Revista Comprecar
Avaliação: Renault Sandero Stepway 1.6 SCe
Novo motor garante mais fôlego e economia, à versão aventureira do Sandero
Avaliação: Renault Sandero Stepway 1.6 SCe
24 de Fevereiro de 2017

Em dezembro de 2016, a Renault fez uma ampla mudança na motorização, de grande parte da sua linha de veículos. De uma só vez, a Renault aposentou o seu motor 1.0 - 16v Hi-Power de quatro cilindros, e o 1.6 - 8v Hi-Power de quatro cilindros, em toda sua linha. Eles foram substituídos pelos novos motores 1.0 – 12 válvulas de 3 cilindros (que passou a equipar Sandero e Logan) e um novo 1.6 – 16 válvulas de 4 cilindros (Sandero, Stepway, Logan, Duster, Duster Oroch e brevemente a nova Captur).
 
Os novos motores nasceram sob a designação SCe (Smart Control Efficiency). Ainda que sejam de famílias diferentes (com tecnologia diferente), esses novos motores 1.0 e 1.6 trazem uma série de tecnologias inéditas. Desenvolvidos pela Renault Tecnologia Américas (RTA), e produzidos no Complexo Ayrton Senna no Paraná, os novos motores se destacam pelo baixo consumo e maior desempenho. Foco dessa avaliação temos o Sandero Stepway com o motor 1.6 – 16 válvulas de 4 cilindros SCe.
 
O Stepway
 
Desde sua chegada ao mercado, o Stepway é uma versão própria do Sandero. Aliás, visualmente, o carro ganha uma série de apliques, um interior diferenciado e uma suspensão mais elevada. Outro detalhe importante, é que não existe versão básica do Stepway. O modelo sai sempre completo.

Com essa identidade própria, o Stepway tem visual ousado, posição de dirigir elevada e versatilidade na condução. Como o modelo é concebido sobre o Sandero tradicional, ele também entrega o maior espaço interno e porta-malas do segmento, além de grande robustez mecânica.

Estilo

O visual externo do Sandero Stepway chama a atenção, sugerindo um estilo visual de “SUV”. Na dianteira, o para-choque exclusivo desta versão sugere força pelos detalhes em preto e na parte inferior com o acabamento em tom prata. Os faróis com máscara negra, juntamente com os faróis de neblina, completam o conjunto.

Nas laterais, os contornos dos para-lamas dianteiros e traseiros, ligados pela saia lateral também em preto, transmitem robustez e personalidade. Outro destaque da lateral são as novas rodas de liga-leve, sempre de 16 polegadas.

Na traseira, além do para-choque com parte inferior em preto e acabamento em prata, se destacam as lanternas com máscara negra e os refletores no para-choque. As barras do teto com o acabamento em duas tonalidades completam o visual aventureiro.

Interior

Já no interior as diferenças são os novos bancos, mais confortáveis e anatômicos, com detalhes de estilo nas costuras. A cor laranja no acabamento interno confere um toque sutil e especial, com destaque para as saídas de ar laterais e o painel de instrumentos, que também tem contornos com preto brilhante. Outro detalhe na cor laranja e que chama a atenção é a inscrição “Stepway” no raio inferior do volante. O painel central todo em preto brilhante também contribui para o visual sofisticado do modelo. Assim como os novos Logan e Sandero, o design da nova versão Stepway foi desenvolvido com a participação do Renault Design América Latina (RDAL).

O interior do Stepway oferece ao todo 11 porta-objetos. O Stepway é de longe o modelo com maior espaço interno, uma vez que tem o maior entreeixos da categoria com 2,59 metros (todos concorrentes diretos são menores). No VW Crossfox são 2,46 m e no HB20X são 2,5 m.
 
O porta-luvas tem capacidade de 5,7 litros. Uma novidade é o comando interno de abertura do porta-malas. Aliás, esse é o maior da categoria, com 320 litros de capacidade com o banco traseiro em posição normal. De série, o Stepway permite rebater o banco traseiro e a capacidade do porta-malas se eleva até 1.196 litros. Quando comparado aos concorrentes, o Stepway leva vantagem pois VW Crossfox tem apenas 280 litros e no Hyundai HB20X são 300 litros.
 
