Revista Comprecar
Toyota Etios 2017 evolui no conteúdo e na técnica
Entre as novidades estão a oferta do câmbio automático e outras melhorias
Toyota Etios 2017 evolui no conteúdo e na técnica
21 de Abril de 2016

A Toyota acabe de apresentar no mercado brasileiro a linha Etios 2017. Sem mudanças externas ou no estilo, a Toyota focou em melhorar aquilo que era, de alguma forma, apontado como insatisfação ou crítica do cliente. Com essa estratégia, e numa ação conservadora, a Toyota buscou melhorar exatamente aquilo que faz mais diferença para quem já era dono de um Etios.
 
E nesse sentido, as mudanças foram expressivas. Para começar, a família Etios 2017 recebeu moto res completamente novos de 1.3 e 1.5 litro com tecnologia Dual VVT-i, novas transmissões (manual de seis marchas e automática de quatro marchas), um painel digital completamente novo com visor de 4.2 polegadas (batizado de Toyota Smart Screen); melhorias no isolamento acústico e a recalibração da suspensão e da direção com assistência elétrica.
 
Desde o seu lançamento, em Setembro de 2012, o Etios se baseou numa premissa de custo-benefício e racionalidade. Como todo produto Toyota, o Etios é reconhecido pela qualidade, durabilidade e confiabilidade. E de lá para cá, a Toyota vem rotineiramente fazendo melhorias e aprimoramentos baseado sempre nos pedidos de seus clientes.
 
Ao longo de sua trajetória, o Etios se tornou um dos modelos mais vendidos pela Toyota no Brasil. Em 2015, a marca comercializou 61 mil unidades no mercado Brasil. Aliás, desde seu lançamento, o Etios só cresce em vendas. O produto também é o principal responsável pelo crescimento da Toyota em participação de mercado, bem como o crescimento da rede de concessionários.
 
Novo (e inédito) painel digital central
 
Alvo de inúmeras críticas, o antigo painel central de ponteiros, foi completamente substituído por um avançado painel totalmente digital, com um display de 4.2 polegadas, com tecnologia TFT de alta resolução.
 
Batizado pela Toyota de Smart Screen, ele lembra bastante o painel existente no Prius e no CT200h da Lexus. Nesse novo painel, dois grandes círculos reúnem as informações de bordo: o do lado direito mostra o conta-giros e o termômetro do moto r, o esquerdo, o velocímetro e o indicador de combustível. Essa tela exibe também diversas informações sobre condução, em projeção tridimensional. Entre elas, a marcha que está sendo utilizada, no caso da transmissão automática. Agora, passageiro e moto rista, bem como todos no banco traseiro, tem ótima visão das informações, seja no claro ou no escuro.
 
Cabe destacar que, com essa mudança, o Etios passa a ser único carro na categoria, com uma solução de painel completamente digital (só visto em carros de categoria superior. O Onix e Prisma da Chevrolet, contam com um painel digital que é parcial, utilizando ponteiros também.
 
A exceção da versão de entrada X, as demais versões contam com a iluminação “clear blue” do painel de instrumentos, para os indicadores de velocidade e rotação do moto r, sistema de áudio, relógio e ar-condicionado. A intensidade da luz pode ser regulada conforme a preferência do moto rista, considerando as variáveis de faróis ligados ou desligados ou dias mais ou menos ensolarados.
 
Motores inteiramente novos
 
A linha Etios 2017 marca o início de um novo tempo na história da Toyota do Brasil. O modelo é o primeiro do portfólio a ser equipado com moto res produzidos na nova planta de moto res, localizada na cidade de Porto Feliz, interior do estado de SP. Ainda que eles sejam derivados da mesma família dos antigos moto res da linha Etios, os novos moto res evoluíram em todos os sentidos. Na prática, são completamente diferentes.
 
Esse novos moto res 1.3 e 1.5 litros, ambos 16 válvulas Flex, contam agora com a tecnologia de duplo comando de válvulas variável, batizada de Dual VVT-i pela Toyota. Antes, os comandos eram totalmente passivos. O Dual VVT-i atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e exaustão, podendo mudar o tempo de abertura e fechamento das válvulas. Isso reflete diretamente em melhor desempenho e menor consumo. Além disso, ambos moto res ficaram mais potentes.
 
