Revista Comprecar
Avaliação: Suzuki S-Cross GLS
Versão topo de linha conta com tração 4x4 e vasto pacote de equipamentos
Avaliação: Suzuki S-Cross GLS
08 de Setembro de 2015

A moda dos crossovers chegou mesmo para ficar no mercado brasileiro. Depois dos recém chegados Honda HR-V, Peugeot 2008 e Jeep Renegade, agora é a vez da Suzuki com o S-Cross. E a marca fez a lição de casa para não fazer feio na categoria. O Suzuki S-Cross esta disponível em quatro diferentes versões: GL, duas com acabamento GLX e a GLS topo de linha. Entre as versões disponíveis, o S-Cross pode ser encontrado com opção de tração dianteira ou tração intergral (4WD).
 
Com essas opções, o novo S-Cross chega para representar uma nova geração de crossover, desenvolvida com foco em eficiência e facilidade de uso cotidiano. Para atingir esse objetivo o design foi ponto chave. Outra evolução nesse projeto é a tecnologia TECT (Total Effective Control Technology). Isso deixa a estrutura do S-Cross mais leve. Assim, a dirigibilidade melhora, com maior economia de combustível.
 
Aliás, a versão 4x2 do S-Cross, está avaliada no INMETRO com letra “A” dentro da categoria de utilitário esportivo compacto. E mesmo em relação a classificação geral de todo o programa, o S-Cross recebe letra “B”. Dessa forma, o S-Cross recebe também o selo Conpet de eficiência energética. Dessa forma, a versão 4x2 percorre 11,9 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada. As versões com tração integral (4x4) não foram avaliadas no programa de etiquetagem do INMETRO.
 
Motor e câmbio
 
Para inovar no segmento, o Suzuki S-Cross chega como um crossover leve, com apenas 1.125kg. E por conta disso, a aposta é num moto r mais eficiente. Sob o capô, um moto r 1,6 litro à gasolina com 120 cv de potência e 16 kgfm de torque máximo. O moto r pequeno contribui com a economia de combustível. A partir da versão GLX, só está disponível a transmissão tipo CVT (continuamente variável). Essa transmissão conta com simulação de sete marchas através do paddle-shift instalado no volante. Isso permite trocas de marcha simulando um modo manual.
 
Esse conjunto garante bom desempenho. O S-Cross conta com certa agilidade no transito das cidades. Na estrada, o desempenho é apenas suficiente para um uso regular.
 
Sistema ALL GRIP
 
O Suzuki S-Cross pode estar equipado com sistema de tração nas quatro rodas, apenas nas versões GLX e GLS. E quando equipado com essa tração, ele inclui um eficiente sistema de gerenciamento, batizado de All Grip. Funciona assim: Normalmente, a tração é apenas nas rodas dianteiras. Mas o sistema pode acoplar a traseira quando necessário.
 
O sistema All Grip interpreta a condição de rodagem, combinado com o escorregamento dos pneus, e modula a distribuição de torque entre as rodas e o esforço do volante. Se necessário, o sistema aplica frenagem de forma individual em qualquer uma das rodas para garantir aderência e tração. A tecnologia do All Grip incorpora um padrão de segurança ativa, pois controla a transmissão, o moto r, sistema de direção e acoplamento do eixo traseiro, quando necessário.
 
São quatro diferentes modos:
 
AUTO: favorece maior economia de combustível em condições normais de uso e automaticamente muda de 2WD para 4WD, de acordo com as necessidades do terreno.
 
SPORT: Aumenta o giro nas trocas de marchas e mantém a rotação alta para uma resposta imediata. O sistema ainda transfere torque para o eixo traseiro para promover melhor desempenho em curvas, privilegiando uma direção mais esportiva.
 
SNOW/MUD: otimiza o desempenho em pisos de baixa aderência como neve, lama ou outras superfícies escorregadias. O uso do modo SNOW / MUD também controla a tendência ao sobre esterço e subesterço, mesmo nos pisos mais escorregadios.
 
LOCK (4WD): para uso no fora de estrada em piso de baixa aderência, auxilia a saída do veículo quando atolado em lama, areia, neve, etc. O torque fica dividido em quase 50/50 entre os eixos.
 
