Revista Comprecar
Honda apresenta Novo Civic Geração 10 no Brasil
Produzido no país, o sedan chegará ao mercado completamente renovado e com preços a partir de R$ 87.900
Honda apresenta Novo Civic Geração 10 no Brasil
21 de Julho de 2016

A Honda fez uma pré-estreia no Brasil do Novo Civic Geração 10. Trata-se da maior e mais extensa renovação do modelo em toda sua história. E o modelo que será fabricado no Brasil é muito parecido com o modelo vendido nos Estados Unidos.
 
O Novo Civic geração 10 foi renovado em praticamente todos os aspectos: plataforma, interior com mais espaço e materiais de alta qualidade, dois novos conjuntos motrizes e uma gama de equipamentos inéditos.
 
O novo Civic é mais baixo e largo, com um pequeno balanço frontal e um conjunto de rodas e pneus mais largos que criam uma combinação mais esportiva das rodas com a carroceria.
 
Conforto e espaço
 
O interior completamente novo está mais sofisticado e utiliza matérias de alta qualidade. Além disso, o acabamento e encaixe das peças recebeu atenção especial para reforçar o aspecto superior desta nova geração.
 
O entre-eixos alongado e a carroceria larga do modelo resultam em um dos automóveis com maior espaço para os ocupantes do segmento. Com o aumento das medidas para ombros, quadris, pernas e joelhos, o Civic entrega mais conforto.
 
O modelo oferece um ângulo de visão frontal de 84,3º, líder em sua categoria, graças às colunas A com design ultrafino, 18,2 mm mais estreitas que as colunas da geração anterior.
 
Os engenheiros da Honda conseguiram liberar mais espaço para as pernas do moto rista reduzindo o avanço do painel de instrumentos na área dos joelhos, da mesma forma que o espaço para as pernas no banco traseiro foi ampliado em 27 mm. O porta-malas foi significativamente ampliado para até 525 litros, o maior da categoria, com posição de carregamento baixa, ampla abertura e área de carga mais larga que a do modelo anterior. O console central, completamente reconfigurado, traz 7,2 litros de capacidade, permitindo o alojamento de tablets ou de garrafas de água grandes, com a tampa fechada.
 
Versões para diferentes perfis
 
O novo Civic chegará ao mercado em três propostas: EX e EXL, com um perfil mais elegante e focado no conforto e na tecnologia, para atrair os consumidores atuais do modelo; as inéditas Sport, com personalidade esportiva e jovial; e Touring (nome que a Honda utiliza internacionalmente para definir os modelos topo de linha), com apelo superior para competir com os sedãs premium. Serão duas opções de transmissão, sendo uma manual de seis velocidades (Sport), e uma continuamente variável: (Sport, EX, EXL e Touring). O novo Civic também terá duas opções de moto rização – 2.0 FlexOne, para as versões Sport, EX e EXL e 1.5 Turbo para a Touring.
 
Em todas as propostas, o Civic já oferece um pacote completo de equipamentos onde se destacam: ar-condicionado digital, freio de estacionamento eletrônico com função Brake-Hold, controle de cruzeiro, botão ECON de modo de condução econômico, vidros elétricos com função “um toque” para subida/descida em todas as posições, sistema de som com quatro alto-falantes, conexões bluetooth e USB e comandos no volante, câmera para manobras em ré, entre muitos outros. As versões com transmissão CVT trazem ainda aletas para trocas de marcha atrás do volante.
 
Em relação a segurança, o Civic oferece em todas as versões airbags frontais, laterais e de cortina, controle de tração e estabilidade VSA (Vehicle Stability Assist), sistema de partida em aclive (HSA), sistema de vetorização de torque baseado em frenagem Agile Handling Assist (AHA), luz de frenagem de emergência (pisca de forma intermitente em frenagens emergenciais), além de freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), luzes de rodagem diurna (DRL) e lanternas traseiras em LED, faróis de neblina, sistema ISOFIX para fixação de cadeirinhas e aviso de esquecimento dos cintos dianteiros.
 
