Revista Comprecar
Renault Duster Oroch terá três versões de acabamento
Nova picape da Renault chega bem equipada e com duas opções de motores
Renault Duster Oroch terá três versões de acabamento
27 de Setembro de 2015

Em toda a história da Renault no Brasil, a fabricante nunca teve uma picape em sua grade de produtos. E agora, a Renault resolveu apostar nesse segmento. Mais do que isso, a Renault chega apostando num formato completamente inédito, até mesmo para o mercado tradicional de picapes. Tipicamente, o mercado de picapes no Brasil, se divide em duas principais categorias. As picapes compactas derivadas de automóvel, e as picapes médias derivadas de SUVs de maior porte. Pois bem, a Renault está apostando num formato completamente inédito. Trata-se de uma picape pequena/média, derivava do seu Crossover Duster. Ela é claramente maior que picapes derivadas de automóveis (como Fiat Strada e VW Saveiro), porém menor que as picapes médias (Chevrolet S10, Volkswagen Amarok, Nissan Frontier, Toyota Hilux, etc).
 
Dessa forma, a Duster Oroch segue basicamente a receita do crossover Duster. Pesa a seu favor o fato dela ser mais espaçosa, tanto por dentro, quanto na caçamba que as picapes compactas, ao mesmo tempo que é mais versátil e prática para um uso urbano, que as picapes médias. Assim, a Duster Oroch promete entregar uma dirigibilidade agradável (que deve encantar também o público feminino) sendo mais prática para manobras em estacionamentos de shopping e de prédios, ao mesmo tempo que é mais útil e robusta, para quem precisa de uma picape. A Duster Oroch tem muitos elementos para ser o carro ideal para quem precisa unir necessidades de trabalho, com um cotidiano urbano e eventuais viagens de lazer. Com isso, o cliente final terá um espectro realmente amplo.
 
Suspensão Multilink
 
A Duster Oroch foi pensada para oferecer alguns diferenciais. Um deles é a suspensão traseira tipo multilink. Derivada do Crossover Duster, essa suspensão é muito mais confortável que o sistema de eixo rígido e feixe de molas, encontrado em picapes médias. Isso promete reduzir as vibrações, melhorando a acústica, e permitindo a Duster Oroch uma dirigibilidade comparável as picapes compactas.
 
Muito espaço
 
Por outro lado, a Renault não economizou no espaço, e nem na capacidade de carga da caçamba da Oroch. Ela conta com generosos 2,82 cm no entre-eixos. Essa é a maior distância entre picapes compactas. E também pode carregar até 650 kg, com capacidade volumétrica de até 683 litros, na caçamba (o maior volume da categoria). O espaço é generoso, com 1,35 metros de comprimento. Mas a Oroch contará ainda com um acessório que permitirá estender o comprimento da caçamba. Para isso, basta abrir a tampa e instalar o extensor da caçamba, sobre a tampa aberta. Com isso, o comprimento máximo acrescenta mais 60 cm. E a tampa da caçamba pode receber até 80 kg em peso. Esse extensor terá também espaço para placa do veículo, atendendo a legislação. O espete fica instalado na parte de baixo da caçamba com trava à chave, para não tomar espaço das cargas, na caçamba e nem ser furtado.
 
Maior mobilidade
 
Por ser derivada de um Crossover, a Oroch conta também com boa mobilidade em terrenos acidentados. Ela tem o maior vão livre da categoria, quando comparada as picapes compactas. Ainda que não tenhamos os preços da Oroch, já é sabido que, na prática, ela vai concorrer com as picapes compactas. Assim, a Oroch tem 20,6 cm de altura em relação ao solo. Isso é maior que os 19,4 cm da Fiat Strada e maior que os 19 cm da VW Saveiro. Aliás, o espaço pode ser comparado aos 22,5 cm da picape média Chevrolet S10. Além disso, a Oroch contará com um ângulo de ataque de expressivos 26 graus. E um ângulo de saída de quase 20 graus. Certamente, isso ajudara na mobilidade em obstáculo. Por enquanto, a Duster Oroch só estará disponível com tração 4x2 dianteira. Mas existe chance dela,em algum momento, trazer a mesma tração 4x4 disponível no Duster. Também , nesse primeiro momento, só existirá a oferta de câmbio manual. A opção do automático deverá chegar mais para frente.
 
