Revista Comprecar
Lavagem a seco, feita em casa, sem mistérios
Procedimento não é tão complicado, e economiza muita água
Lavagem a seco, feita em casa, sem mistérios
02 de Fevereiro de 2015

Por Jorge Augusto
Fotos e colaboração: Marcelo Alexandre

A lavagem a seco se popularizou bastante nos últimos tempos. Com a crise hídrica que vem afetando toda a região sudeste do Brasil, a lavagem a seco passou a ser a única boa solução para os lava-rápidos, mantendo a estabilidade econômica de uma cadeia produtiva. Mas pouca gente sabe que é possível lavar um carro a seco, em casa. Para isso, basta comprar os produtos certos, e seguir alguns procedimentos. Nesse artigo, trazemos tudo aquilo que é necessário para se lavar um carro a seco, na própria casa. Quem quiser conhecer um pouco mais do tema de lavagem a seco, pode acessar o nosso artigo sobre esse tema em:
 
www.comprecar.com.br/revista/lavagem-de-carro-a-seco-uma-questao-de-sobrevivencia
 
Para esse artigo, e com o apoio da empresa especializada em produtos automotivos AutoZone (www.autozone.com.br), montamos um kit que traz tudo, para quem quer limpar o carro em casa, economizando muita água. Claro que em nosso kit inicial previmos algo completo, que vai além da simples limpeza da carroceria, incluindo também detalhes de conservação do interior. Todos os itens essenciais para essa completa limpeza foram incluídos nesse kit, como panos e escovas. Dessa forma, quem nunca tentou limpar o carro em casa, e também não tem qualquer equipamento, poderá realizar toda a tarefa com o kit sugerido.
 
O Kit completo para efetuar a lavagem inclui diversas coisas, entre insumos e equipamentos. O preço médio para esse kit completo é de cerca de R$ 170. Na parte de consumíveis, temos:

1 lava seco (em spray aerosol)
1 limpa-pneus (em spray aerosol)
1 limpa-estofados (em spray convencional)
1 silicone para painel e couro
1 cristalizador de vidros
1 anti-embaçante

Entre os equipamentos necessários para executar corretamente a limpeza, temos:

1 esponja aplicadora de limpa pneu
1 esponja aplicadora de silicone para painel
1 escova para limpeza pesada de pneu
1 escova para limpeza precisa de detalhes internos
1 mini pazinha (com vassoura) para limpeza interna
1 kit de 2 toalhas de microfibra para telas (GPS e painéis) 
1 kit de 2 toalhas de microfibra especifica para limpeza de vidros
1 kit de 6 toalhas para limpeza geral

Claro que esses equipamentos acima são bem mais duráveis, e servem para inúmeras lavagens. São produtos que dificilmente serão trocados com menos de 6 meses de uso, considerando uma lavagem por final de semana. Com todo esse kit não é necessária uma simples gota de água para limpar o carro! A água só entrará no momento de lavar os panos.

Limpando a carroceria

Para começar, o carro deve ser limpo de cima para baixo, pois a sujeira mais pesada está geralmente na parte de baixo. Nunca faça o procedimento sob o Sol, e espere a lataria esfriar para limpar o carro. Se a lataria estiver muito quente, a pintura pode acabar manchada (lembrando que isso não é uma “deficiência” da lavagem a seco, pois o água com sabão na lataria sob o Sol também pode manchar). As últimas coisas a serem limpas devem ser a rodas e pneus.

Na lavagem a seco é importante se organizar, identificando previamente as peças (e regiões) a serem limpas. Escolha áreas pequenas de cada vez, para realizar a ação de limpeza por etapas. Por exemplo, faça a limpeza por “peças” ou parte delas: limpe uma metade do capô de cada vez, uma porta por vez, etc. Se você limpar primeiro as superfícies planas e superiores como teto, capô e porta-malas, deixando as laterais para depois, o trabalho vai render mais.

Com spray de limpeza, pulverize na área a ser limpa. Separe 3 panos para esse procedimento. Um deles é usado para remover o grosso da sujeira. O segundo para dar o acabamento. E o terceiro para um acabamento fino e detalhado. Caso a sujeira na lataria seja leve, o terceiro pano pode ser dispensado. Lembrando que para a lavagem a seco é fundamental que os panos sejam de microfibra.
 
O segredo para não riscar o carro, é nunca usar o pano inicial com pouco produto de limpeza, e sempre alternar os lados do pano, à medida que o pano vai ficando sujo. E se o pano ficar muito sujo, troque. Nunca economize no pano!
 