A suspensão dianteira é do tipo MacPherson com amortecedores pressurizados, molas progressivas e barra estabilizadora. O conjunto da suspensão traseira conta com eixo de torção, tubular e de geometria de efeito direcional. O S-Cross vem equipado com rodas aro 17 em estilo Black & Diamond e pneus Pirelli P-Zero Nero 225/50 R17. Na versão GLS, são 19 cm de altura livre em relação ao solo. Isso permite boa mobilidade ao S-Cross. Lombadas, valetas e guias de calçadas não são problemas para o S-Cross. Estradas de terra e caminhos de areia de praia também podem ser transpostos, sem maiores problemas.
 
Amplo interior
 
Outro destaque do S-Cross é o bom espaço interno para moto rista e passageiros, com destaque para os bancos traseiros com duas posições de ajuste, descansa braço (com porta copos) e rebatíveis em um terço e dois terços, que permitem que o espaço seja utilizado de diversas maneiras, ampliando os 440 litros do porta-malas, para até 1.269 litros com os bancos completamente rebatidos.
 
O porta-malas conta com uma tampa que nivela o assoalho com os bancos rebatidos, facilitando a acomodação de objetos maiores. Abaixo da tampa ainda há espaço para outros volumes, além de dois compartimentos laterais que podem ser abertos para objetos largos. A tampa pode ser removida ou baixada no piso da área de bagagem, permitindo que itens altos possam ser carregados.
 
Graças aos 2,6 metros de entreeixos, e a altura de 1,6 metros, o S-Cross é bastante espaçoso por dentro. Em especial no banco traseiro. Assim, é possível acomodar até três adultos, com relativo conforto. E o encosto do banco traseiro também é reclinável em duas posições.
 
Motorista e passageiro da frente também contam com bom espaço. O moto rista tem posição de dirigir ereta e confortável. O volante, além de assistência elétrica, inclui regulagem de altura e ajuste de profundidade. O banco do moto rista vem com ajuste manual de altura.
 
Boa segurança
 
Sob o aspecto de segurança, o S-Cross também conta ampla lista de equipamentos. O modelo chega equipado com freios ABS de nona geração; barras de proteção lateral; cintos de segurança com pré-tensionador e coluna de direção deformável e pedal de freio desarmável. A partir da versão GLX, ele vem equipado com controle de estabilidade (ESP) e tração e seis air-bags. O novo S-Cross conquistou a classificação de cinco estrelas para ocupantes (adultos e crianças) e pedestres no (Euro NCAP), figurando como um dos modelos mais seguro da categoria.
 
Mais equipamentos
 
O S-Cross pode estar equipado com Hill Holder a partir da versão GLX. Isso facilita saídas em rampas e evita que o carro se movimente para trás quando o condutor move o seu pé do pedal do freio para o pedal do acelerador. Para facilitar as manobras, o S-Cross traz sensores de proximidade dianteiro e traseiro integrada ao computador de bordo com 12 funções.
 
Exclusivamente na versão GLS, O S-Cross pode contar também com teto solar double sliding. Ocupando praticamente todo o teto do veículo, proporciona maior visibilidade. Ele conta ainda com defletor aerodinâmico, função antiesmagamento e fechamento automático. Outro equipamento da versão topo de linha é o Keyless que incorpora três funções: abrir e dar a partida no veiculo sem que precise tirar as chaves do bolso ou bolsa; abertura e fechamento das portas através do chaveiro e também incorpora o imobilizador que inibe a partida do veículo sem a presença da chave. O sistema ainda alerta no computador de bordo quando a bateria do chaveiro está fraca.
 
O S-Cross traz sistema Multimídia que engloba rádio FM, CD player, suporte a MP3, entrada USB no console central e vídeo de 8 polegadas com navegação integrada.
 
Outro equipamento que esta presente na versão topo de gama é o sistema de faróis de xenon nos focos alto e baixo, lanternas com iluminação em LED e ajuste de altura do facho com lavador das lentes.
 
Um destaque de estilo, presente apenas na versão GLS, é a opção de diferentes combinações de cores entre teto e carroceria. As combinações de cores são: Bronze/Bege, Cinza/Preto, Prata/Preto e Branco/Preto.
 
Preço e versões
 
São quatro opções disponíveis no S-Cross, com os seguintes preços sugeridos: R$ 74.900,00 na GL com câmbio manual; R$ 88.900,00 no GLX com câmbio CVT; R$ 95.900,00 no GLX com tração 4WD e câmbio CVT e R$ 105.900,00 na versão GLS com tração 4WD e câmbio CVT.
 
