Revista Comprecar
Citroën comemora os 70 anos do 2CV
Marca também está próxima de comemorar seus 100 anos de existência
Citroën comemora os 70 anos do 2CV
06 de Fevereiro de 2018

A Citroën apresentará dois modelos icônicos no salão Rétromobile 2018, que ocorrerá entre 7 e 11 de fevereiro em Paris: o 2CV, revelado em 1948, que celebra o seu 70º aniversário, e o Méhari, lançado em 1968, que comemora seus 50 anos. Fato raro, a marca aproveita a oportunidade para expor o antepassado do 2CV: um protótipo oriundo do projeto 'TPV' de 1939 (Très Petite Voiture). Finalmente, a Citroën lança os preparativos para outro aniversário emblemático: seus 100 anos, que ela vai comemorar em 2019.
 
70 anos do 2CV
 
Apresentado no Salão de Paris 1948, o Citroën 2CV trazia tecnologias engenhosas para aquela época como tração dianteira, suspensão flexível com amplo movimento e motor de dois cilindros refrigerado a ar. O modelo pesava apenas 500 kg, tinha 3,78 m de comprimento e um motor que atingia 9 cv a 3.500 rpm. Sua velocidade máxima era de 65 km/h
 
O modelo durou 42 anos, com mais de 5,1 milhões de unidades vendidas (incluindo os furgões) até 1990. Ainda hoje, o 'Deuche' continua sendo um ícone da história automotiva e é a paixão de muitos colecionadores no mundo todo.
 
 
TPV, o antepassado do 2CV (1939)
 
Precursor do 2CV, o projeto TPV (Très Petite Voiture) nasceu em 1936. O seu objetivo era tornar o automóvel um produto comum, útil para o trabalho do mundo agrícola e acessível às classes populares, em uma época em que o automóvel ainda era considerado um objeto de luxo. Sua meta: "transportar quatro pessoas e cinquenta quilos de batatas ou um barril, na velocidade máxima de 60 km/h". O carro pesava 370 kg vazio, com um custo extremamente competitivo para a época. Ele tinha apenas um farol, já que a legislação da época não obrigava a ter dois!
 
Em 1939, cerca de 250 modelos pré-série estavam prontos para o Salão do Automóvel de Paris, mas este foi cancelado por causa da declaração de guerra. Os veículos foram deliberadamente destruídos ou escondidos. Somente quatro sobreviveram, incluindo o modelo restaurado e exposto no Rétromobile.
 
50 anos do Méhari
 
Apresentado em maio de 1968, o Méhari teve 143 mil unidades fabricadas ao longo de quase 20 anos de existencia. O modelo pesava 525 kg, tinha um comprimento de 3,5m e um motor de 29 cv a 5.750 rpm que fazia o carro atingir uma velocidade máxima de 100 km/h.
 
O Citroën Méhari era um veículo conversível que tinha uma carroceria feita de plástico ABS que não sofria com corrosão e era integralmente lavável com um jato de água. Outro destaque do modelo era sua versatilidade graças à tração 4x4.
 
Todos os modelos mais emblemáticos da Citroën podem ser vistos no site www.citroenorigins.com, que reúne conteúdo de um total de 61 veículos, disponível em 33 países.

Notícias < Voltar
Citroën comemora os 70 anos do 2CV
 

Citroën comemora os 70 anos do 2CV

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Marca também está próxima de comemorar seus 100 anos de existência

06 de Fevereiro de 2018

A Citroën apresentará dois modelos icônicos no salão Rétromobile 2018, que ocorrerá entre 7 e 11 de fevereiro em Paris: o 2CV, revelado em 1948, que celebra o seu 70º aniversário, e o Méhari, lançado em 1968, que comemora seus 50 anos. Fato raro, a marca aproveita a oportunidade para expor o antepassado do 2CV: um protótipo oriundo do projeto 'TPV' de 1939 (Très Petite Voiture). Finalmente, a Citroën lança os preparativos para outro aniversário emblemático: seus 100 anos, que ela vai comemorar em 2019.
 
70 anos do 2CV
 
Apresentado no Salão de Paris 1948, o Citroën 2CV trazia tecnologias engenhosas para aquela época como tração dianteira, suspensão flexível com amplo movimento e motor de dois cilindros refrigerado a ar. O modelo pesava apenas 500 kg, tinha 3,78 m de comprimento e um motor que atingia 9 cv a 3.500 rpm. Sua velocidade máxima era de 65 km/h
 
O modelo durou 42 anos, com mais de 5,1 milhões de unidades vendidas (incluindo os furgões) até 1990. Ainda hoje, o 'Deuche' continua sendo um ícone da história automotiva e é a paixão de muitos colecionadores no mundo todo.
 
 
TPV, o antepassado do 2CV (1939)
 
Precursor do 2CV, o projeto TPV (Très Petite Voiture) nasceu em 1936. O seu objetivo era tornar o automóvel um produto comum, útil para o trabalho do mundo agrícola e acessível às classes populares, em uma época em que o automóvel ainda era considerado um objeto de luxo. Sua meta: "transportar quatro pessoas e cinquenta quilos de batatas ou um barril, na velocidade máxima de 60 km/h". O carro pesava 370 kg vazio, com um custo extremamente competitivo para a época. Ele tinha apenas um farol, já que a legislação da época não obrigava a ter dois!
 
Em 1939, cerca de 250 modelos pré-série estavam prontos para o Salão do Automóvel de Paris, mas este foi cancelado por causa da declaração de guerra. Os veículos foram deliberadamente destruídos ou escondidos. Somente quatro sobreviveram, incluindo o modelo restaurado e exposto no Rétromobile.
 
50 anos do Méhari
 
Apresentado em maio de 1968, o Méhari teve 143 mil unidades fabricadas ao longo de quase 20 anos de existencia. O modelo pesava 525 kg, tinha um comprimento de 3,5m e um motor de 29 cv a 5.750 rpm que fazia o carro atingir uma velocidade máxima de 100 km/h.
 
O Citroën Méhari era um veículo conversível que tinha uma carroceria feita de plástico ABS que não sofria com corrosão e era integralmente lavável com um jato de água. Outro destaque do modelo era sua versatilidade graças à tração 4x4.
 
Todos os modelos mais emblemáticos da Citroën podem ser vistos no site www.citroenorigins.com, que reúne conteúdo de um total de 61 veículos, disponível em 33 países.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!