Uma pessoa sozinha, sem auxiliar, levará cerca de 45 minutos (com alguma prática) para limpar a parte externa do carro, incluindo as rodas. Alguém que está aprendendo, vai levar mais de uma hora. Mas isso também depende do tipo de carroceria do carro, e da quantidade de sujeira no veículo.
 
No geral, o tempo da lavagem a seco e da lavagem convencional se equivalem. Na lavagem a seco não existe o tempo de enxague nem o tempo utilizado para secagem, mas é uma lavagem mais detalhista que faz com que o tempo gasto seja parecido com a lavagem convencional.
 
É muito comum as pessoas acharem riscos no carro durante a lavagem a seco, justamente por prestarem mais atenção enquanto limpam o carro. Na verdade, esses riscos já estavam na carroceria, mas nunca foram notados. Se feita adequadamente, a lavagem a seco não risca o carro.
 
A durabilidade do spray de lavagem à seco depende muito da condição da lavagem e do tamanho do carro. Se o carro estiver com uma sujeira normal de chuva e poeira, depois de uma semana de uso, serão possíveis no máximo 3 lavagens com o tubo de 400 ml do spray. Com um carro muito sujo (terra ou barro), será necessário usar uma lata inteira, e até 6 panos para uma limpeza ideal, apenas da carroceria.
 
Dicas:
 
1)    Dobrando o pano em quatro partes, e invertendo a dobra a medida que é usado, o pano vai render mais, cobrindo uma área maior de limpeza.
2)    Os panos que serão usados na limpeza, se forem novos, precisam obrigatoriamente ser lavados antes do uso, Isso serve para deixá-los mais absorventes e retirar qualquer resíduo de goma.
3)    É muito importante usar o spray de lavagem a seco de modo a umedecer adequadamente a área a ser limpa, sem deixar o produto escorrer. Isso evita o desperdício do mesmo.
4)    Nunca use o mesmo pano na limpeza, se ele já estiver muito sujo. Troque-o imediatamente.
5)    Ainda que a empresa do produto de limpeza a seco (o spray usado aqui) afirme que ele sirva também para limpar os vidros, o ideal é utilizar um produto específico para limpeza de vidros, também com uma toalha apropriada, visando um melhor resultado.
6)    Faróis e lanternas devem ser limpos com o mesmo produto usado na limpeza da carroceria.
 
O spray de limpeza a seco utilizado já traz cera em sua composição. Então, depois da limpeza, pode-se observar que a lataria do carro fica bastante lisa. Isso, além de proteger a pintura, ajuda a manter o carro limpo por mais tempo, pois a sujeira “gruda” menos na carroceria.
 
Limpando as rodas
 
Na limpeza das rodas é utilizado o mesmo spray da carroceria. Porém é importante separar um dos panos para esse tipo de limpeza mais pesada. Evite misturar os panos, pois é isso que pode riscar a carroceria do carro. Usar uma luva pode ser uma boa ideia na limpeza das rodas, pois esse tipo de sujeira realmente fica impregnado nas mãos e embaixo das unhas.
 
Limpando os vidros

No momento de limpar os vidros é importante utilizar um pano completamente limpo e específico para isso (tipo microfibra). Depois de limpos, pode-se aplicar também o produto de cristalização na parte externa. Ele ajuda a repelir a água. Dá até para dirigir na estrada com chuva, em velocidades acima de 70 km/h, sem precisar ligar o limpador do para-brisa. A agua escorre em grandes gotas, não atrapalhando a visão. O produto de cristalização deve ser aplicado com o spray e espalhado com papel toalha.
 
De forma complementar, pode-se utilizar um outro produto na parte interna dos vidros, que diminui o “embaçado” no interior. Isso é muito útil em carros SEM ar-condicionado, nos dias de chuva. Também ajuda um pouco, nos carros que tem ar-condicionado. Esse produto pode ser espalhado com papel toalha ou pano de microfibra. O produto também pode ser adicionado ao reservatório do limpador do para-brisa como desengordurante.
 
Limpeza dos pneus

Uma escova de limpeza pesada pode ser utilizada para remover terra ou qualquer outro tipo de sujeira grossa. Feito isso, o limpa-pneu em spray pode ser aplicado diretamente sobre a borracha. Deixe a espuma agir por um minuto. Depois, para espalhar o produto, utilize uma pequena esponja de espuma. O pneu vai ficar com aquele aspecto pretinho, com pouco brilho.
 
