Revista Comprecar
Avaliação: Mitsubishi Pajero Dakar HPE
Um legítimo SUV 4x4 indicado para as grandes aventuras no “fora-de-estrada”
Avaliação: Mitsubishi Pajero Dakar HPE
15 de Abril de 2015

Para ver uma oferta de Mitsubishi, clique moto rs-77824]AQUI[/url]

O Pajero Dakar faz parte do grupo “fora-de-estrada”. È indiscutível a vocação no “fora-de-estrada” dos veículos da Mitsubishi. Realmente, a marca conseguiu construir uma sólida reputação de seus produtos junto a um tipo específico de público que gosta de aventuras e desbravar novos (e difíceis) caminhos. O tema é tratado com tamanha seriedade que por mais 20 anos (no Brasil), a marca realiza rotineiramente ralis com os proprietários de modelos 4x4 da Mitsubishi. Levando os veículos no limite, os vários modelos que participam das provas, comprovam sua capacidade off-road por inúmeras vezes, nesses eventos. Nessa avaliação, trazemos o Pajero Dakar na versão HPE. Este é o SUV indicado para quem quer levar toda a família, nas aventuras exploratórias. E tudo isso, com bom nível de conforto.
 
Pra começar, o nome já diz muito desse veículo: “ Pajero ” é tradição em todo mundo, com mais de 30 anos de história. “Dakar” é referência mundial quando se fala em off-road. Por isso, o Pajero Dakar confirma o DNA 4x4 da Mitsubishi. E a sigla HPE (High Performance Equipment) sugere um veículo completo.
 

O estilo robusto do Pajero Dakar


 
O estilo da Pajero Dakar foi pensado para traduzir robustez. A frente é bastante imponente e alta. O modelo possui conjunto óptico integrado ao para-choque, luzes de neblina com moldura na cor grafite e contorno cromado, além de grade frontal com moldura cromada. Também inclui conjunto óptico com faróis de xênon mais regulagem automática de altura e lavador. Para-barro nos para-lamas dianteiro e traseiro preservam a carroceria e a pintura em situações extremas.
 
O Pajero Dakar é construído no conceito cabine sobre chassi, e tem 20 pontos reforçados em sua estrutura. O chassi é constituído por longarinas do tipo “Box” com alta resistência a torção e a flexão, capaz de enfrentar os maiores desafios off-road. A suspensão batizada de “Ryde Dynamics” é igualmente resistente nos extremos. Mas para surpresa, consegue entregar bom nível de conforto nas estradas. Fato que o Dakar é um veículo grande. Ele tem 4,69 m de comprimento, 1,81 m de largura, 1,84 m de altura (com rack) e generoso entre-eixos de 2,80 m.
 

O interior do Pajero Dakar


 
Dentro do Pajero Dakar, tanto o moto rista, como os passageiros contam com bom espaço. No total são sete diferentes assentos. O modelo oferece 24 diferentes porta-objetos distribuídos pelo veículo, duas tomadas 12V e 12 luzes de cortesia.
 
A terceira fileira traz o sistema Double Action Folding, onde os bancos são rebatíveis e ficam embutidos no assoalho, deixando um espaço livre para o porta-malas (quando não utilizados). Esses bancos são ligeiramente menores que os demais. Ainda sim, conseguem transportar adultos com até 1,7 m de altura com relativo conforto. Eles contam com uma saída de ar-condicionado independente, inclusive com comando próprio. O senão é que essa saída fica na lateral, e não é tão eficiente quanto modelos concorrentes que trazem as saídas no teto. A capacidade máxima do porta-malas pode chegar a 1.627 litros, com os bancos da segunda e terceira fileira rebatidos. Com os sete bancos na posição normal, a capacidade é de 130 litros (até a altura do encosto dos últimos bancos).
 
Todos os bancos são forrados em couro, e trazem desenho ergonômico. Os dois dianteiros contam com regulagem elétrica.
 
Com iluminação na cor vermelha, o painel tem instrumentos tem visual clássico. O volante traz os comandos do controle de cruzeiro o do sistema de áudio integrados, além de ajuste da coluna de direção.
 
Equipamentos
 
O SUV vem equipado com sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, ar condicionado automático, keyless para abertura e fechamento das portas, além de retrovisores com rebatimento elétrico.
 
Outro equipamento presente é o sistema multimídia Power Touch fornecido pela Clarion. Trata-se de uma completa central multimídia que inclui tela sensível ao toque e sistema de GPS com mais de 1.250 cidades mapeadas, CD, DVD e MP3 Player e Bluetooth com viva-voz, câmera de ré com as imagens sendo exibidas na tela de 7 polegadas e sensor de estacionamento traseiro.
 
