Revista Comprecar
Fábrica da Volkswagen em Taubaté celebra 150 mil unidades do Up
Além de Argentina, México, Uruguai e Peru, o Up chegará ao Paraguai, Costa Rica e Curaçao
Fábrica da Volkswagen em Taubaté celebra 150 mil unidades do Up
01 de Março de 2016

Em 2016 a fábrica da Volkswagen em Taubaté comemora 40 anos de atividades. Além desse marco histórico, a empresa também celebra conquista da marca de 150 mil Up produzidos desde o seu lançamento, em 2014, das quais mais de 20 mil foram exportadas. O modelo já é enviado para Argentina, México, Uruguai e Peru e acaba de conquistar mais três novos mercados: o Paraguai, que já recebeu as primeiras unidades do modelo, e mais Costa Rica e Curaçao, países para os quais os embarques começarão nas próximas semanas. O número de produção do modelo fabricado com exclusividade em Taubaté está representado pelo Speed Up, com o novo moto r 1.0 TSI Total Flex, da família EA211.
 
A história da unidade, que iniciou suas atividades em 1976, começou com a produção de peças plásticas injetadas, peças metálicas estampadas e tapeçaria para atender à fábrica de São Bernardo do Campo, é marcada pela evolução tecnológica e o pioneirismo, com a fabricação de grande parte dos modelos de maior sucesso da Volkswagen no País. Foi em Taubaté que foi produzido o primeiro Gol, o veículo mais vendido, produzido e exportado de todos os tempos da indústria automobilística nacional. E é nessa fábrica que também são produzidos exclusivamente os modelos Up, Cross Up e Novo Voyage.
 
Atualmente, a fábrica de Taubaté emprega cerca de 4.000 pessoas, produz todas as versões do Up e Voyage, além do Gol (que também é produzido na unidade da Anchieta), para atender os mercados interno e externo.
 
História
 
A decisão de construir a fábrica foi tomada em 1970, na época do “Milagre Econômico”. O primeiro passo foi a aquisição de 14 propriedades rurais no distrito de Quiririm, somando 3,8 milhões de m². Os trabalhos de terraplenagem, infraestrutura e construção começaram em 1973 e foram finalizados dois anos depois. No canteiro de obras, trabalharam 27 empresas e cerca de 3.000 pessoas.
 
A produção de carros deveria começar já em 1976, com a Brasília, mas foi adiada em razão da “Crise do Petróleo”. A fábrica passou a produzir então peças para a unidade de São Bernardo do Campo. Até aquela data, os investimentos na implantação da fábrica já somavam mais de US$ 100 milhões. No dia 1º de dezembro 1978, finalmente, saiu da linha de montagem o primeiro carro produzido em Taubaté: o Passat.
 
Em fevereiro de 1980 é que a fábrica de Taubaté começou a produzir o Gol, equipado com moto r a gasolina 1.3 litro, refrigerado a ar. Três anos depois, a fábrica produziu também a Saveiro que, em 1988, voltou para a fábrica da Anchieta. Em 1985, a unidade passou a fazer a Parati. No ano seguinte, foi feito também o Voyage, cuja produção foi encerrada em 1995 e retomada em Taubaté no ano de 2008.
 
Em 1990, a fábrica atingiu a marca de 1.000.000 de carros produzidos. Mais três anos depois, tornou-se a primeira montadora de veículos da América do Sul a receber o Certificado de Qualidade ISO 9002.
 
Em dezembro de 2001, a fábrica recebeu recomendação para obter o certificado de qualidade na gestão ambiental ISO 14.001. O chamado “selo verde” ajudou na estratégia da Volkswagen do Brasil para a conquista do mercado externo. Nessas quatro décadas a fábrica já produziu mais de 6 milhões de veículos em toda a sua história. 

Notícias < Voltar
Fábrica da Volkswagen em Taubaté celebra 150 mil unidades do Up
 

Fábrica da Volkswagen em Taubaté celebra 150 mil unidades do Up

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Além de Argentina, México, Uruguai e Peru, o Up chegará ao Paraguai, Costa Rica e Curaçao

01 de Março de 2016

Em 2016 a fábrica da Volkswagen em Taubaté comemora 40 anos de atividades. Além desse marco histórico, a empresa também celebra conquista da marca de 150 mil Up produzidos desde o seu lançamento, em 2014, das quais mais de 20 mil foram exportadas. O modelo já é enviado para Argentina, México, Uruguai e Peru e acaba de conquistar mais três novos mercados: o Paraguai, que já recebeu as primeiras unidades do modelo, e mais Costa Rica e Curaçao, países para os quais os embarques começarão nas próximas semanas. O número de produção do modelo fabricado com exclusividade em Taubaté está representado pelo Speed Up, com o novo moto r 1.0 TSI Total Flex, da família EA211.
 
A história da unidade, que iniciou suas atividades em 1976, começou com a produção de peças plásticas injetadas, peças metálicas estampadas e tapeçaria para atender à fábrica de São Bernardo do Campo, é marcada pela evolução tecnológica e o pioneirismo, com a fabricação de grande parte dos modelos de maior sucesso da Volkswagen no País. Foi em Taubaté que foi produzido o primeiro Gol, o veículo mais vendido, produzido e exportado de todos os tempos da indústria automobilística nacional. E é nessa fábrica que também são produzidos exclusivamente os modelos Up, Cross Up e Novo Voyage.
 
Atualmente, a fábrica de Taubaté emprega cerca de 4.000 pessoas, produz todas as versões do Up e Voyage, além do Gol (que também é produzido na unidade da Anchieta), para atender os mercados interno e externo.
 
História
 
A decisão de construir a fábrica foi tomada em 1970, na época do “Milagre Econômico”. O primeiro passo foi a aquisição de 14 propriedades rurais no distrito de Quiririm, somando 3,8 milhões de m². Os trabalhos de terraplenagem, infraestrutura e construção começaram em 1973 e foram finalizados dois anos depois. No canteiro de obras, trabalharam 27 empresas e cerca de 3.000 pessoas.
 
A produção de carros deveria começar já em 1976, com a Brasília, mas foi adiada em razão da “Crise do Petróleo”. A fábrica passou a produzir então peças para a unidade de São Bernardo do Campo. Até aquela data, os investimentos na implantação da fábrica já somavam mais de US$ 100 milhões. No dia 1º de dezembro 1978, finalmente, saiu da linha de montagem o primeiro carro produzido em Taubaté: o Passat.
 
Em fevereiro de 1980 é que a fábrica de Taubaté começou a produzir o Gol, equipado com moto r a gasolina 1.3 litro, refrigerado a ar. Três anos depois, a fábrica produziu também a Saveiro que, em 1988, voltou para a fábrica da Anchieta. Em 1985, a unidade passou a fazer a Parati. No ano seguinte, foi feito também o Voyage, cuja produção foi encerrada em 1995 e retomada em Taubaté no ano de 2008.
 
Em 1990, a fábrica atingiu a marca de 1.000.000 de carros produzidos. Mais três anos depois, tornou-se a primeira montadora de veículos da América do Sul a receber o Certificado de Qualidade ISO 9002.
 
Em dezembro de 2001, a fábrica recebeu recomendação para obter o certificado de qualidade na gestão ambiental ISO 14.001. O chamado “selo verde” ajudou na estratégia da Volkswagen do Brasil para a conquista do mercado externo. Nessas quatro décadas a fábrica já produziu mais de 6 milhões de veículos em toda a sua história. 

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!