Motores e transmissões
 
Serão duas opções de moto res flex. Idênticos ao do Duster, a Oroch terá uma opção de moto r 1,6 litro – 16 válvulas, e um moto r 2,0 litros – 16 válvulas. O moto r 1,6 litro tem potência máxima de 110 cv na gasolina e 115 cv no etanol (obtidos à 5.750 rpm). O torque máximo é de 15,1 kgmf e 15,9 kgmf, respectivamente, obtidos à 3.750 rpm. Esse moto r estará associado a uma transmissão manual de 5 marchas.
 
Já o moto r 2,0 litros conta com potência máxima de 143 cv na gasolina e 148 cv no etanol (obtidos à 5.750 rpm). O torque máximo é de 20,2 kgfm e 20,9 kgfm, respectivamente, obtidos à 4.000 rpm. Esse moto r terá uma transmissão manual de seis marchas.
 
Para melhor aproveitamento do consumo de combustível, todas as versões da Duster Oroch estaão equipadas com o GSI (Gear Shift Indicator). Trata-se de uma indicação no painel que mostra ao condutor qual a melhor marcha a ser utilizada, sempre de acordo com o estilo de condução. De foma complementar, todas as versões também terão o botão Eco-Mode. Com ele acionado, o consumo pode ser reduzido em até 10%. Esse botão limita o torque e a potência do moto r e reduz a potência do ar-condicionado. Uma indicação ECO aparece no painel.
 
Três versões
 
A Duster Oroch chegará em três versões de acabamento: Expression com moto r 1,6 litro e Dynamique com moto res 1,6 litro e 2,0 litros. A parte interessante é que não existe Oroch “pelada”. Desde a versão básica, a Oroch traz o essencial para conforto e comodidade.
 
Faz parte do pacote básico Expression:
 
Ar-condicionado manual;
Banco do moto rista com regulagem de altura;
Direção hidráulica;
Protetor de caçamba;
Travas elétricas;
Quatro vidros com acionamento elétrico;
Volante com regulagem de altura;
Luzes diurnas;
Roda de liga-leve de 16 polegadas;
Rádio com CD-Player, entrada USB + Bluetooth;
Comandos de áudio na coluna de direção;
Trancamento automático das portas;
Alarme
 
Como opcional na Duster Oroch Expression, está o “Pack Plus”, que acrescenta retrovisores elétricos e faróis de neblina.
 
O pacote Dynamique é exatamente igual em equipamentos, independente da opção do moto r 1.6 ou 2.0 litros. Ele acrescenta:
 
Central multimedia Media NAV Evolution;
Computador de bordo de 10 funções;
Faróis de neblina;
Volante revestido em couro;
Pneus de uso misto;
Rodas de alumínio escurecidas;
Indicador de temperatura externa;
Controle de cruzeiro com limitador de velocidade;
 
Existe ainda o “Pack Outsider”, que deixa a Oroch com visual mais aventureiro. Ele inclui:
 
Protetores Frontais;
Duplo farol auxiliar;
Protetor do vidro traseiro;
Capota marítima;
Alargadores dos paralamas;
 
Outro opcional das versões Dynamique são os bancos forrados parcialmente em couro. O Duster Oroch será comercializado em sete diferentes cores: Verde Esmeralda; Branco Neige; Prata Etoile; Cinza Acier; Petro Nacré e Vermelho Fogo.
 
