Revista Comprecar
Renault apresenta nova linha de SUVs/Crossovers e lança dois motores no Salão
Captur já tem pré-venda, Koleos é o SUV grande premium e o Kwid é apresentado em versão show car
Renault apresenta nova linha de SUVs/Crossovers e lança dois motores no Salão
11 de Novembro de 2016

O Salão foi o palco para a apresentação de três SUVs/Crossovers: Captur, Koleos e Kwid. A Renault também trouxe para o grande público, a apresentação oficial de dois novos moto res: 1.0 SCe (Smart Control Efficiency) de três cilindros e 1.6 SCe, que a Revista Comprecar, já tinha adiantado moto res-sendo-um-deles-o-1-0-litro-de-tres-cilindros/]AQUI![/url]
 
Esses três novos SUVs/Crossovers serão fundamentais para a estratégia de continuidade de crescimento da Renault no Brasil. O novo design mundial da marca, aliado à conectividade para facilitar o dia a dia dos clientes, foram as prioridades no desenvolvimento destes produtos, segundo o fabricante. Isso porque, nos últimos dois anos, a participação de mercado deste tipo de veículo praticamente dobrou no país, passando de 8% do total de carros comercializados para 15%.
 
O Salão do Automóvel marca o início da pré-venda do Captur, que chegará ao mercado em fevereiro do próximo ano. O veículo oferece o conforto de um verdadeiro SUV com um amplo espaço interno e contará com uma série de tecnologias que tornam a vida a bordo muito mais fácil por meio da conectividade e do acesso aos comandos do carro sem tirar a mão do volante. A lista de itens conta com controles eletrônicos de estabilidade e de tração, quatro airbags, assistente de partida em rampas, chave cartão “hands free”, retrovisores elétricos rebatíveis, entre outros itens de série.
 
Com o Koleos, mostrado recentemente no Salão de Paris, a Renault irá ofertar também um SUV premium de grande porte com alta tecnologia. Traz, entre outros equipamentos, alerta de ponto cego, sistema de áudio Bose e sistema multimídia com tela de 8,7”.
 
O Kwid, novo SUV compacto e urbano, completa a nova linha da Renault. O modelo apresentado ao público é o show car Kwid Outsider Concept, desenvolvido especialmente para o Salão de São Paulo pelo Renault Design América Latina (RDAL), com soluções que destacam a versatilidade e a robustez do veículo.
 
Outras atrações
 
A esportividade também é um dos destaques do estande da Renault, que reúne atrações como um monoposto de Fórmula 1 R.S.16 da atual temporada, o superesportivo Renault Sport R.S. 01, que tem moto r biturbo 3.6 V8 de 550 cv de potência, e o show car Sandero R.S. Grand Prix Concept, que foi desenvolvido pelo Renault Design América Latina (RDAL) em alusão à história de sucesso da marca nas pistas da Fórmula 1. 
 
Outro show car, também desenvolvido no RDAL, é o Duster 4x4 Extreme Concept, baseado na versão 4x4 e preparado para caminhos bem radicais, com acessórios que reforçam seus principais atributos, como espaço interno, maior porta-malas da categoria, bem como a altura do solo e ângulos de entrada e saída, posicionando o Renault Duster como porta de entrada ao mundo SUV e o veículo ideal para amantes de trilhas 4x4.
 
Em posição de destaque no estande, completando a linha SUV da marca, estão a picape Duster Oroch, que inaugurou um segmento no mercado automobilístico, o utilitário-esportivo Duster, que é sucesso de público desde o seu lançamento, e o Sandero Stepway, que une conforto e versatilidade.
 
Líder em veículos elétricos no mundo, com mais de 350 mil unidades vendidas, a Renault não poderia deixar de mostrar o compacto urbano ZOE, que acabou de ser mostrado no Salão de Paris, agora com maior autonomia, já que passou de 200 para 400 quilômetros, conforme ciclo europeu NEDC, e o city car Twizy, ideal para os grandes centros urbanos.
 
Aplicativo Renault Salão SP 2016: com seis funcionalidades, os visitantes podem ter uma experiência imersiva, permitindo, por exemplo, que o usuário leve em seu smartphone todos os conteúdos da marca. Além de informações dos carros expostos, o usuário pode se divertir também com o Captur game, procurando e “capturando” carros virtuais da Renault pelo salão.
 
