start. Agora, ele utiliza óleo de baixa viscosidade e novos retentores, para diminuir tanto o consumo quanto emissões. Também conta com a tecnologia Flex Start que elimina o reservatório de gasolina (‘’tanquinho’’) situado no compartimento do moto r.
 
Está presente o comando de válvulas variável que faz os tempos de abertura das válvulas e o fluxo de ar/combustível variarem de acordo com a condição de uso. A bomba de óleo variável ajusta automaticamente o fluxo de óleo enviado de acordo com a rotação do moto r e a carga. Como resultado, o moto r absorve menos energia e, com isso, fica mais econômico. Este equipamento permite uma economia de combustível de 1%.
 
Melhoria no câmbio
 
O novo Citroën Aircross Shine vem sempre equipado com a transmissão automática sequencial de quatro marchas. Essa caixa automática oferece agora a possibilidade de troca de marchas na coluna de direção por meio de Paddles Shifts. Este modo “manual” ou “sequencial” permite ao moto rista a escolha da passagem das marchas. Buscando também maior economia de combustível, a caixa automática sequencial teve um alongamento de 5% em todas as leis de passagem.
 
Além disso, houve a inclusão de uma nova função “EcoDrive”: ela muda a lei de passagem, alterando a relação de marchas para favorecer o consumo em até 5% no ciclo urbano. Um pictograma "Eco" aparece no painel de instrumentos sempre que o botão do sistema for acionado na base da alavanca de câmbio. Basta um toque e o câmbio volta a funcionar em modo normal. Agora, todas as versões no novo Aircross, inclusive a topo de linha Shine, recebem classificação “A” no programa de etiquetagem do INMETRO.

Desempenho
 
Com esse conjunto de moto r e câmbio, o Aircross Shine tem velocidade máxima de 172 km/h, e acelera de 0 à 100 km/h em 13,5 segundos. Com isso, o desempenho do Aircross é suficiente para atender as demandas urbanas. Pelo INMETRO a média de consumo na cidade é de 5,9 km/l (etanol) e 8,4 km/l (gasolina). Na estrada sobe para 7,4 e 10,7 km/l, respectivamente.
 
Mais evoluções mecânicas
 
O Aircross também recebeu um sistema de direção com assistência 100% elétrica, que permite grande conforto na condução do dia a dia. De última geração e com grande capacidade de processamento, a nova caixa de direção traz a função Parking, que amplia a diminuição de esforço em manobras de estacionamento.
 
O conjunto de suspensões também evoluiu com uma nova barra estabilizadora traseira e novas leis de amortecimento. A configuração dianteira mantém a configuração McPherson, porém com novas leis de amortecimento em todo o conjunto. Como resultado, o novo Citroën AIRCROSS ficou ainda mais confortável, beneficiando também o prazer ao dirigir.
 
O novo AIRCROSS utiliza pneus verdes de uso misto de última geração desenvolvidos pela Pirelli (Scorpion ATR) de medida 205/60 R16. Eles trazem um coeficiente de atrito menor. Já as versões Start e Live, utilizam pneus de passeio Fuel Saver na medida 195/55 R16.
 
Maior mobilidade
 
Com a proposta de ser um aventureiro urbano, o Aircross cumpre bem o seu papel. Na cidade, o modelo não encontra dificuldades em buracos, lombadas e valetas. A altura livre em relação ao solo é de 12,9 cm. Além disso, o ângulo de entrada é de bons 23 graus. O de saída é ainda maior, com 29,3 graus. Isso permite ao Aircross, garantir grande tranquilidade ao moto rista na hora de enfrentar os buracos, sem muita preocupação.
 
Nova central multimedia
 
A Citroën realmente revolucionou no lançamento da nova geração do Aircross. Os principais destaques na mudança foram um design realmente revolucionário e a inclusão de muita tecnologia embarcada. Essa nova central tem tela tátil, com tecnologia resistiva. Ela inclui todos os recursos de áudio, navegação e conectividade oferecidos como: rádio AM/FM, Bluetooth (incluindo o áudio streaming), USB (áudio com exibição de capas e photo viewer), entrada AUX (auxiliar), calculadora e calendário.   Existem duas opções de centrais. Uma com GPS embarcado, e outra sem GPS. Como essa central é realmente completa, temos uma matéria totalmente dedicada a ela em www.comprecar.com.br/revista/citroen-aircross-tem-a-melhor-central-multimedia-da-marca.
 
As novas versões do Aircross
 
A título de informação, o novo Citroën Aircross amplia agora a sua gama de versões com nova nomemclatura. Elas passam a se chamar Start, Live, Feel e Shine. Essas são as novas nomenclaturas mundiais da marca.
 
A versão Start está disponível com moto r 1.5i e câmbio manual. Sem estepe aparente na traseira, traz de série: direção com assistência elétrica; ar condicionado manual; rodas em aço com pneus de passeio Fuel Saver na medida 195/55 R16; suspensão elevada; novo farol com bloco elíptico bipartido; volante com regulagem de altura e profundidade; controle elétrico dos retrovisores externos, vidros dianteiros e traseiros; banco dianteiro do moto rista com regulagem de altura; computador de bordo e Protetor de cárter. Como opcional o rádio AM/FM/Bluetooth/Entrada Auxiliar. O preço sugerido é de R$ 49.990.
 
A versão Live pode ter o moto r 1.5i com câmbio manual ou moto r 120 Vti Flex Start e câmbio automático. Sem estepe aparente na traseira somam todos os equipamentos da versão Start e acrescentam: barras de teto longitudinais; paddle-Shift e Eco Drive (somente com câmbio automático); Luzes diurnas em LED; Rádio AM/FM/Bluetooth/Entrada Auxiliar. Como opcional existe a Central multimídia com tela touch screen. Com moto r 1.5 o preço é de R$ 53.990. Com moto r 1.6 e câmbio automático sobe para R$ 58.990.
 
O Aircross Feel (antiga Tendance) sai com moto r 120 Vti Flex Start e câmbio manual ou eutomático. Traz os equipamentos da versão Live acrescidos de: Estepe externo de 16” de aço com capa de proteção estilizada; rodas de liga leve com pneus de uso misto Fuel Saver na medida 205/60 R16; faróis de neblina; sistema de alarme ultrassom; indicador de troca de marcha (somente câmbio manual). Os opcionais são central multimídia com tela touch screen e detector de obstáculo traseiro. A versão manual parte de R$ 58.990, e a automática sobe para R$ 63.990.
 
O Aircross Shine (antiga Exclusive) está disponível somente com moto r 120 Vti Flex Start (1.6 litro – 16 válvulas) e câmbio automático. Todos os equipamentos da Feel, mais: Ar condicionado automático; volante revestido em couro; detector de obstáculo traseiro; bancos em couro; câmera de ré; controle de cruzeiro; faróis com acionamento automático; limpador de para-brisa com sensor de chuva e três apoios de cabeça traseiros. Como opcional, o sistema de navegação GPS. O preço inicial é de R$ 69.290.
 
O novo Aircross já está à venda nas concessionárias Citroën do grupo Notre Dame, nas cidades de Sorocaba e Itu. Mais informações pelo telefone (15) 3229-3333 e (11) 2118-3333. Conheça uma oferta da Citroën, clicando AQUI!

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!