Revista Comprecar
Conheça o carro mais rápido do mundo
Hennessey Venom GT é capaz de chegar a 435,3 km/h (ou até mais). Não resta dúvidas: a humanidade é mesmo fascinada por velocidade.
Conheça o carro mais rápido do mundo
03 de Janeiro de 2017

Hennessey Venom GT é capaz de chegar a 435,3 km/h (ou até mais).
Não resta dúvidas: a humanidade é mesmo fascinada por velocidade. Prova disso é a constante disputa pelo título de carro mais rápido do mundo. Já faz um bom tempo que os recordes de velocidade vão muito além do possível em qualquer trânsito, mas a disputa continua e com uma curiosa controvérsia envolvendo o tão cobiçado reconhecimento do Livro dos Recordes como o “carro de produção mais caro do mundo”.
 
Veja abaixo quais são as três máquinas mais velozes.
 
Hennessey Venom GT

O último recorde de velocidade de carros de produção é do Hennessey Venom GT. Em fevereiro de 2014, o superesportivo estadunidense atingiu a marca de 435,3 km/h na pista de pousos de veículos espaciais da NASA, na Flórida.
 
O desempenho também garantiu ao Venom GT o recorde de aceleração com 13,18 segundos de 0 a 300 km/h. De 0 a 100 km/h, o tempo estimado é de 2,2 segundos.
 
O moto r era um V8 de 7.0 litros e 1.261 cavalos de potência. Em 2015, a potência foi aumentada para 1.451 cavalos. Com a atualização, a estimativa de velocidade máxima da fabricante aumentou para 450 km/h.
 
Apesar do feito, a performance não serviu para colocar o Venom GT no Guinness Book. Para que isso ocorra, a Hennessey deverá realizar um teste dentro dos critérios do Guinness World Records.
 
O valor do superesportivo é estimado em US$ 1,2 milhão, o equivalente a R$ 3,894 milhões.
 
Bugatti Veyron 16.4 Super Sport
 
O Bugatti Veyron é uma máquina lendária que realizou feitos históricos e ainda tem o reconhecimento oficial do Livro dos Recordes como o carro de produção mais veloz do mundo, apesar da polêmica.
 
Em 2005, ele foi o primeiro a passar dos 400 km/h, chegando a 408,4 km/h. Em 2010, a versão Super Sport quebrou seu próprio recorde, com 431,072 km/h, numa mostra de supremacia.
 
Até que, em 2013, a Hennessey reivindicou o título de mais veloz para o Venom GT, citado acima, porém com uma marca inferior, de 427,6 km/h. O argumento da fabricante americana é que o Bugatti Veyron vendido nas lojas tem um limitador eletrônico que restringe a velocidade a 415,2 km/h, desativado para a realização do teste.
 
Em um primeiro momento, o Guinness World Records entendeu que a Bugatti desrespeitou o regulamento oficial e invalidou o recorde do Veyron, mas voltou atrás da decisão após ouvir vários especialistas, com a conclusão de que a desativação do limitador não altera o desempenho ou qualquer outro aspecto mecânico ou estético do veículo. De acordo com a Bugatti, o limitador de velocidade é colocado nos carros por questões de segurança, especificamente dos pneus.
 
O moto r dessa fera é um W16 de 8.0 litros com quatro turbos e 1.200 cavalos de potência. A Bugatti informa que todas as unidades do Veyron 16.4 Super Sport foram vendidas. Estima-se que a produção desta máquina foi limitada a 30 unidades, cada uma vendida por mais de US$ 2 milhões.
 
Ford GT

É dele o maior recorde de todos: 455,8 km/h, atingidos em outubro de 2012, também na pista de pouso da NASA. Detalhe: essa marca alucinante foi alcançada em apenas uma milha, o equivalente 1,609 km.
 
Como o recorde foi atingido por uma versão bastante modificada do Ford GT, que não pode ser considerado um modelo de produção, o feito ficou registrado em uma categoria específica do Guinness Book.
 
O carro estava equipado com um moto r biturbo de 1.723 cavalos. Mas o principal responsável, segundo a Ford, foi uma liga especial de alumínio capaz de suportar altíssimas temperaturas, produzido com base em tecnologias aeroespaciais.
 
O feito do Ford GT permite a suposição de que os carros de rua ainda não atingiram os limites de desempenho e eficiência. Será que um dia vamos quebrar a barreira dos 500 km/h? É esperar para ver.