Captur
 
Produzido no Paraná e desenvolvido pelo Renault Tecnologia Américas, o Captur se destaca pelo design francês, sensual e elegante, além do conforto de um verdadeiro SUV e da vida a bordo muito mais fácil por meio da conectividade e do acesso a comandos do carro sem tirar a mão do volante. O veículo será posicionado acima do Duster, com fortes atributos para conquistar espaço no segmento que mais cresce no país.
 
O Captur terá uma gama completa para o mercado brasileiro, composta por uma versão com o novo moto r 1.6 SCe com câmbio manual e outras duas com o câmbio CVT X-Tronic, que reúne ótimo desempenho, baixo consumo de combustível e conforto para os grandes centros urbanos. A quarta opção é com moto r 2.0 e câmbio automático, voltada a quem deseja ainda mais desempenho.
 
O design do veículo transmite fluidez pela linha de cintura elevada, vincos nas portas e no capô. Um atrativo a mais no visual é a pintura biton, ou seja, a possibilidade de ter o teto em uma cor diferente do restante do veículo, recurso que ressalta também a sofisticação do veículo interna e externamente. Conectividade, segurança e conforto também serão pontos fortes, uma vez que o Captur trará, de série, itens como controles eletrônicos de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, chave cartão “hands free”, retrovisores elétricos rebatíveis e quatro airbags, entre outros.
 
Koleos
 
No segmento topo de gama, a Renault traz para o Salão do Automóvel de São Paulo o Koleos, recém-apresentado no Salão de Paris. O veículo é um SUV premium mundial da Renault, voltado para vários mercados em que, assim como o Brasil, os utilitários-esportivos estão em alta.
 
O Koleos mescla as características de um SUV à sofisticação dos grandes sedãs. Os atributos típicos do segmento foram acentuados por meio de uma carroceria musculosa, linhas horizontais bem marcadas, além de uma distância do solo mais alta. O resultado é um modelo com design elegante, moderno e dinâmico, além de um generoso espaço interno.
 
Sob o capô, o Koleos traz o moto r 2.5 litros, 16V, com quatro cilindros e duplo comando de válvulas, que entrega uma potência máxima de 182 cv a 6.000 rpm, com torque máximo de 23,7 kgfm a 4.000 rpm. O desenvolvimento do propulsor priorizou a redução de atrito, aumentando, assim, a performance e otimizando o consumo de combustível. Com 90% do torque máximo disponível a partir de 1.800 rpm, o moto r é extremamente ágil em rotações baixas e médias. O veículo faz de 0 a 100 km/h em menos de 10 segundos.
 
O SUV traz a tecnologia 4x4i, que torna fácil a troca entre os modos 2WD, 4WD Auto e 4WD Lock. Na completa lista de equipamentos de série estão seis airbags, alerta de ponto cego, sistema de estacionamento autônomo, multimídia com tela de 8,7”, com 13 alto-falantes Bose premium, teto solar panorâmico, painel customizável, operação de alguns comandos “hands free” entre outros.
 
Kwid 
 
O Kwid é um Crossover compacto urbano ideal para as grandes cidades, ágil e com grande versatilidade. Ele utiliza uma nova plataforma mundial da Aliança Renault-Nissan, conhecida como CMF-A, com cerca de 80% do seu conteúdo composto por peças novas, desenvolvidas pela Renault Tecnologia Américas para atender às necessidades dos mercados brasileiro e latino-americano. O resultado é um SUV compacto referência em espaço interno e em segurança – trazendo de série, por exemplo, quatro airbags, algo inédito no seu segmento.
 
No Salão de São Paulo, o utilitário-esportivo compacto ganha um visual que reforça a sua robustez e versatilidade. Trata-se do Kwid Outsider Concept, um show car desenvolvido pelo Renault Design América Latina (RDAL) especialmente para o evento. O veículo é um exercício de cores e materiais, que destacam a posição de dirigir, mais alta que os carros compactos disponíveis no mercado, a boa altura em relação do solo, similar à de SUVs médios, e seus ângulos de entrada e de saída. 
 
Carro de Fórmula 1 e moto r F1 Energy
 
A Renault tem mantido uma presença contínua na Fórmula 1 há quase 40 anos. A marca inovou com o moto r turbo na categoria, em 1977. Neste ano, a marca voltou às pistas da F1 como escuderia: Renault Sport Formula One Team, com o chassi Renault R.S. 16, que poderá ser visto de perto no Salão do Automóvel de São Paulo.
 