O primeiro moto r é um 1.3 litro Flex que chega à 98 cv (a 5.600 rpm), quando abastecido com etanol, e 88 cv (a 5.600 rpm) com gasolina. O torque máximo nesta configuração é de 12,8 kgfm (com etanol) e de 12,3 kgfm (com gasolina), sempre a 4.000 rpm. Nesse moto r, o ganho em torque foi de 9%. E a potência cresceu 8 cv, quando comparado à versão anterior.
 
A segunda opção é um 1.5 litro Flex, que chega à 107 cv (a 5.600 rpm), quando abastecido com etanol, e 102 cv (a 5.600 rpm), com gasolina. O torque máximo é de 14,4 kgfm (com etanol) e de 14,0 kgfm (com gasolina). Nesse moto r, o aumento do torque foi de 11%, e a potência subiu 11 cv, em relação à versão anterior.
 
Ambos os moto res são construídos com bloco e cabeçote de alumínio. Eles também não utilizam mais o subtanque auxiliar de partida a frio, trazendo bicos injetores dotados de sistema de pré-aquecimento.
 
Novas transmissões
 
Agora, todas as versões do Toyota Etios 2017, desde a básica até a top (X, XS, XLS e Cross), tanto no hatchback quanto sedan, dispõem de novas opções de câmbios. A manual passa a contar com seis marchas. E todos os Etios 2017 também tem a opção da automática de quatro marchas. Assim, o Etios se torna o hatchback mais acessível do mercado brasileiro, com câmbio automático “de verdade”.
 
A transmissão automática era o principal pedido dos consumidores do antigo Etios. Então, a Toyota fez todo o desenvolvimento da nova transmissão, objetivando privilegiar a dirigibilidade e o desempenho, com baixo consumo de combustível.
 
O principal diferencial dessa transmissão é o software de gerenciamento A.I. Shift Control (Inteligência Artificial de Controle de Trocas) que é capaz de analisar a condição de uso do veículo, a posição do pedal do acelerador e, assim, selecionar e manter a marcha mais adequada para cada situação de condução. Claro que o moto r com Dual VVT-i também ajuda muito, no melhor aproveitamento do câmbio automático.
 
Para as versões manuais, a Toyota adotou o IMT (Monitor Inteligente de Aceleração), que funciona como um auxiliar de arranque, evitando que o moto r “morra” assim que o moto rista tira o pé da embreagem para colocar o carro em movimento. Isso ajuda bastante quem não tem muita prática, e amplia o conforto na condução. Além disso, foi adotado o acionamento hidráulico da embreagem (em vez do cabo), deixando o pedal mais leve e macio.
Mais mudanças
 
Outras pequenas mudanças também foram feitas, visando aprimorar o Etios. Uma delas foi a gestão do sistema do ar-condicionado com um compressor mais avançado. Após um período constante de uso do equipamento, o veículo é capaz de desligar o sistema por alguns segundos e religar automaticamente, a fim de poupar ainda mais combustível.
 
Além disso, a linha Etios 2017 teve a direção eletroassistida recalibrada, garantindo melhor dirigibilidade. Destaque para os excelentes raios de giro de apenas 4,8 m no hatchback e 4,9 m no sedan. Esse é o espaço mínimo necessário para o carro fazer uma volta de 180 graus, sem precisar realizar outra manobra com marcha ré.
 
Outra mudança aconteceu no ajuste da suspensão. Molas e amortecedores foram recalibrados, tornando o Etios 2017 mais estável e confortável no uso diário.
 
As versões
 
A Toyota mantém a premissa de sempre entregar um veículo bem equipado. Assim, não existe Etios “pelado”. Desde a versão de entrada X, a linha traz de série o Smart Screen, computador de bordo, antena externa do tipo short pole (mais curta que a anterior), descansa-braços no assento do moto rista (somente na versão automática) e banco traseiro com encosto rebatível.
 
