Revista Comprecar
Inflação do Carro fica abaixo do IPC, da Fipe
Lavagem e estacionamento foram os itens que mais subiram
12 de Janeiro de 2015

Até que não subiu muito o custo do moto rista para andar de carro e fazer a manutenção preventiva em 2014. A Inflação do Carro da Agência Autoinforme, que levanta os preços de todos os itens usados pelo moto rista, encerrou 2014 com uma alta de 4,1%, índice bem abaixo da inflação no País, que foi de 5,2% conforme o IPC da Fipe.
 
E se não fosse a crise de abastecimento de água em São Paulo o índice poderia ser menor. É que a falta d’água provocou o fechamento de muitos lava-rápidos e elevou os preços da lavagem do carro. Mesmo sendo um item que não tem muito peso na composição da Inflação do Carro, a lavagem pesou no índice final porque teve um aumento expressivo no ano. O preço da lavagem completa subiu 7,5% e a lavagem simples teve uma alta de 20,1%. Foram os dois itens que mais subiram em 2014.
 
Mais sete itens tiveram aumentos expressivos no ano passado, acima de 5%. O maior deles foi do estacionamento, que ficou 6% mais caro. O balanceamento subiu 5,8% e alinhamento e lona de freio ficaram 5,3% mais caros. O jogo de velas e a correia dentada subiram 5,1% e a mão de obra 5,2%.
 
Álcool e gasolina com grande peso da composição da Inflação do Carro (os combustíveis representam 30% de todas as despesas do moto rista), tiveram aumentos inexpressivos em 2014. Ambos subiram 1,9% no período.

Inflação do Carro
Itens que mais subiram em 2014:

Lavagem simples - 20,2%
Lavagem completa - 7,5%
Estacionamento p/ 2 horas - 7,3%
Seguro total - 6,0%
Balanceamento - 5,8%
Alinhamento - 5,3%
Lona de freio - 5,3%
Mão-de-obra / Revisões - 5,2%
Jogo de velas - 5,1%
Correia dentada - 5,1%

Notícias < Voltar
 

Inflação do Carro fica abaixo do IPC, da Fipe

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Lavagem e estacionamento foram os itens que mais subiram

12 de Janeiro de 2015

Até que não subiu muito o custo do moto rista para andar de carro e fazer a manutenção preventiva em 2014. A Inflação do Carro da Agência Autoinforme, que levanta os preços de todos os itens usados pelo moto rista, encerrou 2014 com uma alta de 4,1%, índice bem abaixo da inflação no País, que foi de 5,2% conforme o IPC da Fipe.
 
E se não fosse a crise de abastecimento de água em São Paulo o índice poderia ser menor. É que a falta d’água provocou o fechamento de muitos lava-rápidos e elevou os preços da lavagem do carro. Mesmo sendo um item que não tem muito peso na composição da Inflação do Carro, a lavagem pesou no índice final porque teve um aumento expressivo no ano. O preço da lavagem completa subiu 7,5% e a lavagem simples teve uma alta de 20,1%. Foram os dois itens que mais subiram em 2014.
 
Mais sete itens tiveram aumentos expressivos no ano passado, acima de 5%. O maior deles foi do estacionamento, que ficou 6% mais caro. O balanceamento subiu 5,8% e alinhamento e lona de freio ficaram 5,3% mais caros. O jogo de velas e a correia dentada subiram 5,1% e a mão de obra 5,2%.
 
Álcool e gasolina com grande peso da composição da Inflação do Carro (os combustíveis representam 30% de todas as despesas do moto rista), tiveram aumentos inexpressivos em 2014. Ambos subiram 1,9% no período.

Inflação do Carro
Itens que mais subiram em 2014:

Lavagem simples - 20,2%
Lavagem completa - 7,5%
Estacionamento p/ 2 horas - 7,3%
Seguro total - 6,0%
Balanceamento - 5,8%
Alinhamento - 5,3%
Lona de freio - 5,3%
Mão-de-obra / Revisões - 5,2%
Jogo de velas - 5,1%
Correia dentada - 5,1%

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!