Revista Comprecar
Jeep Renegade já é uma realidade comercial
O primeiro carro produzido em escala comercial deixou a linha de montagem
Jeep Renegade já é uma realidade comercial
20 de Fevereiro de 2015

O primeiro Jeep Renegade fabricado para clientes deixou a linha de montagem da fábrica Jeep, em Goiana (PE). O modelo, que foi eleito a mais importante novidade apresentada ao público durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro de 2014, está pronto para ganhar as ruas do Brasil.
 
Os primeiros veículos produzidos na planta de Goiana passaram por uma ampla bateria de testes. Desde outubro do ano passado foram fabricados 250 modelos pré-série do Jeep Renegade, para que o conjunto de seus mais de 2 mil componentes fosse cuidadosamente avaliado. Os testes abrangem a geometria da carroceria e as certificações das peças, além de uma verificação minuciosa dos parâmetros de pintura e solda.
 
Depois de todos os testes e avaliações, a produção em escala comercial do Jeep Renegade foi liberada. Isto significa que a nova fábrica propicia um processo produtivo eficiente e que os modelos que deixam a linha de montagem alcançam alto padrão de qualidade e conformidade.
 
Jeep Renegade
 
O Jeep Renegade promete uma combinação única de apelo urbano e bom desempenho fora de estrada, em sua categoria. Ele traz em seu pacote inovações para a categoria, como opção de câmbio automático de nove marchas e moto r a diesel, interior refinado e uma ampla lista de avançados itens tecnológicos.
 
Com três versões de acabamento, duas opções de moto r, três tipos de câmbio, três tipos de tração e grande relação de equipamentos, o Jeep Renegade terá condições de atender a todos os tipos de exigência de quem procura um SUV compacto.
 
O Jeep Renegade terá moto r flex 1.8 E.TorQ Evo ou o inédito diesel turbo 2.0 MultiJet II, o mais forte da categoria. A transmissão pode ser manual de cinco marchas ou automática de seis ou de nove marchas – outra exclusividade no segmento. E a tração pode ser 4×2 dianteira ou 4×4, de dois tipos. As versões serão Sport, Longitude e Trailhawk.
 
Polo Automotivo Jeep
 
A fábrica Jeep é flexível para a produção de diversos modelos simultaneamente e terá capacidade para entregar ao mercado 250 mil veículos por ano, que atenderão ao mercado da América Latina. Ao todo, a planta soma uma área construída de 260 mil metros quadrados composta por cinco edifícios principais: Prensas, Funilaria, Pintura, Montagem e Centro de Comunicação (local por onde passam todos os veículos depois de cada fase de fabricação). Seu formato permite uma rápida solução de problemas e uma melhoria contínua dos processos, garantindo a qualidade total do produto final.
 
O Polo Automotivo concentra também o Supplier Park. Um parque de fornecedores formado por 16 empresas, que se instalam em 12 edifícios para produção de 17 linhas estratégicas de componentes. Os produtos responderão por 40% da demanda de partes e componentes nacionais da planta Jeep.
 
Com sua implantação (obra civil e instalação de equipamentos) superando 95% de conclusão, a inauguração oficial da fábrica, âncora do Polo Automotivo, acontecerá no primeiro quadrimestre deste ano.
 
Atualmente, o Polo emprega cerca de 3 mil pessoas, somados os funcionários da fábrica Jeep e das 16 empresas que compõem o parque de fornecedores. Desse total, 80% são pernambucanos. Durante o pico de operação, o Polo Automotivo Jeep irá gerar cerca de 10 mil empregos diretos e indiretos.

Notícias < Voltar
Jeep Renegade já é uma realidade comercial
 

Jeep Renegade já é uma realidade comercial

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

O primeiro carro produzido em escala comercial deixou a linha de montagem

20 de Fevereiro de 2015

O primeiro Jeep Renegade fabricado para clientes deixou a linha de montagem da fábrica Jeep, em Goiana (PE). O modelo, que foi eleito a mais importante novidade apresentada ao público durante o Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro de 2014, está pronto para ganhar as ruas do Brasil.
 
Os primeiros veículos produzidos na planta de Goiana passaram por uma ampla bateria de testes. Desde outubro do ano passado foram fabricados 250 modelos pré-série do Jeep Renegade, para que o conjunto de seus mais de 2 mil componentes fosse cuidadosamente avaliado. Os testes abrangem a geometria da carroceria e as certificações das peças, além de uma verificação minuciosa dos parâmetros de pintura e solda.
 
Depois de todos os testes e avaliações, a produção em escala comercial do Jeep Renegade foi liberada. Isto significa que a nova fábrica propicia um processo produtivo eficiente e que os modelos que deixam a linha de montagem alcançam alto padrão de qualidade e conformidade.
 
Jeep Renegade
 
O Jeep Renegade promete uma combinação única de apelo urbano e bom desempenho fora de estrada, em sua categoria. Ele traz em seu pacote inovações para a categoria, como opção de câmbio automático de nove marchas e moto r a diesel, interior refinado e uma ampla lista de avançados itens tecnológicos.
 
Com três versões de acabamento, duas opções de moto r, três tipos de câmbio, três tipos de tração e grande relação de equipamentos, o Jeep Renegade terá condições de atender a todos os tipos de exigência de quem procura um SUV compacto.
 
O Jeep Renegade terá moto r flex 1.8 E.TorQ Evo ou o inédito diesel turbo 2.0 MultiJet II, o mais forte da categoria. A transmissão pode ser manual de cinco marchas ou automática de seis ou de nove marchas – outra exclusividade no segmento. E a tração pode ser 4×2 dianteira ou 4×4, de dois tipos. As versões serão Sport, Longitude e Trailhawk.
 
Polo Automotivo Jeep
 
A fábrica Jeep é flexível para a produção de diversos modelos simultaneamente e terá capacidade para entregar ao mercado 250 mil veículos por ano, que atenderão ao mercado da América Latina. Ao todo, a planta soma uma área construída de 260 mil metros quadrados composta por cinco edifícios principais: Prensas, Funilaria, Pintura, Montagem e Centro de Comunicação (local por onde passam todos os veículos depois de cada fase de fabricação). Seu formato permite uma rápida solução de problemas e uma melhoria contínua dos processos, garantindo a qualidade total do produto final.
 
O Polo Automotivo concentra também o Supplier Park. Um parque de fornecedores formado por 16 empresas, que se instalam em 12 edifícios para produção de 17 linhas estratégicas de componentes. Os produtos responderão por 40% da demanda de partes e componentes nacionais da planta Jeep.
 
Com sua implantação (obra civil e instalação de equipamentos) superando 95% de conclusão, a inauguração oficial da fábrica, âncora do Polo Automotivo, acontecerá no primeiro quadrimestre deste ano.
 
Atualmente, o Polo emprega cerca de 3 mil pessoas, somados os funcionários da fábrica Jeep e das 16 empresas que compõem o parque de fornecedores. Desse total, 80% são pernambucanos. Durante o pico de operação, o Polo Automotivo Jeep irá gerar cerca de 10 mil empregos diretos e indiretos.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!