Mais informações sobre o S-Cross podem ser vistas em moto rs.com.br/]www.aiko moto rs.com.br[/url]

Avaliações < Voltar
Avaliação: Suzuki S-Cross GLS
 

Avaliação: Suzuki S-Cross GLS

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Versão topo de linha conta com tração 4x4 e vasto pacote de equipamentos

08 de Setembro de 2015

A moda dos crossovers chegou mesmo para ficar no mercado brasileiro. Depois dos recém chegados Honda HR-V, Peugeot 2008 e Jeep Renegade, agora é a vez da Suzuki com o S-Cross. E a marca fez a lição de casa para não fazer feio na categoria. O Suzuki S-Cross esta disponível em quatro diferentes versões: GL, duas com acabamento GLX e a GLS topo de linha. Entre as versões disponíveis, o S-Cross pode ser encontrado com opção de tração dianteira ou tração intergral (4WD).
 
Com essas opções, o novo S-Cross chega para representar uma nova geração de crossover, desenvolvida com foco em eficiência e facilidade de uso cotidiano. Para atingir esse objetivo o design foi ponto chave. Outra evolução nesse projeto é a tecnologia TECT (Total Effective Control Technology). Isso deixa a estrutura do S-Cross mais leve. Assim, a dirigibilidade melhora, com maior economia de combustível.
 
Aliás, a versão 4x2 do S-Cross, está avaliada no INMETRO com letra “A” dentro da categoria de utilitário esportivo compacto. E mesmo em relação a classificação geral de todo o programa, o S-Cross recebe letra “B”. Dessa forma, o S-Cross recebe também o selo Conpet de eficiência energética. Dessa forma, a versão 4x2 percorre 11,9 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada. As versões com tração integral (4x4) não foram avaliadas no programa de etiquetagem do INMETRO.
 
Motor e câmbio
 
Para inovar no segmento, o Suzuki S-Cross chega como um crossover leve, com apenas 1.125kg. E por conta disso, a aposta é num moto r mais eficiente. Sob o capô, um moto r 1,6 litro à gasolina com 120 cv de potência e 16 kgfm de torque máximo. O moto r pequeno contribui com a economia de combustível. A partir da versão GLX, só está disponível a transmissão tipo CVT (continuamente variável). Essa transmissão conta com simulação de sete marchas através do paddle-shift instalado no volante. Isso permite trocas de marcha simulando um modo manual.
 
Esse conjunto garante bom desempenho. O S-Cross conta com certa agilidade no transito das cidades. Na estrada, o desempenho é apenas suficiente para um uso regular.
 
Sistema ALL GRIP
 
O Suzuki S-Cross pode estar equipado com sistema de tração nas quatro rodas, apenas nas versões GLX e GLS. E quando equipado com essa tração, ele inclui um eficiente sistema de gerenciamento, batizado de All Grip. Funciona assim: Normalmente, a tração é apenas nas rodas dianteiras. Mas o sistema pode acoplar a traseira quando necessário.
 
O sistema All Grip interpreta a condição de rodagem, combinado com o escorregamento dos pneus, e modula a distribuição de torque entre as rodas e o esforço do volante. Se necessário, o sistema aplica frenagem de forma individual em qualquer uma das rodas para garantir aderência e tração. A tecnologia do All Grip incorpora um padrão de segurança ativa, pois controla a transmissão, o moto r, sistema de direção e acoplamento do eixo traseiro, quando necessário.
 
São quatro diferentes modos:
 
AUTO: favorece maior economia de combustível em condições normais de uso e automaticamente muda de 2WD para 4WD, de acordo com as necessidades do terreno.
 
SPORT: Aumenta o giro nas trocas de marchas e mantém a rotação alta para uma resposta imediata. O sistema ainda transfere torque para o eixo traseiro para promover melhor desempenho em curvas, privilegiando uma direção mais esportiva.
 
SNOW/MUD: otimiza o desempenho em pisos de baixa aderência como neve, lama ou outras superfícies escorregadias. O uso do modo SNOW / MUD também controla a tendência ao sobre esterço e subesterço, mesmo nos pisos mais escorregadios.
 
LOCK (4WD): para uso no fora de estrada em piso de baixa aderência, auxilia a saída do veículo quando atolado em lama, areia, neve, etc. O torque fica dividido em quase 50/50 entre os eixos.
 
