Revista Comprecar
Mercedes-Benz começa a produzir carros no Brasil
Fábrica de Iracemápolis-SP fará o sedan Classe C e o SUV compacto GLA
Mercedes-Benz começa a produzir carros no Brasil
24 de Março de 2016

A Mercedes-Benz dá início à produção de automóveis no Brasil, com uma nova fábrica em Iracemápolis. A empresa investe um total de mais de 600 milhões de reais na nova fábrica, criando 500 empregos desde o início da produção. Os primeiros automóveis a sair da linha de produção em Iracemápolis são o sedã Classe C e, a partir do segundo semestre, o SUV GLA.
 
A Mercedes-Benz está aumentando assim sua rede de produção mundial como parte da estratégia de crescimento global "Mercedes-Benz 2020". A nova fábrica de Iracemápolis, localizada no interior de São Paulo, foi aberta oficialmente por representantes da Daimler AG em uma cerimônia que contou com a presença de autoridades, fornecedores e imprensa. O primeiro veículo a sair da linha de produção foi um Classe C.
 
Após o início da produção do Classe C na fábrica da Mercedes-Benz de Iracemápolis, o SUV GLA também sairá da linha de produção no segundo semestre. No primeiro estágio, a fábrica foi projetada para uma capacidade anual de 20.000 veículos.
 
A Mercedes-Benz obteve recorde de vendas no Brasil em 2015. Como parte da produção global, Iracemápolis está conectada com todas as fábricas da Mercedes-Benz Automóveis do mundo, permitindo um acesso independente do local aos dados de produção e à gestão do processo. Cada uma das instalações e todos os robôs, por exemplo, podem ser controlados e atualizados recebendo novos programas de software de maneira centralizada.
 
Com relação ao papel do Brasil na rede de produção da empresa, Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina, afirma que "a Mercedes-Benz do Brasil está firmemente estabelecida no País desde 1956. A abertura de uma nova planta, 60 anos depois, é um compromisso forte com o Brasil e completa um ciclo de produção: a partir dessa inauguração, a Mercedes-Benz será a única da indústria automotiva a produzir automóveis, vans, ônibus e caminhões na América Latina”.
 
A Mercedes-Benz investiu mais de 600 milhões de reais no novo local de produção de automóveis, com expectativa de criar cerca de 750 empregos na fábrica até o fim de 2016. Outros empregos serão gerados pelos fornecedores e prestadores de serviços na região. Somente 19 meses se passaram entre o anúncio da construção e o início da produção.
 
A operação da Mercedes-Benz Automóveis produz veículos em 26 plantas distribuídas pelo mundo, que possuem uma rede flexível e eficiente com cerca de 78.000 funcionários. Isso inclui as funções centrais de planejamento, estrutura tecnológica, logística e qualidade. A Mercedes-Benz Automóveis produziu mais de dois milhões de automóveis Mercedes-Benz e smart no ano passado, marcando o quinto recorde seguido. A rede se baseia em arquiteturas de produtos com tração dianteira (veículos compactos) e com tração traseira (por exemplo, o Classe S, Classe E e Classe C) bem como nas arquiteturas de SUVs e dos modelos esportivos.
 
Além disso, há a rede de produção de trem de força ( moto res, câmbios, eixos e componentes). Cada uma dessas redes de produção está agrupada em torno de uma fábrica líder que serve de centro de competência para o desenvolvimento de novos produtos, tecnologia e garantia de qualidade.

Notícias < Voltar
Mercedes-Benz começa a produzir carros no Brasil
 

Mercedes-Benz começa a produzir carros no Brasil

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Fábrica de Iracemápolis-SP fará o sedan Classe C e o SUV compacto GLA

24 de Março de 2016

A Mercedes-Benz dá início à produção de automóveis no Brasil, com uma nova fábrica em Iracemápolis. A empresa investe um total de mais de 600 milhões de reais na nova fábrica, criando 500 empregos desde o início da produção. Os primeiros automóveis a sair da linha de produção em Iracemápolis são o sedã Classe C e, a partir do segundo semestre, o SUV GLA.
 
A Mercedes-Benz está aumentando assim sua rede de produção mundial como parte da estratégia de crescimento global "Mercedes-Benz 2020". A nova fábrica de Iracemápolis, localizada no interior de São Paulo, foi aberta oficialmente por representantes da Daimler AG em uma cerimônia que contou com a presença de autoridades, fornecedores e imprensa. O primeiro veículo a sair da linha de produção foi um Classe C.
 
Após o início da produção do Classe C na fábrica da Mercedes-Benz de Iracemápolis, o SUV GLA também sairá da linha de produção no segundo semestre. No primeiro estágio, a fábrica foi projetada para uma capacidade anual de 20.000 veículos.
 
A Mercedes-Benz obteve recorde de vendas no Brasil em 2015. Como parte da produção global, Iracemápolis está conectada com todas as fábricas da Mercedes-Benz Automóveis do mundo, permitindo um acesso independente do local aos dados de produção e à gestão do processo. Cada uma das instalações e todos os robôs, por exemplo, podem ser controlados e atualizados recebendo novos programas de software de maneira centralizada.
 
Com relação ao papel do Brasil na rede de produção da empresa, Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina, afirma que "a Mercedes-Benz do Brasil está firmemente estabelecida no País desde 1956. A abertura de uma nova planta, 60 anos depois, é um compromisso forte com o Brasil e completa um ciclo de produção: a partir dessa inauguração, a Mercedes-Benz será a única da indústria automotiva a produzir automóveis, vans, ônibus e caminhões na América Latina”.
 
A Mercedes-Benz investiu mais de 600 milhões de reais no novo local de produção de automóveis, com expectativa de criar cerca de 750 empregos na fábrica até o fim de 2016. Outros empregos serão gerados pelos fornecedores e prestadores de serviços na região. Somente 19 meses se passaram entre o anúncio da construção e o início da produção.
 
A operação da Mercedes-Benz Automóveis produz veículos em 26 plantas distribuídas pelo mundo, que possuem uma rede flexível e eficiente com cerca de 78.000 funcionários. Isso inclui as funções centrais de planejamento, estrutura tecnológica, logística e qualidade. A Mercedes-Benz Automóveis produziu mais de dois milhões de automóveis Mercedes-Benz e smart no ano passado, marcando o quinto recorde seguido. A rede se baseia em arquiteturas de produtos com tração dianteira (veículos compactos) e com tração traseira (por exemplo, o Classe S, Classe E e Classe C) bem como nas arquiteturas de SUVs e dos modelos esportivos.
 
Além disso, há a rede de produção de trem de força ( moto res, câmbios, eixos e componentes). Cada uma dessas redes de produção está agrupada em torno de uma fábrica líder que serve de centro de competência para o desenvolvimento de novos produtos, tecnologia e garantia de qualidade.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!