Novo motor 1.6 – 16v SCe

Agora, o Sandero Stepway está disponível apenas com o novo motor 1.6 – 16v SCe de quatro cilindros. Trata-se de uma evolução de um motor já existente no grupo Renault. Ele também traz duplo comando de válvulas, porém a variação ocorre somente na admissão. Ele também recebeu mudança em injetores (posicionados agora no cabeçote) entre outras novidades. Também em alumínio, é 30 kg mais leve, e chega com torque e potência maior.
 
O antigo motor 1.6 litro - 8V Hi-Power gerava 106 cv quando abastecido com etanol e 98 cv com gasolina (em 5.250 RPM). E o torque máximo era de 15,5 kgfm com etanol e 14,5 kgfm com gasolina obtido à 2.850 RPM. 

O novo motor 1.6 SCe tem maior e melhor desempenho. A potência máxima saltou para 118 cv, com etanol, um ganho de 11,3%. Com gasolina, a potência saltou para 115 cv, um aumento de 17,3%. O torque também é maior no novo motor: 16,0 kgfm, seja com gasolina ou etanol. O duplo comandos de válvulas (variável apenas na admissão) garante maior torque desde as baixas rotações.
 
Mas apesar da melhor, o Stepway continua atrás dos concorrestes nesse quesito. O VW Crossfox tem 120 cv a 5.750 e torque máximo de 18,8 kgfm a 4.000 rpm. Já o Hyundai HB20X entrega 128 cv a 6.000 rpm, com torque máximo de 16,5 kgfm a 4.500 rpm.
 
Assim como o motor 1.0 SCe, o novo 1.6 SCe utiliza corrente de distribuição no lugar de correia, que dispensa a troca. Traz ainda sistema de acessórios com acionamento através de correia elástica (sem polia tensora), que garante baixo custo de manutenção.   Com o duplo comando de válvulas, variável apenas na admissão também aconteceu uma redução expressiva no consumo de combustível.
 
Desempenho

Com o motor antigo e câmbio manual, os números do Stepway eram os seguintes: aceleração 0 a 100 km/h em 11,6 segundos (gasolina) e 11,4 segundos (etanol). A velocidade máxima era de 167 km/h (gasolina) e 169 km/h (etanol).
 
Com o novo motor, tudo melhorou. Agora, o Sandero Stepway com esse novo motor acelera de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos com etanol e 10, 5 segundos com gasolina. Já retomada de 60 – 100km/h está quase 4 segundos mais ágil (9,2s). E a velocidade máxima subiu para 177 km/h no etanol, e 173 km/h na gasolina.
 
Consumo
 
Com o 1.6 SCe, a economia final pode chegar até 21%. O Stepway equipado com o novo motor e câmbio manual é destaque do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) com nota “A” na categoria, e “B” em relação a toda a categoria. Ainda sim, o modelo recebe o selo Conpet de eficiência energética. Com o motor 1.6 SCe, o hatch atinge a marca de 7,7 km/l (etanol) e 11,5 km/l (gasolina) na cidade. Na estrada, sobe para 8,3 km/l (etanol) e 12 km/l (gasolina). Na cidade, o bom número é ajudado agora pelo sistema Star/Stop, que desliga o motor do carro em paradas rápidas. Esse também pode ser desligado por um botão no painel, para mais conforto.

Equipamentos

O Novo Sandero Stepway traz de série piloto automático (limitador e controlador de velocidade). O limitador evita que o moto rista, inadvertidamente, ultrapasse a velocidade máxima permitida na via. Mesmo que o acelerador continue pressionado, o carro não ultrapassa o limite programado pelo condutor. Em caso de emergência, porém, basta pisar no acelerador até o fundo para desativar o limitador e, por exemplo, completar com mais rapidez uma ultrapassagem.