Os interessados já podem reservar a nova picape em: www.ofertasvalec.com.br

Notícias < Voltar
Renault Duster Oroch terá três versões de acabamento
 

Renault Duster Oroch terá três versões de acabamento

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Nova picape da Renault chega bem equipada e com duas opções de motores

27 de Setembro de 2015

Em toda a história da Renault no Brasil, a fabricante nunca teve uma picape em sua grade de produtos. E agora, a Renault resolveu apostar nesse segmento. Mais do que isso, a Renault chega apostando num formato completamente inédito, até mesmo para o mercado tradicional de picapes. Tipicamente, o mercado de picapes no Brasil, se divide em duas principais categorias. As picapes compactas derivadas de automóvel, e as picapes médias derivadas de SUVs de maior porte. Pois bem, a Renault está apostando num formato completamente inédito. Trata-se de uma picape pequena/média, derivava do seu Crossover Duster. Ela é claramente maior que picapes derivadas de automóveis (como Fiat Strada e VW Saveiro), porém menor que as picapes médias (Chevrolet S10, Volkswagen Amarok, Nissan Frontier, Toyota Hilux, etc).
 
Dessa forma, a Duster Oroch segue basicamente a receita do crossover Duster. Pesa a seu favor o fato dela ser mais espaçosa, tanto por dentro, quanto na caçamba que as picapes compactas, ao mesmo tempo que é mais versátil e prática para um uso urbano, que as picapes médias. Assim, a Duster Oroch promete entregar uma dirigibilidade agradável (que deve encantar também o público feminino) sendo mais prática para manobras em estacionamentos de shopping e de prédios, ao mesmo tempo que é mais útil e robusta, para quem precisa de uma picape. A Duster Oroch tem muitos elementos para ser o carro ideal para quem precisa unir necessidades de trabalho, com um cotidiano urbano e eventuais viagens de lazer. Com isso, o cliente final terá um espectro realmente amplo.
 
Suspensão Multilink
 
A Duster Oroch foi pensada para oferecer alguns diferenciais. Um deles é a suspensão traseira tipo multilink. Derivada do Crossover Duster, essa suspensão é muito mais confortável que o sistema de eixo rígido e feixe de molas, encontrado em picapes médias. Isso promete reduzir as vibrações, melhorando a acústica, e permitindo a Duster Oroch uma dirigibilidade comparável as picapes compactas.
 
Muito espaço
 
Por outro lado, a Renault não economizou no espaço, e nem na capacidade de carga da caçamba da Oroch. Ela conta com generosos 2,82 cm no entre-eixos. Essa é a maior distância entre picapes compactas. E também pode carregar até 650 kg, com capacidade volumétrica de até 683 litros, na caçamba (o maior volume da categoria). O espaço é generoso, com 1,35 metros de comprimento. Mas a Oroch contará ainda com um acessório que permitirá estender o comprimento da caçamba. Para isso, basta abrir a tampa e instalar o extensor da caçamba, sobre a tampa aberta. Com isso, o comprimento máximo acrescenta mais 60 cm. E a tampa da caçamba pode receber até 80 kg em peso. Esse extensor terá também espaço para placa do veículo, atendendo a legislação. O espete fica instalado na parte de baixo da caçamba com trava à chave, para não tomar espaço das cargas, na caçamba e nem ser furtado.
 
Maior mobilidade
 
Por ser derivada de um Crossover, a Oroch conta também com boa mobilidade em terrenos acidentados. Ela tem o maior vão livre da categoria, quando comparada as picapes compactas. Ainda que não tenhamos os preços da Oroch, já é sabido que, na prática, ela vai concorrer com as picapes compactas. Assim, a Oroch tem 20,6 cm de altura em relação ao solo. Isso é maior que os 19,4 cm da Fiat Strada e maior que os 19 cm da VW Saveiro. Aliás, o espaço pode ser comparado aos 22,5 cm da picape média Chevrolet S10. Além disso, a Oroch contará com um ângulo de ataque de expressivos 26 graus. E um ângulo de saída de quase 20 graus. Certamente, isso ajudara na mobilidade em obstáculo. Por enquanto, a Duster Oroch só estará disponível com tração 4x2 dianteira. Mas existe chance dela,em algum momento, trazer a mesma tração 4x4 disponível no Duster. Também , nesse primeiro momento, só existirá a oferta de câmbio manual. A opção do automático deverá chegar mais para frente.
 