Os espelhos retrovisores são rebatíveis eletronicamente e as maçanetas das portas também recebem acabamento cromado. Completando a parte externa, o Pajero Dakar HPE é equipado com rack de teto preto e luzes indicadoras de direção com led posicionadas nos retrovisores externos. A versão HPE não possui opcionais de fábrica. Tudo faz parte do pacote. Existem apenas acessórios, que podem ser adquiridos nas concessionárias.
 
Segurança
 
O Pajero Dakar é equipado com o essencial em segurança. A cabine conta com o sistema RISE de deformação programada. A coluna de direção, pedal e o espelho retrovisor interno são desarmáveis em colisões severas. Traz ainda barras de proteção lateral e completo sistema de air-bags, com oito zonas de proteção, sendo: dois frontais, dois laterais e dois de cortina. O sistema de freios incorpora a tecnologia 4-ABS com EBD e BAS, que distribui eletronicamente a força de frenagem em cada roda.
 
Dirigibilidade
 
O Pajero Dakar é um carro ideal para as longas viagens. Além de bom nível de conforto, o veículo é equipado com um tanque de combustível de 90 litros, proporcionando muito mais autonomia. Além disso, o Pajero Dakar é versátil tanto na cidade, quando fora dela. É possível executar curvas e manobras com facilidade, pois o veículo tem um raio de giro de apenas 5,6 metros. A direção tem assistência hidráulica e inclui “Paddle Shifts” para trocas sequencias da marcha, aumentando o controle do moto rista sobre o veículo.
 
Motor e câmbio
 
Para total mobilidade no fora de estrada, o Dakar HPE sai equipado com moto r turbo diesel de quatro cilindros em linha. Com 3,2 litros e 4 válvulas por cilindro, inclui também injeção eletrônica direta common-rail e intercooler. A potência máxima é de 180 cavalos (a 3.500 rpm) e torque de 38 kgfm a 2.000 rpm. Junto com esse moto r vem uma transmissão automática de 5 marchas equipado com Sports Mode e INVECS-II (Intelligent & Innovative Vehicles Electronic Control System). Ele reúne as informações do modo de dirigir do moto rista, incluindo a forma de acelerar e frear, e se adapta automaticamente. O moto rista pode optar pelo modo sequencial Sports Mode, onde a troca de marchas é feita de forma manual tanto na alavanca no console, como nos paddle shiftes localizados atrás do volante. Um dos diferencias desse modelo é justamente o completo sistema de tração que será explicado na sequência.
 
Na estrada, a eficiência é boa. Em velocidade constante de 100 km/h, com ar-condicionado ligado é possível fazer médias de até 13 km/l. Fato que a melhor “performance” da Dakar não é vista na estrada. Alguns concorrentes diretos saem com moto res mais potentes e câmbios com maior número de marchas. Ainda que a Mitsubishi recomende diesel S10/S50, informa que seu veículo pode rodar sem problemas com diesel S500.
 

O pajero Dakar e a mais completa tração 4x4 da categoria


 
Se na estrada a Pajero Dakar é apenas comum, no fora de estrada ela é imbatível. Seu completo sistema de tração permite até 20 combinações de marcha, o que torna este SUV um veículo perfeito para rodar nos piores tipos de terreno. O sistema de tração Super Select 4WD tem quatro modos distintos de seleção: 4x2 alto(2H), 4x4 alto sem bloqueio(4H), 4x4 alto bloqueado (4HLc) e 4x4 bloqueado com reduzida (4LLc).
 
No modo 2H, o SUV opera somente com a tração traseira, sendo recomendado para uso urbano e em rodovias, onde não é necessário tração nas quatro rodas, favorecendo a economia de combustível. O modo 4H faz com que o veículo distribua variavelmente a força de tração nas quatro rodas. Esse modo é ideal para ser usado em estradas com baixa aderência, como piso molhado. Como não há o bloqueio de rotação entre os eixos, o carro consegue fazer manobras no asfalto sem qualquer problema. É possível ligar essa tração com o veículo em movimento até a velocidade de 100km/h.
 
Já no modo 4HLc, a tração atua o tempo todo nas quatro rodas com o diferencial central bloqueado. Com isso, a rotação entre os eixos fica exatamente igual. Portanto, é recomendado apenas para situações plenas de off-road.
 
