Revista Comprecar
Avaliação: Chevrolet Cobalt Elite 2016
Versão topo de linha mira no rival Honda City, e chega com atributos para superá-lo
Avaliação: Chevrolet Cobalt Elite 2016
27 de Março de 2016

Enfim, a Chevrolet fez uma mudança expressiva em um dos seus modelos, para torná-lo verdadeiramente atrativo ao consumidor. O carro em questão é a nova geração do sedan compacto Cobalt. Com um grande banho de loja, o sedan compacto passa a agregar mais sofisticação e tecnologias totalmente inéditas na categoria onde o veículo concorre. Com o alvo no Honda City, o Cobalt na versão topo de linha, supera o concorrente japonês, em matéria de produto.
 
Lançado no Brasil em novembro de 2011, o Cobalt passou por sua primeira remodelação. Ele traz a nova linguagem global de design da marca, no país. Vale destacar que, apesar da ampla mudança estética e de conteúdo, a plataforma estrutural do carro não foi alterada. Mecanicamente falando, o Cobalt permanece o mesmo veículo.
 
Novo estilo
 
Para quem olha de fora, a grande novidade está no visual. A carroceria foi praticamente toda redesenhada, e traz agora linhas mais expressivas, em sintonia com a nova linguagem global de design da marca, inaugurada recentemente nos EUA pelo sedan Malibu. O Cobalt é o primeiro veículo no Brasil a contar com esse novo design da Chevrolet.
 
Toda a parte frontal e a traseira do sedan são completamente novas, assim como os para-lamas dianteiros e as rodas de alumínio. Os faróis do Cobalt estão mais afilados e trazem uma armação cromada na parte interna que demarca a área das lâmpadas. Os faróis ganharam ainda projetores de dupla parábola, para aumentar a capacidade de iluminação do veículo.
 
Na parte traseira do Cobalt, as lanternas antes marcadas pelos traços retos, passam a adotar linhas curvilíneas e estilo mais sofisticado. No modelo 2016, a peça invade agora a área do bagageiro e imprime uma nova assinatura luminosa. As rodas de alumínio também trazem desenho inédito e mudam de estilo conforme a versão do carro. São calçadas por pneus radiais 195/65 R15.
 
Melhorias no interior
 
Por dentro, o Cobalt também recebeu evoluções com o uso de materiais e acabamentos mais nobres. Seguindo a filosofia já usada na S10 e no Cruze, o Cobalt recebeu novas cores internas, como elementos que compões os painéis das portas.
 
Os painéis das portas foram completamente reprojetados para agregar sofisticação à cabine e conforto ao usuário. Os apoios de braço são do tipo “soft touch” e agradáveis ao toque. Seguem o mesmo padrão de revestimento dos bancos.
 
O mecanismo do ar-condicionado também foi modernizado. Os comandos passam a se concentrar no trio de botões giratórios, e o sistema de recirculação passa a ser acionado automaticamente a partir da velocidade três do ventilador.
 
Espaço interno generoso
 
O espaço interno continua como uma das grandes virtudes do Cobalt. Com o maior entreeixos da categoria com 2.62 m (no Honda City são 2,6m), o modelo oferece ótimo espaço no banco traseiro. Assim, até cinco adultos ficam confortavelmente acomodados. A cabine conta ainda com 18 porta-objetos e um porta-malas de 563 litros (no Honda City são 30 litros a menos, com 536 litros).
 
Na versão topo de linha Elite, está presente a opção de bancos com revestimento bicolor (Jet Black e Brownstone), molduras das saídas de ar e da alavanca da transmissão automática em acabamento preto brilhante (black piano) e volante multifuncional revestido com costura pespontada.
 
Mais tecnologia embarcada
 
Do ponto de vista tecnológico, o Cobalt também é o primeiro carro da marca no Brasil a contar com a segunda geração do sistema multimídia MyLink que se destaca pelo design mais moderno, além compatibilidade com os sistemas Android Auto (da Google), e CarPlay (da Apple). Isto significa maior integração entre as funções do smartphone e do carro, já que o sistema permite a operação do telefone celular diretamente na tela da central multimídia.
 
Na segunda geração do Mylink a tela de sete polegadas ganhou melhor resolução gráfica e tecnologia multi-touch (aceita gestos como pinça e rolagem), similar à de smartphones.
 