Outros itens que equipam o modelo e aumentam o conforto a bordo são os espelhos retrovisores e os vidros traseiros com acionamento elétrico – itens até então só disponíveis como opcionais na versão Stepway e que agora são de série. Ainda que exista o ajuste de altura do volante, falta a regulagem de profundidade.

O quadro de instrumentos tem iluminação branca e inclui o computador de bordo com seis funções: Litros consumidos, Consumo médio, Consumo instantâneo, Autonomia, Distância percorrida e Velocidade média.

Indicador de troca de marchas para mais economia

Outro detalhe presente é o indicador de trocas de marchas, que auxilia o motorista a dirigir de forma mais eficiente. Esse equipamento é especialmente útil para quem quer dirigir de forma econômica. Seguindo as instruções de troca de marcha, o motorista pode economizar até 20% de combustível, quando comparado a uma condução típica de um motorista padrão.
 
Indicação Eco-Coaching

Para potencializar o comportamento econômico, os modelos equipados com o Media NAV 2.0 trazem as funções Eco-Coaching, que avalia a condução do motorista ao final de um percurso, levando em conta o momento certo para a troca de marchas, a regularidade da velocidade, o consumo e a quilometragem percorrida; e o Eco-Scoring, que orienta o condutor para dirigir de modo mais econômico.

Suspensão resistente

O Stepway traz uma suspensão mais elevada em relação a versão tradicional do Sandero. São 10 mm à mais. Além disso, independente da versão, a família Sandero traz uma suspensão realmente resistente para aguentar as pancadas das ruas brasileiras. Dizer que o Sandero está entre os carros mais resistentes da categoria, não é um exagero. Até mesmo, “saltar” algumas lombadas, com velocidade superior à indicada é possível, sem causar qualquer dano à parte inferior do veículo. Essa é uma característica muito apreciada por quem precisa trafegar frequentemente por ruas e avenidas malconservadas. Afinal, o Sandero não dá manutenção quando exigido nessas condições. E no Stepway, isso é ainda melhor! Assim, superar as aventuras da cidade, é uma tarefa fácil para esse modelo.

Segurança
 
O Stepway conta com airbag de série para moto rista e passageiro da frente em todas as versões. Também é de série o sistema ABS, de nona geração, com distribuidor eletrônico de força de frenagem (EBD). O sistema CAR, que trava automaticamente as portas do veículo quando este alcança 6 km/h, também contribui para a segurança. Os cintos de segurança têm regulagem de altura (dianteiros) e limitadores de esforço integrado. Esse dispositivo, presente em todos os modelos da Renault, ajusta automaticamente a tensão do cinto reduzindo eventuais lesões causadas pela excessiva pressão do cinto contra o corpo em caso de colisão.

Pós-venda

O Novo Sandero tem garantia de fábrica de 3 anos ou 100 mil quilômetros, prevalecendo o que ocorrer primeiro. O plano de manutenção prevê revisões periódicas a serem feitas em intervalos de 10.000 quilômetros, ou a cada ano de uso. A Renault afirma que o carro tem custo de manutenção em torno de R$ 1 por dia (para as versões sem ar-condicionado), seguindo o plano de manutenção normal ao longo de 3 anos.

Preço e mercado

O Sandero Stepway tem como principais concorrentes o Hyundai HB20X e o Volkswagen CrossFox. Mas entre os concorrentes, é o Stepway que entrega o melhor custo-benefício. O Sandero Stepway parte de R$ 60,7 mil e tem como opcional o sistema de câmbio robotizado. A título de comparação, Crossfox parte de R$ 68,7 mil e Hyundai HB20X tem preço inicial de R$ 59,6 mil.