Motores
 
A 10ª geração chega ao mercado com dois novos conjuntos motrizes, com destaque para a eficiência energética. A moto rização 2.0 i-VTEC FlexOne (evolução do moto r já existente no Civic atual), com 155 cv a 6.300 rpm e 19.5kgfm a 4.800 rpm no etanol – disponível nas versões EX, EXL e Sport –  é acoplada pela primeira vez à transmissão continuamente variável (CVT), permitindo um rodar mais confortável e uma melhor eficiência energética. A transmissão traz a opção de sete marchas simuladas que podem ser trocadas por borboletas atrás do volante. A versão Sport traz também, também uma caixa manual de seis velocidades como opção.
 
O novo moto r 1.5 de quatro cilindros, que equipa a versão Touring, traz turbo de baixa inércia, injeção direta, variação de tempo de abertura de válvulas (VTC) e válvula wastegate eletrônica, gerando 173 cv a 5.500 rpm, com o torque linear de 22.4 kgfm entre 1.700 rpm a 5.500 rpm. Este propulsor é acoplado a uma nova transmissão continuamente variável (CVT) que entrega ampla potência ao longo de toda a faixa de trabalho do moto r.
 
Estes moto res trazem uma série de recursos para redução de atrito, além de aprimoramentos no desenho e engenharia para combinar potência e baixo consumo de combustível. Na classificação do CONPET, ambos receberam o selo de eficiência energética, com nota A em sua categoria. A eficiência dos conjuntos se comprova também na classificação geral do estudo com nota A para o moto r 1.5 turbo e B para o 2.0.
 
Carroceria e aerodinâmica
 
A rigidez torcional foi ampliada em 25%, enquanto o peso da carroceria foi reduzido em 22 kg se comparado à geração anterior do modelo. A rigidez da carroceria nos pontos de montagem da suspensão e do subchassi foi consideravelmente ampliada.
 
O design fluido do novo Civic é combinado a componentes aerodinâmicos, como a cobertura de todo o assoalho e das caixas de roda dianteira e traseira, e abafadores de escapamento otimizados. A combinação do coeficiente aerodinâmico e da área frontal foi aprimorada se comparada com a geração anterior.
 
Suspensão
 
Construído sob a base de uma carroceria ultrarrígida e leve, o sistema de suspensão da 10ª geração adota a configuração mais sofisticada de sua história. O conjunto totalmente independente de suspensões inclui a configuração, inédita no modelo, de multibraços montados no subchassi traseiro, para um alto nível de estabilidade lateral.
 
Buchas de suspensão hidráulicas, uma solução normalmente adotada em carros maiores e mais caros, foram adotadas pela primeira vez no Civic, melhorando o conforto de rodagem e reduzindo as vibrações sem comprometimento da dirigibilidade esportiva. O carro também adotou buchas conectadas nas barras estabilizadoras na dianteira e traseira para um comportamento de suspensão suave e progressivo. A nova caixa de direção elétrica com duplo pinhão e relação variável, inédita no Civic, permite maior precisão de direção e senso de controle – com apenas 2,2 voltas de batente a batente (contra 3,1 voltas do modelo anterior), que proporciona ótima condução em baixas velocidades.
 
O carro está 45 mm mais largo e adota pneus com diâmetro 15 mm maiores, melhorando a dirigibilidade e a aderência lateral, enquanto o entre-eixos 30 mm maior melhora a qualidade de rodagem em pistas onduladas ou esburacadas.
 
Ruído, vibração e ressonância
 
Materiais de isolamento acústico de alta qualidade foram adotados junto a soluções de design para alcançar um novo nível de silêncio na categoria, incluindo a adoção de novos métodos para medir e reduzir a fuga de ar do habitáculo do Civic. Com base em testes internos da Honda, houve uma redução destas fugas, se comparado com a geração anterior.
 
