Revista Comprecar
Escolha um Renault Sandero diferente do comum
Opção do visual esportivo ou alma esportiva é uma realidade acessível para o consumidor
Escolha um Renault Sandero diferente do comum
30 de Outubro de 2016

Não é de hoje que uma expressiva parte do consumidor brasileiro, mantém um desejo por ter um carro esportivo. É muito comum encontrar pessoas equipando os carros, para conseguir um visual mais arrojado. Mas um carro esportivo de verdade, geralmente, custa caro. E são poucas as opções com um visual esportivo de fábrica. Aliás, a moda é hoje dos carros com perfil aventureiro. Então, quem busca e gosta de um esportivo com custo acessível tem poucas opções. Mas na Renault, a situação é diferente. A marca tem hoje em sua linha o esportivo de verdade “mais barato do Brasil” com o Sandero R.S. Muito mais do que uma fantasia, essa versão garante esportividade real. E para quem só quer um visual esportivo, mas um carro normal no dia a dia, também conta com a opção da série GT Line. Dessa forma, a Renault é sem sobra de dúvida, a melhor opção para quem busca a esportividade original de fábrica, e acessível.
 
Sandero GT Line
 
Na prática, o Sandero GT Line é a versão topo de linha do Sandero (a Dynamique), com um visual esportivo. Então, sem alterações mecânicas ou de performance, a versão GT Line é indicada para o cliente que procura um carro com visual diferente, mas preservando o custo-benefício de um Sandero tradicional.
 
Em relação a versão Dynamique, o GT Line acrescenta: Rodas de 16 polegadas com desenho específico e escurecidas, novo para-choque exclusivo, nova grade frontal, aerofólio, difusor e saias laterais. Tudo isso para sugerir um visual mais aerodinâmico ao carro.
 
Assim como acontece na versão Dynamique, o Sandero GT Line vem equipado com moto r 1,6 litros – 8 válvulas batizado pela Renault de Hi-Power. Ele produz até 106 cv quando abastecido com etanol, e 98 cv com gasolina. O torque máximo é 15,5 kgfm com etanol e 14,5 kgfm com gasolina. Um fato relevante é a disponibilidade de 85% do torque a partir de 1.500 rpm. Isso ajuda bastante no uso urbano, garantindo a agilidade do carro em acelerações e retomadas de velocidade. Junto com esse moto r, está um câmbio manual de cinco marchas. Não está disponível o câmbio robotizado Easy R nessa versão.
 
Com esse conjunto, o Sandero GT Line acelera de 0 a 100 km/h em 11,2 segundos com gasolina (ou 11,0 segundos com etanol). Já a velocidade máxima é de 177 km/h na gasolina, ou 179 km/h no etanol.
 
Sandero R.S.
 
Desenhado e desenvolvido pela Renault Sport, o Sandero R.S. 2.0 é um esportivo de verdade. Equipado com moto r 2.0 litros flex aspirado (F4R, o mesmo do Duster), com 150 cv de potência máxima e 20,9 kgfm de torque, mais um câmbio manual de seis marchas com relações escolhidas para maior esportividade, o modelo chega a máxima de 202 km/h, e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 8 segundos! Assim, o novo Renault Sandero R.S. 2.0 se destaca por sua capacidade de proporcionar sensações esportivas desde o primeiro toque no acelerador. Esse moto r entrega uma ótima performance, intensificada pelo peso de apenas 1.161 kg (proporcionando uma excelente relação peso-potência de 7,74 kg/cv.). Assim, ele é o único hatch-back compacto com moto r 2.0 litros.
 
Falando do câmbio, a escolha foi por relações mais curtas. Assim, em sexta marcha o moto r esta girando à quase 3.500 RPM numa velocidade de 120 km/h. Realmente a sensação é de um câmbio muito curto. Dá pra sair da imobilidade, em segunda marcha, sem muito problema. Lembrando que tudo isso, foi pensado para dar uma pegada realmente esportiva ao carro.
 
De Sandero, só ficou o visual da carroceria. A versão R.S. traz uma suspensão consideravelmente modificada, freios à disco nas quatro rodas desenhados para performance, controle eletrônico de estabilidade (ESP) com ajuste esportivo e direção com assistência eletro-hidráulica (EPHS).
 
A parte mais divertida é que usuário pode escolher três modos de condução através do botão “R.S. drive”: Standard, Sport e Sport+, neste último o ESP e o controle de tração são completamente desligados.
 