O preto e amarelo são cores institucionais da Renault por natureza, mas elas também fazem parte da herança da Renault Sport. Em 1977, o primeiro carro de F1 concebido pela Renault – o RS01 – utilizava estas mesmas cores. O visual do R.S. 16 presta uma homenagem àquele carro fantástico.
 
A Fórmula 1 é a expressão máxima da paixão pelo automóvel. E a paixão constitui exatamente a identidade da Renault, expressa em sua assinatura, “Passion for life”. A Fórmula 1 é uma vitrine da expertise tecnológica que a Renault desenvolve para seus produtos em benefício de seus clientes.
 
Com a volta da Renault como escuderia na F1 neste ano, a Renault Sport Racing passou a ser a responsável por todas as atividades de competição, com a Renault Sport Formula One Team, a Renault e.dams, a Fórmula Renault 2.0, a Renault Sport R.S. 01 Trophy, e outros programas de “customer racing” em circuitos e rali.
 
Já a Renault Sport Cars, que tem a sua origem na divisão Renault Sport Technologies, comanda o desenvolvimento e comercialização da gama de veículos de produção em série Renault Sport. A Renault Sport é reconhecida em todo o mundo pela excelência de seus hatches esportivos compactos, como o Sandero R.S., Megane R.S., Clio R.S., assim como pela eficácia e acessibilidade de seus GT, como o Novo Megane GT.
 
O visitante poderá ver também o moto r F1 Energy em detalhes, que estará exposto separadamente do monoposto. O propulsor de 1.6 V6 turbo, com injeção direta, gera 850 cv de potência.
 
Renault Sport R.S. 01
 
Outro destaque que saiu das pistas e veio para o estande é o Renault Sport R.S. 01, veículo todo influenciado pela velocidade. Seu nome, por exemplo, vem da sigla de batismo do primeiro modelo de Fórmula 1 da marca. Com chassi monochoque de fibra de carbono, o R.S. 01 pesa apenas 1.100 quilos e tem moto r biturbo 3.8 V6 montado longitudinalmente, na posição central-traseira, que despeja 550 cv de potência e 61,2 kgfm de torque. O câmbio é sequencial de sete marchas. O baixo peso aliado ao poderoso conjunto mecânico fazem o esportivo alcançar os 300 km/h. Na Europa, o superesportivo compete na fórmula monotipo Renault Sport R.S. 01 Trophy.
 
Sandero R.S. Grand Prix Concept
 
Concebido a partir do esportivo Sandero R.S. 2.0 de 150 cv, o primeiro da linhagem R.S. fabricado e vendido no Brasil, o show car Sandero R.S. Grand Prix Concept foi desenvolvido pelo Renault Design América Latina (RDAL), localizado em São Paulo, para homenagear o grande sucesso da marca nas pistas da Fórmula 1. O veículo é um exercício de cores e materiais dos designers, podendo servir de inspiração a futuras séries limitadas. O visual do esportivo está ainda mais agressivo e arrojado, com pintura preta e detalhes dourados nas pinças de freio, além de filete das rodas, asa frontal, difusor traseiro e faixas na lateral. O interior também é preto e dourado, com revestimento em couro, tipo matelassê, e pespontos dourados.
 
Duster Extreme Concept
 
Com o conhecido slogan “Bem-vindo ao verdadeiro mundo SUV”, o Renault Duster tem seu lado aventureiro ainda mais reforçado no show car Duster Extreme Concept, outro modelo desenvolvido pela equipe do RDAL especialmente para o Salão do Automóvel. O show car soma ao design robusto do utilitário-esportivo cores, materiais, equipamentos esportivos de alta performance e acessórios para encarar qualquer tipo de terreno, reforçando ainda mais as capacidades off-road da já consagrada versão 2.0 4x4. O veículo tem pintura cinza e acessórios em vermelho, lembrando carros utilizados para resgate em montanha – imagem que se torna ainda mais forte com a utilização de pneus off-road, guincho, alargadores de para-lama, rack no teto com barra de LED, rack lateral, suspensão elevada e escada na lateral. No interior, os bancos têm elementos específicos de segurança e detalhes em vermelho.
 