Agora o usuário também pode ditar e ouvir mensagens de texto por meio do sistema de áudio do veículo, obter itinerários, consultar condições de trânsito, fazer buscas de restaurantes e outros pontos de interesse e até mesmo acessar aplicativos, entre eles o WhatsApp e o Skype, de mensagens, e o Spotify e o TuneIn, de músicas online.
 
Como a central se integra aos smartphones com os sistemas operacionais iOS e Android, o multimídia projeta menus com as interfaces próprias de cada um deles, diretamente na tela da central. Algumas funções ainda podem ser comandadas por teclas no volante multifuncional do Chevrolet Cobalt 2016.
 
Outra novidade é que a porta USB da central permite agora conectar (por meio de um hub externo comprado a parte) dois dispositivos USB e um iPod. Também suporta até 10 celulares emparelhados com sistema Bluetooth. Mas, somente um celular pode ser conectado de cada vez.
 
É importante destacar que o novo MyLink continua trabalhando no conceito anterior, ou seja, o smartphone do cliente é o coração do sistema. A central não possui sistema de GPS nativo. Todos os serviços apresentados acima, dependem da disponibilidade no smartphone do cliente, com serviço de dados ativado e disponível. Detalhe importante que no Honda City, não existe a opção de central multimedia, nem na versão topo de linha!
 
Sistema OnStar
 
Assim como aconteceu na linha Cruze, o OnStar também está disponível nas versões mais sofisticadas do Cobalt. O OnStar é um sistema de telemática avançado que oferece ao moto rista serviços de Emergência, Segurança, Navegação, Concierge e Conectividade.
 
Pressionando um botão no retrovisor interno, o moto rista é conectado a uma central com atendimento humano que oferece serviços como pesquisas rápidas na internet, reservas e informações sobre situações de tráfego (vias alagadas ou bloqueadas). Pode-se acionar o botão OnStar para solicitar assistência mecânica, elétrica ou médica em caso de emergência.
 
A comunicação entre os ocupantes e o atendente do Centro de Atendimento ocorre por meio de uma linha celular exclusiva do veículo, que transmite a conversa pelos autofalantes e microfones do sistema “hands-free” do carro.
 
O OnStar também avisa automaticamente quando o automóvel envolveu-se em um acidente que resultou na deflagração dos airbags. Assim, o centro de atendimento OnStar pode fazer uma análise da situação e solicitar (se necessário), o auxílio das autoridades competentes.
 
Para o Brasil, foram desenvolvidos alguns serviços customizados para atender as demandas do mercado local. Entre os mais relevantes estão o que possibilita o moto rista fazer consultas na internet por meio do Concierge, o que alerta para a circulação em área de rodízio na cidade de São Paulo. Ao todo, são mais de 20 opções de serviço à disposição do cliente Chevrolet de todo o país que possuam a tecnologia habilitada em seus veículos. No Cobalt 2016, a Chevrolet oferece como cortesia o serviço OnStar por 12 meses.
 
Nenhum outro sedan compacto no mercado brasileiro, oferece um sistema que seja sequer parecido ao OnStar. Esse é um diferencial totalmente exclusivo da Chevrolet.
 
Motor e transmissão
 
O Cobalt Elite 2016 é oferecido com o já conhecido moto r 1.8 litro EconoFlex que desenvolve até 108 cavalos e 17,1 kgfm de torque a 3.200 rpm. Outro diferencial do Cobalt 2016 é a opção da transmissão automática de seis marchas com sistema Active Select, que permite ao moto rista realizar as trocas manualmente, se desejar.
 
Ainda que o Honda City tenha um pouco mais de potência, no Cobalt, o torque do moto r é maior, deixando o carro mais gostoso para ser dirigido na cidade. Além disso, o isolamento acústico do Cobalt é melhor, deixando o carro mais silencioso durante a condução.
 
Desempenho
 
Com esse conjunto de moto r e câmbio, o Cobalt Elite tem velocidade máxima de 170 km/h, e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 11 segundos. O modelo ainda não faz parte do programa de etiquetagem do INMETRO, mas em nossas medições obtivemos as seguintes médias. Na cidade, o consumo médio urbano varia de 7 km/l no etanol à 9 km/l na gasolina. Na estrada sobe para 9 km/l no etanol à 12 km/l na gasolina.
 