O Sandero R.S é um carro que transpira esportividade em todos os sentidos. Pra começar, ele tem um banco envolvente, e uma direção com assistência eletro-hidráulica que a deixa mais pesada, intencionalmente. Além disso, a suspensão é retrabalhada e mais dura. Com distância do solo 26 mm menor que o Sandero Dynamique, o R.S. traz barras estabilizadoras frontais 17% mais rígidas e um eixo traseiro 65% mais rígido em comparação com o Sandero Dynamique. As novas molas são mais firmes (aumento de 92% na frente e 10% atrás), combinadas a amortecedores hidráulicos exclusivos. Tudo para deixar o carro mais na mão, em curvas fortes e condução esportiva.
 
Por fora, essa versão traz novos para-choques (dianteiros e traseiros), rodas 195/55 R16 escurecidas com acabamento ‘Black Aluminium’, saias laterais, spoiler traseiro, dupla saída do escapamento, espelhos retrovisores na cor preta brilhante e inscrições R.S. espalhadas pelo carro. Pela primeira vez, um Sandero traz luzes diurnas (DRL) em LED, únicos na gama. Essas substituíram o farol auxiliar de neblina. O interior segue a mesma proposta. Ele traz pedaleiras de alumínio e bancos dianteiros tipo concha. Com estrutura envolvente, os bancos com desenho específico proporcionam sustentação lateral própria para as corridas. Já os apoios de cabeça são gravados com a assinatura R.S. O revestimento tem um visual esportivo com tecido em dois tons de cinza, com pespontos na cor vermelha. O volante e a manopla de câmbio são exclusividades também. As cores do painel de instrumentos são específicos dessa versão R.S., as saídas de ar ganharam detalhes na cor vermelha e os puxadores das portas são na cor Dark Metal.
 
Preços
 
O Sandero GT Line pode ser encontrado com preços a partir de R$ 52.270, com câmbio manual. Existe ainda a opção do câmbio robotizado de simples embreagem nessa versão. Para quem busca a verdadeira esportividade, a opção é o Sandero R.S. que tem preço sugerido a partir de R$ 62.125. Detalhe importante é que não existe concorrente direto para o Sandero R.S. considerando a sua faixa de preço.
 
Para mais informações acesse: www.valecrenault.com.br

Notícias < Voltar
Escolha um Renault Sandero diferente do comum
 

Escolha um Renault Sandero diferente do comum

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Opção do visual esportivo ou alma esportiva é uma realidade acessível para o consumidor

30 de Outubro de 2016

Não é de hoje que uma expressiva parte do consumidor brasileiro, mantém um desejo por ter um carro esportivo. É muito comum encontrar pessoas equipando os carros, para conseguir um visual mais arrojado. Mas um carro esportivo de verdade, geralmente, custa caro. E são poucas as opções com um visual esportivo de fábrica. Aliás, a moda é hoje dos carros com perfil aventureiro. Então, quem busca e gosta de um esportivo com custo acessível tem poucas opções. Mas na Renault, a situação é diferente. A marca tem hoje em sua linha o esportivo de verdade “mais barato do Brasil” com o Sandero R.S. Muito mais do que uma fantasia, essa versão garante esportividade real. E para quem só quer um visual esportivo, mas um carro normal no dia a dia, também conta com a opção da série GT Line. Dessa forma, a Renault é sem sobra de dúvida, a melhor opção para quem busca a esportividade original de fábrica, e acessível.
 
Sandero GT Line
 
Na prática, o Sandero GT Line é a versão topo de linha do Sandero (a Dynamique), com um visual esportivo. Então, sem alterações mecânicas ou de performance, a versão GT Line é indicada para o cliente que procura um carro com visual diferente, mas preservando o custo-benefício de um Sandero tradicional.
 
Em relação a versão Dynamique, o GT Line acrescenta: Rodas de 16 polegadas com desenho específico e escurecidas, novo para-choque exclusivo, nova grade frontal, aerofólio, difusor e saias laterais. Tudo isso para sugerir um visual mais aerodinâmico ao carro.
 
Assim como acontece na versão Dynamique, o Sandero GT Line vem equipado com moto r 1,6 litros – 8 válvulas batizado pela Renault de Hi-Power. Ele produz até 106 cv quando abastecido com etanol, e 98 cv com gasolina. O torque máximo é 15,5 kgfm com etanol e 14,5 kgfm com gasolina. Um fato relevante é a disponibilidade de 85% do torque a partir de 1.500 rpm. Isso ajuda bastante no uso urbano, garantindo a agilidade do carro em acelerações e retomadas de velocidade. Junto com esse moto r, está um câmbio manual de cinco marchas. Não está disponível o câmbio robotizado Easy R nessa versão.
 