Veículos elétricos
 
Com mais de 350 mil elétricos vendidos no mundo, a Renault oferece a mais completa gama de veículos 100% elétricos disponível no mercado, atendendo aos mais variados usos.
 
arro elétrico mais vendido na Europa, o ZOE foi um dos destaques da Renault no Salão do Automóvel de Paris e é também uma das atrações do estande da marca em São Paulo. Graças à nova bateria Z.E. 40, o veículo passou a oferecer uma autonomia recorde de 400 quilômetros, a maior entre os carros elétricos vendidos em larga escala e o dobro em relação à que o ZOE tinha quando foi lançado. Em condições reais, isso significa a possibilidade de percorrer 300 km em trajetos urbanos, por exemplo. O ritmo de recarga da bateria Z.E. 40 é similar ao da bateria padrão. Por exemplo, 30 minutos são em média suficientes para obter uma autonomia adicional de 80 quilômetros.  Além disso, a grande capacidade energética da bateria é diretamente convertida em autonomia para o ZOE, graças ao cuidado dispensado na integração da bateria no veículo. A gestão eletrônica da bateria otimiza o consumo elétrico do ZOE durante a rodagem, mantendo a potência. Para garantir um funcionamento mais econômico mesmo quando está bem mais quente ou mais frio do lado de fora, o novo sistema de circulação do ar mantém a bateria do ZOE em um nível temperado.
 
No mundo todo, a Renault já vendeu mais de 350 mil veículos elétricos. No Brasil, desde 2013, quando iniciou a venda de veículos elétricos no país, a Renault participa de importantes projetos de mobilidade urbana 100% elétrica, por meio de parcerias com instituições, prefeituras e iniciativa privada.
 
Já o Twizy, menor e mais leve que o ZOE e com apenas dois lugares, é projetado para uso estritamente urbano. Pequeno, ágil e versátil, se encaixa em qualquer vaga. Alimentado com baterias de íon de lítio, seu moto r elétrico dianteiro tem 20 cv de potência e 7,1 kgfm de torque. A velocidade máxima vai até 85 km/h e a autonomia atinge até 100 quilômetros.
 
O novo Captur, e os veículos com novos moto res 1.0 e 1.6 já podem ser encomendados nas concessionárias Renault do grupo Valec. Mais informações em www.valecrenault.com.br

Lançamentos < Voltar
Renault apresenta nova linha de SUVs/Crossovers e lança dois motores no Salão
 

Renault apresenta nova linha de SUVs/Crossovers e lança dois motores no Salão

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Captur já tem pré-venda, Koleos é o SUV grande premium e o Kwid é apresentado em versão show car

11 de Novembro de 2016

O Salão foi o palco para a apresentação de três SUVs/Crossovers: Captur, Koleos e Kwid. A Renault também trouxe para o grande público, a apresentação oficial de dois novos moto res: 1.0 SCe (Smart Control Efficiency) de três cilindros e 1.6 SCe, que a Revista Comprecar, já tinha adiantado moto res-sendo-um-deles-o-1-0-litro-de-tres-cilindros/]AQUI![/url]
 
Esses três novos SUVs/Crossovers serão fundamentais para a estratégia de continuidade de crescimento da Renault no Brasil. O novo design mundial da marca, aliado à conectividade para facilitar o dia a dia dos clientes, foram as prioridades no desenvolvimento destes produtos, segundo o fabricante. Isso porque, nos últimos dois anos, a participação de mercado deste tipo de veículo praticamente dobrou no país, passando de 8% do total de carros comercializados para 15%.
 
O Salão do Automóvel marca o início da pré-venda do Captur, que chegará ao mercado em fevereiro do próximo ano. O veículo oferece o conforto de um verdadeiro SUV com um amplo espaço interno e contará com uma série de tecnologias que tornam a vida a bordo muito mais fácil por meio da conectividade e do acesso aos comandos do carro sem tirar a mão do volante. A lista de itens conta com controles eletrônicos de estabilidade e de tração, quatro airbags, assistente de partida em rampas, chave cartão “hands free”, retrovisores elétricos rebatíveis, entre outros itens de série.
 
Com o Koleos, mostrado recentemente no Salão de Paris, a Renault irá ofertar também um SUV premium de grande porte com alta tecnologia. Traz, entre outros equipamentos, alerta de ponto cego, sistema de áudio Bose e sistema multimídia com tela de 8,7”.
 