Limpeza de bancos em couro
 
Quando o carro traz bancos em couro, pode-se usar o silicone de painel para dar brilho, e hidratar o couro. Mas o banco precisa estar limpo. A sugestão é utilizar um pano umedecido para remover a sujeira grossa. Depois, o produto precisa ser aplicado com uma esponja em movimentos circulares. Na sequência, basta deixar secar. O silicone também pode ser usado em partes plásticas, como por exemplo, nos para-choques que não são na cor da carroceria.
 
Limpeza de tecidos (e plásticos)
 
Forração do teto ou bancos em tecidos podem ser limpos com o limpa-estofados (o limpa-estofados não deve ser utilizado em bancos de couro). Ele vem com um spray aplicador. Antes de aplicar o produto, o banco precisa ser limpo, com a escova e pazinha (pode-se usar um aspirador também). Mas essa solução da pazinha é muito básica, e dá bastante trabalho.
 
Partes em plástico também podem ser limpas com esse produto. O excesso do produto (depois de pulverizado), deve ser removido com um pano úmido.
 
Limpeza de detalhes
 
O pincel de duas pontas é ideal para limpar cantinhos do painel e saídas de ar. Essa é uma boa solução para quem é realmente detalhista e gosta de limpeza nos mínimos detalhes.
 
Conclusão
 
A limpeza completa do carro, incluindo parte externa e interna, na pior das hipóteses, levará pouco mais de duas horas (para uma pessoa sozinha). O consumível que mais gasta, é o usado para a limpeza da carroceria a seco. O limpa-pneus dura bem mais. O limpa-estofados também dura bastante (claro que depende da condição de sujeira dos estofados). O silicone para painel, o cristalizador de vidros e o anti-embaçante também tem boa durabilidade.
 
Dessa forma, fica claro que lavar o carro em casa a seco é uma interessante opção não só em tempos de racionamento de água, mas em qualquer época, pois a água é preciosa demais para ser desperdiçada.  E ainda pode ser bastante econômico. Afinal, nenhum dos itens consumíveis, tem preço superior à R$ 20 (por unidade).

Artigos < Voltar
Lavagem a seco, feita em casa, sem mistérios
 

Lavagem a seco, feita em casa, sem mistérios

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Procedimento não é tão complicado, e economiza muita água

02 de Fevereiro de 2015

Por Jorge Augusto
Fotos e colaboração: Marcelo Alexandre

A lavagem a seco se popularizou bastante nos últimos tempos. Com a crise hídrica que vem afetando toda a região sudeste do Brasil, a lavagem a seco passou a ser a única boa solução para os lava-rápidos, mantendo a estabilidade econômica de uma cadeia produtiva. Mas pouca gente sabe que é possível lavar um carro a seco, em casa. Para isso, basta comprar os produtos certos, e seguir alguns procedimentos. Nesse artigo, trazemos tudo aquilo que é necessário para se lavar um carro a seco, na própria casa. Quem quiser conhecer um pouco mais do tema de lavagem a seco, pode acessar o nosso artigo sobre esse tema em:
 
www.comprecar.com.br/revista/lavagem-de-carro-a-seco-uma-questao-de-sobrevivencia
 
Para esse artigo, e com o apoio da empresa especializada em produtos automotivos AutoZone (www.autozone.com.br), montamos um kit que traz tudo, para quem quer limpar o carro em casa, economizando muita água. Claro que em nosso kit inicial previmos algo completo, que vai além da simples limpeza da carroceria, incluindo também detalhes de conservação do interior. Todos os itens essenciais para essa completa limpeza foram incluídos nesse kit, como panos e escovas. Dessa forma, quem nunca tentou limpar o carro em casa, e também não tem qualquer equipamento, poderá realizar toda a tarefa com o kit sugerido.
 