Com esse conjunto, o Sandero GT Line acelera de 0 a 100 km/h em 11,2 segundos com gasolina (ou 11,0 segundos com etanol). Já a velocidade máxima é de 177 km/h na gasolina, ou 179 km/h no etanol.
 
Sandero R.S.
 
Desenhado e desenvolvido pela Renault Sport, o Sandero R.S. 2.0 é um esportivo de verdade. Equipado com moto r 2.0 litros flex aspirado (F4R, o mesmo do Duster), com 150 cv de potência máxima e 20,9 kgfm de torque, mais um câmbio manual de seis marchas com relações escolhidas para maior esportividade, o modelo chega a máxima de 202 km/h, e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 8 segundos! Assim, o novo Renault Sandero R.S. 2.0 se destaca por sua capacidade de proporcionar sensações esportivas desde o primeiro toque no acelerador. Esse moto r entrega uma ótima performance, intensificada pelo peso de apenas 1.161 kg (proporcionando uma excelente relação peso-potência de 7,74 kg/cv.). Assim, ele é o único hatch-back compacto com moto r 2.0 litros.
 
Falando do câmbio, a escolha foi por relações mais curtas. Assim, em sexta marcha o moto r esta girando à quase 3.500 RPM numa velocidade de 120 km/h. Realmente a sensação é de um câmbio muito curto. Dá pra sair da imobilidade, em segunda marcha, sem muito problema. Lembrando que tudo isso, foi pensado para dar uma pegada realmente esportiva ao carro.
 
De Sandero, só ficou o visual da carroceria. A versão R.S. traz uma suspensão consideravelmente modificada, freios à disco nas quatro rodas desenhados para performance, controle eletrônico de estabilidade (ESP) com ajuste esportivo e direção com assistência eletro-hidráulica (EPHS).
 
A parte mais divertida é que usuário pode escolher três modos de condução através do botão “R.S. drive”: Standard, Sport e Sport+, neste último o ESP e o controle de tração são completamente desligados.
 
O Sandero R.S é um carro que transpira esportividade em todos os sentidos. Pra começar, ele tem um banco envolvente, e uma direção com assistência eletro-hidráulica que a deixa mais pesada, intencionalmente. Além disso, a suspensão é retrabalhada e mais dura. Com distância do solo 26 mm menor que o Sandero Dynamique, o R.S. traz barras estabilizadoras frontais 17% mais rígidas e um eixo traseiro 65% mais rígido em comparação com o Sandero Dynamique. As novas molas são mais firmes (aumento de 92% na frente e 10% atrás), combinadas a amortecedores hidráulicos exclusivos. Tudo para deixar o carro mais na mão, em curvas fortes e condução esportiva.
 
Por fora, essa versão traz novos para-choques (dianteiros e traseiros), rodas 195/55 R16 escurecidas com acabamento ‘Black Aluminium’, saias laterais, spoiler traseiro, dupla saída do escapamento, espelhos retrovisores na cor preta brilhante e inscrições R.S. espalhadas pelo carro. Pela primeira vez, um Sandero traz luzes diurnas (DRL) em LED, únicos na gama. Essas substituíram o farol auxiliar de neblina. O interior segue a mesma proposta. Ele traz pedaleiras de alumínio e bancos dianteiros tipo concha. Com estrutura envolvente, os bancos com desenho específico proporcionam sustentação lateral própria para as corridas. Já os apoios de cabeça são gravados com a assinatura R.S. O revestimento tem um visual esportivo com tecido em dois tons de cinza, com pespontos na cor vermelha. O volante e a manopla de câmbio são exclusividades também. As cores do painel de instrumentos são específicos dessa versão R.S., as saídas de ar ganharam detalhes na cor vermelha e os puxadores das portas são na cor Dark Metal.
 
Preços
 
O Sandero GT Line pode ser encontrado com preços a partir de R$ 52.270, com câmbio manual. Existe ainda a opção do câmbio robotizado de simples embreagem nessa versão. Para quem busca a verdadeira esportividade, a opção é o Sandero R.S. que tem preço sugerido a partir de R$ 62.125. Detalhe importante é que não existe concorrente direto para o Sandero R.S. considerando a sua faixa de preço.
 
Para mais informações acesse: www.valecrenault.com.br

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!