Revista Comprecar
Consórcio é ótima opção para driblar a crise
Compra programada assegura aquisição com baixo custo financeiro
Consórcio é ótima opção para driblar a crise
13 de Junho de 2017

Com o mercado em crise e a instabilidade econômica, fica mais difícil programar a troca de um veículo. Um dos principais fatores que dificultam isso são as elevadas taxas de financiamento, bem como a própria falta de crédito pelas instituições financeiras. Mas toda crise é sempre uma oportunidade. E dessa forma, a modalidade da compra pelo consórcio vem tomando força, e facilitando a vida de muita gente.
 
Como o consórcio é um tipo de compra coletiva, com o custo dos bens adquiridos de forma programada, distribuído entre um grupo de clientes, o custo financeiro é muito menor que num financiamento convencional. Além disso, o consórcio conta ainda com uma série de facilidades.
 
Nesse sentido, um dos sistemas de consórcios que vem apresentando ótima performance nos últimos tempos, é o Consórcio Nacional Honda, gerido pela própria fabrica. Além disso, a forte parceria mantida com a rede de concessionárias resultou em aumento das vendas de cotas de automóveis da Honda, em 2016.
 
O Consórcio Nacional Honda (CNH) atingiu número recorde de vendas de cotas para automóveis: foram mais de 10 mil cotas comercializadas em 2016, o que representa 41% de crescimento em relação ao ano de 2015. O modelo HR-V foi o destaque da modalidade, com 45% das entregas no período, seguido do sedan Civic com 20%.
 
O CNH reformulou seu modelo de negócio junto à rede de concessionárias de automóveis, e investiu em campanhas e plataformas de vendas para alavancar os resultados. A partir da aquisição da carta de crédito, o consumidor pode planejar a troca de seu automóvel, e usar o seu veículo usado como lance. Dessa forma, o cliente pode sair da concessionária com poucas parcelas a pagar, sem taxas de juros.
 
Presente no mercado há 36 anos, o Consórcio Honda conta com mais de 2 milhões de clientes de carros e motocicletas, ativos em sua carteira. Além da vantagem de parcelamento da cota em até 80 meses, outro atrativo da modalidade são os planos que se adaptam ao orçamento do cliente. Ele pode participar desde a primeira assembleia por meio de sorteio ou de lance. Para 2017, a expectativa da Honda é crescer 25% no segmento de automóveis.
 
Em Campinas é o grupo Dahruj que representa os automóveis da marca Honda de maneira mais abrangente. Segundo a diretoria do grupo, o consórcio é uma modalidade que só cresce, atendendo inclusive o cliente que busca uma compra programada de um lançamento da marca.
 
O consórcio permite que o cliente escolha entre planos de pagamentos que variam de 30 à 80 meses. Bem diferente do financiamento, a taxa administrativa total é a mais competitiva do mercado, variando entre 13,5 a 17%. Além disso, o cliente consegue sair já de cara, com o carro contemplado, se der um lance expressivo no início. Segundo a Honda Dahruj, o índice de contemplação das cartas de consórcio chega à 80% dos participantes logo nos primeiros três meses.
 
E a contemplação não é algo difícil de ser alcançado pelo consorciado. Com um lance em torno de 30% da carta de crédito, o cliente já consegue sair com o carro contemplado (isso varia de acordo com as parcelas, valor da carta e grupo do consórcio). Além disso, quanto maior for o lance, menor será a parcela do consórcio.
 
Dessa forma, o consórcio se torna uma ótima opção também para o cliente que sabe que um novo modelo está para chegar ao mercado, e já quer se prevenir para ser um dos primeiros na aquisição. Mas se algo acontecer no meio do caminho, o consórcio é uma carta de crédito, o cliente também pode optar pela aquisição de um bem mais barato, como um seminovo, também ofertado na concessionária Honda Dahruj. O ponto principal dessa modalidade é a enorme segurança do consorciado, que faz um plano avalizado pela própria montadora, assegurando a entrega do bem, sempre dentro do prazo.
 
O consórcio ainda pode ser uma excelente opção para os clientes que se enquadram dentro do programa de PCD (Pessoas com Deficiência). Em média, o desconto do preço sobre do carro para o PCD é de 23%, sobre o valor de tabela (variando de acordo com o modelo do veículo). Como esse cliente (por força de legislação) só pode trocar de carro de dois em dois anos, por conta do desconto ofertado, a modalidade do consórcio fica como um plano programado, para realizar essa troca.
 