O Sandero Stepway pode ser encontrado nas concessionárias do Grupo Andreta, nas cidades de Americana, Limeira, Piracicaba e Mogi Mirim. Para mais informações: www.andretarenault.com.br

Avaliações < Voltar
Avaliação: Renault Sandero Stepway 1.6 SCe

Avaliação: Renault Sandero Stepway 1.6 SCe

Novo motor garante mais fôlego e economia, à versão aventureira do Sandero

24 de Fevereiro de 2017

Em dezembro de 2016, a Renault fez uma ampla mudança na motorização, de grande parte da sua linha de veículos. De uma só vez, a Renault aposentou o seu motor 1.0 - 16v Hi-Power de quatro cilindros, e o 1.6 - 8v Hi-Power de quatro cilindros, em toda sua linha. Eles foram substituídos pelos novos motores 1.0 – 12 válvulas de 3 cilindros (que passou a equipar Sandero e Logan) e um novo 1.6 – 16 válvulas de 4 cilindros (Sandero, Stepway, Logan, Duster, Duster Oroch e brevemente a nova Captur).
 
Os novos motores nasceram sob a designação SCe (Smart Control Efficiency). Ainda que sejam de famílias diferentes (com tecnologia diferente), esses novos motores 1.0 e 1.6 trazem uma série de tecnologias inéditas. Desenvolvidos pela Renault Tecnologia Américas (RTA), e produzidos no Complexo Ayrton Senna no Paraná, os novos motores se destacam pelo baixo consumo e maior desempenho. Foco dessa avaliação temos o Sandero Stepway com o motor 1.6 – 16 válvulas de 4 cilindros SCe.
 
O Stepway
 
Desde sua chegada ao mercado, o Stepway é uma versão própria do Sandero. Aliás, visualmente, o carro ganha uma série de apliques, um interior diferenciado e uma suspensão mais elevada. Outro detalhe importante, é que não existe versão básica do Stepway. O modelo sai sempre completo.

Com essa identidade própria, o Stepway tem visual ousado, posição de dirigir elevada e versatilidade na condução. Como o modelo é concebido sobre o Sandero tradicional, ele também entrega o maior espaço interno e porta-malas do segmento, além de grande robustez mecânica.

Estilo

O visual externo do Sandero Stepway chama a atenção, sugerindo um estilo visual de “SUV”. Na dianteira, o para-choque exclusivo desta versão sugere força pelos detalhes em preto e na parte inferior com o acabamento em tom prata. Os faróis com máscara negra, juntamente com os faróis de neblina, completam o conjunto.

Nas laterais, os contornos dos para-lamas dianteiros e traseiros, ligados pela saia lateral também em preto, transmitem robustez e personalidade. Outro destaque da lateral são as novas rodas de liga-leve, sempre de 16 polegadas.

Na traseira, além do para-choque com parte inferior em preto e acabamento em prata, se destacam as lanternas com máscara negra e os refletores no para-choque. As barras do teto com o acabamento em duas tonalidades completam o visual aventureiro.

Interior

Já no interior as diferenças são os novos bancos, mais confortáveis e anatômicos, com detalhes de estilo nas costuras. A cor laranja no acabamento interno confere um toque sutil e especial, com destaque para as saídas de ar laterais e o painel de instrumentos, que também tem contornos com preto brilhante. Outro detalhe na cor laranja e que chama a atenção é a inscrição “Stepway” no raio inferior do volante. O painel central todo em preto brilhante também contribui para o visual sofisticado do modelo. Assim como os novos Logan e Sandero, o design da nova versão Stepway foi desenvolvido com a participação do Renault Design América Latina (RDAL).

O interior do Stepway oferece ao todo 11 porta-objetos. O Stepway é de longe o modelo com maior espaço interno, uma vez que tem o maior entreeixos da categoria com 2,59 metros (todos concorrentes diretos são menores). No VW Crossfox são 2,46 m e no HB20X são 2,5 m.
 
O porta-luvas tem capacidade de 5,7 litros. Uma novidade é o comando interno de abertura do porta-malas. Aliás, esse é o maior da categoria, com 320 litros de capacidade com o banco traseiro em posição normal. De série, o Stepway permite rebater o banco traseiro e a capacidade do porta-malas se eleva até 1.196 litros. Quando comparado aos concorrentes, o Stepway leva vantagem pois VW Crossfox tem apenas 280 litros e no Hyundai HB20X são 300 litros.
 