As versões da linha Cobalt 2016
 
O Cobalt 2016 chega às concessionárias em cinco diferentes combinações com as opções de moto r 1.4 e 1.8, e transmissões manual de cinco marchas e automática de seis. As versões de acabamento são LT, LTZ e nova configuração Elite (topo de linha).
 
De série, desde a versão de entrada, o Cobalt já traz: ar-condicionado; direção hidráulica; conjunto elétrico das travas, portas e vidros; chave tipo canivete com controle de abertura da tampa do porta-malas e bancos e volante com regulagem de altura; além dos obrigatórios freios ABS e airbag duplo.
 
Agora na linha 2016 foi incorporado na versão LT os comandos elétricos dos retrovisores e dos vidros traseiros. O moto r 1.4 Econo.Flex e a transmissão manual de cinco marchas completam o pacote.
 
A versão LTZ pode ser encontrada com duas opções de “powertrain”. Com moto r 1,4 litro e câmbio manual de cinco marchas, ou automática de seis marchas e moto r 1,8 litro. Nesta configuração, soma-se: faróis auxiliares; sensor de estacionamento; computador de bordo; volante multifuncional; bancos com a nova combinação de tecido e revestimento premium; controle de cruzeiro; multimídia MyLink; sistema OnStar e rodas de alumínio.
 
A nova versão Elite (agora a topo de linha) inclui bancos com revestimento premium nas cores Brownstone e Jet Black; volante e encosto de braços com costura pespontada; frisos cromados na região das saias laterais; sensor de chuva e crepuscular; além de rodas de alumínio específicas da versão. O sistema OnStar e o multimídia MyLink de segunda geração são outros itens de série do Cobalt Elite.
 
Preços
 
Os preços da linha 2016 do Cobalt ficam assim:
 
LT 1.4 com câmbio manual – R$ 52.690
LTZ 1.4 com câmbio manual – R$ 57.590
LTZ 1.8 com câmbio manual – R$ 59.990
LTZ 1.8 com câmbio automático – R$ 65.990
Elite 1.8 com câmbio automático – R$ 67.990

Avaliações < Voltar
Avaliação: Chevrolet Cobalt Elite 2016
 

Avaliação: Chevrolet Cobalt Elite 2016

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Versão topo de linha mira no rival Honda City, e chega com atributos para superá-lo

27 de Março de 2016

Enfim, a Chevrolet fez uma mudança expressiva em um dos seus modelos, para torná-lo verdadeiramente atrativo ao consumidor. O carro em questão é a nova geração do sedan compacto Cobalt. Com um grande banho de loja, o sedan compacto passa a agregar mais sofisticação e tecnologias totalmente inéditas na categoria onde o veículo concorre. Com o alvo no Honda City, o Cobalt na versão topo de linha, supera o concorrente japonês, em matéria de produto.
 
Lançado no Brasil em novembro de 2011, o Cobalt passou por sua primeira remodelação. Ele traz a nova linguagem global de design da marca, no país. Vale destacar que, apesar da ampla mudança estética e de conteúdo, a plataforma estrutural do carro não foi alterada. Mecanicamente falando, o Cobalt permanece o mesmo veículo.
 
Novo estilo
 
Para quem olha de fora, a grande novidade está no visual. A carroceria foi praticamente toda redesenhada, e traz agora linhas mais expressivas, em sintonia com a nova linguagem global de design da marca, inaugurada recentemente nos EUA pelo sedan Malibu. O Cobalt é o primeiro veículo no Brasil a contar com esse novo design da Chevrolet.
 
Toda a parte frontal e a traseira do sedan são completamente novas, assim como os para-lamas dianteiros e as rodas de alumínio. Os faróis do Cobalt estão mais afilados e trazem uma armação cromada na parte interna que demarca a área das lâmpadas. Os faróis ganharam ainda projetores de dupla parábola, para aumentar a capacidade de iluminação do veículo.
 
Na parte traseira do Cobalt, as lanternas antes marcadas pelos traços retos, passam a adotar linhas curvilíneas e estilo mais sofisticado. No modelo 2016, a peça invade agora a área do bagageiro e imprime uma nova assinatura luminosa. As rodas de alumínio também trazem desenho inédito e mudam de estilo conforme a versão do carro. São calçadas por pneus radiais 195/65 R15.
 