A suspensão dianteira é do tipo MacPherson com amortecedores pressurizados, molas progressivas e barra estabilizadora. O conjunto da suspensão traseira conta com eixo de torção, tubular e de geometria de efeito direcional. O S-Cross vem equipado com rodas aro 17 em estilo Black & Diamond e pneus Pirelli P-Zero Nero 225/50 R17. Na versão GLS, são 19 cm de altura livre em relação ao solo. Isso permite boa mobilidade ao S-Cross. Lombadas, valetas e guias de calçadas não são problemas para o S-Cross. Estradas de terra e caminhos de areia de praia também podem ser transpostos, sem maiores problemas.
 
Amplo interior
 
Outro destaque do S-Cross é o bom espaço interno para moto rista e passageiros, com destaque para os bancos traseiros com duas posições de ajuste, descansa braço (com porta copos) e rebatíveis em um terço e dois terços, que permitem que o espaço seja utilizado de diversas maneiras, ampliando os 440 litros do porta-malas, para até 1.269 litros com os bancos completamente rebatidos.
 
O porta-malas conta com uma tampa que nivela o assoalho com os bancos rebatidos, facilitando a acomodação de objetos maiores. Abaixo da tampa ainda há espaço para outros volumes, além de dois compartimentos laterais que podem ser abertos para objetos largos. A tampa pode ser removida ou baixada no piso da área de bagagem, permitindo que itens altos possam ser carregados.
 
Graças aos 2,6 metros de entreeixos, e a altura de 1,6 metros, o S-Cross é bastante espaçoso por dentro. Em especial no banco traseiro. Assim, é possível acomodar até três adultos, com relativo conforto. E o encosto do banco traseiro também é reclinável em duas posições.
 
Motorista e passageiro da frente também contam com bom espaço. O moto rista tem posição de dirigir ereta e confortável. O volante, além de assistência elétrica, inclui regulagem de altura e ajuste de profundidade. O banco do moto rista vem com ajuste manual de altura.
 
Boa segurança
 
Sob o aspecto de segurança, o S-Cross também conta ampla lista de equipamentos. O modelo chega equipado com freios ABS de nona geração; barras de proteção lateral; cintos de segurança com pré-tensionador e coluna de direção deformável e pedal de freio desarmável. A partir da versão GLX, ele vem equipado com controle de estabilidade (ESP) e tração e seis air-bags. O novo S-Cross conquistou a classificação de cinco estrelas para ocupantes (adultos e crianças) e pedestres no (Euro NCAP), figurando como um dos modelos mais seguro da categoria.
 
Mais equipamentos
 
O S-Cross pode estar equipado com Hill Holder a partir da versão GLX. Isso facilita saídas em rampas e evita que o carro se movimente para trás quando o condutor move o seu pé do pedal do freio para o pedal do acelerador. Para facilitar as manobras, o S-Cross traz sensores de proximidade dianteiro e traseiro integrada ao computador de bordo com 12 funções.
 
Exclusivamente na versão GLS, O S-Cross pode contar também com teto solar double sliding. Ocupando praticamente todo o teto do veículo, proporciona maior visibilidade. Ele conta ainda com defletor aerodinâmico, função antiesmagamento e fechamento automático. Outro equipamento da versão topo de linha é o Keyless que incorpora três funções: abrir e dar a partida no veiculo sem que precise tirar as chaves do bolso ou bolsa; abertura e fechamento das portas através do chaveiro e também incorpora o imobilizador que inibe a partida do veículo sem a presença da chave. O sistema ainda alerta no computador de bordo quando a bateria do chaveiro está fraca.
 
O S-Cross traz sistema Multimídia que engloba rádio FM, CD player, suporte a MP3, entrada USB no console central e vídeo de 8 polegadas com navegação integrada.
 
Outro equipamento que esta presente na versão topo de gama é o sistema de faróis de xenon nos focos alto e baixo, lanternas com iluminação em LED e ajuste de altura do facho com lavador das lentes.
 
Um destaque de estilo, presente apenas na versão GLS, é a opção de diferentes combinações de cores entre teto e carroceria. As combinações de cores são: Bronze/Bege, Cinza/Preto, Prata/Preto e Branco/Preto.
 
Preço e versões
 
São quatro opções disponíveis no S-Cross, com os seguintes preços sugeridos: R$ 74.900,00 na GL com câmbio manual; R$ 88.900,00 no GLX com câmbio CVT; R$ 95.900,00 no GLX com tração 4WD e câmbio CVT e R$ 105.900,00 na versão GLS com tração 4WD e câmbio CVT.
 
Mais informações sobre o S-Cross podem ser vistas em moto rs.com.br/]www.aiko moto rs.com.br[/url]

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!