Revista Comprecar
Avaliação: Audi TTS Coupé
Desempenho e dirigibilidade ímpar nesse cupê das quatro argolas
Avaliação: Audi TTS Coupé
17 de Janeiro de 2017

Apresentado em Abril de 2016, no mercado brasileiro, a versão mais esportiva do Audi TT, chegou para criar mais um marco para a Audi. Equipado com um moto r 2.0 litros de 286 cavalos e a eficiente tração integral Quattro, esse cupê 2+2 estabeleceu mais um diferencial no mercado. A versão TTS assegura um nível de diversão e alto desempenho ao volante, só encontrado em carros bem mais caros, ao mesmo tempo que consegue ser dócil e econômico quando guiado com suavidade em estradas.
 
Desde o lançamento do Audi TT, o modelo rompeu barreiras. Na primeira geração, ficou claro o objetivo da Audi em se inspirar em esportivos como o Porsche. Aliás, o Audi TT sempre foi a melhor solução para quem quer um legítimo esportivo cupê super premium, mas não queria fazer um investimento tão alto, como um Porsche. Em sua segunda geração, o TT seguiu por linhas mais modernas e arrojadas. Agora, na terceira geração, o TT traz diversas inspirações do ultra esportivo Audi R8. E a versão TTS, é a receita certa para quem não quer abrir mão de altíssimo desempenho, estilo, tecnologia de ponta, sem investir o valor de um Porsche.
 
A receita do Audi TTS
 
O Audi TT, assim como versão TTS, compartilha a plataforma MQB do grupo Volkswagen, usada no Golf MK7 e Audi A3. Justamente por isso, que o TTS é muito semelhante ao Audi S3. Aliás, o powertrain ( moto r, câmbio e tração) são idênticos.
 
Na versão TTS, as rodas têm 19 polegadas de diâmetro, e a carroceria é 10 mm mais próxima do solo, que na versão TT. Outro detalhe exclusivo dos modelos S é a cobertura dos espelhos retrovisores externos de alumínio. Ainda na lateral, as soleiras das portas têm acabamento exclusivo. De resto, o TTS é igual ao TT, visualmente falando, quando visto por fora.
 
Existem também muitas diferenças mecânicas. Uma delas está nas rodas dianteiras, onde são usadas pinças fixas de alumínio de baixo peso, com grandes discos de freios, garantindo a maior eficiência de frenagem exigida pelo comportamento dinâmico mais agressivo dos modelos S.
 
Interior
 
No interior, os exclusivos bancos esportivos com apoios de cabeça integrados também seguem os princípios de design com baixo peso. No painel, o Audi virtual cockpit oferece um modo de exibição especial S, no qual um grande conta-giros se destaca como peça central.
 
Os exclusivos bancos S têm apoios de cabeça integrados, e são revestidos de couro Napa Fina. Envolventes e oferecendo apoio lateral nas curvas, eles têm estrutura mais leve, contribuindo para a redução geral no peso do carro. Há três opções de cores de estofamento: cinza, preta ou vermelha.
 
O volante multifuncional tem aro com base reta e raios com revestimento com aparência de alumínio. Outros destaques são a alavanca de câmbio com novo design, o botão rotativo de pressão MMI altamente preciso e as coberturas de alto-falantes finamente acabadas com guias luminosas do sistema de som Bang & Olufsen de série.
 
É importante destacar que trata-se de um veículo 2+2. Apesar do carro ter 4 bancos, com cintos de segurança, o Audi TTS transporta apenas duas pessoas na prática. Os bancos traseiros só servem para transportar crianças pequenas, ou cachorros. É inviável levar um adulto nesse espaço.
 
Motor 2.0 turbo com 286 cavalos
 
A versão cupê do TTS vem equipada com o moto r EA888 2.0 litros TFSI, em versão configuração especial, que gera 286 cavalos de potência com generosos 380 Nm de torque máximo. Esse moto r está associado ao câmbio robotizado de dupla embreagem Stronic com seis marchas.
 
Além de garantir um desempenho excepcional, ele se caracteriza pela eficiência e pelo baixo consumo. O moto r reúne várias tecnologias ultramodernas, como sistema de injeção indireta adicional complementando a injeção direta, sistema de levantamento de válvulas (Audi Valvelift System – AVS) para ajustar o curso das válvulas de exaustão e coletor de escapamento integrado ao cabeçote.
 
Mas em relação ao Audi S3, o baixo peso do TTS e o menor coeficiente de atrito, contribui para diminuir o consumo de combustível, e melhorar ainda mais o desempenho. O TTS Coupé tem peso líquido de apenas 1.365 kg - um número que se deve, em grande parte, ao uso de aços de ultrarresistência e alumínio em sua carroceria.
 