Motores e transmissões
 
Serão duas opções de moto res flex. Idênticos ao do Duster, a Oroch terá uma opção de moto r 1,6 litro – 16 válvulas, e um moto r 2,0 litros – 16 válvulas. O moto r 1,6 litro tem potência máxima de 110 cv na gasolina e 115 cv no etanol (obtidos à 5.750 rpm). O torque máximo é de 15,1 kgmf e 15,9 kgmf, respectivamente, obtidos à 3.750 rpm. Esse moto r estará associado a uma transmissão manual de 5 marchas.
 
Já o moto r 2,0 litros conta com potência máxima de 143 cv na gasolina e 148 cv no etanol (obtidos à 5.750 rpm). O torque máximo é de 20,2 kgfm e 20,9 kgfm, respectivamente, obtidos à 4.000 rpm. Esse moto r terá uma transmissão manual de seis marchas.
 
Para melhor aproveitamento do consumo de combustível, todas as versões da Duster Oroch estaão equipadas com o GSI (Gear Shift Indicator). Trata-se de uma indicação no painel que mostra ao condutor qual a melhor marcha a ser utilizada, sempre de acordo com o estilo de condução. De foma complementar, todas as versões também terão o botão Eco-Mode. Com ele acionado, o consumo pode ser reduzido em até 10%. Esse botão limita o torque e a potência do moto r e reduz a potência do ar-condicionado. Uma indicação ECO aparece no painel.
 
Três versões
 
A Duster Oroch chegará em três versões de acabamento: Expression com moto r 1,6 litro e Dynamique com moto res 1,6 litro e 2,0 litros. A parte interessante é que não existe Oroch “pelada”. Desde a versão básica, a Oroch traz o essencial para conforto e comodidade.
 
Faz parte do pacote básico Expression:
 
Ar-condicionado manual;
Banco do moto rista com regulagem de altura;
Direção hidráulica;
Protetor de caçamba;
Travas elétricas;
Quatro vidros com acionamento elétrico;
Volante com regulagem de altura;
Luzes diurnas;
Roda de liga-leve de 16 polegadas;
Rádio com CD-Player, entrada USB + Bluetooth;
Comandos de áudio na coluna de direção;
Trancamento automático das portas;
Alarme
 
Como opcional na Duster Oroch Expression, está o “Pack Plus”, que acrescenta retrovisores elétricos e faróis de neblina.
 
O pacote Dynamique é exatamente igual em equipamentos, independente da opção do moto r 1.6 ou 2.0 litros. Ele acrescenta:
 
Central multimedia Media NAV Evolution;
Computador de bordo de 10 funções;
Faróis de neblina;
Volante revestido em couro;
Pneus de uso misto;
Rodas de alumínio escurecidas;
Indicador de temperatura externa;
Controle de cruzeiro com limitador de velocidade;
 
Existe ainda o “Pack Outsider”, que deixa a Oroch com visual mais aventureiro. Ele inclui:
 
Protetores Frontais;
Duplo farol auxiliar;
Protetor do vidro traseiro;
Capota marítima;
Alargadores dos paralamas;
 
Outro opcional das versões Dynamique são os bancos forrados parcialmente em couro. O Duster Oroch será comercializado em sete diferentes cores: Verde Esmeralda; Branco Neige; Prata Etoile; Cinza Acier; Petro Nacré e Vermelho Fogo.
 
Os interessados já podem reservar a nova picape em: www.ofertasvalec.com.br

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!