Revista Comprecar
Novo Cruze tem custo de revisão 15% menor
Adoção de motor turbo e evoluções em processos deixaram o plano de manutenção até os 60 mil km do Chevrolet mais em conta que o da geração anterior
Novo Cruze tem custo de revisão 15% menor
30 de Junho de 2016

A segunda geração do Cruze, que está chegando às lojas, tem um plano de manutenção que se destaca por ser 15% mais barato que do modelo antigo.

“Além de melhor performance e maior economia de combustível, o Novo Cruze foi desenvolvido para ter também um menor custo de manutenção. Isso envolve desde a menor complexidade à substituição de peças até o desenvolvimento de componentes menos suscetíveis a desgaste”, explica Cesar Watanabe, diretor de Pós-Vendas da GM.
 
Um dos grandes avanços está no novo moto r Ecotec Turbo, que necessita menor quantidade de óleo. O veículo apresenta melhorias de reparabilidade no plano de manutenção e isso também reflete em menor necessidade de mão de obra na oficina.
 
Por conta disso o Novo Cruze tem um dos menores custos de manutenção de seu segmento.
 
Levando em consideração a lista de itens contemplados até os 60 mil quilômetros, o plano de revisões com preço fixo do novo modelo é cerca de 15% menor que o de geração anterior.
 
Somando a economia gerada pelo menor custo das revisões e de peças de reposição e a economia proporcionada pelo menor consumo de combustível ao longo dos primeiros 60 mil quilômetros rodados, o Novo Cruze pouparia mais de R$ 7.000 de seu usuário neste período.
 
Autodiagnóstico
 
O Novo Cruze ainda é equipado com um computador de bordo de última geração que traz diversos parâmetros e alertas sobre a manutenção e utilização do veículo.
 
O moto rista pode consultar, por exemplo, a pressão de cada um dos pneus. Caso algum deles esteja fora da especificação recomendada, um aviso aparecerá no quadro de instrumentos.
 
A pressão incorreta dos pneus pode provocar desgaste prematuro da banda de rodagem, aumento do consumo de combustível, além de comprometer o conforto, a capacidade de frenagem e a estabilidade do veículo.
 
Outra novidade que estreia nesta geração do sedã é o monitoramento da vida útil do óleo, do filtro e da carga da bateria. O computador de bordo indica uma estimativa em percentual do restante da vida útil desses componentes.
 
A ferramenta é útil principalmente para o carro que são usados em condições severas e necessitam de um plano de manutenção personalizado.
 
O veículo também indica caso haja falha no sistema de controle de emissões, recarga da bateria, baixo nível do fluído de freio, entre outros.
 
Consultas sobre a localização de concessionários Chevrolet ou pedidos de socorro mecânico, por exemplo, podem ser feitos através dos serviços do OnStar. Para isso, basto o usuário pressionar um botão no painel.
 
O Novo Cruze está chegando às concessionárias Chevrolet com garantia de três anos.

Notícias < Voltar
Novo Cruze tem custo de revisão 15% menor
 

Novo Cruze tem custo de revisão 15% menor

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Adoção de motor turbo e evoluções em processos deixaram o plano de manutenção até os 60 mil km do Chevrolet mais em conta que o da geração anterior

30 de Junho de 2016

A segunda geração do Cruze, que está chegando às lojas, tem um plano de manutenção que se destaca por ser 15% mais barato que do modelo antigo.

“Além de melhor performance e maior economia de combustível, o Novo Cruze foi desenvolvido para ter também um menor custo de manutenção. Isso envolve desde a menor complexidade à substituição de peças até o desenvolvimento de componentes menos suscetíveis a desgaste”, explica Cesar Watanabe, diretor de Pós-Vendas da GM.
 
Um dos grandes avanços está no novo moto r Ecotec Turbo, que necessita menor quantidade de óleo. O veículo apresenta melhorias de reparabilidade no plano de manutenção e isso também reflete em menor necessidade de mão de obra na oficina.
 
Por conta disso o Novo Cruze tem um dos menores custos de manutenção de seu segmento.
 
Levando em consideração a lista de itens contemplados até os 60 mil quilômetros, o plano de revisões com preço fixo do novo modelo é cerca de 15% menor que o de geração anterior.
 
Somando a economia gerada pelo menor custo das revisões e de peças de reposição e a economia proporcionada pelo menor consumo de combustível ao longo dos primeiros 60 mil quilômetros rodados, o Novo Cruze pouparia mais de R$ 7.000 de seu usuário neste período.
 
Autodiagnóstico
 
O Novo Cruze ainda é equipado com um computador de bordo de última geração que traz diversos parâmetros e alertas sobre a manutenção e utilização do veículo.
 
O moto rista pode consultar, por exemplo, a pressão de cada um dos pneus. Caso algum deles esteja fora da especificação recomendada, um aviso aparecerá no quadro de instrumentos.
 
A pressão incorreta dos pneus pode provocar desgaste prematuro da banda de rodagem, aumento do consumo de combustível, além de comprometer o conforto, a capacidade de frenagem e a estabilidade do veículo.
 
Outra novidade que estreia nesta geração do sedã é o monitoramento da vida útil do óleo, do filtro e da carga da bateria. O computador de bordo indica uma estimativa em percentual do restante da vida útil desses componentes.
 
A ferramenta é útil principalmente para o carro que são usados em condições severas e necessitam de um plano de manutenção personalizado.
 
O veículo também indica caso haja falha no sistema de controle de emissões, recarga da bateria, baixo nível do fluído de freio, entre outros.
 
Consultas sobre a localização de concessionários Chevrolet ou pedidos de socorro mecânico, por exemplo, podem ser feitos através dos serviços do OnStar. Para isso, basto o usuário pressionar um botão no painel.
 
O Novo Cruze está chegando às concessionárias Chevrolet com garantia de três anos.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!