O Kit completo para efetuar a lavagem inclui diversas coisas, entre insumos e equipamentos. O preço médio para esse kit completo é de cerca de R$ 170. Na parte de consumíveis, temos:

1 lava seco (em spray aerosol)
1 limpa-pneus (em spray aerosol)
1 limpa-estofados (em spray convencional)
1 silicone para painel e couro
1 cristalizador de vidros
1 anti-embaçante

Entre os equipamentos necessários para executar corretamente a limpeza, temos:

1 esponja aplicadora de limpa pneu
1 esponja aplicadora de silicone para painel
1 escova para limpeza pesada de pneu
1 escova para limpeza precisa de detalhes internos
1 mini pazinha (com vassoura) para limpeza interna
1 kit de 2 toalhas de microfibra para telas (GPS e painéis) 
1 kit de 2 toalhas de microfibra especifica para limpeza de vidros
1 kit de 6 toalhas para limpeza geral

Claro que esses equipamentos acima são bem mais duráveis, e servem para inúmeras lavagens. São produtos que dificilmente serão trocados com menos de 6 meses de uso, considerando uma lavagem por final de semana. Com todo esse kit não é necessária uma simples gota de água para limpar o carro! A água só entrará no momento de lavar os panos.

Limpando a carroceria

Para começar, o carro deve ser limpo de cima para baixo, pois a sujeira mais pesada está geralmente na parte de baixo. Nunca faça o procedimento sob o Sol, e espere a lataria esfriar para limpar o carro. Se a lataria estiver muito quente, a pintura pode acabar manchada (lembrando que isso não é uma “deficiência” da lavagem a seco, pois o água com sabão na lataria sob o Sol também pode manchar). As últimas coisas a serem limpas devem ser a rodas e pneus.

Na lavagem a seco é importante se organizar, identificando previamente as peças (e regiões) a serem limpas. Escolha áreas pequenas de cada vez, para realizar a ação de limpeza por etapas. Por exemplo, faça a limpeza por “peças” ou parte delas: limpe uma metade do capô de cada vez, uma porta por vez, etc. Se você limpar primeiro as superfícies planas e superiores como teto, capô e porta-malas, deixando as laterais para depois, o trabalho vai render mais.

Com spray de limpeza, pulverize na área a ser limpa. Separe 3 panos para esse procedimento. Um deles é usado para remover o grosso da sujeira. O segundo para dar o acabamento. E o terceiro para um acabamento fino e detalhado. Caso a sujeira na lataria seja leve, o terceiro pano pode ser dispensado. Lembrando que para a lavagem a seco é fundamental que os panos sejam de microfibra.
 
O segredo para não riscar o carro, é nunca usar o pano inicial com pouco produto de limpeza, e sempre alternar os lados do pano, à medida que o pano vai ficando sujo. E se o pano ficar muito sujo, troque. Nunca economize no pano!
 
Uma pessoa sozinha, sem auxiliar, levará cerca de 45 minutos (com alguma prática) para limpar a parte externa do carro, incluindo as rodas. Alguém que está aprendendo, vai levar mais de uma hora. Mas isso também depende do tipo de carroceria do carro, e da quantidade de sujeira no veículo.
 
No geral, o tempo da lavagem a seco e da lavagem convencional se equivalem. Na lavagem a seco não existe o tempo de enxague nem o tempo utilizado para secagem, mas é uma lavagem mais detalhista que faz com que o tempo gasto seja parecido com a lavagem convencional.
 
É muito comum as pessoas acharem riscos no carro durante a lavagem a seco, justamente por prestarem mais atenção enquanto limpam o carro. Na verdade, esses riscos já estavam na carroceria, mas nunca foram notados. Se feita adequadamente, a lavagem a seco não risca o carro.
 
A durabilidade do spray de lavagem à seco depende muito da condição da lavagem e do tamanho do carro. Se o carro estiver com uma sujeira normal de chuva e poeira, depois de uma semana de uso, serão possíveis no máximo 3 lavagens com o tubo de 400 ml do spray. Com um carro muito sujo (terra ou barro), será necessário usar uma lata inteira, e até 6 panos para uma limpeza ideal, apenas da carroceria.
 
Dicas:
 
1)    Dobrando o pano em quatro partes, e invertendo a dobra a medida que é usado, o pano vai render mais, cobrindo uma área maior de limpeza.
2)    Os panos que serão usados na limpeza, se forem novos, precisam obrigatoriamente ser lavados antes do uso, Isso serve para deixá-los mais absorventes e retirar qualquer resíduo de goma.
3)    É muito importante usar o spray de lavagem a seco de modo a umedecer adequadamente a área a ser limpa, sem deixar o produto escorrer. Isso evita o desperdício do mesmo.
4)    Nunca use o mesmo pano na limpeza, se ele já estiver muito sujo. Troque-o imediatamente.
5)    Ainda que a empresa do produto de limpeza a seco (o spray usado aqui) afirme que ele sirva também para limpar os vidros, o ideal é utilizar um produto específico para limpeza de vidros, também com uma toalha apropriada, visando um melhor resultado.
6)    Faróis e lanternas devem ser limpos com o mesmo produto usado na limpeza da carroceria.
 