O Kwid, novo SUV compacto e urbano, completa a nova linha da Renault. O modelo apresentado ao público é o show car Kwid Outsider Concept, desenvolvido especialmente para o Salão de São Paulo pelo Renault Design América Latina (RDAL), com soluções que destacam a versatilidade e a robustez do veículo.
 
Outras atrações
 
A esportividade também é um dos destaques do estande da Renault, que reúne atrações como um monoposto de Fórmula 1 R.S.16 da atual temporada, o superesportivo Renault Sport R.S. 01, que tem moto r biturbo 3.6 V8 de 550 cv de potência, e o show car Sandero R.S. Grand Prix Concept, que foi desenvolvido pelo Renault Design América Latina (RDAL) em alusão à história de sucesso da marca nas pistas da Fórmula 1. 
 
Outro show car, também desenvolvido no RDAL, é o Duster 4x4 Extreme Concept, baseado na versão 4x4 e preparado para caminhos bem radicais, com acessórios que reforçam seus principais atributos, como espaço interno, maior porta-malas da categoria, bem como a altura do solo e ângulos de entrada e saída, posicionando o Renault Duster como porta de entrada ao mundo SUV e o veículo ideal para amantes de trilhas 4x4.
 
Em posição de destaque no estande, completando a linha SUV da marca, estão a picape Duster Oroch, que inaugurou um segmento no mercado automobilístico, o utilitário-esportivo Duster, que é sucesso de público desde o seu lançamento, e o Sandero Stepway, que une conforto e versatilidade.
 
Líder em veículos elétricos no mundo, com mais de 350 mil unidades vendidas, a Renault não poderia deixar de mostrar o compacto urbano ZOE, que acabou de ser mostrado no Salão de Paris, agora com maior autonomia, já que passou de 200 para 400 quilômetros, conforme ciclo europeu NEDC, e o city car Twizy, ideal para os grandes centros urbanos.
 
Aplicativo Renault Salão SP 2016: com seis funcionalidades, os visitantes podem ter uma experiência imersiva, permitindo, por exemplo, que o usuário leve em seu smartphone todos os conteúdos da marca. Além de informações dos carros expostos, o usuário pode se divertir também com o Captur game, procurando e “capturando” carros virtuais da Renault pelo salão.
 
Captur
 
Produzido no Paraná e desenvolvido pelo Renault Tecnologia Américas, o Captur se destaca pelo design francês, sensual e elegante, além do conforto de um verdadeiro SUV e da vida a bordo muito mais fácil por meio da conectividade e do acesso a comandos do carro sem tirar a mão do volante. O veículo será posicionado acima do Duster, com fortes atributos para conquistar espaço no segmento que mais cresce no país.
 
O Captur terá uma gama completa para o mercado brasileiro, composta por uma versão com o novo moto r 1.6 SCe com câmbio manual e outras duas com o câmbio CVT X-Tronic, que reúne ótimo desempenho, baixo consumo de combustível e conforto para os grandes centros urbanos. A quarta opção é com moto r 2.0 e câmbio automático, voltada a quem deseja ainda mais desempenho.
 
O design do veículo transmite fluidez pela linha de cintura elevada, vincos nas portas e no capô. Um atrativo a mais no visual é a pintura biton, ou seja, a possibilidade de ter o teto em uma cor diferente do restante do veículo, recurso que ressalta também a sofisticação do veículo interna e externamente. Conectividade, segurança e conforto também serão pontos fortes, uma vez que o Captur trará, de série, itens como controles eletrônicos de estabilidade e de tração, assistente de partida em rampas, chave cartão “hands free”, retrovisores elétricos rebatíveis e quatro airbags, entre outros.
 
Koleos
 
No segmento topo de gama, a Renault traz para o Salão do Automóvel de São Paulo o Koleos, recém-apresentado no Salão de Paris. O veículo é um SUV premium mundial da Renault, voltado para vários mercados em que, assim como o Brasil, os utilitários-esportivos estão em alta.
 
O Koleos mescla as características de um SUV à sofisticação dos grandes sedãs. Os atributos típicos do segmento foram acentuados por meio de uma carroceria musculosa, linhas horizontais bem marcadas, além de uma distância do solo mais alta. O resultado é um modelo com design elegante, moderno e dinâmico, além de um generoso espaço interno.
 