O torque máximo, de 380 Nm, é disponibilizado entre 1.800 e 5.200 rpm. Ele acelera o TTS Coupé de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos, levando à velocidade máxima (limitada eletronicamente) de 250 km/h. A transmissão S tronic de dupla embreagem e seis marchas realiza trocas sem interrupções perceptíveis na tração e, em modo manual, pode ser controlada por aletas atrás do volante.
 
Tração Quattro
 
Um importante diferencial do TTS, em relação ao TT, é a tração integral sob demanda Quattro. Normalmente, a tração fica nas rodas dianteiras. Quando ocorre qualquer escorregamente detectado pelo ESP do carro, um sistema de embreagem multidiscos acopla o eixo traseiro em fração de segundos. O sistema permanece ativo, até que o ESP entenda que a tração integral não é mais necessária. O moto rista também pode fazer o acoplamento manual, usando o modo “dinâmico”, do sistema Drive Select (que altera a forma de condução do veículo). 
 
Equipamentos
 
O TTS traz de série faróis Full Led com ajuste automático de altura. Outro detalhe é a abertura do tanque de combustível no lado direito. Em estilo clássico, é formada por um círculo cercado de parafusos. Basta um leve toque no logo TT para abri-la. O formato remete à primeira geração do modelo. A mangueira pode entrar diretamente no bocal do tanque, como acontece nos carros de corrida, já que não existe mais a tampa rosqueada. Quando o carro atinge 120 km/h, um defletor se levanta na tampa do porta-malas para melhorar a força vertical, auxiliando na estabilidade.
 
O carro traz uma versão especial do Audi Virtual Cockpit: inspirada em modelos de competição, a tela pode ser configurada para que o painel digital destaque o conta-giros como peça principal. Além da opção S, o moto rista pode optar entre dois modos de exibição: na versão clássica, o velocímetro e o conta-giros ficam em primeiro plano, enquanto no modo "infotainment", os instrumentos virtuais são menores, disponibilizando uma ampla área para outras funções, como o mapa de navegação via GPS.
 
Em versão única de acabamento, o Audi TTS Coupe tem preço sugerido de R$ 299.990. Essa versão esportiva faz parte da exclusiva linha de modelos S, caracterizada pelo alto desempenho e acabamento diferenciado.
 
Para conhecer as ofertas da Audi Center Sorocaba, clique AQUI! Ou ligue (15) 3141-9000.

Avaliações < Voltar
Avaliação: Audi TTS Coupé
 

Avaliação: Audi TTS Coupé

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Desempenho e dirigibilidade ímpar nesse cupê das quatro argolas

17 de Janeiro de 2017

Apresentado em Abril de 2016, no mercado brasileiro, a versão mais esportiva do Audi TT, chegou para criar mais um marco para a Audi. Equipado com um moto r 2.0 litros de 286 cavalos e a eficiente tração integral Quattro, esse cupê 2+2 estabeleceu mais um diferencial no mercado. A versão TTS assegura um nível de diversão e alto desempenho ao volante, só encontrado em carros bem mais caros, ao mesmo tempo que consegue ser dócil e econômico quando guiado com suavidade em estradas.
 
Desde o lançamento do Audi TT, o modelo rompeu barreiras. Na primeira geração, ficou claro o objetivo da Audi em se inspirar em esportivos como o Porsche. Aliás, o Audi TT sempre foi a melhor solução para quem quer um legítimo esportivo cupê super premium, mas não queria fazer um investimento tão alto, como um Porsche. Em sua segunda geração, o TT seguiu por linhas mais modernas e arrojadas. Agora, na terceira geração, o TT traz diversas inspirações do ultra esportivo Audi R8. E a versão TTS, é a receita certa para quem não quer abrir mão de altíssimo desempenho, estilo, tecnologia de ponta, sem investir o valor de um Porsche.
 
A receita do Audi TTS
 
O Audi TT, assim como versão TTS, compartilha a plataforma MQB do grupo Volkswagen, usada no Golf MK7 e Audi A3. Justamente por isso, que o TTS é muito semelhante ao Audi S3. Aliás, o powertrain ( moto r, câmbio e tração) são idênticos.
 
Na versão TTS, as rodas têm 19 polegadas de diâmetro, e a carroceria é 10 mm mais próxima do solo, que na versão TT. Outro detalhe exclusivo dos modelos S é a cobertura dos espelhos retrovisores externos de alumínio. Ainda na lateral, as soleiras das portas têm acabamento exclusivo. De resto, o TTS é igual ao TT, visualmente falando, quando visto por fora.
 
Existem também muitas diferenças mecânicas. Uma delas está nas rodas dianteiras, onde são usadas pinças fixas de alumínio de baixo peso, com grandes discos de freios, garantindo a maior eficiência de frenagem exigida pelo comportamento dinâmico mais agressivo dos modelos S.
 