Novo motor 1.6 – 16v SCe

Agora, o Sandero Stepway está disponível apenas com o novo motor 1.6 – 16v SCe de quatro cilindros. Trata-se de uma evolução de um motor já existente no grupo Renault. Ele também traz duplo comando de válvulas, porém a variação ocorre somente na admissão. Ele também recebeu mudança em injetores (posicionados agora no cabeçote) entre outras novidades. Também em alumínio, é 30 kg mais leve, e chega com torque e potência maior.
 
O antigo motor 1.6 litro - 8V Hi-Power gerava 106 cv quando abastecido com etanol e 98 cv com gasolina (em 5.250 RPM). E o torque máximo era de 15,5 kgfm com etanol e 14,5 kgfm com gasolina obtido à 2.850 RPM. 

O novo motor 1.6 SCe tem maior e melhor desempenho. A potência máxima saltou para 118 cv, com etanol, um ganho de 11,3%. Com gasolina, a potência saltou para 115 cv, um aumento de 17,3%. O torque também é maior no novo motor: 16,0 kgfm, seja com gasolina ou etanol. O duplo comandos de válvulas (variável apenas na admissão) garante maior torque desde as baixas rotações.
 
Mas apesar da melhor, o Stepway continua atrás dos concorrestes nesse quesito. O VW Crossfox tem 120 cv a 5.750 e torque máximo de 18,8 kgfm a 4.000 rpm. Já o Hyundai HB20X entrega 128 cv a 6.000 rpm, com torque máximo de 16,5 kgfm a 4.500 rpm.
 
Assim como o motor 1.0 SCe, o novo 1.6 SCe utiliza corrente de distribuição no lugar de correia, que dispensa a troca. Traz ainda sistema de acessórios com acionamento através de correia elástica (sem polia tensora), que garante baixo custo de manutenção.   Com o duplo comando de válvulas, variável apenas na admissão também aconteceu uma redução expressiva no consumo de combustível.
 
Desempenho

Com o motor antigo e câmbio manual, os números do Stepway eram os seguintes: aceleração 0 a 100 km/h em 11,6 segundos (gasolina) e 11,4 segundos (etanol). A velocidade máxima era de 167 km/h (gasolina) e 169 km/h (etanol).
 
Com o novo motor, tudo melhorou. Agora, o Sandero Stepway com esse novo motor acelera de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos com etanol e 10, 5 segundos com gasolina. Já retomada de 60 – 100km/h está quase 4 segundos mais ágil (9,2s). E a velocidade máxima subiu para 177 km/h no etanol, e 173 km/h na gasolina.
 
Consumo
 
Com o 1.6 SCe, a economia final pode chegar até 21%. O Stepway equipado com o novo motor e câmbio manual é destaque do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) com nota “A” na categoria, e “B” em relação a toda a categoria. Ainda sim, o modelo recebe o selo Conpet de eficiência energética. Com o motor 1.6 SCe, o hatch atinge a marca de 7,7 km/l (etanol) e 11,5 km/l (gasolina) na cidade. Na estrada, sobe para 8,3 km/l (etanol) e 12 km/l (gasolina). Na cidade, o bom número é ajudado agora pelo sistema Star/Stop, que desliga o motor do carro em paradas rápidas. Esse também pode ser desligado por um botão no painel, para mais conforto.

Equipamentos

O Novo Sandero Stepway traz de série piloto automático (limitador e controlador de velocidade). O limitador evita que o moto rista, inadvertidamente, ultrapasse a velocidade máxima permitida na via. Mesmo que o acelerador continue pressionado, o carro não ultrapassa o limite programado pelo condutor. Em caso de emergência, porém, basta pisar no acelerador até o fundo para desativar o limitador e, por exemplo, completar com mais rapidez uma ultrapassagem.