Sob o capô, o Koleos traz o moto r 2.5 litros, 16V, com quatro cilindros e duplo comando de válvulas, que entrega uma potência máxima de 182 cv a 6.000 rpm, com torque máximo de 23,7 kgfm a 4.000 rpm. O desenvolvimento do propulsor priorizou a redução de atrito, aumentando, assim, a performance e otimizando o consumo de combustível. Com 90% do torque máximo disponível a partir de 1.800 rpm, o moto r é extremamente ágil em rotações baixas e médias. O veículo faz de 0 a 100 km/h em menos de 10 segundos.
 
O SUV traz a tecnologia 4x4i, que torna fácil a troca entre os modos 2WD, 4WD Auto e 4WD Lock. Na completa lista de equipamentos de série estão seis airbags, alerta de ponto cego, sistema de estacionamento autônomo, multimídia com tela de 8,7”, com 13 alto-falantes Bose premium, teto solar panorâmico, painel customizável, operação de alguns comandos “hands free” entre outros.
 
Kwid 
 
O Kwid é um Crossover compacto urbano ideal para as grandes cidades, ágil e com grande versatilidade. Ele utiliza uma nova plataforma mundial da Aliança Renault-Nissan, conhecida como CMF-A, com cerca de 80% do seu conteúdo composto por peças novas, desenvolvidas pela Renault Tecnologia Américas para atender às necessidades dos mercados brasileiro e latino-americano. O resultado é um SUV compacto referência em espaço interno e em segurança – trazendo de série, por exemplo, quatro airbags, algo inédito no seu segmento.
 
No Salão de São Paulo, o utilitário-esportivo compacto ganha um visual que reforça a sua robustez e versatilidade. Trata-se do Kwid Outsider Concept, um show car desenvolvido pelo Renault Design América Latina (RDAL) especialmente para o evento. O veículo é um exercício de cores e materiais, que destacam a posição de dirigir, mais alta que os carros compactos disponíveis no mercado, a boa altura em relação do solo, similar à de SUVs médios, e seus ângulos de entrada e de saída. 
 
Carro de Fórmula 1 e moto r F1 Energy
 
A Renault tem mantido uma presença contínua na Fórmula 1 há quase 40 anos. A marca inovou com o moto r turbo na categoria, em 1977. Neste ano, a marca voltou às pistas da F1 como escuderia: Renault Sport Formula One Team, com o chassi Renault R.S. 16, que poderá ser visto de perto no Salão do Automóvel de São Paulo.
 
O preto e amarelo são cores institucionais da Renault por natureza, mas elas também fazem parte da herança da Renault Sport. Em 1977, o primeiro carro de F1 concebido pela Renault – o RS01 – utilizava estas mesmas cores. O visual do R.S. 16 presta uma homenagem àquele carro fantástico.
 
A Fórmula 1 é a expressão máxima da paixão pelo automóvel. E a paixão constitui exatamente a identidade da Renault, expressa em sua assinatura, “Passion for life”. A Fórmula 1 é uma vitrine da expertise tecnológica que a Renault desenvolve para seus produtos em benefício de seus clientes.
 
Com a volta da Renault como escuderia na F1 neste ano, a Renault Sport Racing passou a ser a responsável por todas as atividades de competição, com a Renault Sport Formula One Team, a Renault e.dams, a Fórmula Renault 2.0, a Renault Sport R.S. 01 Trophy, e outros programas de “customer racing” em circuitos e rali.
 
Já a Renault Sport Cars, que tem a sua origem na divisão Renault Sport Technologies, comanda o desenvolvimento e comercialização da gama de veículos de produção em série Renault Sport. A Renault Sport é reconhecida em todo o mundo pela excelência de seus hatches esportivos compactos, como o Sandero R.S., Megane R.S., Clio R.S., assim como pela eficácia e acessibilidade de seus GT, como o Novo Megane GT.
 
O visitante poderá ver também o moto r F1 Energy em detalhes, que estará exposto separadamente do monoposto. O propulsor de 1.6 V6 turbo, com injeção direta, gera 850 cv de potência.
 
Renault Sport R.S. 01
 
Outro destaque que saiu das pistas e veio para o estande é o Renault Sport R.S. 01, veículo todo influenciado pela velocidade. Seu nome, por exemplo, vem da sigla de batismo do primeiro modelo de Fórmula 1 da marca. Com chassi monochoque de fibra de carbono, o R.S. 01 pesa apenas 1.100 quilos e tem moto r biturbo 3.8 V6 montado longitudinalmente, na posição central-traseira, que despeja 550 cv de potência e 61,2 kgfm de torque. O câmbio é sequencial de sete marchas. O baixo peso aliado ao poderoso conjunto mecânico fazem o esportivo alcançar os 300 km/h. Na Europa, o superesportivo compete na fórmula monotipo Renault Sport R.S. 01 Trophy.
 