Essa versão mantém as funções da direção eletro-assistida progressiva (EPS); o ar-condicionado manual; abertura interna do porta-malas e do tanque de combustível; chave com comando de abertura e fechamento das quatro portas; parassol com espelho de cortesia para moto rista e passageiro; vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico, sendo o do moto rista com simples toque; travas elétricas; além dos obrigatórios airbag duplo dianteiro e freios com sistema ABS de última geração. Essa versão passa a ser o hatchback com o melhor custo-benefício (tirando os modelos com moto r 1.0) do mercado.
 
A versão XS adiciona sobre a versão X: sistema de áudio que reproduz arquivos de MP3 com função Bluetooth e entradas auxiliar e USB; controle de velocidade de cruzeiro (versão automática); controle de áudio e do computador de bordo no volante; abertura do porta-malas por meio de um botão; bancos com tecido em duas cores e alto-falantes e tweeters.
 
Nessa versão, existe uma outra novidade.  Trata-se da função EcoWallet no computador de bordo. Ela permite que o moto rista insira o valor pago pelo litro do combustível, possibilitando o cálculo, e o monitoramento, do valor gasto com combustível durante uma viagem ou trajeto. Essa é uma função herdada do hibrido Prius.
 
A versão XLS agrega todos os equipamentos da versão XS, mais rodas de liga leve de 15 polegadas com novo desenho (nas versões X e XS as rodas são de 14 polegadas e revestidas por calotas); sistema de áudio com tela touchscreen (que permite espelhamento de smartphones); faróis auxiliares dianteiros; revestimento do volante em padrão couro; retrovisores externos com indicadores de seta integrados e acabamento dos bancos Comfort Drive (padrão couro).
 
A versão Cross (disponível apenas na carroceria hatchback), se diferencia da XLS pelo design das rodas de liga leve, costura exclusiva dos bancos, manopla do câmbio com acabamento em couro, jogo de tapetes com a inscrição Cross, além dos apliques na carroceria que identificam o visual aventureiro.
 
Segurança
 
Para a linha 2017, a Toyota do Brasil aprimorou os sistemas de segurança do modelo, com a inclusão do encosto de cabeça e do cinto de segurança de três pontos para o passageiro central do banco traseiro e do sistema de ancoragem de cadeiras de crianças ISOFIX.
 
Todas as versões são equipadas com airbag frontal duplo, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), que ganhou uma nova geração de software, assegurando o controle direcional em frenagens de emergência.
 
Baixo custo de manutenção
 
Segundo a Toyota, a família Etios é o modelo do seu segmento com os maiores índices de satisfação e de lealdade entre os proprietários. Do total de clientes que trocaram seus Etios, 65% compraram um novo Etios. Parte disso, se deve ao custo de propriedade do modelo. Até os 60 mil km, o custo total com revisões é de R$ 2.400,00, um dos menores do mercado.
 
Preços
 
Os preços da linha completa 2017 do Etios ficam assim:

Etios hatchback 2017
 
X 1.3L manual                    R$ 43.990,00
X 1.3L automático           R$ 47.490,00
XS 1.5L manual                 R$ 48.995,00
XS 1.5L automático         R$ 52.495,00
XLS 1.5L manual               R$ 53.895,00
XLS 1.5L automático       R$ 57.395,00
Cross 1.5L manual           R$ 57.395,00
Cross 1.5L automático   R$ 60.895,00
 
Etios sedan 2017
 
X 1.5L manual                    R$ 48.495,00
X 1.5L automático           R$ 51.995,00
XS 1.5L manual                 R$ 51.695,00
XS 1.5L automático         R$ 55.195,00
XLS 1.5L manual               R$ 56.795,00
XLS 1.5L automático       R$ 60.295,00
 
Oportunidade na Toyota Ramires em Sorocaba
 
A chegada da linha 2017 do Etios, cria uma boa oportunidade de compra para quem está com o orçamento mais limitado, e quer sair de carro novo. Algumas unidades da linha Etios 2016 está com preço de nota fiscal de fábrica na Toyota Ramires Motors em Sorocaba. E a linha sedan do Etios 2016 ainda conta com IPVA grátis.
 
A Toyota Ramires Motors fica na marginal de Sorocaba, na av. Dom Aguirre 2001, ao lado do Habib´s. Para mais informações (15) 3224-5444.