A redução de ruídos foi alcançada também por meio de: uso de selagem tripla da porta, novos isolantes no capô, defletores de calor acústicos, revestimento nas caixas de roda traseiras e carpete interno moldado com fibra. A versão Touring traz ainda para-brisa acústico e coberturas adicionais no assoalho.
 
Produção
 
O Novo Civic Geração 10 é produzido na unidade de Sumaré da Honda, no interior de São Paulo, onde também são fabricados os modelos HR-V, Fit e City.
 
Equipamentos
 
Cada versão do Novo Civic Geração 10 traz equipamentos condizentes com o perfil de seu consumidor, adequando o veículo à sua proposta de uso. Para os clientes que buscam conforto e tecnologia há as versões EX e EXL: a versão EX traz, como equipamentos de série do Civic, as rodas de 17 polegadas com acabamento diamantado, bem como a grade frontal cromada. O modelo também recebe retrovisores rebatíveis eletricamente com repetidores laterais integrados em LED, faróis com acendimento automático, bancos revestidos em couro com costuras, velocímetro digital e áudio com tela de 5 polegadas.
 
A EXL, por sua vez, acrescenta ar-condicionado automático de duas zonas, multimídia com tela de sete polegadas touchscreen com navegador e interface para smartphone, entrada HDMI, duas portas USB, dois tweeters dianteiros e dois traseiros. Além disso, agrega como destaque o painel de instrumentos com tela de TFT de alta definição, inédito na categoria.
 
A versão Sport, inédita, tem como complemento aos itens de série, equipamentos que acentuam o caráter esportivo. A grade frontal é em black piano e as rodas de 17” são escurecidas, exclusivas da versão. Internamente, a forração bancos em tecido é na cor preta. A versão recebe ainda o velocímetro digital com conta-giros analógico e áudio com tela de 5 polegadas. A versão Sport é a única que pode ser equipada com a transmissão manual de seis velocidades.
 
A versão Touring traz o potente moto r 1.5 Turbo associado à nova transmissão CVT, e agrega equipamentos inéditos não só para o modelo, mas também para o segmento. Caso do sistema LaneWatch, que estreou no Accord e minimiza os pontos cegos por meio de uma câmera posicionada abaixo do retrovisor direito, reproduzindo as imagens na tela central e oferecendo mais segurança em mudanças de faixa; e do conjunto ótico dianteiro Full LED (totalmente em LED), inclusive os faróis de neblina.
 
Este modelo traz também entre seus equipamentos, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, bancos dianteiros com ajuste elétrico em oito direções, sensor de chuva, retrovisor interno fotocrômico, teto solar elétrico, e sistema de partida por botão no painel ou pelo controle re moto , que permite, também, a entrada e partida do carro sem a necessidade de acionar a chave. Outro diferencial da versão é o painel e guarnição das portas com acabamento em alumínio escovado e as maçanetas externas cromadas, reforçando a sofisticação da versão.
 
Conectividade com Apple CarPlay e Android Auto
 
Em suas versões EXL e Touring, adota a nova tela de sete polegadas sensível ao toque que agrega as funções multimídia, navegação e de interação do condutor com o carro. O sistema é compatível com as interfaces Apple CarPlay e Android Auto, permitindo uma integração das funções dos smartphones com o automóvel, incluindo aplicativos, reprodução de áudio via streaming, busca por meio de comandos de voz e o acesso a uma série de aplicativos para smartphones.
 
Comercialização
 
O novo Civic estará disponível em todas as concessionárias Honda do Brasil, a partir de 25/08. A pré-venda do modelo se inicia em 30/07. O sedã estará disponível em uma cor inédita: a pintura especial Branco Estelar (perolizada) que recebe uma camada adicional, acrescentando brilho diferenciado e exclusivo, além das já conhecidas Branco Tafetá (sólida), Cinza Barium (metálica), Prata Platinum (metálica) e Preto Cristal (perolizada).
 
