Revista Comprecar
Volkswagen investe em Laboratórios de Motores e Emissões
Marca possui o maior número de modelos com melhor eficiência energética, segundo INMETRO
Volkswagen investe em Laboratórios de Motores e Emissões
19 de Setembro de 2014

A Volkswagen do Brasil acaba de investir R$ 50 milhões em 12 novos equipamentos e ampliação dos laboratórios emissões e de moto res na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo. Iniciado em 2011, o investimento inclui novos dinamômetros de bancada (estático, para moto res) e de chassis (dinâmico, com o carro em movimento), entre eles o primeiro dinamômetro da indústria brasileira para testes em veículos 4X4.
 
O investimento também inclui a ampliação da área de acondicionamento de veículos melhorando a infraestrutura para realização de testes. Nessa área, os carros permanecem por 12 horas, com temperatura controlada, antes de serem testados.
 
Pioneiro na indústria, o laboratório de emissões inaugurado em 1976 (10 anos antes de existir no Brasil a lei de controle de emissões de gases) destina-se a medir os gases emitidos pelos veículos produzidos pela marca no Brasil e Argentina para o desenvolvimento, homologação e controle de produção.
 
O Laboratório de Emissões da Volkswagen do Brasil está entre os três maiores do País, e realiza em torno de 40 testes de emissões por dia. Cerca de 0,4% dos veículos produzidos pela marca no Brasil, destinados ao mercado brasileiro, são testados no laboratório, além dos veículos também fabricados na Argentina.
 
O Laboratório de Motores também presta suporte ao desenvolvimento e homologação de novos veículos e moto res. Graças aos testes é possível medir e orientar, por exemplo, o melhor ajuste de potência, torque, nível de emissões entre outros para cada moto r.
 
Os testes
 
Antes de iniciar os testes, os veículos ficam em “repouso” absoluto por 12 horas na área de acondicionamento com temperatura controlada de 20 a 26°C. No teste de emissões, o veículo roda no dinamômetro de chassis e “percorre” um caminho que simula condições reais de trânsito, com acelerações, frenagens, ultrapassagens, congestionamentos e paradas aos semáforos.
 
Os veículos rodam nos dinamômetros em várias condições, como partida com o moto r frio, com moto r aquecido e com temperaturas mais elevadas. Em um tubo colocado no escapamento do veículo os gases são coletados e analisados com o objetivo de desenvolver moto res cada vez mais com o foco na preservação do meio ambiente. Diariamente, os especialistas analisam os gases emitidos por protótipos e veículos de produção em série, bem como avaliam o consumo de combustível.
 
Programa de Etiquetagem Veicular
 
De acordo com os dados mais atuais divulgados pelo INMETRO (25/8/2014) a Volkswagen do Brasil é a marca com o maior número de versões e modelos que atingiram a melhor classificação no PBE (Programa Brasileiro de Etiquetagem) no ranking mais recente divulgado pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). São 41 modelos e versões no total que receberam classificação A em suas categorias, o que representa uma melhor eficiência energética, traduzida em um melhor índice de consumo de combustível.

Notícias < Voltar
Volkswagen investe em Laboratórios de Motores e Emissões
 

Volkswagen investe em Laboratórios de Motores e Emissões

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Marca possui o maior número de modelos com melhor eficiência energética, segundo INMETRO

19 de Setembro de 2014

A Volkswagen do Brasil acaba de investir R$ 50 milhões em 12 novos equipamentos e ampliação dos laboratórios emissões e de moto res na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo. Iniciado em 2011, o investimento inclui novos dinamômetros de bancada (estático, para moto res) e de chassis (dinâmico, com o carro em movimento), entre eles o primeiro dinamômetro da indústria brasileira para testes em veículos 4X4.
 
O investimento também inclui a ampliação da área de acondicionamento de veículos melhorando a infraestrutura para realização de testes. Nessa área, os carros permanecem por 12 horas, com temperatura controlada, antes de serem testados.
 
Pioneiro na indústria, o laboratório de emissões inaugurado em 1976 (10 anos antes de existir no Brasil a lei de controle de emissões de gases) destina-se a medir os gases emitidos pelos veículos produzidos pela marca no Brasil e Argentina para o desenvolvimento, homologação e controle de produção.
 
O Laboratório de Emissões da Volkswagen do Brasil está entre os três maiores do País, e realiza em torno de 40 testes de emissões por dia. Cerca de 0,4% dos veículos produzidos pela marca no Brasil, destinados ao mercado brasileiro, são testados no laboratório, além dos veículos também fabricados na Argentina.
 
O Laboratório de Motores também presta suporte ao desenvolvimento e homologação de novos veículos e moto res. Graças aos testes é possível medir e orientar, por exemplo, o melhor ajuste de potência, torque, nível de emissões entre outros para cada moto r.
 
Os testes
 
Antes de iniciar os testes, os veículos ficam em “repouso” absoluto por 12 horas na área de acondicionamento com temperatura controlada de 20 a 26°C. No teste de emissões, o veículo roda no dinamômetro de chassis e “percorre” um caminho que simula condições reais de trânsito, com acelerações, frenagens, ultrapassagens, congestionamentos e paradas aos semáforos.
 
Os veículos rodam nos dinamômetros em várias condições, como partida com o moto r frio, com moto r aquecido e com temperaturas mais elevadas. Em um tubo colocado no escapamento do veículo os gases são coletados e analisados com o objetivo de desenvolver moto res cada vez mais com o foco na preservação do meio ambiente. Diariamente, os especialistas analisam os gases emitidos por protótipos e veículos de produção em série, bem como avaliam o consumo de combustível.
 
Programa de Etiquetagem Veicular
 
De acordo com os dados mais atuais divulgados pelo INMETRO (25/8/2014) a Volkswagen do Brasil é a marca com o maior número de versões e modelos que atingiram a melhor classificação no PBE (Programa Brasileiro de Etiquetagem) no ranking mais recente divulgado pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). São 41 modelos e versões no total que receberam classificação A em suas categorias, o que representa uma melhor eficiência energética, traduzida em um melhor índice de consumo de combustível.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!