Notícias < Voltar
Conheça o carro mais rápido do mundo
 

Conheça o carro mais rápido do mundo

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Hennessey Venom GT é capaz de chegar a 435,3 km/h (ou até mais). Não resta dúvidas: a humanidade é mesmo fascinada por velocidade.

03 de Janeiro de 2017

Hennessey Venom GT é capaz de chegar a 435,3 km/h (ou até mais).
Não resta dúvidas: a humanidade é mesmo fascinada por velocidade. Prova disso é a constante disputa pelo título de carro mais rápido do mundo. Já faz um bom tempo que os recordes de velocidade vão muito além do possível em qualquer trânsito, mas a disputa continua e com uma curiosa controvérsia envolvendo o tão cobiçado reconhecimento do Livro dos Recordes como o “carro de produção mais caro do mundo”.
 
Veja abaixo quais são as três máquinas mais velozes.
 
Hennessey Venom GT

O último recorde de velocidade de carros de produção é do Hennessey Venom GT. Em fevereiro de 2014, o superesportivo estadunidense atingiu a marca de 435,3 km/h na pista de pousos de veículos espaciais da NASA, na Flórida.
 
O desempenho também garantiu ao Venom GT o recorde de aceleração com 13,18 segundos de 0 a 300 km/h. De 0 a 100 km/h, o tempo estimado é de 2,2 segundos.
 
O moto r era um V8 de 7.0 litros e 1.261 cavalos de potência. Em 2015, a potência foi aumentada para 1.451 cavalos. Com a atualização, a estimativa de velocidade máxima da fabricante aumentou para 450 km/h.
 
Apesar do feito, a performance não serviu para colocar o Venom GT no Guinness Book. Para que isso ocorra, a Hennessey deverá realizar um teste dentro dos critérios do Guinness World Records.
 
O valor do superesportivo é estimado em US$ 1,2 milhão, o equivalente a R$ 3,894 milhões.
 
Bugatti Veyron 16.4 Super Sport
 
O Bugatti Veyron é uma máquina lendária que realizou feitos históricos e ainda tem o reconhecimento oficial do Livro dos Recordes como o carro de produção mais veloz do mundo, apesar da polêmica.
 
Em 2005, ele foi o primeiro a passar dos 400 km/h, chegando a 408,4 km/h. Em 2010, a versão Super Sport quebrou seu próprio recorde, com 431,072 km/h, numa mostra de supremacia.
 
Até que, em 2013, a Hennessey reivindicou o título de mais veloz para o Venom GT, citado acima, porém com uma marca inferior, de 427,6 km/h. O argumento da fabricante americana é que o Bugatti Veyron vendido nas lojas tem um limitador eletrônico que restringe a velocidade a 415,2 km/h, desativado para a realização do teste.
 
Em um primeiro momento, o Guinness World Records entendeu que a Bugatti desrespeitou o regulamento oficial e invalidou o recorde do Veyron, mas voltou atrás da decisão após ouvir vários especialistas, com a conclusão de que a desativação do limitador não altera o desempenho ou qualquer outro aspecto mecânico ou estético do veículo. De acordo com a Bugatti, o limitador de velocidade é colocado nos carros por questões de segurança, especificamente dos pneus.
 
O moto r dessa fera é um W16 de 8.0 litros com quatro turbos e 1.200 cavalos de potência. A Bugatti informa que todas as unidades do Veyron 16.4 Super Sport foram vendidas. Estima-se que a produção desta máquina foi limitada a 30 unidades, cada uma vendida por mais de US$ 2 milhões.
 
Ford GT

É dele o maior recorde de todos: 455,8 km/h, atingidos em outubro de 2012, também na pista de pouso da NASA. Detalhe: essa marca alucinante foi alcançada em apenas uma milha, o equivalente 1,609 km.
 
Como o recorde foi atingido por uma versão bastante modificada do Ford GT, que não pode ser considerado um modelo de produção, o feito ficou registrado em uma categoria específica do Guinness Book.
 
O carro estava equipado com um moto r biturbo de 1.723 cavalos. Mas o principal responsável, segundo a Ford, foi uma liga especial de alumínio capaz de suportar altíssimas temperaturas, produzido com base em tecnologias aeroespaciais.
 
O feito do Ford GT permite a suposição de que os carros de rua ainda não atingiram os limites de desempenho e eficiência. Será que um dia vamos quebrar a barreira dos 500 km/h? É esperar para ver.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!