Melhorias no interior
 
Por dentro, o Cobalt também recebeu evoluções com o uso de materiais e acabamentos mais nobres. Seguindo a filosofia já usada na S10 e no Cruze, o Cobalt recebeu novas cores internas, como elementos que compões os painéis das portas.
 
Os painéis das portas foram completamente reprojetados para agregar sofisticação à cabine e conforto ao usuário. Os apoios de braço são do tipo “soft touch” e agradáveis ao toque. Seguem o mesmo padrão de revestimento dos bancos.
 
O mecanismo do ar-condicionado também foi modernizado. Os comandos passam a se concentrar no trio de botões giratórios, e o sistema de recirculação passa a ser acionado automaticamente a partir da velocidade três do ventilador.
 
Espaço interno generoso
 
O espaço interno continua como uma das grandes virtudes do Cobalt. Com o maior entreeixos da categoria com 2.62 m (no Honda City são 2,6m), o modelo oferece ótimo espaço no banco traseiro. Assim, até cinco adultos ficam confortavelmente acomodados. A cabine conta ainda com 18 porta-objetos e um porta-malas de 563 litros (no Honda City são 30 litros a menos, com 536 litros).
 
Na versão topo de linha Elite, está presente a opção de bancos com revestimento bicolor (Jet Black e Brownstone), molduras das saídas de ar e da alavanca da transmissão automática em acabamento preto brilhante (black piano) e volante multifuncional revestido com costura pespontada.
 
Mais tecnologia embarcada
 
Do ponto de vista tecnológico, o Cobalt também é o primeiro carro da marca no Brasil a contar com a segunda geração do sistema multimídia MyLink que se destaca pelo design mais moderno, além compatibilidade com os sistemas Android Auto (da Google), e CarPlay (da Apple). Isto significa maior integração entre as funções do smartphone e do carro, já que o sistema permite a operação do telefone celular diretamente na tela da central multimídia.
 
Na segunda geração do Mylink a tela de sete polegadas ganhou melhor resolução gráfica e tecnologia multi-touch (aceita gestos como pinça e rolagem), similar à de smartphones.
 
Agora o usuário também pode ditar e ouvir mensagens de texto por meio do sistema de áudio do veículo, obter itinerários, consultar condições de trânsito, fazer buscas de restaurantes e outros pontos de interesse e até mesmo acessar aplicativos, entre eles o WhatsApp e o Skype, de mensagens, e o Spotify e o TuneIn, de músicas online.
 
Como a central se integra aos smartphones com os sistemas operacionais iOS e Android, o multimídia projeta menus com as interfaces próprias de cada um deles, diretamente na tela da central. Algumas funções ainda podem ser comandadas por teclas no volante multifuncional do Chevrolet Cobalt 2016.
 
Outra novidade é que a porta USB da central permite agora conectar (por meio de um hub externo comprado a parte) dois dispositivos USB e um iPod. Também suporta até 10 celulares emparelhados com sistema Bluetooth. Mas, somente um celular pode ser conectado de cada vez.
 
É importante destacar que o novo MyLink continua trabalhando no conceito anterior, ou seja, o smartphone do cliente é o coração do sistema. A central não possui sistema de GPS nativo. Todos os serviços apresentados acima, dependem da disponibilidade no smartphone do cliente, com serviço de dados ativado e disponível. Detalhe importante que no Honda City, não existe a opção de central multimedia, nem na versão topo de linha!
 
Sistema OnStar
 
Assim como aconteceu na linha Cruze, o OnStar também está disponível nas versões mais sofisticadas do Cobalt. O OnStar é um sistema de telemática avançado que oferece ao moto rista serviços de Emergência, Segurança, Navegação, Concierge e Conectividade.
 
Pressionando um botão no retrovisor interno, o moto rista é conectado a uma central com atendimento humano que oferece serviços como pesquisas rápidas na internet, reservas e informações sobre situações de tráfego (vias alagadas ou bloqueadas). Pode-se acionar o botão OnStar para solicitar assistência mecânica, elétrica ou médica em caso de emergência.
 
A comunicação entre os ocupantes e o atendente do Centro de Atendimento ocorre por meio de uma linha celular exclusiva do veículo, que transmite a conversa pelos autofalantes e microfones do sistema “hands-free” do carro.
 
