Revista Comprecar
Fiat esta vendendo a divisão Ferrari!
FCA anuncia intenção de desmembrar a Ferrari
02 de Novembro de 2014

O Conselho de Administração da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou na última quarta-feira, 29 de outubro, que, juntamente com a implementação do plano de capital da FCA apropriado para o sucesso do Grupo no longo prazo, autorizou a separação (spin-off) da Ferrari SpA. (“Ferrari”) da FCA. A separação será efetivada por meio de uma oferta pública de 10% da participação da FCA na Ferrari e uma distribuição das ações restantes da Ferrari em poder da FCA para os acionistas da FCA. A FCA espera que as ações da Ferrari sejam listadas nos Estados Unidos e possivelmente em uma bolsa europeia.
 
“Estou feliz de ter dado esse passo adicional no desenvolvimento da FCA. Junto com a recente listagem das ações da FCA na bolsa de valores de Nova York, a separação da Ferrari preservará a renomada herança italiana e posição exclusiva do negócio Ferrari, além de permitir aos acionistas da FCA continuar a se beneficiar do valor substancial inerente a esse negócio”, disse John Elkann, Presidente do Conselho da FCA.
 
O CEO da FCA Sergio Marchionne acrescentou: “Após a aquisição da participação minoritária na Chrysler no início deste ano, a transformação da Fiat e Chrysler na FCA foi concluída no início deste mês com nossa estreia na Bolsa de Nova York. Conforme avançamos para assegurar o Plano de Negócios 2014-2018 da FCA e trabalhamos para maximizar o valor de nossos negócios para os acionistas, é apropriado perseguirmos caminhos diferentes para FCA e Ferrari”. Marchionne continuou: “O Conselho apoia a determinação dos gestores de que esta transação representa a melhor linha de ação para a FCA suportar o sucesso de longo prazo do Grupo, enquanto ao mesmo tempo reforça substancialmente sua base de capital”.
 
A Ferrari pode ter um valor de mercado entre € 5 bilhões a 5,8 bilhões, segundo corretores. Analistas têm há tempos que a FCA, com dívida industrial líquida de € 11,4 bilhões no final de setembro, precisava levantar capital para reforçar o seu balanço, especialmente em um momento em que luta contra perdas na Europa e o enfraquecimento de mercados latino-americanos. Parece que a estratégia do grupo é justamente sanear as operações financeiras da nova companhia FCA, ao mesmo tempo que garante a continuidade da Ferrari como uma empresa independente e saneada por novos acionistas.
 

Notícias < Voltar
 

Fiat esta vendendo a divisão Ferrari!

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

FCA anuncia intenção de desmembrar a Ferrari

02 de Novembro de 2014

O Conselho de Administração da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou na última quarta-feira, 29 de outubro, que, juntamente com a implementação do plano de capital da FCA apropriado para o sucesso do Grupo no longo prazo, autorizou a separação (spin-off) da Ferrari SpA. (“Ferrari”) da FCA. A separação será efetivada por meio de uma oferta pública de 10% da participação da FCA na Ferrari e uma distribuição das ações restantes da Ferrari em poder da FCA para os acionistas da FCA. A FCA espera que as ações da Ferrari sejam listadas nos Estados Unidos e possivelmente em uma bolsa europeia.
 
“Estou feliz de ter dado esse passo adicional no desenvolvimento da FCA. Junto com a recente listagem das ações da FCA na bolsa de valores de Nova York, a separação da Ferrari preservará a renomada herança italiana e posição exclusiva do negócio Ferrari, além de permitir aos acionistas da FCA continuar a se beneficiar do valor substancial inerente a esse negócio”, disse John Elkann, Presidente do Conselho da FCA.
 
O CEO da FCA Sergio Marchionne acrescentou: “Após a aquisição da participação minoritária na Chrysler no início deste ano, a transformação da Fiat e Chrysler na FCA foi concluída no início deste mês com nossa estreia na Bolsa de Nova York. Conforme avançamos para assegurar o Plano de Negócios 2014-2018 da FCA e trabalhamos para maximizar o valor de nossos negócios para os acionistas, é apropriado perseguirmos caminhos diferentes para FCA e Ferrari”. Marchionne continuou: “O Conselho apoia a determinação dos gestores de que esta transação representa a melhor linha de ação para a FCA suportar o sucesso de longo prazo do Grupo, enquanto ao mesmo tempo reforça substancialmente sua base de capital”.
 
A Ferrari pode ter um valor de mercado entre € 5 bilhões a 5,8 bilhões, segundo corretores. Analistas têm há tempos que a FCA, com dívida industrial líquida de € 11,4 bilhões no final de setembro, precisava levantar capital para reforçar o seu balanço, especialmente em um momento em que luta contra perdas na Europa e o enfraquecimento de mercados latino-americanos. Parece que a estratégia do grupo é justamente sanear as operações financeiras da nova companhia FCA, ao mesmo tempo que garante a continuidade da Ferrari como uma empresa independente e saneada por novos acionistas.
 

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!