Preços:
 
Sport Manual: R$ 87.900
 
Sport CVT: R$ 94.900
 
EX CVT: R$ 98.400
 
EXL CVT: R$ 105.900
 
Touring: R$ 124.900

Lançamentos < Voltar
Honda apresenta Novo Civic Geração 10 no Brasil
 

Honda apresenta Novo Civic Geração 10 no Brasil

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Produzido no país, o sedan chegará ao mercado completamente renovado e com preços a partir de R$ 87.900

21 de Julho de 2016

A Honda fez uma pré-estreia no Brasil do Novo Civic Geração 10. Trata-se da maior e mais extensa renovação do modelo em toda sua história. E o modelo que será fabricado no Brasil é muito parecido com o modelo vendido nos Estados Unidos.
 
O Novo Civic geração 10 foi renovado em praticamente todos os aspectos: plataforma, interior com mais espaço e materiais de alta qualidade, dois novos conjuntos motrizes e uma gama de equipamentos inéditos.
 
O novo Civic é mais baixo e largo, com um pequeno balanço frontal e um conjunto de rodas e pneus mais largos que criam uma combinação mais esportiva das rodas com a carroceria.
 
Conforto e espaço
 
O interior completamente novo está mais sofisticado e utiliza matérias de alta qualidade. Além disso, o acabamento e encaixe das peças recebeu atenção especial para reforçar o aspecto superior desta nova geração.
 
O entre-eixos alongado e a carroceria larga do modelo resultam em um dos automóveis com maior espaço para os ocupantes do segmento. Com o aumento das medidas para ombros, quadris, pernas e joelhos, o Civic entrega mais conforto.
 
O modelo oferece um ângulo de visão frontal de 84,3º, líder em sua categoria, graças às colunas A com design ultrafino, 18,2 mm mais estreitas que as colunas da geração anterior.
 
Os engenheiros da Honda conseguiram liberar mais espaço para as pernas do moto rista reduzindo o avanço do painel de instrumentos na área dos joelhos, da mesma forma que o espaço para as pernas no banco traseiro foi ampliado em 27 mm. O porta-malas foi significativamente ampliado para até 525 litros, o maior da categoria, com posição de carregamento baixa, ampla abertura e área de carga mais larga que a do modelo anterior. O console central, completamente reconfigurado, traz 7,2 litros de capacidade, permitindo o alojamento de tablets ou de garrafas de água grandes, com a tampa fechada.
 
Versões para diferentes perfis
 
O novo Civic chegará ao mercado em três propostas: EX e EXL, com um perfil mais elegante e focado no conforto e na tecnologia, para atrair os consumidores atuais do modelo; as inéditas Sport, com personalidade esportiva e jovial; e Touring (nome que a Honda utiliza internacionalmente para definir os modelos topo de linha), com apelo superior para competir com os sedãs premium. Serão duas opções de transmissão, sendo uma manual de seis velocidades (Sport), e uma continuamente variável: (Sport, EX, EXL e Touring). O novo Civic também terá duas opções de moto rização – 2.0 FlexOne, para as versões Sport, EX e EXL e 1.5 Turbo para a Touring.
 
Em todas as propostas, o Civic já oferece um pacote completo de equipamentos onde se destacam: ar-condicionado digital, freio de estacionamento eletrônico com função Brake-Hold, controle de cruzeiro, botão ECON de modo de condução econômico, vidros elétricos com função “um toque” para subida/descida em todas as posições, sistema de som com quatro alto-falantes, conexões bluetooth e USB e comandos no volante, câmera para manobras em ré, entre muitos outros. As versões com transmissão CVT trazem ainda aletas para trocas de marcha atrás do volante.
 
Em relação a segurança, o Civic oferece em todas as versões airbags frontais, laterais e de cortina, controle de tração e estabilidade VSA (Vehicle Stability Assist), sistema de partida em aclive (HSA), sistema de vetorização de torque baseado em frenagem Agile Handling Assist (AHA), luz de frenagem de emergência (pisca de forma intermitente em frenagens emergenciais), além de freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), luzes de rodagem diurna (DRL) e lanternas traseiras em LED, faróis de neblina, sistema ISOFIX para fixação de cadeirinhas e aviso de esquecimento dos cintos dianteiros.
 