Lançamentos < Voltar
Toyota Etios 2017 evolui no conteúdo e na técnica
 

Toyota Etios 2017 evolui no conteúdo e na técnica

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Entre as novidades estão a oferta do câmbio automático e outras melhorias

21 de Abril de 2016

A Toyota acabe de apresentar no mercado brasileiro a linha Etios 2017. Sem mudanças externas ou no estilo, a Toyota focou em melhorar aquilo que era, de alguma forma, apontado como insatisfação ou crítica do cliente. Com essa estratégia, e numa ação conservadora, a Toyota buscou melhorar exatamente aquilo que faz mais diferença para quem já era dono de um Etios.
 
E nesse sentido, as mudanças foram expressivas. Para começar, a família Etios 2017 recebeu moto res completamente novos de 1.3 e 1.5 litro com tecnologia Dual VVT-i, novas transmissões (manual de seis marchas e automática de quatro marchas), um painel digital completamente novo com visor de 4.2 polegadas (batizado de Toyota Smart Screen); melhorias no isolamento acústico e a recalibração da suspensão e da direção com assistência elétrica.
 
Desde o seu lançamento, em Setembro de 2012, o Etios se baseou numa premissa de custo-benefício e racionalidade. Como todo produto Toyota, o Etios é reconhecido pela qualidade, durabilidade e confiabilidade. E de lá para cá, a Toyota vem rotineiramente fazendo melhorias e aprimoramentos baseado sempre nos pedidos de seus clientes.
 
Ao longo de sua trajetória, o Etios se tornou um dos modelos mais vendidos pela Toyota no Brasil. Em 2015, a marca comercializou 61 mil unidades no mercado Brasil. Aliás, desde seu lançamento, o Etios só cresce em vendas. O produto também é o principal responsável pelo crescimento da Toyota em participação de mercado, bem como o crescimento da rede de concessionários.
 
Novo (e inédito) painel digital central
 
Alvo de inúmeras críticas, o antigo painel central de ponteiros, foi completamente substituído por um avançado painel totalmente digital, com um display de 4.2 polegadas, com tecnologia TFT de alta resolução.
 
Batizado pela Toyota de Smart Screen, ele lembra bastante o painel existente no Prius e no CT200h da Lexus. Nesse novo painel, dois grandes círculos reúnem as informações de bordo: o do lado direito mostra o conta-giros e o termômetro do moto r, o esquerdo, o velocímetro e o indicador de combustível. Essa tela exibe também diversas informações sobre condução, em projeção tridimensional. Entre elas, a marcha que está sendo utilizada, no caso da transmissão automática. Agora, passageiro e moto rista, bem como todos no banco traseiro, tem ótima visão das informações, seja no claro ou no escuro.
 
Cabe destacar que, com essa mudança, o Etios passa a ser único carro na categoria, com uma solução de painel completamente digital (só visto em carros de categoria superior. O Onix e Prisma da Chevrolet, contam com um painel digital que é parcial, utilizando ponteiros também.
 
A exceção da versão de entrada X, as demais versões contam com a iluminação “clear blue” do painel de instrumentos, para os indicadores de velocidade e rotação do moto r, sistema de áudio, relógio e ar-condicionado. A intensidade da luz pode ser regulada conforme a preferência do moto rista, considerando as variáveis de faróis ligados ou desligados ou dias mais ou menos ensolarados.
 
Motores inteiramente novos
 
A linha Etios 2017 marca o início de um novo tempo na história da Toyota do Brasil. O modelo é o primeiro do portfólio a ser equipado com moto res produzidos na nova planta de moto res, localizada na cidade de Porto Feliz, interior do estado de SP. Ainda que eles sejam derivados da mesma família dos antigos moto res da linha Etios, os novos moto res evoluíram em todos os sentidos. Na prática, são completamente diferentes.
 
Esse novos moto res 1.3 e 1.5 litros, ambos 16 válvulas Flex, contam agora com a tecnologia de duplo comando de válvulas variável, batizada de Dual VVT-i pela Toyota. Antes, os comandos eram totalmente passivos. O Dual VVT-i atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e exaustão, podendo mudar o tempo de abertura e fechamento das válvulas. Isso reflete diretamente em melhor desempenho e menor consumo. Além disso, ambos moto res ficaram mais potentes.
 