O OnStar também avisa automaticamente quando o automóvel envolveu-se em um acidente que resultou na deflagração dos airbags. Assim, o centro de atendimento OnStar pode fazer uma análise da situação e solicitar (se necessário), o auxílio das autoridades competentes.
 
Para o Brasil, foram desenvolvidos alguns serviços customizados para atender as demandas do mercado local. Entre os mais relevantes estão o que possibilita o moto rista fazer consultas na internet por meio do Concierge, o que alerta para a circulação em área de rodízio na cidade de São Paulo. Ao todo, são mais de 20 opções de serviço à disposição do cliente Chevrolet de todo o país que possuam a tecnologia habilitada em seus veículos. No Cobalt 2016, a Chevrolet oferece como cortesia o serviço OnStar por 12 meses.
 
Nenhum outro sedan compacto no mercado brasileiro, oferece um sistema que seja sequer parecido ao OnStar. Esse é um diferencial totalmente exclusivo da Chevrolet.
 
Motor e transmissão
 
O Cobalt Elite 2016 é oferecido com o já conhecido moto r 1.8 litro EconoFlex que desenvolve até 108 cavalos e 17,1 kgfm de torque a 3.200 rpm. Outro diferencial do Cobalt 2016 é a opção da transmissão automática de seis marchas com sistema Active Select, que permite ao moto rista realizar as trocas manualmente, se desejar.
 
Ainda que o Honda City tenha um pouco mais de potência, no Cobalt, o torque do moto r é maior, deixando o carro mais gostoso para ser dirigido na cidade. Além disso, o isolamento acústico do Cobalt é melhor, deixando o carro mais silencioso durante a condução.
 
Desempenho
 
Com esse conjunto de moto r e câmbio, o Cobalt Elite tem velocidade máxima de 170 km/h, e acelera de 0 a 100 km/h em apenas 11 segundos. O modelo ainda não faz parte do programa de etiquetagem do INMETRO, mas em nossas medições obtivemos as seguintes médias. Na cidade, o consumo médio urbano varia de 7 km/l no etanol à 9 km/l na gasolina. Na estrada sobe para 9 km/l no etanol à 12 km/l na gasolina.
 
As versões da linha Cobalt 2016
 
O Cobalt 2016 chega às concessionárias em cinco diferentes combinações com as opções de moto r 1.4 e 1.8, e transmissões manual de cinco marchas e automática de seis. As versões de acabamento são LT, LTZ e nova configuração Elite (topo de linha).
 
De série, desde a versão de entrada, o Cobalt já traz: ar-condicionado; direção hidráulica; conjunto elétrico das travas, portas e vidros; chave tipo canivete com controle de abertura da tampa do porta-malas e bancos e volante com regulagem de altura; além dos obrigatórios freios ABS e airbag duplo.
 
Agora na linha 2016 foi incorporado na versão LT os comandos elétricos dos retrovisores e dos vidros traseiros. O moto r 1.4 Econo.Flex e a transmissão manual de cinco marchas completam o pacote.
 
A versão LTZ pode ser encontrada com duas opções de “powertrain”. Com moto r 1,4 litro e câmbio manual de cinco marchas, ou automática de seis marchas e moto r 1,8 litro. Nesta configuração, soma-se: faróis auxiliares; sensor de estacionamento; computador de bordo; volante multifuncional; bancos com a nova combinação de tecido e revestimento premium; controle de cruzeiro; multimídia MyLink; sistema OnStar e rodas de alumínio.
 
A nova versão Elite (agora a topo de linha) inclui bancos com revestimento premium nas cores Brownstone e Jet Black; volante e encosto de braços com costura pespontada; frisos cromados na região das saias laterais; sensor de chuva e crepuscular; além de rodas de alumínio específicas da versão. O sistema OnStar e o multimídia MyLink de segunda geração são outros itens de série do Cobalt Elite.
 
Preços
 
Os preços da linha 2016 do Cobalt ficam assim:
 
LT 1.4 com câmbio manual – R$ 52.690
LTZ 1.4 com câmbio manual – R$ 57.590
LTZ 1.8 com câmbio manual – R$ 59.990
LTZ 1.8 com câmbio automático – R$ 65.990
Elite 1.8 com câmbio automático – R$ 67.990

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!