Motores
 
A 10ª geração chega ao mercado com dois novos conjuntos motrizes, com destaque para a eficiência energética. A moto rização 2.0 i-VTEC FlexOne (evolução do moto r já existente no Civic atual), com 155 cv a 6.300 rpm e 19.5kgfm a 4.800 rpm no etanol – disponível nas versões EX, EXL e Sport –  é acoplada pela primeira vez à transmissão continuamente variável (CVT), permitindo um rodar mais confortável e uma melhor eficiência energética. A transmissão traz a opção de sete marchas simuladas que podem ser trocadas por borboletas atrás do volante. A versão Sport traz também, também uma caixa manual de seis velocidades como opção.
 
O novo moto r 1.5 de quatro cilindros, que equipa a versão Touring, traz turbo de baixa inércia, injeção direta, variação de tempo de abertura de válvulas (VTC) e válvula wastegate eletrônica, gerando 173 cv a 5.500 rpm, com o torque linear de 22.4 kgfm entre 1.700 rpm a 5.500 rpm. Este propulsor é acoplado a uma nova transmissão continuamente variável (CVT) que entrega ampla potência ao longo de toda a faixa de trabalho do moto r.
 
Estes moto res trazem uma série de recursos para redução de atrito, além de aprimoramentos no desenho e engenharia para combinar potência e baixo consumo de combustível. Na classificação do CONPET, ambos receberam o selo de eficiência energética, com nota A em sua categoria. A eficiência dos conjuntos se comprova também na classificação geral do estudo com nota A para o moto r 1.5 turbo e B para o 2.0.
 
Carroceria e aerodinâmica
 
A rigidez torcional foi ampliada em 25%, enquanto o peso da carroceria foi reduzido em 22 kg se comparado à geração anterior do modelo. A rigidez da carroceria nos pontos de montagem da suspensão e do subchassi foi consideravelmente ampliada.
 
O design fluido do novo Civic é combinado a componentes aerodinâmicos, como a cobertura de todo o assoalho e das caixas de roda dianteira e traseira, e abafadores de escapamento otimizados. A combinação do coeficiente aerodinâmico e da área frontal foi aprimorada se comparada com a geração anterior.
 
Suspensão
 
Construído sob a base de uma carroceria ultrarrígida e leve, o sistema de suspensão da 10ª geração adota a configuração mais sofisticada de sua história. O conjunto totalmente independente de suspensões inclui a configuração, inédita no modelo, de multibraços montados no subchassi traseiro, para um alto nível de estabilidade lateral.
 
Buchas de suspensão hidráulicas, uma solução normalmente adotada em carros maiores e mais caros, foram adotadas pela primeira vez no Civic, melhorando o conforto de rodagem e reduzindo as vibrações sem comprometimento da dirigibilidade esportiva. O carro também adotou buchas conectadas nas barras estabilizadoras na dianteira e traseira para um comportamento de suspensão suave e progressivo. A nova caixa de direção elétrica com duplo pinhão e relação variável, inédita no Civic, permite maior precisão de direção e senso de controle – com apenas 2,2 voltas de batente a batente (contra 3,1 voltas do modelo anterior), que proporciona ótima condução em baixas velocidades.
 
O carro está 45 mm mais largo e adota pneus com diâmetro 15 mm maiores, melhorando a dirigibilidade e a aderência lateral, enquanto o entre-eixos 30 mm maior melhora a qualidade de rodagem em pistas onduladas ou esburacadas.
 
Ruído, vibração e ressonância
 
Materiais de isolamento acústico de alta qualidade foram adotados junto a soluções de design para alcançar um novo nível de silêncio na categoria, incluindo a adoção de novos métodos para medir e reduzir a fuga de ar do habitáculo do Civic. Com base em testes internos da Honda, houve uma redução destas fugas, se comparado com a geração anterior.
 