O primeiro moto r é um 1.3 litro Flex que chega à 98 cv (a 5.600 rpm), quando abastecido com etanol, e 88 cv (a 5.600 rpm) com gasolina. O torque máximo nesta configuração é de 12,8 kgfm (com etanol) e de 12,3 kgfm (com gasolina), sempre a 4.000 rpm. Nesse moto r, o ganho em torque foi de 9%. E a potência cresceu 8 cv, quando comparado à versão anterior.
 
A segunda opção é um 1.5 litro Flex, que chega à 107 cv (a 5.600 rpm), quando abastecido com etanol, e 102 cv (a 5.600 rpm), com gasolina. O torque máximo é de 14,4 kgfm (com etanol) e de 14,0 kgfm (com gasolina). Nesse moto r, o aumento do torque foi de 11%, e a potência subiu 11 cv, em relação à versão anterior.
 
Ambos os moto res são construídos com bloco e cabeçote de alumínio. Eles também não utilizam mais o subtanque auxiliar de partida a frio, trazendo bicos injetores dotados de sistema de pré-aquecimento.
 
Novas transmissões
 
Agora, todas as versões do Toyota Etios 2017, desde a básica até a top (X, XS, XLS e Cross), tanto no hatchback quanto sedan, dispõem de novas opções de câmbios. A manual passa a contar com seis marchas. E todos os Etios 2017 também tem a opção da automática de quatro marchas. Assim, o Etios se torna o hatchback mais acessível do mercado brasileiro, com câmbio automático “de verdade”.
 
A transmissão automática era o principal pedido dos consumidores do antigo Etios. Então, a Toyota fez todo o desenvolvimento da nova transmissão, objetivando privilegiar a dirigibilidade e o desempenho, com baixo consumo de combustível.
 
O principal diferencial dessa transmissão é o software de gerenciamento A.I. Shift Control (Inteligência Artificial de Controle de Trocas) que é capaz de analisar a condição de uso do veículo, a posição do pedal do acelerador e, assim, selecionar e manter a marcha mais adequada para cada situação de condução. Claro que o moto r com Dual VVT-i também ajuda muito, no melhor aproveitamento do câmbio automático.
 
Para as versões manuais, a Toyota adotou o IMT (Monitor Inteligente de Aceleração), que funciona como um auxiliar de arranque, evitando que o moto r “morra” assim que o moto rista tira o pé da embreagem para colocar o carro em movimento. Isso ajuda bastante quem não tem muita prática, e amplia o conforto na condução. Além disso, foi adotado o acionamento hidráulico da embreagem (em vez do cabo), deixando o pedal mais leve e macio.
Mais mudanças
 
Outras pequenas mudanças também foram feitas, visando aprimorar o Etios. Uma delas foi a gestão do sistema do ar-condicionado com um compressor mais avançado. Após um período constante de uso do equipamento, o veículo é capaz de desligar o sistema por alguns segundos e religar automaticamente, a fim de poupar ainda mais combustível.
 
Além disso, a linha Etios 2017 teve a direção eletroassistida recalibrada, garantindo melhor dirigibilidade. Destaque para os excelentes raios de giro de apenas 4,8 m no hatchback e 4,9 m no sedan. Esse é o espaço mínimo necessário para o carro fazer uma volta de 180 graus, sem precisar realizar outra manobra com marcha ré.
 
Outra mudança aconteceu no ajuste da suspensão. Molas e amortecedores foram recalibrados, tornando o Etios 2017 mais estável e confortável no uso diário.
 
As versões
 
A Toyota mantém a premissa de sempre entregar um veículo bem equipado. Assim, não existe Etios “pelado”. Desde a versão de entrada X, a linha traz de série o Smart Screen, computador de bordo, antena externa do tipo short pole (mais curta que a anterior), descansa-braços no assento do moto rista (somente na versão automática) e banco traseiro com encosto rebatível.
 