Já o modo 4LLc, mantém o bloqueio do diferencial e aciona a reduzida. Esse modo é usado apenas em obstáculos realmente difíceis, onde se faz necessário o máximo de força do moto r, bem como tração plena. Isso deve ser usado em rampas muito íngremes, na transposição de valas e atoleiros profundos. Também serve para transpor áreas alagadas, lembrando que a capacidade máxima de submersão e de 60 cm, sem causar danos ao moto r.
 
Além disso, a alta capacidade de mobilidade se faz presente da Dakar. O ângulo máximo de entrada é de 36º, e o de saída de 25º. A inclinação lateral pode chegar até 45° sem perigo de tombar o veículo. E a capacidade máxima de subida em rampa é de 35º. A altura livre em relação ao solo é de generosos 21,5 cm. Esses números são melhores que a media da categoria que a Dakar esta inserida. Estribos posicionados nas laterais ajudam no acesso ao veículo, bem como protegem as laterais inferiores no fora de estrada.
 
Mercado
 
Produzido na fábrica Mitsubishi Motors em Catalão, em Goiás, os veículos da linha Pajero Dakar têm três anos de garantia sem limite de quilometragem. O Pajero Dakar está disponível nas cores Vermelho Bordeaux, Verde Pantanal, Branco Alpino, Cinza Londrino, Prata Rodhium, Prata Tecno e Preto Ônix. Seus principais concorrentes são a Toyota Hilux SW4 e o Chevrolet Trailblazer. A Dakar HPE diesel tem preço sugerido de R$ 172.990. Existe ainda a opção da HPE com moto r Flex por R$ 146.990.
 
Segundo o departamento de vendas do grupo Avec, o perfil médio do cliente da Dakar HPE é predominantemente masculino; O cliente é um empresário ou profissional liberal, com idade entre 40 e 55 anos, casado e com filhos. Esse cliente escolhe o modelo por conta da confiabilidade mecânica, a enorme mobilidade no fora de estrada e a vantagem de trazer sete lugares. Quando confrontado com os principais concorrentes, o cliente acaba escolhendo a HPE por conta do custo-benefício e pela tradição da marca no segmento de 4x4. Outro item que ajuda nessa escolha é o fato da HPE ser fabricada no Brasil, desde 2011.
 
Mais informações sobre esse e outros modelos da Mitsubishi clique moto rs.com.br]AQUI[/url]

Avaliações < Voltar
Avaliação: Mitsubishi Pajero Dakar HPE
 

Avaliação: Mitsubishi Pajero Dakar HPE

Publicado por Redação Comprecar – Especialista em carros usados e motos usadas

Um legítimo SUV 4x4 indicado para as grandes aventuras no “fora-de-estrada”

15 de Abril de 2015

Para ver uma oferta de Mitsubishi, clique moto rs-77824]AQUI[/url]

O Pajero Dakar faz parte do grupo “fora-de-estrada”. È indiscutível a vocação no “fora-de-estrada” dos veículos da Mitsubishi. Realmente, a marca conseguiu construir uma sólida reputação de seus produtos junto a um tipo específico de público que gosta de aventuras e desbravar novos (e difíceis) caminhos. O tema é tratado com tamanha seriedade que por mais 20 anos (no Brasil), a marca realiza rotineiramente ralis com os proprietários de modelos 4x4 da Mitsubishi. Levando os veículos no limite, os vários modelos que participam das provas, comprovam sua capacidade off-road por inúmeras vezes, nesses eventos. Nessa avaliação, trazemos o Pajero Dakar na versão HPE. Este é o SUV indicado para quem quer levar toda a família, nas aventuras exploratórias. E tudo isso, com bom nível de conforto.
 
Pra começar, o nome já diz muito desse veículo: “ Pajero ” é tradição em todo mundo, com mais de 30 anos de história. “Dakar” é referência mundial quando se fala em off-road. Por isso, o Pajero Dakar confirma o DNA 4x4 da Mitsubishi. E a sigla HPE (High Performance Equipment) sugere um veículo completo.
 

O estilo robusto do Pajero Dakar


 
O estilo da Pajero Dakar foi pensado para traduzir robustez. A frente é bastante imponente e alta. O modelo possui conjunto óptico integrado ao para-choque, luzes de neblina com moldura na cor grafite e contorno cromado, além de grade frontal com moldura cromada. Também inclui conjunto óptico com faróis de xênon mais regulagem automática de altura e lavador. Para-barro nos para-lamas dianteiro e traseiro preservam a carroceria e a pintura em situações extremas.
 