Mais informações em: http://www.dahrujhonda.com.br/

Notícias < Voltar
Consórcio é ótima opção para driblar a crise

Consórcio é ótima opção para driblar a crise

Compra programada assegura aquisição com baixo custo financeiro

13 de Junho de 2017

Com o mercado em crise e a instabilidade econômica, fica mais difícil programar a troca de um veículo. Um dos principais fatores que dificultam isso são as elevadas taxas de financiamento, bem como a própria falta de crédito pelas instituições financeiras. Mas toda crise é sempre uma oportunidade. E dessa forma, a modalidade da compra pelo consórcio vem tomando força, e facilitando a vida de muita gente.
 
Como o consórcio é um tipo de compra coletiva, com o custo dos bens adquiridos de forma programada, distribuído entre um grupo de clientes, o custo financeiro é muito menor que num financiamento convencional. Além disso, o consórcio conta ainda com uma série de facilidades.
 
Nesse sentido, um dos sistemas de consórcios que vem apresentando ótima performance nos últimos tempos, é o Consórcio Nacional Honda, gerido pela própria fabrica. Além disso, a forte parceria mantida com a rede de concessionárias resultou em aumento das vendas de cotas de automóveis da Honda, em 2016.
 
O Consórcio Nacional Honda (CNH) atingiu número recorde de vendas de cotas para automóveis: foram mais de 10 mil cotas comercializadas em 2016, o que representa 41% de crescimento em relação ao ano de 2015. O modelo HR-V foi o destaque da modalidade, com 45% das entregas no período, seguido do sedan Civic com 20%.
 
O CNH reformulou seu modelo de negócio junto à rede de concessionárias de automóveis, e investiu em campanhas e plataformas de vendas para alavancar os resultados. A partir da aquisição da carta de crédito, o consumidor pode planejar a troca de seu automóvel, e usar o seu veículo usado como lance. Dessa forma, o cliente pode sair da concessionária com poucas parcelas a pagar, sem taxas de juros.
 
Presente no mercado há 36 anos, o Consórcio Honda conta com mais de 2 milhões de clientes de carros e motocicletas, ativos em sua carteira. Além da vantagem de parcelamento da cota em até 80 meses, outro atrativo da modalidade são os planos que se adaptam ao orçamento do cliente. Ele pode participar desde a primeira assembleia por meio de sorteio ou de lance. Para 2017, a expectativa da Honda é crescer 25% no segmento de automóveis.
 
Em Campinas é o grupo Dahruj que representa os automóveis da marca Honda de maneira mais abrangente. Segundo a diretoria do grupo, o consórcio é uma modalidade que só cresce, atendendo inclusive o cliente que busca uma compra programada de um lançamento da marca.
 
O consórcio permite que o cliente escolha entre planos de pagamentos que variam de 30 à 80 meses. Bem diferente do financiamento, a taxa administrativa total é a mais competitiva do mercado, variando entre 13,5 a 17%. Além disso, o cliente consegue sair já de cara, com o carro contemplado, se der um lance expressivo no início. Segundo a Honda Dahruj, o índice de contemplação das cartas de consórcio chega à 80% dos participantes logo nos primeiros três meses.
 
E a contemplação não é algo difícil de ser alcançado pelo consorciado. Com um lance em torno de 30% da carta de crédito, o cliente já consegue sair com o carro contemplado (isso varia de acordo com as parcelas, valor da carta e grupo do consórcio). Além disso, quanto maior for o lance, menor será a parcela do consórcio.
 
Dessa forma, o consórcio se torna uma ótima opção também para o cliente que sabe que um novo modelo está para chegar ao mercado, e já quer se prevenir para ser um dos primeiros na aquisição. Mas se algo acontecer no meio do caminho, o consórcio é uma carta de crédito, o cliente também pode optar pela aquisição de um bem mais barato, como um seminovo, também ofertado na concessionária Honda Dahruj. O ponto principal dessa modalidade é a enorme segurança do consorciado, que faz um plano avalizado pela própria montadora, assegurando a entrega do bem, sempre dentro do prazo.
 
O consórcio ainda pode ser uma excelente opção para os clientes que se enquadram dentro do programa de PCD (Pessoas com Deficiência). Em média, o desconto do preço sobre do carro para o PCD é de 23%, sobre o valor de tabela (variando de acordo com o modelo do veículo). Como esse cliente (por força de legislação) só pode trocar de carro de dois em dois anos, por conta do desconto ofertado, a modalidade do consórcio fica como um plano programado, para realizar essa troca.
 
Mais informações em: http://www.dahrujhonda.com.br/

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!

Você sabia?

Um litro de gasolina pesa cerca de 0.8 kg, mas quando queimado, o carbono que contém combina-se com o oxigênio atmosférico e produz cerca de 8.5 kg de dióxido de carbono!