Revista Comprecar
Renault terá novos motores sendo um deles o 1.0 litro de três cilindros
Novos motores SCe da Renault terão entre 82 e 120 cv, e serão oficializados em breve
Renault terá novos motores sendo um deles o 1.0 litro de três cilindros
06 de Novembro de 2016

A Renault está preparando novos moto res para seus modelos Logan, Sandero, Duster, Oroch e também os futuros Kwid e Lodgy, este último em substituição ao Kangoo. Batizados de SCe, eles chegarão para substituir os propulsores 1.0 - 16V e 1.6 - 8V, atualmente em uso no Brasil.
 
Os novos moto res terão entre 82 cv e 120 cv. O primeiro será um novo três cilindros 1.0 -12 válvulas, sendo todo feito em alumínio e com duplo comando de válvulas variável acionado por corrente. Ainda que parecido ao utilizado no Nissan March (do cabeçote para baixo) ele traz algumas diferenças. Esse SCe 1.0 entrega com etanol 82 cv a 6.300 rpm e 10,5 kgfm a 3.500 rpm. Logan, Sandero e Kwid se beneficiarão desse novo propulsor da Renault.
 
Já o 1.6 SCe é uma versão modificada do 1.6 - 16V utilizado pela Nissan (HR16), mas com 118 cv a 5.500 rpm e 16 kgfm a 4.000 rpm. Esse moto r equipará Logan, Sandero e Sandero Stepway. Já no Duster e picape Oroch a potência sobe para 120 cv e 16,2 kgfm, nas mesmas rotações.
 
Os novos moto res chegam também para reduzir o consumo e a emissão de poluentes. De forma complementar, os moto res SCe trazem a introdução de direção com assistência elétrica. Outro item que ajuda a reduzir o consumo é o Start&Stop, disponível para Sandero, Sandero Stepway e Logan 1.6, mas ausente nos Duster e Oroch 1.6 SCe. A Renault manteve a caixa manual de cinco marchas e o câmbio automatizado Easy´R.
 
Os novos moto res também trazem a tecnologia ESM (Energy Smart Management). Esse sistema aproveita o movimento de desaceleração do moto r para recarregar a bateria, em vez de gerar carga no alternador, e influir no consumo. Nesse momento, o alternador fica desacoplado do moto r. Essa tecnologia estará presente em todos os moto res SCe, 1.0 e 1.6.
 
De acordo com o Inmetro, o consumo do Sandero 1.0 SCe é de 14,2 km/litro na cidade com gasolina, sendo 19% mais econômico que o atual. Ainda no ciclo urbano, o Logan 1.0 SCe faz 13,8 km/litro com o mesmo combustível, sendo 16% mais econômico.
 
Com o 1.6 SCe com gasolina, o Sandero 2017 faz 12,8 km/litro na cidade, enquanto o Logan ficou com 13,0 km/litro, com reduções de 19% e 21%. Esse mesmo moto r, com um pouco mais de potência, permite aos Duster e Oroch consumos urbanos de 11,2 e 11,1 km/litro, sendo assim 18 e 16% mais econômicos que os atuais.
 
Logan e Sandero 1.0 SCe vão de 0 a 100 km/h em 13 segundos. Quando equipados com o novo 1.6 SCe, eles aceleram em 9,8 segundos. O Duster faz isso em 11,8 segundos e a Oroch em 12,5 segundos.
 
Exclusivamente para Sandero e Logan equipados com moto r 1.6 – 16 v SCe com a caixa de câmbio robotizada Easy-R de cinco marchas, está a inclusão do HSA (assistente de arrancada em subida) que não deixa o carro escorregar em rampas e o controle de estabilidade eletrônico (ESP).
 
Os veículos com novos moto res poderão ser encomendados nas concessionárias Renault do grupo Valec. Mais informações em www.valecrenault.com.br

Notícias < Voltar
Renault terá novos motores sendo um deles o 1.0 litro de três cilindros
 

Renault terá novos motores sendo um deles o 1.0 litro de três cilindros

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Novos motores SCe da Renault terão entre 82 e 120 cv, e serão oficializados em breve

06 de Novembro de 2016

A Renault está preparando novos moto res para seus modelos Logan, Sandero, Duster, Oroch e também os futuros Kwid e Lodgy, este último em substituição ao Kangoo. Batizados de SCe, eles chegarão para substituir os propulsores 1.0 - 16V e 1.6 - 8V, atualmente em uso no Brasil.
 
Os novos moto res terão entre 82 cv e 120 cv. O primeiro será um novo três cilindros 1.0 -12 válvulas, sendo todo feito em alumínio e com duplo comando de válvulas variável acionado por corrente. Ainda que parecido ao utilizado no Nissan March (do cabeçote para baixo) ele traz algumas diferenças. Esse SCe 1.0 entrega com etanol 82 cv a 6.300 rpm e 10,5 kgfm a 3.500 rpm. Logan, Sandero e Kwid se beneficiarão desse novo propulsor da Renault.
 
Já o 1.6 SCe é uma versão modificada do 1.6 - 16V utilizado pela Nissan (HR16), mas com 118 cv a 5.500 rpm e 16 kgfm a 4.000 rpm. Esse moto r equipará Logan, Sandero e Sandero Stepway. Já no Duster e picape Oroch a potência sobe para 120 cv e 16,2 kgfm, nas mesmas rotações.
 
Os novos moto res chegam também para reduzir o consumo e a emissão de poluentes. De forma complementar, os moto res SCe trazem a introdução de direção com assistência elétrica. Outro item que ajuda a reduzir o consumo é o Start&Stop, disponível para Sandero, Sandero Stepway e Logan 1.6, mas ausente nos Duster e Oroch 1.6 SCe. A Renault manteve a caixa manual de cinco marchas e o câmbio automatizado Easy´R.
 
Os novos moto res também trazem a tecnologia ESM (Energy Smart Management). Esse sistema aproveita o movimento de desaceleração do moto r para recarregar a bateria, em vez de gerar carga no alternador, e influir no consumo. Nesse momento, o alternador fica desacoplado do moto r. Essa tecnologia estará presente em todos os moto res SCe, 1.0 e 1.6.
 
De acordo com o Inmetro, o consumo do Sandero 1.0 SCe é de 14,2 km/litro na cidade com gasolina, sendo 19% mais econômico que o atual. Ainda no ciclo urbano, o Logan 1.0 SCe faz 13,8 km/litro com o mesmo combustível, sendo 16% mais econômico.
 
Com o 1.6 SCe com gasolina, o Sandero 2017 faz 12,8 km/litro na cidade, enquanto o Logan ficou com 13,0 km/litro, com reduções de 19% e 21%. Esse mesmo moto r, com um pouco mais de potência, permite aos Duster e Oroch consumos urbanos de 11,2 e 11,1 km/litro, sendo assim 18 e 16% mais econômicos que os atuais.
 
Logan e Sandero 1.0 SCe vão de 0 a 100 km/h em 13 segundos. Quando equipados com o novo 1.6 SCe, eles aceleram em 9,8 segundos. O Duster faz isso em 11,8 segundos e a Oroch em 12,5 segundos.
 
Exclusivamente para Sandero e Logan equipados com moto r 1.6 – 16 v SCe com a caixa de câmbio robotizada Easy-R de cinco marchas, está a inclusão do HSA (assistente de arrancada em subida) que não deixa o carro escorregar em rampas e o controle de estabilidade eletrônico (ESP).
 
Os veículos com novos moto res poderão ser encomendados nas concessionárias Renault do grupo Valec. Mais informações em www.valecrenault.com.br

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!