Revista Comprecar
A "palhaçada" da nova lei do extintor
Denatran adia multa para extintor antigo, porque o novo está em falta
A "palhaçada" da nova lei do extintor
05 de Janeiro de 2015

Por Jorge Augusto

O Denatran anunciou nesta segunda-feira que adiará por 90 dias a exigência do uso do extintor do tipo ABC para carros, que passou a valer no último dia 1º

O prazo da suspensão conta a partir da publicação no Diário Oficial da União. De acordo com a assessoria do Denatran, multas aplicadas a partir desta segunda não serão consideradas. A medida "caricata" foi tomada pelo Ministério das Cidades, após moto ristas de diversas regiões do país relatarem dificuldade para encontrar o equipamento à venda. A procura por extintores também aumentou porque, mesmo carros que já traziam o tipo ABC de fábrica, ao verificar o equipamento nos carros, perceberam que o item estava fora da data de validade, que é de 5 anos.

Veja nossa notícia completa sobre a nova lei em:
www.comprecar.com.br/revista/2015-ja-comeca-com-a-undefinedpegadinhaundefined-do-extintor

Comentário

Como tudo no Brasil, o Denatran também não faz as coisas com critério, ou cuidado. Entre dezenas de formas de realizar o procedimento de troca, o órgão escolheu o modo mais traumático para o consumidor, ou seja, exigir a partir do primeiro dia do ano!

Claro, a exigência do extintor já é exagerada por si só! Agora, impor uma lei sem verificar se o mercado está devidamente abastecido para fornecer o equipamento, e ainda punir o consumir numa volta de mega-feriadão, onde toda a indústria está em férias coletivas, é irresponsabilidade!

Irresponsabilidade essa que também foi vista no passado quando o mesmo órgão exigiu refletores laterias e traseiros nas carrocerias dos caminhões. Novamente, punindo os moto ristas com multa. E mais uma vez, descobrindo na sequência da lei, que o mercado também não estava abastecido para fornecer o equipamento. E por fim, adiando a exigência.

Resultado, a exigência do extintor ABC foi prorrogada em 90 dias. Período que cai exatamente quando o Brasil volta a trabalhar, após férias coletivas e o Carnaval.

Agora fica a pergunta:

Será que nosso governo nunca aprende com os erros passado?!
Seria tão difícil "notificar" os moto ristas, em fiscalizações instrutivas no início ano, e só começar a multar após o dia 1/4?

Parece que o nosso governo não tem qualquer compromisso com a conscientização do moto rista. Fica a impressão que o objetivo é apenas "PUNIR" e "ARRECADAR"!

Artigos < Voltar
A "palhaçada" da nova lei do extintor
 

A "palhaçada" da nova lei do extintor

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Denatran adia multa para extintor antigo, porque o novo está em falta

05 de Janeiro de 2015

Por Jorge Augusto

O Denatran anunciou nesta segunda-feira que adiará por 90 dias a exigência do uso do extintor do tipo ABC para carros, que passou a valer no último dia 1º

O prazo da suspensão conta a partir da publicação no Diário Oficial da União. De acordo com a assessoria do Denatran, multas aplicadas a partir desta segunda não serão consideradas. A medida "caricata" foi tomada pelo Ministério das Cidades, após moto ristas de diversas regiões do país relatarem dificuldade para encontrar o equipamento à venda. A procura por extintores também aumentou porque, mesmo carros que já traziam o tipo ABC de fábrica, ao verificar o equipamento nos carros, perceberam que o item estava fora da data de validade, que é de 5 anos.

Veja nossa notícia completa sobre a nova lei em:
www.comprecar.com.br/revista/2015-ja-comeca-com-a-undefinedpegadinhaundefined-do-extintor

Comentário

Como tudo no Brasil, o Denatran também não faz as coisas com critério, ou cuidado. Entre dezenas de formas de realizar o procedimento de troca, o órgão escolheu o modo mais traumático para o consumidor, ou seja, exigir a partir do primeiro dia do ano!

Claro, a exigência do extintor já é exagerada por si só! Agora, impor uma lei sem verificar se o mercado está devidamente abastecido para fornecer o equipamento, e ainda punir o consumir numa volta de mega-feriadão, onde toda a indústria está em férias coletivas, é irresponsabilidade!

Irresponsabilidade essa que também foi vista no passado quando o mesmo órgão exigiu refletores laterias e traseiros nas carrocerias dos caminhões. Novamente, punindo os moto ristas com multa. E mais uma vez, descobrindo na sequência da lei, que o mercado também não estava abastecido para fornecer o equipamento. E por fim, adiando a exigência.

Resultado, a exigência do extintor ABC foi prorrogada em 90 dias. Período que cai exatamente quando o Brasil volta a trabalhar, após férias coletivas e o Carnaval.

Agora fica a pergunta:

Será que nosso governo nunca aprende com os erros passado?!
Seria tão difícil "notificar" os moto ristas, em fiscalizações instrutivas no início ano, e só começar a multar após o dia 1/4?

Parece que o nosso governo não tem qualquer compromisso com a conscientização do moto rista. Fica a impressão que o objetivo é apenas "PUNIR" e "ARRECADAR"!

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!