A redução de ruídos foi alcançada também por meio de: uso de selagem tripla da porta, novos isolantes no capô, defletores de calor acústicos, revestimento nas caixas de roda traseiras e carpete interno moldado com fibra. A versão Touring traz ainda para-brisa acústico e coberturas adicionais no assoalho.
 
Produção
 
O Novo Civic Geração 10 é produzido na unidade de Sumaré da Honda, no interior de São Paulo, onde também são fabricados os modelos HR-V, Fit e City.
 
Equipamentos
 
Cada versão do Novo Civic Geração 10 traz equipamentos condizentes com o perfil de seu consumidor, adequando o veículo à sua proposta de uso. Para os clientes que buscam conforto e tecnologia há as versões EX e EXL: a versão EX traz, como equipamentos de série do Civic, as rodas de 17 polegadas com acabamento diamantado, bem como a grade frontal cromada. O modelo também recebe retrovisores rebatíveis eletricamente com repetidores laterais integrados em LED, faróis com acendimento automático, bancos revestidos em couro com costuras, velocímetro digital e áudio com tela de 5 polegadas.
 
A EXL, por sua vez, acrescenta ar-condicionado automático de duas zonas, multimídia com tela de sete polegadas touchscreen com navegador e interface para smartphone, entrada HDMI, duas portas USB, dois tweeters dianteiros e dois traseiros. Além disso, agrega como destaque o painel de instrumentos com tela de TFT de alta definição, inédito na categoria.
 
A versão Sport, inédita, tem como complemento aos itens de série, equipamentos que acentuam o caráter esportivo. A grade frontal é em black piano e as rodas de 17” são escurecidas, exclusivas da versão. Internamente, a forração bancos em tecido é na cor preta. A versão recebe ainda o velocímetro digital com conta-giros analógico e áudio com tela de 5 polegadas. A versão Sport é a única que pode ser equipada com a transmissão manual de seis velocidades.
 
A versão Touring traz o potente moto r 1.5 Turbo associado à nova transmissão CVT, e agrega equipamentos inéditos não só para o modelo, mas também para o segmento. Caso do sistema LaneWatch, que estreou no Accord e minimiza os pontos cegos por meio de uma câmera posicionada abaixo do retrovisor direito, reproduzindo as imagens na tela central e oferecendo mais segurança em mudanças de faixa; e do conjunto ótico dianteiro Full LED (totalmente em LED), inclusive os faróis de neblina.
 
Este modelo traz também entre seus equipamentos, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, bancos dianteiros com ajuste elétrico em oito direções, sensor de chuva, retrovisor interno fotocrômico, teto solar elétrico, e sistema de partida por botão no painel ou pelo controle re moto , que permite, também, a entrada e partida do carro sem a necessidade de acionar a chave. Outro diferencial da versão é o painel e guarnição das portas com acabamento em alumínio escovado e as maçanetas externas cromadas, reforçando a sofisticação da versão.
 
Conectividade com Apple CarPlay e Android Auto
 
Em suas versões EXL e Touring, adota a nova tela de sete polegadas sensível ao toque que agrega as funções multimídia, navegação e de interação do condutor com o carro. O sistema é compatível com as interfaces Apple CarPlay e Android Auto, permitindo uma integração das funções dos smartphones com o automóvel, incluindo aplicativos, reprodução de áudio via streaming, busca por meio de comandos de voz e o acesso a uma série de aplicativos para smartphones.
 
Comercialização
 
O novo Civic estará disponível em todas as concessionárias Honda do Brasil, a partir de 25/08. A pré-venda do modelo se inicia em 30/07. O sedã estará disponível em uma cor inédita: a pintura especial Branco Estelar (perolizada) que recebe uma camada adicional, acrescentando brilho diferenciado e exclusivo, além das já conhecidas Branco Tafetá (sólida), Cinza Barium (metálica), Prata Platinum (metálica) e Preto Cristal (perolizada).
 
Preços:
 
Sport Manual: R$ 87.900
 
Sport CVT: R$ 94.900
 
EX CVT: R$ 98.400
 
EXL CVT: R$ 105.900
 
Touring: R$ 124.900

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!