O Pajero Dakar é construído no conceito cabine sobre chassi, e tem 20 pontos reforçados em sua estrutura. O chassi é constituído por longarinas do tipo “Box” com alta resistência a torção e a flexão, capaz de enfrentar os maiores desafios off-road. A suspensão batizada de “Ryde Dynamics” é igualmente resistente nos extremos. Mas para surpresa, consegue entregar bom nível de conforto nas estradas. Fato que o Dakar é um veículo grande. Ele tem 4,69 m de comprimento, 1,81 m de largura, 1,84 m de altura (com rack) e generoso entre-eixos de 2,80 m.
 

O interior do Pajero Dakar


 
Dentro do Pajero Dakar, tanto o moto rista, como os passageiros contam com bom espaço. No total são sete diferentes assentos. O modelo oferece 24 diferentes porta-objetos distribuídos pelo veículo, duas tomadas 12V e 12 luzes de cortesia.
 
A terceira fileira traz o sistema Double Action Folding, onde os bancos são rebatíveis e ficam embutidos no assoalho, deixando um espaço livre para o porta-malas (quando não utilizados). Esses bancos são ligeiramente menores que os demais. Ainda sim, conseguem transportar adultos com até 1,7 m de altura com relativo conforto. Eles contam com uma saída de ar-condicionado independente, inclusive com comando próprio. O senão é que essa saída fica na lateral, e não é tão eficiente quanto modelos concorrentes que trazem as saídas no teto. A capacidade máxima do porta-malas pode chegar a 1.627 litros, com os bancos da segunda e terceira fileira rebatidos. Com os sete bancos na posição normal, a capacidade é de 130 litros (até a altura do encosto dos últimos bancos).
 
Todos os bancos são forrados em couro, e trazem desenho ergonômico. Os dois dianteiros contam com regulagem elétrica.
 
Com iluminação na cor vermelha, o painel tem instrumentos tem visual clássico. O volante traz os comandos do controle de cruzeiro o do sistema de áudio integrados, além de ajuste da coluna de direção.
 
Equipamentos
 
O SUV vem equipado com sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, ar condicionado automático, keyless para abertura e fechamento das portas, além de retrovisores com rebatimento elétrico.
 
Outro equipamento presente é o sistema multimídia Power Touch fornecido pela Clarion. Trata-se de uma completa central multimídia que inclui tela sensível ao toque e sistema de GPS com mais de 1.250 cidades mapeadas, CD, DVD e MP3 Player e Bluetooth com viva-voz, câmera de ré com as imagens sendo exibidas na tela de 7 polegadas e sensor de estacionamento traseiro.
 
Os espelhos retrovisores são rebatíveis eletronicamente e as maçanetas das portas também recebem acabamento cromado. Completando a parte externa, o Pajero Dakar HPE é equipado com rack de teto preto e luzes indicadoras de direção com led posicionadas nos retrovisores externos. A versão HPE não possui opcionais de fábrica. Tudo faz parte do pacote. Existem apenas acessórios, que podem ser adquiridos nas concessionárias.
 
Segurança
 
O Pajero Dakar é equipado com o essencial em segurança. A cabine conta com o sistema RISE de deformação programada. A coluna de direção, pedal e o espelho retrovisor interno são desarmáveis em colisões severas. Traz ainda barras de proteção lateral e completo sistema de air-bags, com oito zonas de proteção, sendo: dois frontais, dois laterais e dois de cortina. O sistema de freios incorpora a tecnologia 4-ABS com EBD e BAS, que distribui eletronicamente a força de frenagem em cada roda.
 
Dirigibilidade
 
O Pajero Dakar é um carro ideal para as longas viagens. Além de bom nível de conforto, o veículo é equipado com um tanque de combustível de 90 litros, proporcionando muito mais autonomia. Além disso, o Pajero Dakar é versátil tanto na cidade, quando fora dela. É possível executar curvas e manobras com facilidade, pois o veículo tem um raio de giro de apenas 5,6 metros. A direção tem assistência hidráulica e inclui “Paddle Shifts” para trocas sequencias da marcha, aumentando o controle do moto rista sobre o veículo.
 
Motor e câmbio
 
Para total mobilidade no fora de estrada, o Dakar HPE sai equipado com moto r turbo diesel de quatro cilindros em linha. Com 3,2 litros e 4 válvulas por cilindro, inclui também injeção eletrônica direta common-rail e intercooler. A potência máxima é de 180 cavalos (a 3.500 rpm) e torque de 38 kgfm a 2.000 rpm. Junto com esse moto r vem uma transmissão automática de 5 marchas equipado com Sports Mode e INVECS-II (Intelligent & Innovative Vehicles Electronic Control System). Ele reúne as informações do modo de dirigir do moto rista, incluindo a forma de acelerar e frear, e se adapta automaticamente. O moto rista pode optar pelo modo sequencial Sports Mode, onde a troca de marchas é feita de forma manual tanto na alavanca no console, como nos paddle shiftes localizados atrás do volante. Um dos diferencias desse modelo é justamente o completo sistema de tração que será explicado na sequência.
 