Interior
 
No interior, os exclusivos bancos esportivos com apoios de cabeça integrados também seguem os princípios de design com baixo peso. No painel, o Audi virtual cockpit oferece um modo de exibição especial S, no qual um grande conta-giros se destaca como peça central.
 
Os exclusivos bancos S têm apoios de cabeça integrados, e são revestidos de couro Napa Fina. Envolventes e oferecendo apoio lateral nas curvas, eles têm estrutura mais leve, contribuindo para a redução geral no peso do carro. Há três opções de cores de estofamento: cinza, preta ou vermelha.
 
O volante multifuncional tem aro com base reta e raios com revestimento com aparência de alumínio. Outros destaques são a alavanca de câmbio com novo design, o botão rotativo de pressão MMI altamente preciso e as coberturas de alto-falantes finamente acabadas com guias luminosas do sistema de som Bang & Olufsen de série.
 
É importante destacar que trata-se de um veículo 2+2. Apesar do carro ter 4 bancos, com cintos de segurança, o Audi TTS transporta apenas duas pessoas na prática. Os bancos traseiros só servem para transportar crianças pequenas, ou cachorros. É inviável levar um adulto nesse espaço.
 
Motor 2.0 turbo com 286 cavalos
 
A versão cupê do TTS vem equipada com o moto r EA888 2.0 litros TFSI, em versão configuração especial, que gera 286 cavalos de potência com generosos 380 Nm de torque máximo. Esse moto r está associado ao câmbio robotizado de dupla embreagem Stronic com seis marchas.
 
Além de garantir um desempenho excepcional, ele se caracteriza pela eficiência e pelo baixo consumo. O moto r reúne várias tecnologias ultramodernas, como sistema de injeção indireta adicional complementando a injeção direta, sistema de levantamento de válvulas (Audi Valvelift System – AVS) para ajustar o curso das válvulas de exaustão e coletor de escapamento integrado ao cabeçote.
 
Mas em relação ao Audi S3, o baixo peso do TTS e o menor coeficiente de atrito, contribui para diminuir o consumo de combustível, e melhorar ainda mais o desempenho. O TTS Coupé tem peso líquido de apenas 1.365 kg - um número que se deve, em grande parte, ao uso de aços de ultrarresistência e alumínio em sua carroceria.
 
O torque máximo, de 380 Nm, é disponibilizado entre 1.800 e 5.200 rpm. Ele acelera o TTS Coupé de 0 a 100 km/h em 4,7 segundos, levando à velocidade máxima (limitada eletronicamente) de 250 km/h. A transmissão S tronic de dupla embreagem e seis marchas realiza trocas sem interrupções perceptíveis na tração e, em modo manual, pode ser controlada por aletas atrás do volante.
 
Tração Quattro
 
Um importante diferencial do TTS, em relação ao TT, é a tração integral sob demanda Quattro. Normalmente, a tração fica nas rodas dianteiras. Quando ocorre qualquer escorregamente detectado pelo ESP do carro, um sistema de embreagem multidiscos acopla o eixo traseiro em fração de segundos. O sistema permanece ativo, até que o ESP entenda que a tração integral não é mais necessária. O moto rista também pode fazer o acoplamento manual, usando o modo “dinâmico”, do sistema Drive Select (que altera a forma de condução do veículo). 
 
Equipamentos
 
O TTS traz de série faróis Full Led com ajuste automático de altura. Outro detalhe é a abertura do tanque de combustível no lado direito. Em estilo clássico, é formada por um círculo cercado de parafusos. Basta um leve toque no logo TT para abri-la. O formato remete à primeira geração do modelo. A mangueira pode entrar diretamente no bocal do tanque, como acontece nos carros de corrida, já que não existe mais a tampa rosqueada. Quando o carro atinge 120 km/h, um defletor se levanta na tampa do porta-malas para melhorar a força vertical, auxiliando na estabilidade.
 
O carro traz uma versão especial do Audi Virtual Cockpit: inspirada em modelos de competição, a tela pode ser configurada para que o painel digital destaque o conta-giros como peça principal. Além da opção S, o moto rista pode optar entre dois modos de exibição: na versão clássica, o velocímetro e o conta-giros ficam em primeiro plano, enquanto no modo "infotainment", os instrumentos virtuais são menores, disponibilizando uma ampla área para outras funções, como o mapa de navegação via GPS.
 
Em versão única de acabamento, o Audi TTS Coupe tem preço sugerido de R$ 299.990. Essa versão esportiva faz parte da exclusiva linha de modelos S, caracterizada pelo alto desempenho e acabamento diferenciado.
 
Para conhecer as ofertas da Audi Center Sorocaba, clique AQUI! Ou ligue (15) 3141-9000.

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!