Sandero R.S. Grand Prix Concept
 
Concebido a partir do esportivo Sandero R.S. 2.0 de 150 cv, o primeiro da linhagem R.S. fabricado e vendido no Brasil, o show car Sandero R.S. Grand Prix Concept foi desenvolvido pelo Renault Design América Latina (RDAL), localizado em São Paulo, para homenagear o grande sucesso da marca nas pistas da Fórmula 1. O veículo é um exercício de cores e materiais dos designers, podendo servir de inspiração a futuras séries limitadas. O visual do esportivo está ainda mais agressivo e arrojado, com pintura preta e detalhes dourados nas pinças de freio, além de filete das rodas, asa frontal, difusor traseiro e faixas na lateral. O interior também é preto e dourado, com revestimento em couro, tipo matelassê, e pespontos dourados.
 
Duster Extreme Concept
 
Com o conhecido slogan “Bem-vindo ao verdadeiro mundo SUV”, o Renault Duster tem seu lado aventureiro ainda mais reforçado no show car Duster Extreme Concept, outro modelo desenvolvido pela equipe do RDAL especialmente para o Salão do Automóvel. O show car soma ao design robusto do utilitário-esportivo cores, materiais, equipamentos esportivos de alta performance e acessórios para encarar qualquer tipo de terreno, reforçando ainda mais as capacidades off-road da já consagrada versão 2.0 4x4. O veículo tem pintura cinza e acessórios em vermelho, lembrando carros utilizados para resgate em montanha – imagem que se torna ainda mais forte com a utilização de pneus off-road, guincho, alargadores de para-lama, rack no teto com barra de LED, rack lateral, suspensão elevada e escada na lateral. No interior, os bancos têm elementos específicos de segurança e detalhes em vermelho.
 
Veículos elétricos
 
Com mais de 350 mil elétricos vendidos no mundo, a Renault oferece a mais completa gama de veículos 100% elétricos disponível no mercado, atendendo aos mais variados usos.
 
arro elétrico mais vendido na Europa, o ZOE foi um dos destaques da Renault no Salão do Automóvel de Paris e é também uma das atrações do estande da marca em São Paulo. Graças à nova bateria Z.E. 40, o veículo passou a oferecer uma autonomia recorde de 400 quilômetros, a maior entre os carros elétricos vendidos em larga escala e o dobro em relação à que o ZOE tinha quando foi lançado. Em condições reais, isso significa a possibilidade de percorrer 300 km em trajetos urbanos, por exemplo. O ritmo de recarga da bateria Z.E. 40 é similar ao da bateria padrão. Por exemplo, 30 minutos são em média suficientes para obter uma autonomia adicional de 80 quilômetros.  Além disso, a grande capacidade energética da bateria é diretamente convertida em autonomia para o ZOE, graças ao cuidado dispensado na integração da bateria no veículo. A gestão eletrônica da bateria otimiza o consumo elétrico do ZOE durante a rodagem, mantendo a potência. Para garantir um funcionamento mais econômico mesmo quando está bem mais quente ou mais frio do lado de fora, o novo sistema de circulação do ar mantém a bateria do ZOE em um nível temperado.
 
No mundo todo, a Renault já vendeu mais de 350 mil veículos elétricos. No Brasil, desde 2013, quando iniciou a venda de veículos elétricos no país, a Renault participa de importantes projetos de mobilidade urbana 100% elétrica, por meio de parcerias com instituições, prefeituras e iniciativa privada.
 
Já o Twizy, menor e mais leve que o ZOE e com apenas dois lugares, é projetado para uso estritamente urbano. Pequeno, ágil e versátil, se encaixa em qualquer vaga. Alimentado com baterias de íon de lítio, seu moto r elétrico dianteiro tem 20 cv de potência e 7,1 kgfm de torque. A velocidade máxima vai até 85 km/h e a autonomia atinge até 100 quilômetros.
 
O novo Captur, e os veículos com novos moto res 1.0 e 1.6 já podem ser encomendados nas concessionárias Renault do grupo Valec. Mais informações em www.valecrenault.com.br

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!