Na estrada, a eficiência é boa. Em velocidade constante de 100 km/h, com ar-condicionado ligado é possível fazer médias de até 13 km/l. Fato que a melhor “performance” da Dakar não é vista na estrada. Alguns concorrentes diretos saem com moto res mais potentes e câmbios com maior número de marchas. Ainda que a Mitsubishi recomende diesel S10/S50, informa que seu veículo pode rodar sem problemas com diesel S500.
 

O pajero Dakar e a mais completa tração 4x4 da categoria


 
Se na estrada a Pajero Dakar é apenas comum, no fora de estrada ela é imbatível. Seu completo sistema de tração permite até 20 combinações de marcha, o que torna este SUV um veículo perfeito para rodar nos piores tipos de terreno. O sistema de tração Super Select 4WD tem quatro modos distintos de seleção: 4x2 alto(2H), 4x4 alto sem bloqueio(4H), 4x4 alto bloqueado (4HLc) e 4x4 bloqueado com reduzida (4LLc).
 
No modo 2H, o SUV opera somente com a tração traseira, sendo recomendado para uso urbano e em rodovias, onde não é necessário tração nas quatro rodas, favorecendo a economia de combustível. O modo 4H faz com que o veículo distribua variavelmente a força de tração nas quatro rodas. Esse modo é ideal para ser usado em estradas com baixa aderência, como piso molhado. Como não há o bloqueio de rotação entre os eixos, o carro consegue fazer manobras no asfalto sem qualquer problema. É possível ligar essa tração com o veículo em movimento até a velocidade de 100km/h.
 
Já no modo 4HLc, a tração atua o tempo todo nas quatro rodas com o diferencial central bloqueado. Com isso, a rotação entre os eixos fica exatamente igual. Portanto, é recomendado apenas para situações plenas de off-road.
 
Já o modo 4LLc, mantém o bloqueio do diferencial e aciona a reduzida. Esse modo é usado apenas em obstáculos realmente difíceis, onde se faz necessário o máximo de força do moto r, bem como tração plena. Isso deve ser usado em rampas muito íngremes, na transposição de valas e atoleiros profundos. Também serve para transpor áreas alagadas, lembrando que a capacidade máxima de submersão e de 60 cm, sem causar danos ao moto r.
 
Além disso, a alta capacidade de mobilidade se faz presente da Dakar. O ângulo máximo de entrada é de 36º, e o de saída de 25º. A inclinação lateral pode chegar até 45° sem perigo de tombar o veículo. E a capacidade máxima de subida em rampa é de 35º. A altura livre em relação ao solo é de generosos 21,5 cm. Esses números são melhores que a media da categoria que a Dakar esta inserida. Estribos posicionados nas laterais ajudam no acesso ao veículo, bem como protegem as laterais inferiores no fora de estrada.
 
Mercado
 
Produzido na fábrica Mitsubishi Motors em Catalão, em Goiás, os veículos da linha Pajero Dakar têm três anos de garantia sem limite de quilometragem. O Pajero Dakar está disponível nas cores Vermelho Bordeaux, Verde Pantanal, Branco Alpino, Cinza Londrino, Prata Rodhium, Prata Tecno e Preto Ônix. Seus principais concorrentes são a Toyota Hilux SW4 e o Chevrolet Trailblazer. A Dakar HPE diesel tem preço sugerido de R$ 172.990. Existe ainda a opção da HPE com moto r Flex por R$ 146.990.
 
Segundo o departamento de vendas do grupo Avec, o perfil médio do cliente da Dakar HPE é predominantemente masculino; O cliente é um empresário ou profissional liberal, com idade entre 40 e 55 anos, casado e com filhos. Esse cliente escolhe o modelo por conta da confiabilidade mecânica, a enorme mobilidade no fora de estrada e a vantagem de trazer sete lugares. Quando confrontado com os principais concorrentes, o cliente acaba escolhendo a HPE por conta do custo-benefício e pela tradição da marca no segmento de 4x4. Outro item que ajuda nessa escolha é o fato da HPE ser fabricada no Brasil, desde 2011.
 
Mais informações sobre esse e outros modelos da Mitsubishi clique moto rs.com.br]AQUI[/url]

O veículo que você procura está aqui na Comprecar!