Essa versão mantém as funções da direção eletro-assistida progressiva (EPS); o ar-condicionado manual; abertura interna do porta-malas e do tanque de combustível; chave com comando de abertura e fechamento das quatro portas; parassol com espelho de cortesia para moto rista e passageiro; vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico, sendo o do moto rista com simples toque; travas elétricas; além dos obrigatórios airbag duplo dianteiro e freios com sistema ABS de última geração. Essa versão passa a ser o hatchback com o melhor custo-benefício (tirando os modelos com moto r 1.0) do mercado.
 
A versão XS adiciona sobre a versão X: sistema de áudio que reproduz arquivos de MP3 com função Bluetooth e entradas auxiliar e USB; controle de velocidade de cruzeiro (versão automática); controle de áudio e do computador de bordo no volante; abertura do porta-malas por meio de um botão; bancos com tecido em duas cores e alto-falantes e tweeters.
 
Nessa versão, existe uma outra novidade.  Trata-se da função EcoWallet no computador de bordo. Ela permite que o moto rista insira o valor pago pelo litro do combustível, possibilitando o cálculo, e o monitoramento, do valor gasto com combustível durante uma viagem ou trajeto. Essa é uma função herdada do hibrido Prius.
 
A versão XLS agrega todos os equipamentos da versão XS, mais rodas de liga leve de 15 polegadas com novo desenho (nas versões X e XS as rodas são de 14 polegadas e revestidas por calotas); sistema de áudio com tela touchscreen (que permite espelhamento de smartphones); faróis auxiliares dianteiros; revestimento do volante em padrão couro; retrovisores externos com indicadores de seta integrados e acabamento dos bancos Comfort Drive (padrão couro).
 
A versão Cross (disponível apenas na carroceria hatchback), se diferencia da XLS pelo design das rodas de liga leve, costura exclusiva dos bancos, manopla do câmbio com acabamento em couro, jogo de tapetes com a inscrição Cross, além dos apliques na carroceria que identificam o visual aventureiro.
 
Segurança
 
Para a linha 2017, a Toyota do Brasil aprimorou os sistemas de segurança do modelo, com a inclusão do encosto de cabeça e do cinto de segurança de três pontos para o passageiro central do banco traseiro e do sistema de ancoragem de cadeiras de crianças ISOFIX.
 
Todas as versões são equipadas com airbag frontal duplo, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), que ganhou uma nova geração de software, assegurando o controle direcional em frenagens de emergência.
 
Baixo custo de manutenção
 
Segundo a Toyota, a família Etios é o modelo do seu segmento com os maiores índices de satisfação e de lealdade entre os proprietários. Do total de clientes que trocaram seus Etios, 65% compraram um novo Etios. Parte disso, se deve ao custo de propriedade do modelo. Até os 60 mil km, o custo total com revisões é de R$ 2.400,00, um dos menores do mercado.
 
Preços
 
Os preços da linha completa 2017 do Etios ficam assim:

Etios hatchback 2017
 
X 1.3L manual                    R$ 43.990,00
X 1.3L automático           R$ 47.490,00
XS 1.5L manual                 R$ 48.995,00
XS 1.5L automático         R$ 52.495,00
XLS 1.5L manual               R$ 53.895,00
XLS 1.5L automático       R$ 57.395,00
Cross 1.5L manual           R$ 57.395,00
Cross 1.5L automático   R$ 60.895,00
 
Etios sedan 2017
 
X 1.5L manual                    R$ 48.495,00
X 1.5L automático           R$ 51.995,00
XS 1.5L manual                 R$ 51.695,00
XS 1.5L automático         R$ 55.195,00
XLS 1.5L manual               R$ 56.795,00
XLS 1.5L automático       R$ 60.295,00
 
Oportunidade na Toyota Ramires em Sorocaba
 
A chegada da linha 2017 do Etios, cria uma boa oportunidade de compra para quem está com o orçamento mais limitado, e quer sair de carro novo. Algumas unidades da linha Etios 2016 está com preço de nota fiscal de fábrica na Toyota Ramires Motors em Sorocaba. E a linha sedan do Etios 2016 ainda conta com IPVA grátis.
 
A Toyota Ramires Motors fica na marginal de Sorocaba, na av. Dom Aguirre 2001, ao lado do Habib´s. Para mais informações (15) 3224-5444.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!