Outros itens que equipam o modelo e aumentam o conforto a bordo são os espelhos retrovisores e os vidros traseiros com acionamento elétrico – itens até então só disponíveis como opcionais na versão Stepway e que agora são de série. Ainda que exista o ajuste de altura do volante, falta a regulagem de profundidade.

O quadro de instrumentos tem iluminação branca e inclui o computador de bordo com seis funções: Litros consumidos, Consumo médio, Consumo instantâneo, Autonomia, Distância percorrida e Velocidade média.

Indicador de troca de marchas para mais economia

Outro detalhe presente é o indicador de trocas de marchas, que auxilia o motorista a dirigir de forma mais eficiente. Esse equipamento é especialmente útil para quem quer dirigir de forma econômica. Seguindo as instruções de troca de marcha, o motorista pode economizar até 20% de combustível, quando comparado a uma condução típica de um motorista padrão.
 
Indicação Eco-Coaching

Para potencializar o comportamento econômico, os modelos equipados com o Media NAV 2.0 trazem as funções Eco-Coaching, que avalia a condução do motorista ao final de um percurso, levando em conta o momento certo para a troca de marchas, a regularidade da velocidade, o consumo e a quilometragem percorrida; e o Eco-Scoring, que orienta o condutor para dirigir de modo mais econômico.

Suspensão resistente

O Stepway traz uma suspensão mais elevada em relação a versão tradicional do Sandero. São 10 mm à mais. Além disso, independente da versão, a família Sandero traz uma suspensão realmente resistente para aguentar as pancadas das ruas brasileiras. Dizer que o Sandero está entre os carros mais resistentes da categoria, não é um exagero. Até mesmo, “saltar” algumas lombadas, com velocidade superior à indicada é possível, sem causar qualquer dano à parte inferior do veículo. Essa é uma característica muito apreciada por quem precisa trafegar frequentemente por ruas e avenidas malconservadas. Afinal, o Sandero não dá manutenção quando exigido nessas condições. E no Stepway, isso é ainda melhor! Assim, superar as aventuras da cidade, é uma tarefa fácil para esse modelo.

Segurança
 
O Stepway conta com airbag de série para moto rista e passageiro da frente em todas as versões. Também é de série o sistema ABS, de nona geração, com distribuidor eletrônico de força de frenagem (EBD). O sistema CAR, que trava automaticamente as portas do veículo quando este alcança 6 km/h, também contribui para a segurança. Os cintos de segurança têm regulagem de altura (dianteiros) e limitadores de esforço integrado. Esse dispositivo, presente em todos os modelos da Renault, ajusta automaticamente a tensão do cinto reduzindo eventuais lesões causadas pela excessiva pressão do cinto contra o corpo em caso de colisão.

Pós-venda

O Novo Sandero tem garantia de fábrica de 3 anos ou 100 mil quilômetros, prevalecendo o que ocorrer primeiro. O plano de manutenção prevê revisões periódicas a serem feitas em intervalos de 10.000 quilômetros, ou a cada ano de uso. A Renault afirma que o carro tem custo de manutenção em torno de R$ 1 por dia (para as versões sem ar-condicionado), seguindo o plano de manutenção normal ao longo de 3 anos.

Preço e mercado

O Sandero Stepway tem como principais concorrentes o Hyundai HB20X e o Volkswagen CrossFox. Mas entre os concorrentes, é o Stepway que entrega o melhor custo-benefício. O Sandero Stepway parte de R$ 60,7 mil e tem como opcional o sistema de câmbio robotizado. A título de comparação, Crossfox parte de R$ 68,7 mil e Hyundai HB20X tem preço inicial de R$ 59,6 mil.

O Sandero Stepway pode ser encontrado nas concessionárias do Grupo Andreta, nas cidades de Americana, Limeira, Piracicaba e Mogi Mirim. Para mais informações: www.andretarenault.com.br

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!

Você sabia?

Pesquisas comprovaram que homens ao volantes que se perdem só perguntam a outros quando percebe que não tem mais jeito. As mulheres perguntam logo.