O spray de limpeza a seco utilizado já traz cera em sua composição. Então, depois da limpeza, pode-se observar que a lataria do carro fica bastante lisa. Isso, além de proteger a pintura, ajuda a manter o carro limpo por mais tempo, pois a sujeira “gruda” menos na carroceria.
 
Limpando as rodas
 
Na limpeza das rodas é utilizado o mesmo spray da carroceria. Porém é importante separar um dos panos para esse tipo de limpeza mais pesada. Evite misturar os panos, pois é isso que pode riscar a carroceria do carro. Usar uma luva pode ser uma boa ideia na limpeza das rodas, pois esse tipo de sujeira realmente fica impregnado nas mãos e embaixo das unhas.
 
Limpando os vidros

No momento de limpar os vidros é importante utilizar um pano completamente limpo e específico para isso (tipo microfibra). Depois de limpos, pode-se aplicar também o produto de cristalização na parte externa. Ele ajuda a repelir a água. Dá até para dirigir na estrada com chuva, em velocidades acima de 70 km/h, sem precisar ligar o limpador do para-brisa. A agua escorre em grandes gotas, não atrapalhando a visão. O produto de cristalização deve ser aplicado com o spray e espalhado com papel toalha.
 
De forma complementar, pode-se utilizar um outro produto na parte interna dos vidros, que diminui o “embaçado” no interior. Isso é muito útil em carros SEM ar-condicionado, nos dias de chuva. Também ajuda um pouco, nos carros que tem ar-condicionado. Esse produto pode ser espalhado com papel toalha ou pano de microfibra. O produto também pode ser adicionado ao reservatório do limpador do para-brisa como desengordurante.
 
Limpeza dos pneus

Uma escova de limpeza pesada pode ser utilizada para remover terra ou qualquer outro tipo de sujeira grossa. Feito isso, o limpa-pneu em spray pode ser aplicado diretamente sobre a borracha. Deixe a espuma agir por um minuto. Depois, para espalhar o produto, utilize uma pequena esponja de espuma. O pneu vai ficar com aquele aspecto pretinho, com pouco brilho.
 
Limpeza de bancos em couro
 
Quando o carro traz bancos em couro, pode-se usar o silicone de painel para dar brilho, e hidratar o couro. Mas o banco precisa estar limpo. A sugestão é utilizar um pano umedecido para remover a sujeira grossa. Depois, o produto precisa ser aplicado com uma esponja em movimentos circulares. Na sequência, basta deixar secar. O silicone também pode ser usado em partes plásticas, como por exemplo, nos para-choques que não são na cor da carroceria.
 
Limpeza de tecidos (e plásticos)
 
Forração do teto ou bancos em tecidos podem ser limpos com o limpa-estofados (o limpa-estofados não deve ser utilizado em bancos de couro). Ele vem com um spray aplicador. Antes de aplicar o produto, o banco precisa ser limpo, com a escova e pazinha (pode-se usar um aspirador também). Mas essa solução da pazinha é muito básica, e dá bastante trabalho.
 
Partes em plástico também podem ser limpas com esse produto. O excesso do produto (depois de pulverizado), deve ser removido com um pano úmido.
 
Limpeza de detalhes
 
O pincel de duas pontas é ideal para limpar cantinhos do painel e saídas de ar. Essa é uma boa solução para quem é realmente detalhista e gosta de limpeza nos mínimos detalhes.
 
Conclusão
 
A limpeza completa do carro, incluindo parte externa e interna, na pior das hipóteses, levará pouco mais de duas horas (para uma pessoa sozinha). O consumível que mais gasta, é o usado para a limpeza da carroceria a seco. O limpa-pneus dura bem mais. O limpa-estofados também dura bastante (claro que depende da condição de sujeira dos estofados). O silicone para painel, o cristalizador de vidros e o anti-embaçante também tem boa durabilidade.
 
Dessa forma, fica claro que lavar o carro em casa a seco é uma interessante opção não só em tempos de racionamento de água, mas em qualquer época, pois a água é preciosa demais para ser desperdiçada.  E ainda pode ser bastante econômico. Afinal, nenhum dos itens consumíveis, tem preço superior à R$ 20 (por unidade).

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!